Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

Torcedor morre durante confronto com policiais em jogo na Argentina

Superlotação provocou a ira de torcedores barrados na porta do estádio em La Plata, e a polícia reagiu com bombas de gás e balas de borracha.

Por g1

Um torcedor morreu durante confronto entre policiais e torcedores de Boca Juniors e Gimnasia y Esgrima, válido pelo Campeonato Argentino de futebol, na noite desta quinta-feira (6).

O gás lacrimogêneo usado pelas forças de segurança para conter a invasão ao estádio Juan Carmelo Zerillo, em La Plata, suspendeu a partida aos 9 minutos.

Durante a confusão, um torcedor sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu a caminho do hospital.

“Confirmo que há uma pessoa morta. Essa pessoa morreu de parada cardíaca”, disse Sergio Berni, ministro da Segurança da província de Buenos Aires.

O torcedor foi identificado no hospital San Martín de La Plata como César Regueiro, de 57 anos.

Um cinegrafista foi ferido por balas de borracha e dezenas de outros torcedores também tiveram que ser levados para hospitais devido ao efeito dos gases, segundo relatos da imprensa local.

De acordo com a mídia argentina, a confusão começou após a superlotação do estádio. Muita gente foi impedida de assistir ao jogo. Torcedores tentaram forçar a entrada e a polícia reagiu com bombas de gás e disparou balas de borracha.

O gás se espalhou pela arquibancada e pelo campo de jogo, provocando mais correria dentro do estádio.

A Associação Argentina de Futebol (AFA) emitiu um comunicado no qual “repudia veementemente os fatos publicamente conhecidos que ocorreram hoje nas proximidades do estádio Gimnasia y Esgrima La Plata” e expressou “seu compromisso de continuar trabalhando para erradicar essa classe de episódios que mancha o festival de futebol”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.