Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Com um prato para todos, mulher cria 5 netos em barraco sob pontilhão e no meio de material reciclável: ‘só vence se tiver fé’, diz

Maria das Graças, de 63 anos, vive com as crianças em um casebre no bairro de Peixinhos, em Olinda, no Grande Recife.

Por Bruno Fontes, TV Globo

É em meio ao material reciclável que a catadora Maria das Graças, de 63 anos, cria seus cinco netos. A família mora em Peixinhos, em uma área que fica no limite entre o Recife Olinda, na Região Metropolitana. O casebre da família fica embaixo de um pontilhão e o mesmo prato é usado pelos seis. “A gente só vence se tiver fé”, declara .

O neto mais velho, Bento, tem 13 anos. A neta mais velha é Gleyciane, com 11 anos. Depois nasceram Henrique, de 5 anos, Karolane, de 4 anos e Gabrielle Vitória, de 9 meses.

Os mais velhos são filhos do filho de Maria. O três mais novos eram criadas por sua filha. Os pais, desempregados, deixaram com a avó a missão de criar os netos.

Casebre onde catadora cria cinco netos pequenos fica sob pontilhão, no Grande Recife  — Foto: Reprodução/TV Globo

Casebre onde catadora cria cinco netos pequenos fica sob pontilhão, no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Tarefa essa que ela desempenha com muito amor e dedicação, apesar da rotina cansativa e difícil. “E eu vou deixar os meninos abandonados? Claro que não. […] Como é que eu vou pegar uma criança dessas, deixar dentro de um caixote desses e ir para o meio da rua bagunçar? Sabendo que eu tenho responsabilidade e que eu sou mãe”, contou.

Os seis, netos e avó, vivem em um pequeno barraco amontoado de material reciclado. É dali que sai o sustento deles, que muitas vezes têm apenas cuscuz para se alimentar durante todo o dia. Maria relatou que, quando o dia é bom, existe a chance de comer “algo bom”: leite, salsicha ou feijão.

“De manhã, eu faço cuscuz. Quando tem leite, eu boto. Quando não tem, a gente come seco mesmo. Com salsicha. O almoço, quando tem feijão, a gente come. Quando não tem, fica sem […] É para todo mundo”, disse.

A ajuda, quando vem, é de pessoas que têm pouco, mas que apreciam a força de Maria. A também catadora Sueli, vizinha da família, passou por lá para entregar R$ 10 que conseguiu juntar com seu trabalho.

“Eu tenho pena. Eu dou para ela comprar um leite, um açúcar. A vida dela é sofrida mesmo, ela precisa de uma ajuda”, afirmou emocionada.

O lugar onde a família passa a noite é feito por uma estrutura de zinco. Durante o dia, o casebre fica muito quente. As telhas absorvem muito calor.

Para tentar fugir do espaço insalubre, os seis saem de dentro do pequeno barraco e ficam a maior parte do dia embaixo do pontilhão. Tudo é improvisado, como por exemplo o berço de Gabrielli, que é uma caixa de madeira.

Tudo também simples, mas organizado com amor. Como o cantinho da fé de Maria, onde as imagens de Santa Rita de Cássia e São Sebastião ficam expostas. Para ela, se não houver fé, não há razão de viver. “Se não tiver fé, como vai vencer a vida? Minha fé está em primeiro lugar. , contou.

O que tem pesado para a família, segundo Maria, é o fato de carroça com a qual ela faz a coleta do material reciclado ter quebrado. O custo para o conserto é muito alto. O jeito é se virar com o que tem, da forma que dá.

“Está precisando de um rolamento, os pneus estão murchos também. Um pneu desse é caro, não tenho como comprar, não”, afirmou.

Livros, cadernos e materiais escolares das crianças ficam em um canto especial da casa — Foto: Reprodução/TV Globo

Livros, cadernos e materiais escolares das crianças ficam em um canto especial da casa — Foto: Reprodução/TV Globo

A vó contou que a rotina da família é acordar cedo, fazer a coleta do material e voltar para casa a tempo da missão mais importante: levar os netos à escola.

