Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Defesa de Everton Felipe muda discurso

A defesa de Everton Felipe Santiago de Santana mudou o discurso e disse que o integrante da Inferno Coral não confessou em seu depoimento no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ter arremessado um dos dois vasos sanitários do anel superior da arquibancada do Arruda, na sexta-feira passada, que resultou na morte do torcedor Paulo Ricardo Gomes da Silva. De acordo com o advogado Adelson José da Silva, o auxiliar de serviços gerais teria contado que se limitou a arrancar as privadas do banheiro feminino do estádio e que foram os outros dois tricolores, que seguem foragidos, os responsáveis por atirá-las sobre a torcida Fúria Independente, do Paraná Clube, que saia do estádio após a partida contra o Santa Cruz, pela Série B do Brasileiro.

“Ele disse que só arrancou os vasos sanitários do banheiro com intuito mesmo de depredar. Depois, ajudou a levar as privadas até o ponto onde os outros dois torcedores arremessaram”, comentou o advogado. “Everton também explicou que não passava pela cabeça de nenhum deles arremessar sobre os torcedores. A intenção era jogar contra o parapeito e fazer barulho para assustar quem estava embaixo”, completou.

Assim, a estratégia da defesa é tentar que a delegada Gleide Ângelo, que está à frente da investigação, enquadre Everton por dano (artigo 163 do Código Penal), que prevê prisão de 1 a 6 meses, além de multa. Anteontem, após o depoimento do integrante da Inferno Coral no DHPP, a delegada havia informado que iria autuá-lo em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil, com pena de 12 a 30 anos de detenção.

Nesta quarta (7), a defesa entrará com um pedido de relaxamento de prisão. O advogado acredita que por ter emprego e endereço fixos, Everton pode responder ao processo em liberdade. O que pode complicar sua atuação é o fato de o auxiliar de serviços gerais já ter passagem pela polícia. Em dezembro de 2012, ele foi preso por porte ilegal de armas durante uma festa promovida pela Inferno Coral em um sítio (não soube precisar o local). Nessa época, Everton tinha um cargo de diretor na uniformizada.

Além disso, Everton foi um dos protagonistas de uma briga generalizada nas arquibancadas do estádio Rei Pelé, em Maceió, no ano passado, durante a partida entre CRB e Santa Cruz, que custou as duas equipes a perda de mandos de campo. “Esse episódio e a prisão em 2012 por porte ilegal de armas acabam, sem dúvida, complicando a vida de Everton neste momento”, finalizou o advogado.

 

 

Do  Online

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Inscrições para o concurso do BNB terminam nesta quinta-feira

Interessados em disputar uma das 12 vagas do concurso do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) devem ficar atentos: terminam nesta quinta-feira (08) as inscrições para a seleção. As oportunidades são para provimento imediato para o cargo de analista bancário (nível médio) com salário de R$ 2.043,36, além de formação de cadastro de reserva, em 11 Estados. Do total de vagas, 5% são destinadas a portadores de deficiência.

A inscrição custa R$ 60 e deve ser feita no site da organizadora (Fundação Getúlio Vargas), onde também está disponível o edital do certame. Além da remuneração, a função concede outros benefícios, como auxílio-refeição (R$ 509,89), auxílio cesta de alimentação (R$ 397,33) e auxílio-creche (R$ 330,71), além de possibilidade de ingressar nos planos de saúde e previdenciário da empresa e de ascensão e desenvolvimento profissional.

A prova escrita será realizada em 34 municípios brasileiros. Em Pernambuco, haverá prova em Recife, Garanhuns, Salgueiro e Petrolina. No Estado, as cidades polos de classificação estão divididas em quatro grupos: Camaragibe, Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Olinda, Paulista, Recife, Vitória de Santo Antão, São Lourenço da Mata  (grupo 1); Carpina, Goiana, Surubim, Timbaúba (grupo 2); Arcoverde, Bezerros, Bom Conselho, Caruaru, Garanhuns, Gravatá, Palmares, Pesqueira, Sertânia, Santa Cruz do Capibaribe, São Bento do Una (grupo 3); Araripina, Floresta, Ouricuri, Petrolina, Salgueiro, Serra Talhada (grupo 4).

