Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Ventania forte é registrada na zona rural de Flores, no Sertão

Moradores relatam que ventos causaram prejuízos.

Por G1 Caruaru

Parede da quadra é destruída após ventania — Foto: WhatsApp/reprodução

Parede da quadra é destruída após ventania — Foto: WhatsApp/reprodução

Moradores do Sítio dos Nunes, Distrito de Flores, no Sertão de Pernambuco, passaram nesta quinta-feira (14) por momentos de medo após fortes ventanias destruírem parte de uma quadra e levar um pedaço do telhado da Estação Elevatória.

Moradores registram forte ventania no distrito de Flores; veja vídeo

Segundo os moradores, os ventos começaram por volta das 16h30 e com uma duração de aproximadamente cinco minutos. Além de locais públicos serem atingidos, algumas casas também ficaram destelhadas.

A Prefeitura de Flores, emitiu uma nota sobre o caso. “Tomamos conhecimento, no final da tarde da quinta-feira (14) que as paredes de ambos os lados da obra da Construção da Quadra Coberta – padrão FNDE, localizada no Distrito de Sítio dos Nunes, desabaram. Diante disto, notificamos a empresa responsável pela obra para que procedesse com o isolamento de toda a área entorno da quadra, impedindo a passagem e/ou movimentação de pessoas, e ainda reforçamos, que tal providência deve ser tomada com rapidez, e em seguida proceder com a montagem do escoramento da estrutura (coberta metálica), para posteriormente realizarmos uma análise mais profunda em toda a estrutura do referido equipamento”, comunicou a prefeitura.

O meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), Roberto Pereira, explicou o que houve no município de Flores. 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Incêndio atinge armazém de construção em Abreu e Lima

Incêndio ocorreu na noite da quinta-feira (14). Segundo o Corpo de Bombeiros, não houve vítimas. Imagens enviadas ao WhastApp da TV Globo mostram chamas se alastrando pelo local.

Por g1 PE

Um incêndio atingiu, na noite da quinta-feira (14), um armazém de construção no bairro de Caetés I, em Abreu e Lima, no Grande Recife . Segundo o Corpo de Bombeiros, apesar do fogo, ninguém ficou ferido.

Os bombeiros foram acionados às 22h58 para combater as chamas no local. Imagens enviadas ao WhatsApp da TV Globo mostraram os bombeiros trabalhando e pessoas na rua acompanhando o combate ao fogo.

Incêndio ocorreu na noite da quinta-feira (14) em armazém de construção localizado em Abreu e Lima, no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Incêndio ocorreu na noite da quinta-feira (14) em armazém de construção localizado em Abreu e Lima, no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Ainda segundo a corporação, quando as equipes chegaram ao armazém, “encontraram o estabelecimento sendo destruído pelas altas chamas por armazenar diversos materiais combustíveis como madeiras, plástico e tintas, além de vários outros produtos”.

Segundo o Corpo de Bombeiros, foram enviadas ao local uma viatura de autocomando de operações, três de autobomba tanque e outras duas de autotanques. Por volta das 8h desta sexta-feira (15), equipes ainda estavam no local trabalhando.

Por meio de nota, a prefeitura informou que uma equipe da Defesa Civil realiza, na manhã desta sexta-feira (15), uma vistoria técnica para avaliar a situação do imóvel e adotar as medidas necessárias.

O estabelecimento atingido pelo incêndio foi o Compare Construção. O g1 entrou em contato com o armazém, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem.

Incêndio em mercado em Itapissuma

Incêndio deixa comerciantes e artesãos de Itapissuma no prejuízo

Nesta semana, outro incêndio também ocorreu no Grande Recife. O Mercado de Artesanato de Itapissuma foi atingido pelas chamas na tarde da quarta-feira (13) e destruiu o acervo dos 60 artesãos que trabalhavam no local.