“Saio cedo, porque quando dá meio dia eu já tenho que estar em casa para botar eles para ir para a escola. Eu não deixo, eu vou trabalhar na rua, mas o colégio é certo”, relatou.

É em um cantinho do barraco que ficam os livros e cadernos das crianças, que apesar das dificuldades também enxergam no estudo uma maneira de mudar a realidade.

“A gente pega papelão, garrafa, latinha, cobre… Eu vou de manhã catar e à tarde vou à escola”, disse Gleyciane, a neta de 11 anos.

Quando questionada, a pequena de olhos expressivos disse, de forma clara e simples, que seu desejo é um só: “Eu quero uma vida melhor”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Câmara Municipal do Recife abre licitação de mais de R$ 279 mil para comprar kits com canetas que custam R$ 184 cada

Para comprar as 100 canetas, será necessário investimento de R$ 18.469. As 100 bolsas, em couro legítimo, vão custar pelo menos R$ 40 mil, levando em conta o valor mais baixo.

Por g1 PE

A Câmara Municipal do Recife abriu uma licitação com um custo estimado em R$ 279.447,75 para contratar uma empresa especializada para fornecer kits executivos personalizados. Entre os itens, estão caneta, agenda, bloco de anotações, calendário de mesa, mochila executiva em couro legítimo, pasta também em couro legítimo, além de risque e rabisque.

Somente as canetas especificadas no edital de pregão eletrônico custam R$ 184,69, cada, segundo o site da fabricante. As mochilas são encontradas, na internet, por valores entre R$ 400 e R$ 1 mil.

Para comprar as 100 canetas solicitadas, será necessário um investimento de R$ 18.469, enquanto as cem bolsas, se considerar o menor preço, vão custar pelo menos R$ 40 mil (veja detalhes mais abaixo).

Edital de pregão eletrônico mostra especificações do kit executivo  — Foto: Reprodução

Edital de pregão eletrônico mostra especificações do kit executivo — Foto: Reprodução

O edital de pregão eletrônico nº 016/2021, ao qual o g1 teve acesso, informa que a abertura de proposta será realizada às 7h do dia 9 de dezembro.

Caso não tenha expediente na data, o pregão ocorrerá no primeiro dia útil subsequente e que será do tipo “menor preço global”.

A Câmara Municipal do Recife tem 39 vereadores. O orçamento para manter os parlamentares ficou em R$ 160 milhões, em 2021.