A prova objetiva, que terá 80 questões (língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais e específicos, será realizada no dia 08 de junho de 2014, das 13h às 17h. A seleção será válida por dois anos, a contar da data de publicação do resultado final no Diário Oficial da União, podendo, a exclusivo critério do BNB, ser prorrogada por igual período.

 
Do JC Online

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Preso, Everton Felipe se diz arrependido de ligação com a Inferno Coral

As primeiras 24 horas de Everton Felipe Santiago de Santana no Cotel foram marcadas pelo arrependimento por seu envolvimento com a torcida organizada Inferno Coral. Em uma conversa com o diretor da unidade em Abreu e Lima, João Fernandes, o auxiliar de serviços gerais, de 23 anos, chegou a dizer “perdi minha vida”. Ele foi preso por volta das 14h da última segunda-feira (5), em frente à escola particular onde trabalha, em Ouro Preto, Olinda. Everton é acusado de ser um dos três responsáveis por arremessar dois vasos sanitários do anel superior da arquibancada do Arruda, na noite da sexta-feira passada, após o fim de Santa Cruz 1×1 Paraná pela Série B do Campeonato Brasileiro, que resultou na morte do torcedor Paulo Ricardo Gomes da Silva, de 26, da uniformizada Jovem do Sport.

Nessa mesma conversa, Everton confessou que participava de brigas e de outras badernas envolvendo torcidas organizadas. No entanto, afirmou que não tinha a intenção de matar ninguém. Disse que “era tudo resolvido mão na mão” (briga sem armas). “Ele disse que nunca pensou que chegaria ao ponto de matar um rival”, revelou o diretor João Fernandes. Já para o seu advogado, Adelson José da Silva, com quem esteve reunido por quase 30 minutos no início da noite de ontem (6), o auxiliar de serviços gerais confidenciou que pretende abandonar a Inferno Coral – entre 2011 e 2013, ele chegou a compor o quadro de diretores da uniformizada. “Everton disse que agora a sua torcida é por Jesus”, afirmou o seu advogado.

Além do arrependimento, Everton disse estar se sentindo ameaçado. Ele teme ser alvo de represálias dentro do Cotel, tanto por parte de integrantes de torcidas organizadas rivais como da própria Inferno Coral. “O medo é natural neste momento, ainda mais pela repercussão que o caso ganhou. Everton teme que torcedores de outras uniformizadas queiram se vingar pela morte do integrante da Jovem do Sport, assim como os próprios tricolores, por causa de todos os problemas que a sua atitude está gerando ao Santa Cruz, como punições e multas”, contou o advogado.

Everton chegou ao Cotel no início da madrugada de ontem (6). Foi levado diretamente para a ala de triagem, próxima à administração da unidade e mais afastada do pavilhão onde está a maioria dos detentos. Ele divide a cela com outros 11 presos, que também são considerados em situação de risco. O integrante da Inferno Coral se alimentou normalmente, não chorou em nenhum momento e interagiu com os demais companheiros de cela. No entanto, escutou algumas provocações. “Um ou outro detento, ao passar por perto de onde ele está, avisou que era rubro-negro e que ele deveria se cuidar. Mas o diretor do Cotel deu todas as garantias de que nada vai acontecer ao Everton”, disse o advogado.

O integrante da Inferno Coral não teve contato com a família, que esteve na manhã de ontem no Cotel. No entanto, a direção da unidade permitiu que lhe fosse entregue uma bolsa contendo alguns itens de higiene pessoal (como desodorante, escova e pasta de dentes e sabonete).

 

 

Do JC Online

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Engavetamento envolvendo seis carros complica trânsito na BR-232

Um engavetamento envolvendo seis veículos deixou o trânsito complicado na BR-232, no quilômetro 4, no Curado, Zona Oeste do Recife, na manhã desta quarta-feira (7).