Os comerciantes dos restaurantes que ficam localizados na mesma área do mercado também ficaram preocupados com o incêndio, que não chegou a atingir os estabelecimentos, mas fez com que o espaço fosse interditado. A prefeitura anunciou um auxílio financeiro para comerciantes e artesãos.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pais do PM que sumiu no mar em Noronha acompanham a distância as buscas: ‘A certeza no meu coração é que meu filho está vivo’, diz mãe do policial

Nesta quinta (14), trabalho teve apoio de um drone para vistoriar a área da Praia do Cachorro. Cerca de 30 pessoas participam da procura no mar, iniciada na segunda (11).

Por Ana Clara Marinho, g1 PE

Os pais do policial militar que desapareceu durante um banho de mar em Fernando de Noronha, na segunda-feira (11), acompanham, do Recife, os trabalhos de busca na ilha. “A certeza no meu coração é que meu filho está vivo. Eu acho que ele pode estar numa pedra, uma gruta ou caverna”, afirmou a mãe do soldado, Maria Goretti Santana.

O pai do militar, Inaldo do Nascimento, contou que o filho faz aniversário no dia 21 de outubro, quando completa 28 anos. “O maior presente para nós é ter nosso filho de volta para comemorar o aniversário”, declarou.

A família não autorizou que o nome do militar seja divulgado. Maria Goretti contou que o filho sempre gostou de praia e que esteve a serviço em Noronha em abril do ano passado. Na época, não chegou a tomar banho de mar porque o acesso à praia estava proibido por causa da pandemia da Covid-19.

“Ele conheceu a praia sem entrar no mar e disse que a ilha era muito bonita”, contou a mãe. O policial militar estava de folga na Praia do Cachorro, na companhia de outros três PMs, quando desapareceu após ser levado pela correnteza.

Polícia Militar informou, por meio de nota, que o policial estava lotado no 1° Batalhão de Policiamento de Trânsito. Ele estava cedido, de 1º a 31 de outubro, ao grupamento local de policiais para reforçar o policiamento ostensivo em Fernando de Noronha, sob coordenação da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma).

Buscas

Nesta quinta-feira (14), o trabalho de buscas chegou ao quarto dia e é realizado por cerca de 30 pessoas. As equipes são formadas pelo Corpo de Bombeiros, pela Marinha, pela PM, por mergulhadores e moradores experientes em resgates.

O pai do policial gostaria que o grupo de busca fosse reforçado. “Eu gostaria que tivesse mais gente na procura. Esse pessoal deve estar cansado. Se tivesse outras pessoas, poderia ser melhor para encontrar meu filho”, disse.

Drone

O fotógrafo Chico Bala, que mora na ilha, participou voluntariamente das buscas pela segunda vez. Ele levou um drone para ajudar na procura pelo PM.

Chico, que tem 12 anos de experiência nesse serviço, realizou voos e fez vídeos e fotos de toda a área nas proximidades na Praia do Cachorro, onde o policial desapareceu.

“Faço um auxílio às buscas e tento enxergar onde as equipes não conseguem chegar. Eu estou rastreando. Caso tenha algo diferente, é possível identificar. Nós conseguimos ver até as tartarugas submersas”, declarou o fotógrafo.

Chico Bala disse, ainda, que essa é uma contribuição que pode dar para a localização do policial. “Quero ajudar. Quanto mais pessoas neste trabalho, melhor. Se Deus quiser, nós vamos achar”, contou.

A mulher do PM, Maria Gabriela Lima, e o irmão do militar chegaram à ilha na terça-feira (13), para acompanhar as buscas. A Polícia Militar informou que, caso o soldado, não seja localizado nesta quinta-feira (14), as buscas seguem na sexta-feira (15).

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Ouvidoria das Mulheres: MPPE oferece serviço para atender e apoiar vítimas de violência

Denúncias podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, pelo celular. Serviço foi lançado durante evento do Ministério Público de Pernambuco nesta quinta-feira (14).

Por g1 PE

Um canal de atendimento especializado para mulheres vítimas de violência foi lançado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) nesta quinta-feira (14). Chamado de Ouvidoria das Mulheres, o serviço oferece apoio para quem sofre violência física, psicológica, moral e patrimonial.

