Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Cidades de PE em quarentena têm mais de 60% de isolamento, mas coronavírus ainda está em fase de aceleração, diz secretário

Informações foram repassadas nesta segunda (18), pelo secretário de Saúde, André Longo. Maior índice de isolamento entre capitais brasileiras foi o do Recife, com 66,1%.

Por Pedro Alves, G1 PE

Todas as cinco cidades em quarentena, em Pernambuco, atingiram, no domingo (17), níveis de isolamento social social superiores a 60%, segundo ranking elaborado pelo estado. O Recife teve o melhor número, com 66,1%, próximo dos 70% considerados ideais pelas autoridades para a contenção da pandemia. Entretanto, segundo o secretário estadual de Saúde, André Longo, o estado ainda está em fase de aceleração do novo coronavírus.

Estão de quarentena, além do Recife, OlindaJaboatão dos GuararapesCamaragibe e São Lourenço da Mata. No sábado (16), primeiro dia das restrições mais rigorosas, o estado atingiu média de 53,8% de isolamento social, sendo que a capital teve 62,1%. Foram os melhores resultados do Brasil, segundo o governo. No domingo, no estado, o índice ficou em 58,9%.

“No dia de hoje, queremos dar um muito obrigado aos recifenses que ao ficar em casa ajudaram a salvar vidas. Recife atingiu, no domingo (17), mais de 66% de isolamento social. São números preliminares, mas foi o mais alto nível de isolamento social das capitais brasileiras. O resultado daquilo que plantamos hoje será colhido daqui a uma ou duas semanas”, disse Jaílson Correia, secretário de Saúde do Recife, durante coletiva de imprensa transmitida pela internet, nesta segunda (18).

Segundo o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Pernambuco, Marcelo Bruto, houve diminuição considerável de passageiros nos terminais integrados do Grande Recife, durante o fim de semana.

“No sábado e domingo, observamos redução no volume dos passageiros. No primeiro dia, foi de 21%, saindo de média de 215 mil para 170 mil. No segundo dia de quarentena, a redução foi de 23%, de média de 130 mil para 100 mil passageiros.

A expectativa é de manutenção ou ligeira redução em relação ao volume. Vai ser feita avaliação diária para que sejam feitas adequações necessárias na frota”, declarou o secretário.

Confira o ranking de isolamento

  • Recife: 66,1%
  • Olinda: 65,3%
  • Camaragibe: 63%
  • Jaboatão dos Guararapes: 63%
  • Paulista: 62%
  • São Lourenço da Mata: 61,4%

“A curva epidêmica ainda está em aceleração, nós não conseguimos baixar o índice de transmissão para menos que um, a gente espera atingir nesses dias”, disse o secretário André Longo. Segundo o gestor, quando a transmissão fica menor que de uma pessoa para outra, a epidemia tende a desaparecer com o tempo.

“Nós só vamos esperar os efeitos do que nós estamos fazendo desde sábado, desse esforço, daqui a dez ou 15 dias. Isso deve se refletir em números na primeira semana de junho. O que estamos vivendo hoje [de maiores números], diz respeito a uma menor rigidez dos últimos 15 dias. Agora, com a quarentena, temos um retorno a um isolamento e distanciamento mais rígido, como os números começam a mostrar”, declarou André Longo.

Nesta segunda-feira (18), de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), houve recorde nos registros de mortes confirmadas por Covid-19.

Foram 124 óbitos, totalizando 1.640 mortes pela doença causada pelo novo coronavírus. Segundo André Longo, esses números refletem um atraso no repasse de informações por hospitais particulares e laboratórios.

Secretários detalharam ações da quarentena no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Secretários detalharam ações da quarentena no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

“Esse aumento ocorreu o atraso de envio de resultados de exames de pacientes da rede privada, que concentrou numero grande de casos no mesmo dia. Essas mortes estão distribuídas em vários dias e ocorreram entre 18 de abril e 17 de maio”, afirmou o secretário.

O secretário informou, ainda, que é preciso analisar a curva epidêmica não pelos números de casos divulgados num dia, mas nos dias em que ocorreram tanto a coleta para o exame quanto o óbito.

“Nós temos procurado sempre recomendar análise pelo dia da ocorrência dos óbitos. Temos procurado divulgar nos nossos boletins ocorrências dos dias, mas é necessário distribuir ao longo dos dias, o dia da testagem, e não do anúncio que se faz. Às vezes se impressiona com os dados de um dia, mas ele se deveu a uma informação que chegou atrasada. Se um hospital grande demora ou atrasa a informação, principalmente num fim de semana, como ocorreu agora”, declarou.

Coronavírus em Pernambuco

Pernambuco chega a 20.094 casos e 1.640 mortes por Covid-19

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), foram confirmados mais 642 casos da doença causada pelo novo coronavírus, levando o estado a ultrapassar o número de 20 mil confirmações, com 20.094 pacientes

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.