Kit Executivo Personalizado

ItemEspecificaçõesQuantidade
Agenda personalizadaMiolo com 300 (trezentas) páginas em papel off set 75g, impressas em 1/1 cor, no formato 14,3 x 20,7cm. Contendo divisórias internas, sendo 13 (treze) lâminas em papel couchê de 150g, impressas em 4/4 cores. Capa dura em papelão revestido com papel couchê fosco de 150g, formato 15,0 x 21,0cm, impressão 4/0 cores, laminação fosca e aplicação de verniz localizado, com wire-o.500
Bloco de anotaçõesConfeccionado em couro legítimo, na cor marrom, Dimensões externas: 12 x 16 cm, Local para cartões; Bloco com 150 folhas offset 75 g/m2 brancas com marca d’água. Acabamento antiderrapante; Embalado individualmente com plástico PP.100
Calendário de mesaMiolo com 13 lâminas em papel couchê fosco 250g, formato 21,0 x 13,0 cm, impressão 4/4 cores, com laminação fosca e aplicação de verniz localizado. Base em papelão revestido com papel couchê de 150g, formato 21,0 x 42,0 cm, impressão 4/0 cores, laminação fosca com 03 dobras/vincos paralelos. Montagem: base montada em triângulo, com sobreposição de todas as lâminas do miolo com a base, unidas por espiral wire-o.500
CanetaModelo Crown Polaris, ou similar, tipo esferográfica personalizada, com tampa, corpo e clipe em metal, acabamento polido na cor preta e com detalhes em prata, carga substituível, escrita média e carga tipo Parker, com personalização a laser e sistema de abertura em torção.100
Mochila executivaConfeccionada em couro legítimo na cor preta. Dimensões: 44 x 34 x 15 cm, Forrada em tecido, Fechamento em zíper com cursores duplos, Alças de ombro acolchoadas com regulagem, Alça de mão, Bolso externo com fechamento em zíper, Compartimento no bolso frontal porta cartões e porta caneta, Compartimento interno, acolchoado para notebook, Metais com acabamento em níquel; Embalado individualmente com plástico PP; Logomarca gravada em baixo relevo.100
PastaEm couro legítimo pespontado, na cor preta, tamanho 24,0 x 46,0 cm aberto, com porta-canetas, porta-bloco, porta-cartão, com 01 (um) bolso interno com folie e 01 (um) bolso com zíper, com fechamento total com zíper. Logomarca gravada em baixo relevo.100
Risque e rabisqueContendo 50 folhas offset 75g/m2 tamanho A3, Base confeccionada em sintético, cantoneiras frontais confeccionadas em couro legítimo na cor preta, forrado com tecido, Logomarca gravada em baixo relevo; Embalado individualmente com plástico PP.100

Fonte: Edital de pregão eletrônico da Câmara do Recife

Em janeiro de 2019, eles aprovaram o reajuste de 29,7% nos próprios salários. Com isso, os parlamentares, que ganhavam R$ 14.635, passam a receber, este ano, R$ 18.980 por mês.

g1 procurou a Câmara dos Vereadores do Recife, mas não obteve resposta sobre o kit executivo personalizado até a última atualização desta reportagem.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Palmeira imperial é derrubada pela prefeitura para a instalação de árvore de Natal em Olinda

Ação foi filmada por um morador que questionou a atitude. “Tirar uma árvore de uns 15 ou 20 anos para deixar um ornamento natalino que vai durar um mês?”, criticou.

Por g1 PE

Palmeira imperial é derrubada para a instalação de decoração natalina em Olinda

Uma palmeira imperial foi derrubada pela Prefeitura de Olinda, na Região Metropolitana do Recife, para a instalação de uma árvore de Natal. A ação foi filmada por um morador que questionou a atitude (veja vídeo acima).

“Acabaram de derrubar uma palmeira imperial em Olinda para dar espaço a um ornamento natalino. Explica prefeitura, com quem vocês estão aprendendo'”, disse Felipe Mattos.

As imagens mostram os trabalhadores, vestidos com roupas da Defesa Civil de Olinda, serrando a árvore que ficava ao lado de outras palmeiras em uma calçada na entrada da cidade, no Largo do Varadouro, em frente ao Mercado Eufrásio Barbosa.

Um dos trabalhadores, que coordenava a ação, usava ainda um colete do órgão da prefeitura. Um carro da Defesa Civil também estava no local.

No entanto, por nota, a prefeitura alegou que contratou uma empresa para a instalação de decoração natalina e que a equipe “executou o serviço em desacordo com as orientações necessárias para esse perímetro tombado do município” (veja mais abaixo).

De acordo com Felipe Mattos, a retirada ocorreu por volta das 21h30 da terça-feira (30). Uma estrutura de ferro, com luzes, em formato de árvore de Natal, foi instalada em torno do local onde a palmeira ficava.

“Eu não consigo imaginar como a solução mais absurda foi escolhida. Por que eles não usaram luzes de LED para enfeitar as palmeiras já existentes ali? Seria muito mais bonito, menos custoso e ajudaria a natureza, o meio ambiente. Tirar uma árvore de uns 15 ou 20 anos para deixar um ornamento natalino que vai durar um mês?”, criticou.