Essa iniciativa fica disponível através do número (81) 99316-2600. As denúncias podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Também é possível entrar em contato com a Ouvidoria das Mulheres por meio de um formulário online. Há, ainda, a opção do site do MPPE e do Whatsapp, disponível no número (81) 99679-0221.

Solenidade de inauguração

O lançamento da Ouvidoria das Mulheres ocorreu em um evento realizado no auditório do Centro Cultural Rossini Alves Couto e contou com a participação do procurador-geral de Justiça, Paulo Augusto de Freitas Oliveira, e da ouvidora-geral do MPPE, a promotora de Justiça Selma Barreto, que está à frente do projeto.

A promotora de Justiça do Ministério Público de São Paulo, Gabriela Manssur, responsável por vários projetos voltados ao empoderamento feminino, prevenção e combate à violência contra a mulher, também esteve presente no evento.

Na solenidade, a vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (PC do B), afirmou que, durante este ano, o estado contabilizou 1.338 casos de feminicídio, crime em que a mulher é morta devido à sua condição de gênero.

O ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Alberto Bastos Balazeiro; a vice-prefeita do Recife, Isabella de Roldão; a secretária da Mulher de Pernambuco, Ana Elisa Sobreira; o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota, também participaram do evento.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Operação policial prende 25 pessoas e desarticula quadrilhas de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em sete estados

Grupos atuavam em PE, AC, RO, PA, MS, SP e TO. Segundo a Polícia Civil, também foram cumpridos, nesta quinta-feira (14), 26 mandados de busca e apreensão.

Por g1 PE

Uma operação da Polícia Civil deflagrada nesta quinta-feira (14) resultou no cumprimento de 25 mandados de prisão e de 26 mandados de busca e apreensão). Entre os presos, estão integrantes de quadrilhas envolvidas com lavagem de dinheiro, tráfico de drogas, roubo de cargas, sequestro e negociações ilícitas de armas de fogo e munições.

Os mandados foram expedidos pela 12ª Vara Criminal da Comarca do Recife. Ao todo, participaram da Operação Áquila 140 policiais civis em Pernambuco, na Região Metropolitana do Recife e no interior, e nos estados do Acre, de Rondônia, do Pará, do Mato Grosso do Sul, de São Paulo e do Tocantins. As investigações tiveram início no dia 13 de maio de 2020.

Em Pernambuco, foram investigadas duas quadrilhas que atuavam com a função de intermediários, fazendo a ligação entre integrantes de facções criminosas e empresas com sede em outros estados brasileiros para a prática do tráfico de drogas e da lavagem de dinheiro.

Ao todo, 140 policiais civis em sete estados participaram da Operação Áquila — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Ao todo, 140 policiais civis em sete estados participaram da Operação Áquila — Foto: Polícia Civil/Divulgação

“Nós começamos a investigar há cerca de um ano e cinco meses. Foi direcionada a duas facções que se comunicavam para repassar drogas uma para a outra: quando uma faltasse, a outra tivesse o material ilícito”, afirmou o delegado Ivaldo Pereira, titular do Grupo de Operações Especiais (GOE).

Segundo a polícia, esses grupos criminosos enviavam dinheiro para contas na Região Norte, mais precisamente na fronteira brasileira, no estado do Acre, com a Bolívia. Essas quadrilhas, comandadas por dois homens que residem em Pernambuco, atuavam em outros estados através da esposa e da cunhada de um deles.

Essas duas mulheres realizavam transações bancárias com a quadrilha localizada no município de Brasileia, no Acre, para obter drogas como maconha e cocaína. Esses entorpecentes eram adquiridos por meio de empresas sediadas em Porto VelhoCorumbá (MS), Humaitá (AM).

Valor em espécie apreendido durante a operação não foi divulgado — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Valor em espécie apreendido durante a operação não foi divulgado — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Além disso, havia lavagem de dinheiro através da compra de imóveis, cavalos, suínos e bovinos. As transações financeiras feitas por essas quadrilhas eram realizadas através de contas bancárias de parentes dos criminosos e de “laranjas”, termo utilizado para se referir a alguém que “empresta” o nome para ocultar a origem ou o destinatário de dinheiro ilícito.