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF-PE) o acidente aconteceu na alça que dá acesso ao Centro de Abastecimento Alimentar de Pernambuco (Ceasa), antes do viaduto da Avenida Abdias de Carvalho. Agentes da PRF foram enviados para o local.

O Corpo de Bombeiros foi acionado. Pelo menos duas pessoas sofreram ferimentos leves.

 

 

JC Trânsito

Foto: @jpdasilva / Twitter

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Cabra sofre anomalia e nasce com duas cabeças no Sertão de PE

Um fato inusitado aconteceu em uma propriedade na Zona Rural de Petrolina, Sertão pernambucano. Nesta terça-feira (6) no Sitio Novo Alto, próximo ao distrito de Uruás, uma cabra nasceu com as duas cabeças.

Ela não consegue ficar em pé e nem se alimentar sozinha. O criador de animais Antônio Alves alimenta o bicho com leite com o auxílio de uma colher, já que não é possível mamar diretamente da mãe.

A cabra, que pariu o filhote com a anomalia, tem três anos e esse foi seu o segundo parto. Mas, segundo o criador, o nascimento deste filhote foi doloroso. “Foi um parto muito difícil. Nós passamos umas duas horas para tirar o filhote. Mas a cabra teve umas seis horas de sofrimento durante o parto”, relatou Antônio.

O veterinário, Felipe Sento Sé, foi até o sítio para avaliar o estado de saúde do filhote. Segundo o profissional, o que aconteceu foi uma anomalia incompleta provocada por uma mutação genética.

“Neste caso houve uma anomalia incompleta porque não há a duplicação total encefálica. Não são duas cabeças diferenciadas. Isso aconteceu no início da formação do embrião e pode ter sido provocado por vários motivos”, explicou.

Ainda segundo o veterinário, o animal está bem. Não tem febre e as frequências respiratórias e cardíacas estão normais, mesmo assim a chance de sobrevivência é pequena.

“Geralmente a maioria desses animais que nasce assim morre em poucas horas. Ele já tem mais de 24 horas de vida, mas pode vir a óbito a qualquer momento. Não tem o que ser feito, não existe cirurgia para correção. Agora é só aguardar e torcer para que ela consiga viver o máximo possível já que não sente dor”, afirmou Felipe.

 

 

 

Do G1 Petrolina

Carol Souza

Foto: Gabriela Coelho da Silva / Arquivo pessoal

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Rede de combate ao abuso sexual infanto-juvenil lança campanha em PE

Organizações civis e governamentais que compõm a Rede de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes do Estado de Pernambuco lançaram, na terça-feira (6), a edição 2014 da Campanha do 18 de maio – Dia Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual infanto-juvenil. “Várias ações vão chamar a atenção para que se rompa o ciclo de violência e os casos sejam denunciados”, afirma a coordenadora da Rede, Jaciara Arruda.

As atividades começam com um jogo de futebol na sexta (9), no Quartel do Derby, a partir das 9h. “Estarão presentes adolescentes e jovens que trabalham com a temática”, detalha Jaciara.
No dia 13, haverá um seminário no Sest\Senat do Cabo de Santo Agostinho, das 8h às 14h. No dia 15 é a vez do Recife receber o seminário “Pensando Estratégias de Prevenção à Violência Sexual nos Mega Eventos”, que ocorre das 13h às 17h, no Cefospe, na Rua Tabira, s/n, na Boa Vista. Participarão, além da Rede, o Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA),  a Secretaria da Criança e Juventude, a Policia Federal, a Policia Rodoviária, o Ministério Público de Pernambuco, o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente e o Poder Judiciário, a Prefeitura do Recife com o Conselho Tutelar. As ações de mobilização da campanha terminam no dia 16, com uma caminhada que sai do Parque 13 de Maio, às 14h.

“O objetivo é que a sociedade, que os 184 municipios e o distrito de Fernando de Noronha discutam essa temática. E que cada vez mais crianças e adolescentes não tenham os direitos violados”, destaca a coordenadora.