Em nota enviada ao g1, a prefeitura justificou que a empresa terceirizada descumpriu as orientações e que, ao tomar conhecimento do que aconteceu, o executivo municipal notificou a empresa e suspendeu a execução do serviço.

Na nota, a prefeitura também diz que determinou que a referida empresa realize a devida compensação ambiental, com o replantio de três mudas arbóreas.

“Os locais serão indicados pelo setor ambiental do Executivo municipal. A determinação é de que o plantio seja realizado já neste mês de dezembro”, afirmou, no comunicado.

g1 também procurou a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) para saber se a prefeitura poderia responder pela derrubada da árvore, mas a CPRH disse que esse tipo de atividade, por se tratar de uma árvore que fica na cidade, é fiscalizada pela própria prefeitura.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Homem é preso e confessa ter incendiado carro de prefeitura e loja provocando prejuízo de R$ 90 mil

Captura ocorreu, nesta quarta (1º), em Abreu e Lima, onde ocorreu o caso. Equipes cumpriram mandado de prisão expedido pela Justiça.

Por g1 PE

Um homem foi preso e confessou, nesta quarta (1º), ter provocado um incêndio que destruiu um carro da prefeitura de Abreu e Lima, no Grande Recife, e uma loja, no Centro da cidade. Segundo a Polícia Civil, só no estabelecimento comercial o prejuízo foi de cerca de R$ 90 mil.

O incêndio ocorreu na noite de segunda (29). Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a captura do homem aconteceu na manhã desta quarta.

As equipes da Delegacia de Abreu e Lima cumpriram um mandado de prisão expedido pela comarca do município.

A corporação disse que o ele seguiu para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro, na área central da cidade.

Depois, o homem, que não teve o nome divulgado, será levado para o Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), em Itamaracá, no Grande Recife. Lá, ficará à disposição da Justiça.

Segundo o artigo 250 Código Penal, causar incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outras pessoas pode resultar em uma pena de três a seis anos de reclusão, além de multa.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Mais quatro cidades registram casos de lesões na pele que provocam coceira; surto chega ao Agreste e ao Sertão

Nesta quarta (1º), Escada e Carpina, na Zona da Mata, Limoeiro, no Agreste, e Petrolina, no Sertão fizeram registros. Estado tem casos em 17 municípios.

Por g1 PE

Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou que foram registrados 331 casos em Pernambuco até esta quarta-feira (1°) — Foto: Reprodução/TV Globo

Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou que foram registrados 331 casos em Pernambuco até esta quarta-feira (1°) — Foto: Reprodução/TV Globo

Pernambuco confirmou, nesta quarta (1°), notificações de casos de lesões de pele com sintomas de coceira e vermelhidão em mais quatro municípios, totalizando 17 cidades. O surto, que ainda não têm diagnóstico, chegou a Escada Carpina, na Zona da Mata, Limoeiro, no Agreste, e Petrolina, no Sertão. São cinco notificações nesses municípios.

Ainda não se sabe ao certo qual a causa das lesões, que têm sido investigadas pelos órgãos de saúde do estado e dos municípios. Os primeiros registros aconteceram em outubro, na capital pernambucana .

Na segunda-feira (29), médicos afirmaram que não havia fatores suficientes que correlacionassem as erupções cutâneas com o uso de ivermectina. A hipótese foi considerada por pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Moradores do Recife reclamam de coceira e lesões na pele

Desde o dia 19 de novembro, o Núcleo de Vigilância e Resposta às Emergências em Saúde Pública da Secretaria Estadual de Saúde publicou uma nota técnica que orienta os serviços e profissionais de saúde a notificarem, em até 24 horas, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs) sobre os casos de pessoas com lesões na pele e coceira.