Durante as investigações, a polícia descobriu que uma empresa sediada em Palmas, investigada por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, recebeu depósitos de dinheiro enviado por criminosos envolvidos com o tráfico de drogas em Pernambuco, na Paraíba e em outros estados.

“Essa empresa no Tocantins era a grande responsável por receber o dinheiro da facção pernambucana e adquirir a droga junto a empresas do norte do país. Essa empresa não existe e, em dois anos, movimentou R$ 40 milhões, recebendo dinheiro de traficantes, de presidiários envolvidos com tráfico, de familiares de traficantes. Ela pegava esse dinheiro e adquiria drogas junto a empresas do norte do país, aproveitando-se da fronteira do Brasil com países como Bolívia, PeruColômbia, de onde é proveniente a grande maioria da produção de cocaína. Essa droga voltava para Pernambuco, principalmente pela rota Solimões, que vem do norte e atravessa o estado”, disse o delegado.

Quase nove quilos de maconha foram apreendidos durante a Operação Áquila, deflagrada nesta quinta-feira (14) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Quase nove quilos de maconha foram apreendidos durante a Operação Áquila, deflagrada nesta quinta-feira (14) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil informou que, entre as apreensões realizadas durante a Operação Áquila, estão 8,5 quilos de maconha prensada, encontrados em uma casa em Olinda, e 459 gramas de maconha, que estavam em uma residência em Goiana, na Zona da Mata de Pernambuco. Também foram apreendidos uma espingarda, munições e dinheiro em espécie, mas o valor não foi informado.

“São várias apreensões com o intuito de descapitalizar uma facção criminosa com núcleos localizados em várias partes do país que movimentou, em dois anos, R$ 65 milhões com o tráfico de drogas”, contou o delegado.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pernambuco confirma mais 417 casos de Covid-19 e nove mortes

Com os números contabilizados nesta quinta-feira (14), o estado passou a totalizar 625.147 infecções e 19.866 óbitos.

Por g1 PE

Pernambuco confirmou nesta quinta-feira (14) mais 417 casos de Covid-19 e nove mortes de pacientes com a doença, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Com os números do novo boletim, o estado passou a totalizar 625.147 infecções e 19.866 óbitos, contabilizados desde o início da pandemia.

Do total de novos casos, 11 (3%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 406 (97%) são leves. Com isso, Pernambuco totaliza 625.147 casos confirmados da doença, sendo 54.247 graves e 570.900 leves.

O estado chegou a um total de 562.626 pacientes recuperados da Covid-19, dos quais 33.139 tinham casos graves e precisaram de internamento hospitalar e 529.487 desenvolveram a forma leve da doença.

Mortes

As nove mortes contabilizadas nesta quinta-feira (14) ocorreram entre o dia 28 de fevereiro deste ano e a quarta-feira (13). As vítimas foram cinco mulheres e quatro homens, com idade entre 43 e 87 anos, nas seguintes faixas etárias: 40 a 49 (1), 50 a 59 (1), 60 a 69 (3), 70 a 79 (1) e 80 e mais (3).

Os pacientes que faleceram moravam nas cidades de Belo Jardim (1), Camaragibe (1), Paulista (1), Recife (4), Triunfo (1) e Vitória de Santo Antão (1). Oito deles tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (5), diabetes (4), hipertensão (2), doença hepática (1) e câncer (1). O governo informou que um paciente pode ter mais de uma comorbidade e que um caso segue em investigação.

Ocupação de leitos

Nesta quinta-feira (14), a taxa global de ocupação de leitos para pacientes com Covid-19 estava em 43% dos 1.601 abertos nos hospitais públicos de Pernambuco. Nas UTIs, eram 803 leitos e a taxa de ocupação deles ficou em 51%. Nas enfermarias, havia 798 vagas e 35% delas estavam ocupadas.

Nos hospitais particulares, a taxa global de ocupação de leitos para doentes de Covid era de 35%, de um total de 252 abertos. Nas UTIs, eram 128 vagas disponíveis e a taxa de ocupação delas ficou em 43%. Nas enfermarias, havia 124 leitos abertos e 27% deles estavam com doentes.