Em 2014, a campanha tem como tema: Copa e Megaeventos, considerando a necessidade de chamar atenção para a proximidade da Copa do Mundo e para a responsabilidade dos poderes públicos e da sociedade civil no enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes. O slogan da campanha é “Todos num só time: por uma Copa sem abuso e exploração sexual”. “A Rede de Combate fica preocupada porque a tendência com a quantidade de turistas que virão é o número de violência sexual aumentar. Queremos que os turistas venham, mas para praticar o turismo sustentável e que o jovens tenham seus direitos garantidos”, pondera Juciara.

18 de Maio
O 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual infanto-juvenil. A data, instituída em 2000 pela Lei 9.970, faz alusão a um crime ocorrido há 40 anos, no Espírito Santo, quando Araceli Cabrera, então com 8 anos, foi violentada e assassinada e os criminosos continuaram impunes. Muita gente acompanhou o desenrolar do caso, desde o momento em que Araceli entrou no carro dos assassinos até o aparecimento de seu corpo, desfigurado por ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória. Poucos, entretanto, foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.

 

 

Do G1 PE

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Familiares do torcedor morto no Arruda fazem protesto no Pina

Familiares e amigos do jovem morto após ser atingido por um vaso sanitário atirado da arquibancada do Estádio do Santa Cruz realizaram protesto na noite desta terça-feira (6). O torcedor Paulo Ricardo Gomes da Silva, de 26 anos, faleceu no local do crime, ocorrido na noite da última sexta-feira (2), no Arruda, Zona Norte. Movimentação começou às 17h e terminou por volta das 19h30.

Além de camisas dos times pernambucanos e suas respectivas torcidas organizadas, os manifestantes trajavam camisetas com a foto de Paulo Ricardo e a inscrição “Um guerreiro não morre e sim descansa” (sic). Regado a emoção e palavras de ordem, o trajeto começou na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, no Pina, Zona Sul da cidade.

Os manifestantes fizeram a volta, passando pela Avenida Herculano Bandeira e retornando à paróquia. Tiago Valdevino, tio da vítima, explicou que a ação não é apenas um protesto: “As pessoas se sentiram sensibilizadas e gerou um sentimento de tristeza e revolta. Essa foi a forma que nós reagimos a maneira bárbara como Paulo Ricardo foi assassinado. Enquanto as outras pessoas pensam em cobrar ou em alguma forma de vingança, a atitude da família vai ser desta forma, pacificamente, pedindo paz às torcidas.”

Ao término da caminhada, os participantes deram-se as mãos formando um círculo em frente a Igreja do Pina. O protesto foi encerrado nesta posição, quando os manifestantes entoaram a oração “Pai nosso”.

 

 

Do JC Online

Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Bebê de 9 meses leva facada durante briga de casal em Paulista

Um bebê de 9 meses ficou ferido em uma briga de casal na última segunda-feira (5) no Engenho Maranguape, em Paulista, no Grande Recife. Um homem, de 35 anos, se desentendeu com a esposa, 18, jogou uma faca peixeira nela e acabou acertando a criança na barriga. A menor foi levada para unidade de saúde e passa bem. O agressor foi detido pela polícia.

Segundo a polícia, o suspeito trabalha como ajudante de pedreiro. No momento da briga, o homem estava embriagado. Ele será indiciado por dupla tentativa de homicídio. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O suspeito foi conduzido para o Cotel, em Abreu e Lima, onde está à disposição da justiça.

A criança foi levada para o Hospital da Restauração, no Derby, área central do Recife. Ela passou por cirurgia na noite de ontem. Depois de exames, a vítima foi transferida para a enfermaria, onde segue em observação.

 

 

Do JC Online

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Família do suspeito de atirar vaso sanitário soube da prisão pela TV

Enquanto Everton Felipe Santiago de Santana, 23 anos, confessava no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Recife, ter atirado o vaso sanitário que matou um rapaz na noite dessa sexta-feira (2), no Arruda, a sua família estava em casa, no bairro de Ouro Preto, Olinda, sem saber de seu envolvimento no crime.