Por meio de nota, a secretaria informou que “relatos de casos de natureza similar (erupção cutânea e coceira) de outros municípios estão sendo constantemente verificados junto às secretarias municipais”.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, até esta quarta, tinham sido notificados 331 casos. O número, no entanto, é menor do que o divulgado pelos municípios.

Recife é a cidade com mais casos, somando 207, segundo a prefeitura, em 44 bairros. Também há ocorrências em Jaboatão dos Guararapes, com 128 ocorrências, e Olinda, com 36 registros.

Camaragibe totalizou 26 notificações e Ipojuca notificou oito casos suspeitos. Limoeiro tem dois casos e Carpina, Escada, Petrolina e Araçoiaba, notificaram um, cada.

Em São Lourenço da Mata, são duas ocorrências. Paulista notificou 17 e o Cabo de Santo Agostinho, nove. Em Igarassu, foram seis e, em Itapissuma, 13.

As prefeituras de Nazaré da Mata e Vitória de Santo Antão também informaram, no sábado (27), que tinham registrado casos do surto.

As gestões municipais de MorenoAbreu e Lima e Itamaracá informaram que não houve registros das lesões nas cidades até esta quarta-feira (1°).

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Servidor do Detran que estava desaparecido é encontrado em pousada: ‘ele ficou feliz da vida quando me viu’, diz filho

Bartolomeu Novaes sumiu da residência, na Zona Norte do Recife, no dia 22 de novembro. Segundo família, ele estava hospedado em estabelecimento no Cabo de Santo Agostinho há dias.

Por g1 PE

Bartolomeu José Marins Novaes, servidor do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de 64 anos que estava desaparecido desde o dia 22 de novembro, foi encontrado pela família em uma pousada no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, na noite da terça-feira (30). “Ele está bem e, graças a Deus, foi localizado”, disse o filho, Gustavo Silva.

Bartolomeu tinha sido visto pela última vez quando saía de casa, na Rua Zelândia, na Mangabeira, na Zona Norte do Recife. Um inquérito policial foi aberto para investigar o sumiço.

Ao encontrar o pai, após contato de uma pessoa do estabelecimento localizado em Gaibu, os dois ficaram emocionados, relatou. O filho fez uma postagem nas redes sociais para agradecer a todos que ajudaram a procurar o servidor.

“Ele ficou feliz da vida quando me viu. Parecia que, pela primeira vez na vida dele, estava me vendo”, disse o filho ao g1 nesta quarta-feira (1º).

Gustavo contou que o pai tem problemas de alcoolismo, costumava sair de casa para ir a bares, mas nunca ficou tanto tempo sem dar notícias do paradeiro.

“Ele chegou em Gaibu embriagado, não sabe como. Provavelmente, misturou bebida com remédio. Ele se instalou nessa pousada. […] A menina [que trabalha no local] disse que ele ia beber, comprava bebida e passava o dia trancado, dormindo. Provavelmente, teve algum problema de memória, algum lapso que a gente não sabe ainda”, afirmou o filho.

Gustavo Silva e o pai, Bartolomeu Novaes, que estava desaparecido desde o dia 22 de dezembro — Foto: Reprodução/WhatsApp

Gustavo Silva e o pai, Bartolomeu Novaes, que estava desaparecido desde o dia 22 de dezembro — Foto: Reprodução/WhatsApp

A funcionária do local, contou o filho, explicou que não costuma ver televisão ou usar redes sociais e, por isso, não sabia da campanha. Nos últimos dias, estava achando Bartolomeu triste, falando coisas sem sentido às vezes, resolveu buscar pelo nome dele na internet, encontrou o telefone da família, que pedia ajuda para encontrá-lo, e ligou.

Gustavo Silva relatou que pediu para ela mandar uma foto de Bartolomeu, mas a mulher disse que o homem estava dormindo. Então, ela mandou um papel em que constava o telefone da casa e o nome da esposa de Bartolomeu, Gilvanete. “Falei com um policial amigo meu para saber se ele podia me acompanhar, porque parecia muito real, mas recebi alguns trotes”, disse.

