Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Variante ômicron prevalece em 91,8% das amostras de Covid-19 analisadas em Pernambuco, diz governo

Dos 158 genomas analisados, 145 (91,8%) foram identificados como variante ômicron e outras 13 amostras (8,2%) como a variante delta do coronavírus.

Por g1 PE

A variante ômicron do coronavírus corresponde a 91,8% dos testes sequenciados pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz PE), de acordo com o governo de Pernambuco. É o que aponta relatório de circulação de linhagens divulgado nesta sexta-feira (21), confirmando a prevalência da variante no estado.

Dos 158 genomas analisados, 145 foram identificados como variante ômicron e outras 13 amostras (8,2%) como a variante delta. As amostras analisadas foram coletadas entre os dias 28 de dezembro de 2021 e 13 de janeiro de 2022.

As coletas que registraram a variante ômicron são de pacientes do Recife (94) e de Fernando de Noronha (45), Paulista (2), Carnaubeira da Penha (1), Sertânia (1), Garanhuns (1) e Jaboatão dos Guararapes (1). Os casos de delta são de pacientes das cidades de Araripina (1), Cabrobó (4), Recife (6), Petrolina (1) e Serra Talhada (1).

Os primeiros casos da variante ômicron no estado foram confirmados no dia 7 de janeiro de 2022, após o resultado da análise de 80 amostras coletadas entre novembro e dezembro de 2021, das quais 21 delas, o equivalente a 26%, foram positivas para essa linhagem do coronavírus.

No dia 14 de janeiro de 2022, o governo informou que a variante ômicron da Covid-19 já era dominante no estado e foi responsável por 68% dos casos de Covid-19 sequenciados entre 26 de novembro de 2021 e 4 de janeiro deste ano.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.