“Eu trabalho viajando, daí eu só fiquei sabendo do caso da privada hoje [segunda-feira], já quando meu sobrinho já estava na delegacia. Fiquei sabendo do possível envolvimento dele pela televisão. A avó dele, inclusive, está com a pressão alterada e vou ter que levá-la ao hospital”, comentou um dos tios do jovem, que optou por manter sua identidade em sigilo.

 

De acordo com o tio de Everton, o jovem era fanático pelo Santa Cruz, mas não tinha conhecimento de sua participação em torcidas organizadas. “Eu sei que ele ia muito para os jogos, mas comentava apenas que o time jogou bem ou mal, nada mais”, completou. O suspeito morava com a irmã numa casa colada à do tio há cerca de quatro meses, desde que se divorciou da ex-companheira.

“O que nós sabemos é que aqui em casa ele é um bom garoto. Mas sabe como é família, a gente às vezes é o último a saber”, explicou o tio. Na rua onde o jovem mora, o clima era de muita tensão. Alguns garotos que estavam sentados pelas calçadas negaram conhecer o rapaz, apesar de serem apontados pelos familiares como colegas de Everton.

 

 

NE10
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

 

 

Apesar do discurso de bom rapaz, moradores do bairro de Ouro Preto alegam que o suspeito já era conhecido por se meter em confusões. “Teve uma vez, nem faz muito tempo, que saiu foto e tudo mostrando ele envolvido em briga de torcida. Todo mundo sabe quem é ‘Ronaldinho’ [como ele é conhecido], e não é peça boa”, finalizou o rapaz, que estudou com Everton no Ensino Médio e pediu para não ser identificado.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pais devem orientar crianças que empinam pipas

O caso do menino de nove anos que morreu nesse domingo (4) em Olinda, depois de levar um choque elétrico ao tentar pegar uma pipalevanta a discussão sobre os cuidados de deixar as crianças brincarem sozinhas na rua. Fios elétricos, trânsito intenso, árvores e o cerol são alguns dos riscos de quem empina pipa na rua.

Para evitar tragédias, os pais devem orientar e acompanhar como está acontecendo a diversão. A coordenadora nacional do Criança Segura, Alessandra Françoia, explica que proibir não é o caminho, mas é necessário mostrar os riscos que algumas brincadeiras podem resultar. “A criança deve ser alertada dos riscos de acidentes. O melhor seria ter espaços seguros. Como nem sempre é possível, cabe aos pais ficarem de olho”, explica. 
Ainda segundo Françoia, alguns cuidados simples podem evitar acidentes mais graves. “Não deixar que as crianças usem linhas com fio de cobre ou cerol, orientar sobre os cuidados com o trânsito, não permitir que as crianças soltem a pipa perto de fios ou antenas para evitar choques elétricos são medidas que contribuem para a segurança”, orienta.

Confira outras dicas importantes:

• Prestar atenção a motocicletas e bicicletas, pois a linha, mesmo sem cerol, é perigosa para os condutores;

• Não soltar pipas em dias de chuva ou relâmpagos;

• Não retirar pipas presas em fios de transmissão de eletricidade ou árvores, nem fazar pipas com papel laminado, pois o risco de choque e acidente é grande;

• Procurar locais abertos como parques, praças ou campos de futebol;

• Não solte pipa em lajes ou telhados para evitar quedas;

• Olhar onde pisa, especialmente quando andar para trás, para não cair;

• Usar luvas ao soltar pipa para não machucar as mãos.

• Tente soltar pipa sem rabiola, como as arraias. Na maioria dos casos, ela prende no fio.

No caso da criança de Olinda que morreu vítima de choque elétrico, o problema foi uma árvore de grande porte que estava com seus galhos junto à fiação, que contribuiu para o acidente. A orientação da Celpe para para quem encontrar árvores próximas à rede elétrica é acionar a concessionária pelo telefone gratuito 0800 081 0196.

 

 

 

NE10

Foto: Reprodução Internet

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.