Com o amigo, a mãe e a irmã, o filho seguiu viagem para o Cabo de Santo Agostinho. “Fomos para Gaibu e, chegando lá, tivemos a felicidade de ser ele. A moça da pousada é Rafaela. Pense numa maravilha de menina, foi Deus”, contou.

Gustavo Silva disse, ainda, que o pai foi bem tratado quando estava na pousada e que fez os pagamentos. Bartolomeu foi levado pela família de volta para casa. “Ele vai precisar comparecer ao DHPP [Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa] para ser ouvido, para ver se, por acaso, aconteceu alguma coisa”, explicou.

g1 questionou à Polícia Civil como ficou a investigação, já que ele foi localizado, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Número de casos de lesões de pele que provocam coceira chega a mais de 200; surto atinge 43 bairros do Recife

Os dados foram divulgados na noite desta terça (30) pela prefeitura. Na segunda (29), eram 195 ocorrências, em 41 localidades da cidade.

Por g1 PE

Recife divulgou, nesta terça (30), que já registrou 201 casos de lesões de pele que provocam coceira  — Foto: Reprodução/WhatsApp

Recife divulgou, nesta terça (30), que já registrou 201 casos de lesões de pele que provocam coceira — Foto: Reprodução/WhatsApp

O novo balanço divulgado, na noite desta terça (30), pela prefeitura do Recife, aponta o aumento do número de casos registrados de lesões de pele que provocam coceira. Agora, são 201 notificações, em 43 bairros atingidos pelo surto. Na segunda (29), o município tinha registrado 195 ocorrências, em 41 localidades.

Registradas desde outubro, as lesões ainda não tiveram a causa confirmada. Na segunda, médicos disseram que não tinham encontrado fatores que levem à correlação entre o uso de ivermectina e notificações de pessoas com sintomas na capital. A hipótese foi levantada por pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Além do Recife, os casos foram notificados em outras 12 cidades de Pernambuco. Dos 13 municípios com registros, 11 são da Região Metropolitana e duas da Zona da Mata. Até a segunda, eram mais de 400 ocorrências informadas pelas prefeituras.

Nesta terça, a prefeitura do Recife informou que a maioria das notificações foi feita em pacientes da Guabiraba e em Dois Irmãos, na Zona Norte. “Não há registro de agravamento associado a esses quadros”, disse a administração municipal.

Veja a lista de bairros

  • Dois Irmãos
  • Guabiraba
  • Boa Viagem
  • Ibura
  • Várzea
  • Córrego do Jenipapo
  • Passarinho
  • Dois Unidos
  • Torre
  • Graças
  • Morro da Conceição
  • Sítio dos Pintos
  • Imbiribeira
  • Iputinga
  • Areias
  • Bomba do Hemetério
  • Encruzilhada
  • Brejo da Guabiraba
  • Linha do Tiro
  • Boa Vista
  • Mangabeira
  • San Martin
  • Porto da Madeira
  • Casa Forte
  • Cordeiro
  • Tamarineira
  • Jordão
  • Madalena
  • Santo Amaro
  • Coqueiral
  • Água Fria
  • Caçote
  • Afogados
  • Campo Grande
  • Monteiro
  • Vasco da Gama
  • Alto José Bonifácio
  • Mangueira
  • Pina, Jiquiá
  • Alto do Mandu
  • Coelhos

Monitoramento

Recife faz coleta de sangue e captura de mosquitos para investigar casos de coceira

Ainda de acordo com a prefeitura, os procedimentos de monitoramento e investigação estão sendo realizados. Os médicos e técnicos aplicam questionários nos locais de maior incidência e da realização de novos exames clínicos e laboratoriais.