Testes

Desde o início da pandemia, o estado realizou 2.504.294 testes para detectar a Covid-19. Apenas nas últimas 24 horas, foram realizados 4.623 testes em Pernambuco.

Vacinação

Desde o dia 18 de janeiro de 2021, quando começou a campanha de imunização no estado, até esta quinta-feira (14), Pernambuco aplicou 10.765.850 doses de vacinas contra a Covid-19 na população, das quais 6.597.587 foram primeiras doses.

No estado, 4.047.868 pessoas completaram seus esquemas vacinais, sendo 3.874.795 vacinados com imunizantes aplicados em duas doses e outros 173.073 contemplados com vacina aplicada em dose única. Em relação às doses de reforço, houve 120.395 aplicações.

Informações detalhadas sobre a população vacinada contra a Covid-19 estão disponíveis no Painel de Acompanhamento Vacinal, disponível na internet.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Novo ensino médio: entenda o que muda nas escolas de Pernambuco a partir de 2022

Carga horária sobe de quatro para cinco horas diárias. Projeto permite a alunos escolher trilhas formativas, com disciplinas que tenham mais afinidade.

Por g1 PE

O novo ensino médio começa a a ser implantado em Pernambuco em 2022, assim como em todo o Brasil. As escolas públicas estaduais já começaram a se preparar para as mudanças, que começam com alunos do 1º ano e atingem todas as séries até 2024.

O projeto, que vale para a rede pública e privada, prevê aumento da carga horária de quatro para cinco horas diárias e uma maior autonomia para os alunos, que vão escolher disciplinas complementares com as quais tenham mais afinidade.

Essa parte do currículo que pode ser escolhida pelo jovem é chamada de itinerário formativo. No estado, serão oferecidas 16 trilhas formativas nas áreas de conhecimento, além das de formação técnica profissional.

Elas funcionam como complementos às disciplinas básicas, como português e matemática, que são obrigatórias nos três anos do ensino médio.

Um dos itinerários no estado é “desenvolvimento social e sustentabilidade”, no qual o estudante será estimulado a compreender e propor alternativas inovadoras para problemas locais relacionados a meio ambiente e sociedade.

Também há trilhas formativas de “comunicação, identidades e expressividades, línguas e culturas de mundo”, “tecnologias digitais”, “saúde coletiva e qualidade de vida” e “meio ambiente e sociedade”, entre outras (veja no infográfico abaixo).

Itinerários formativos de Pernambuco — Foto: Arte: g1

Itinerários formativos de Pernambuco — Foto: Arte: g1

Cada estado deve definir um leque de opções dentro de cinco “guarda-chuvas” principais: linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e ensino técnico. Um aluno do estado poderá, portanto, escolher uma trilha integrada, como “possibilidades em rede e humanização dos espaços”, e usar nela 1.200 horas de aula das 3.000 que terá ao longo dos três anos de ensino médio.

De acordo com o governo, as escolas estão escolhendo seus itinerários considerando fatores como interesse dos estudantes e dos professores e quantidade de turmas do ensino médio, entre outros. Os alunos poderão escolher as áreas do conhecimento nas quais desejam se aprofundar e focar o aprendizado no projeto de vida que têm.

Para trabalhar tudo isso, é preciso que os professores estejam preparados. De acordo com a Secretaria de Educação, a pandemia da Covid-19 não dificultou esse planejamento e as formações dos docentes estão em andamento. No entanto, elas foram adaptadas para o modelo online.

No estado, as formações estão sendo realizadas com multiplicações, ou seja, alguns professores recebem a formação das Gerências Regionais de Educação e repassam o conhecimento para outros profissionais.

Outra preocupação é a defasagem entre os alunos diante dos impactos da pandemia na educação. Para reduzir e compensar isso, o governo informou que várias estratégias têm sido realizadas com medidas como avaliação diagnóstica, reforço escolar e monitoria, entre outras.

Uma das medidas que visa contribuir é o programa de monitoria lançado na quarta (13) pelo estado, junto com o concurso com 3,5 mil vagas para a Secretaria de Educação.

Mudanças no ensino médio

Aprovado pelo Ministério da Educação em 2017, o novo ensino médio foi criado a partir da Lei nº 13.415/2017 que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e estabeleceu uma mudança na estrutura do ensino médio. As redes de ensino tiveram quatro anos para se preparar até a estreia, marcada para o início do ano que vem.

Na prática, ele amplia o tempo mínimo do estudante na escola de 800 horas para 1.000 horas anuais, além de trazer uma nova organização curricular que seja mais flexível e contemple uma Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a oferta de diferentes possibilidades de escolhas aos estudantes.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Caminhão tomba na BR-232 e carga de mármore cai na pista; rodovia tem congestionamento

Acidente aconteceu na altura de Moreno, no Grande Recife, no sentido de quem vem do interior para a capital. Segundo a PRF, engarrafamento foi estimado em mais de dez quilômetros.

Por g1 PE

Um caminhão que transportava mármore tombou na altura de Moreno, no Grande Recife, e causou congestionamento na BR-232, no sentido capital (veja vídeo acima). A carga caiu e ficou espalhada pela pista, mas ninguém ficou ferido. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 8h50, o engarrafamento era estimado em mais de 10 quilômetros.

As duas pistas principais foram interditadas no começo da manhã devido ao acidente, que aconteceu por volta de 4h30. Imagens aéreas feitas pela Globo mostram longa fila de veículos que estavam presos ao congestionamento por volta das 8h.

A PRF afirmou que o motorista do caminhão relatou ter sido trancado por outro veículo, o que fez com que perdesse o controle da direção e tombasse no canteiro central. A carga ficou espalhada pelas duas pistas principais. Ele passou por teste do bafômetro e o resultado foi negativo para presença de álcool no organismo.

Acidente causou trânsito na BR-232, no sentido Recife, na manhã desta quinta-feira (14) — Foto: Reprodução/TV Globo

Acidente causou trânsito na BR-232, no sentido Recife, na manhã desta quinta-feira (14) — Foto: Reprodução/TV Globo

O Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER-PE) foi acionado para realizar a limpeza e normalizar a circulação de veículos pela rodovia. Por volta das 8h30, pedaços de mármore tinham sido empurrados para as laterais e as equipes varriam a pista para retirar o pó e evitar mais acidentes.

Às 8h50, a faixa da direita e o acostamento estavam liberados, mas ainda havia um trecho longo de lentidão na rodovia.

Carga de mármore caiu de caminhão na BR-232, na madrugada desta quinta-feira (14), no município de Moreno — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Carga de mármore caiu de caminhão na BR-232, na madrugada desta quinta-feira (14), no município de Moreno — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Caminhão e carro da PM que socorria bebê engasgada batem de frente em Paulista

Colisão aconteceu na Avenida Doutor José Cláudio Gueiros Leite, no Janga, e foi registrada por uma câmera de segurança. Família afirmou que menina está bem.

Por g1 PE e TV Globo

Um carro da Polícia Militar (PM) e um caminhão bateram de frente no bairro do Janga, em Paulista, no Grande Recife (veja vídeo acima). Segundo a Polícia Civil, a equipe da PM socorria uma bebê que estava engasgada, quando houve o acidente na madrugada desta quarta (13). Segundo a família, a menina tem 13 dias e passa bem.

Todos os feridos estavam na viatura da PM, informou o Corpo de Bombeiros. Os policiais foram encaminhados ao Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, na área central do Recife, ainda de acordo com a corporação. Um deles teve ferimentos na cabeça, nas pernas e braços e outro apenas na cabeça.

Por volta das 11h30, a unidade de saúde informou que um dos policiais havia recebido suturas e estava esperando transferência para o hospital da PM. O outro agente foi submetido a uma cirurgia no joelho, segundo o HR.

A mulher foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o HR com dores abdominais, segundo a Polícia Militar. O hospital informou que ela chegou ao local desorientada, ficou em observação e aguardava avaliação para receber alta. A família informou que a bebê não precisou ser socorrida.