Além disso, o trabalho passou a contar com o reforço de uma equipe de dermatologistas. Outra frente é a instalação de armadilhas para a captura de mosquitos, uma vez que o surto pode ter relação com doenças provocadas pelo Aedes aegyptii, transmissor de dengue, zika e chicungunya.

Na segunda, o infectologista do Hospital Universitário Oswaldo Cruz Demetrius Montenegro disse que os sintomas são bem variados. Ele acompanha as investigações como especialista e faz parte da comissão que atua junto à prefeitura do Recife.

Montenegro afirmou que existe um grupo de pessoas cujas lesões se assemelham à sarna, foram tratadas e ficaram boas, mas também há outro em que as manchas não eram características de escabiose.

Notificações

No dia 19 de novembro, o Núcleo de Vigilância e Resposta às Emergências em Saúde Pública da Secretaria Estadual de Saúde lançou uma nota técnica que orientou os serviços e profissionais de saúde a notificarem, em até 24 horas, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs) sobre os casos de pessoas com lesões na pele e coceira.

A secretaria informou em nota que tem dado apoio às investigações através da equipe técnica da secretaria, do Laboratório Central (Lacen) e especialistas.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

PE confirma mais 230 casos e oito mortes por Covid; estado totaliza 639.737 infectados e 20.243 óbitos

Dados foram divulgados, nesta terça-feira (30), no boletim de acompanhamento da pandemia elaborado pelo governo.

Por g1 PE

O governo de Pernambuco confirmou, nesta terça-feira (30), mais 230 casos do novo coronavírus. A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou oficialmente novas oito mortes provocadas pela Covid-19.

Com os dados divulgados nesta terça, Pernambuco passou a totalizar 639.737 casos confirmados da doença, sendo 55.005 graves e 584.732 leves.

Desde março de 2020, quando começou a pandemia no estado, a SES-PE registrou oficialmente 20.243 mortes pela Covid-19.

Entre os casos confirmados nesta terça, 19, ou 8%, são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 211 (92%) são leves.

As mortes registradas no boletim mais recente ocorreram entre os dias 20 e 29 de novembro deste ano.

Os casos do novo coronavírus estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Mortes

O boletim desta terça confirmou seis mortes de homens e duas de mulheres. Essas pessoas moravam em Camaragibe (1), Custódia (1), Jaboatão dos Guararapes (3), Recife (1), Tabira (1) e Vicência (1).

Os pacientes tinham idades entre 65 e 87 anos. As faixas etárias são: 60 a 69 (2), 70 a 79 (1) e 80 e mais (5).

Do total, seis tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (5), diabetes (3), hipertensão (1), histórico de tabagismo (1), obesidade (1) e doença respiratória (1). Um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois seguem em investigação.

Ômicron

Segundo o governo, a variante Ômicron do novo coronavírus não tinha sido detectada, até esta terça, em Pernambuco.

É o que aponta o resultado de mais um sequenciamento genético feito pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz PE) em amostras de pacientes positivos para a Covid-19.

O estudo revelou, ainda, que a linhagem Delta e suas sublinhagens continuam sendo a variante predominante no Estado. Dos 42 genomas com qualidade para análise, 41 (97,6%) eram de pessoas infectadas com a variante Delta.

Apenas um (2,4%) foi identificado como da linhagem da variante Gamma. As amostras, coletadas entre outubro e início de novembro, são de pacientes residentes dos seguintes municípios: Abreu e Lima (1), Afogados da Ingazeira (1), Camaragibe (1), Carpina (1), Caruaru (2), Jaboatão dos Guararapes (7), Jataúba (1), Nazaré da Mata (1), Olinda (2), Recife (21), Serra Talhada (3) e Vicência (1).

Vacinação

Desde 18 de janeiro de 2021, Pernambuco aplicou 13.553.000 doses de vacinas contra a Covid.

Com relação às primeiras doses, foram 7.161.658 aplicações. A cobertura nesta fase da campanha chegou a 93,10%).