Parte dianteira do carro da Polícia ficou destrída em acidente registrado na madrugada desta quarta-feira (13) — Foto: Reprodução/TV Globo

Parte dianteira do carro da Polícia ficou destrída em acidente registrado na madrugada desta quarta-feira (13) — Foto: Reprodução/TV Globo

Em um vídeo de uma câmera de segurança, enviado ao WhatsApp da Globo, é possível ver o momento do acidente. O carro vem do lado direito da imagem e vai ficando mais próximo da faixa central, até que ocorre a colisão.

Com a batida, a viatura da PM rodou e foi parar do outro lado da via. Logo após a colisão, um outro carro parou e foi até o motorista do veículo da polícia.

O caminhão derramou óleo na pista e, por isso, foi necessária a interdição do local para que fosse feita a limpeza da via.

Caminhão envolvido no acidente registrado nesta quarta-feira (13) ficou estacionado do outro lado da via  — Foto: Reprodução/TV Globo

Caminhão envolvido no acidente registrado nesta quarta-feira (13) ficou estacionado do outro lado da via — Foto: Reprodução/TV Globo

Nesta quarta-feira (13), imagens feitas pela Globo mostram o carro da polícia bastante danificado na parte dianteira. Já o caminhão parecia estar danificado no para-choque e ficou estacionado do outro lado da via.

g1 entrou em contato com a Prefeitura de Paulista para obter saber se a equipe de trânsito foi acionada, mas não recebeu retorno até a última atualização desta reportagem.

Segundo a PM, o morotista do caminhão foi encaminhado à Delegacia de Paulista, para que houvesse formalização da ocorrência. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que um inquérito foi aberto na Central de Plantões da Capital (Ceplanc) para investigar o acidente.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Protesto bloqueia trecho Estrada da Batalha e complica trânsito em Jaboatão dos Guararapes

Manifestantes atearam fogo em entulhos no sentido Recife, na altura do bairro de Prazeres. Via foi totalmente liberada antes de 8h30.

Por g1 PE

Protesto bloqueou mão da PE-008 nesta quarta-feira (13), no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes — Foto: Reprodução/WhatsApp

Protesto bloqueou mão da PE-008 nesta quarta-feira (13), no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes — Foto: Reprodução/WhatsApp

Um protesto foi realizado na manhã desta quarta-feira (13) na Estrada da Batalha, no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. O ato fechou o sentido dos condutores que vinham do Litoral Sul em direção à Zona Sul da capital pernambucana, segundo a prefeitura. O trecho foi liberado pouco antes de 8h30.

Imagens enviadas ao WhatsApp da TV Globo mostram os manifestantes com cartazes em frente a pneus e entulhos pegando fogo.

De acordo com o motorista Elias Bezerra, o trânsito no local estava complicado por volta das 7h30. “Estava deixando uns passageiros em direção à outra corrida. Tinha muito carro parado no sentido Aeroporto”, disse.

O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado para controlar o fogo por volta das 7h15. Às 8h20 a ocorrência foi finalizada, de acordo com a corporação.

g1 entrou em contato com a prefeitura de Jaboatão dos Guararapes e, por telefone, a assessoria de imprensa do município informou que um terminal de ônibus deve ser construído no local onde houve uma ocupação de terra feita por comerciantes de frutas e verduras. O terreno fica localizado na Rua Calumbi, no bairro de Cajueiro Seco.

Por meio de nota, a prefeitura de Jaboatão dos Guararapes informou que a desocupação da área pública, no bairro de Cajueiro Seco, “ocorre devido ao projeto de construção do terminal de ônibus do transporte complementar que terá início e vai beneficiar toda a comunidade da área”.

Ainda segundo a gestão municipal, “o local foi ocupado de forma irregular e os comerciantes foram notificados de que teriam de desocupar o espaço” em 1º de outubro. A prefeitura de Jaboatão disse que “está avaliando onde os comerciantes serão realocados”.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que agentes do 6° Batalhão foram até o local do protesto. Segundo a PM, os manifestantes reivindicavam sobre a notificação da prefeitura que estabeleceu que o comércio da calçada, feito próximo à antiga fábrica de postes Arcal, fosse retirado.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.