Do total, 5.706.416 pernambucanos, ou 74,18% do público-alvo, completaram seus esquemas vacinais.

Foram 5.533.343 pessoas vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outras 173.073 contempladas com vacina aplicada em dose única.

Em relação às doses de reforço, foram aplicadas 684.926 unidades. Outras informações detalhadas sobre a população vacinada contra a Covid-19 estão disponíveis no Painel de Acompanhamento Vacinal.

Leitos

Nesta terça, a taxa global de ocupação de leitos para Covid na rede pública de Pernambuco era de 49%, de um total de 1.345 unidades abertas.

Nas UTIs, eram 732 leitos e 50% deles estavam ocupados. Nas enfermarias, havia 613 vagas e a taxa de ocupação delas ficou em 47%.

Na rede particular, a taxa global de ocupação ficou em 39%, de um total de 232 vagas para doentes com Covid.

Nas UTIs, eram 118 unidades e 52% delas estavam ocupadas. Nas enfermarias, havia 114 leitos e 26% deles estavam com doentes de Covid, nesta terça.

Testes

Desde março de 2020, quando começou a pandemia, Pernambuco realizou 2.709.456 testes para detectar a Covid.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Polícia investiga caso de agressão na Câmara de Garanhuns; vereador e outro homem se envolveram em confusão

Os dois homens, de 34 e 37 anos, foram encaminhados para realizar exame traumatológico.

Por g1 Caruaru

A Polícia Civil de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, está investigado um caso de agressão na Câmara de Vereadores do município nesta terça-feira (30). Um vereador e outro homem discutiram e, em seguida, se envolveram em uma confusão, que finalizou na agressão. A motivação é desconhecida.

De acordo com a Polícia Civil, os dois homens, de 34 e 37 anos, foram encaminhados para realizar exame traumatológico no Hospital Regional Dom Moura.

Segundo relatos de servidores, “após uma discussão verbal por motivos ainda desconhecidos, os envolvidos se desentenderam, sendo o parlamentar agredido pelo cidadão”, identificado apenas como Carlos Júnior, informou a Câmara por meio de nota. O vereador Gersinho Filho (PTB) acionou a Polícia Militar e registrou um Boletim de Ocorrência na 2ª Delegacia de Policia Civil.

“A Câmara Municipal de Garanhuns, através da sua Mesa Diretora e dos demais Parlamentares que integram o Poder, lamenta o ocorrido; garante adotar medidas para evitar que fatos semelhantes voltem a ocorrer, e repudia, veementemente, a postura adotada pelo cidadão”, destacou a Câmara.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

‘Deixamos claro que nós não temos nada contra a comunidade LGBT’, diz Cabo Cardoso após confusão na Câmara de Vereadores

Sessão foi interrompida após vereador se posicionar contra ideologia de gênero.

Por g1 Caruaru

A sessão desta terça-feira (30) da Câmara de Vereadores de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foi interrompida após o parlamentar Cabo Cardoso (PP) se posicionar contra a ideologia de gênero e a linguagem neutra; e a favor das pautas conservadoras.

Representantes de religiões de matrizes africanas, integrantes da comunidade LGBTQIA+, negros e representantes de outros movimentos sociais estiveram presentes na sessão e se manifestaram contra a fala do parlamentar. Eles falaram palavras de ordem e chamaram a Casa Legislativa de “racista e fascista”.

g1 conversou com o Cabo Cardoso por telefone e solicitou um posicionamento dele diante do corrido. “Deixamos claro que nós não temos nada contra a comunidade LGBT. Muito pelo contrário. Somos contra qualquer tipo ou forma de violência contra a comunidade LGBT. Quando eu subi à Tribuna, deixei claro. O Cabo Cardoso é contra toda e qualquer forma de violência contra homossexuais. Agora, o Cabo Cardoso deixou claro que é contra a ideologia de gênero e é contra a aplicação da linguagem neutra nas escolas”, afirmou.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.