Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Confronto entre torcidas organizadas no Recife termina com um ferido e torcedores detidos com punhal, soqueiras, barrotes e rojões

Torcedor do Náutico foi ferido na cabeça e levado para o Hospital da Restauração. Até a última atualização desta reportagem, cinco torcedores tinham sido levados para o Juizado do Torcedor.

Por Priscilla Aguiar e Ricardo Novelino, g1 PE

Integrantes de torcidas organizadas entraram em confronto, na noite desta terça-feira (25), nos Aflitos, na Zona Norte do Recife. A briga ocorreu cerca de uma hora antes do jogo entre o Náutico e o Campinense (PB). Segundo a Polícia Militar (PM), um torcedor do Náutico levou golpes desferidos com um pedaço de madeira na cabeça e precisou ser socorrido para o Hospital da Restauração.

Até a última atualização desta reportagem, cinco integrantes de torcidas organizadas envolvidos na confusão tinham sido detidos pela Polícia Militar e levados para Juizado Civil Criminal do Torcedor, também nos Aflitos.

Por meio de nota, a PM disse que a pessoa ferida é um rapaz de 24 anos. Segundo a PM, ele estava “consciente e reclamando de náuseas, ficando sob os cuidados da equipe médica”.

A PM acrescentou, na nota, que o serviço de inteligência está colhendo informações, “enquanto policiais do 13º BPM estão posicionados de forma a evitar novos confrontos”.

Torcedores detidos estavam com um punhal, soqueiras, barrotes e rojões — Foto: Reprodução/WhatsApp

Torcedores detidos estavam com um punhal, soqueiras, barrotes e rojões — Foto: Reprodução/WhatsApp

Testemunhas informaram que a confusão começou por volta das 19h, na Rua do Futuro. A PM disse que conseguiu “dispersar os vândalos”.

Em entrevista ao g1, o major Gileno Coelho, subcomandante do 13º BPM e comandante do policiamento externo, afirmou que houve princípio de tumulto promovido por torcedores da Torcida Jovem do Sport infiltrados entre torcedores do Campinense, que vieram de Campina Grande, na Paraíba.

“Esse pessoal estava se preparando para um confronto com a torcida do Náutico, mas houve uma ação rápida dos nossos policiais que retiraram esse pessoal de circulação”, afirmou o oficial.

Cinco pessoas foram detidas pela PM até as 21h30. Elas estavam com um punhal, soqueiras, barrotes e rojões. A maioria não tinha passaporte vacinal, muitos também não estavam com ingresso e não havia condições de comprar na hora, segundo o major.

O policiamento no local é feito por 53 policiais do Batalhão de Choque, mais 20 policiais do 13º BPM, além de equipes do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha, CIPCães e Cavalaria. “Quando o jogo terminar, a equipe ainda vai passar mais uma hora na dispersão para evitar novos transtornos”, acrescentou o oficial.

Imagens

Um morador da área que preferiu não ser identificado, por temer represálias, filmou a confusão — Foto: Reprodução/WhatsApp

Um morador da área que preferiu não ser identificado, por temer represálias, filmou a confusão — Foto: Reprodução/WhatsApp

Um morador da área que preferiu não ser identificado, por temer represálias, filmou a confusão na Rua do Futuro. A testemunha contou que havia cerca de 100 envolvidos. “Eram pessoas correndo e se enfrentando. Ouvimos gritos e, de repente, fogos”, afirmou.

O morador também contou que as pessoas que estavam nas ruas da área viveram momentos de pânico. “Foram 15 minutos de correria e gritos. Tinha criança chorando e as pessoas amedrontadas”, afirmou.

Ainda de acordo com a testemunha, de início, uma viatura da PM chegou e entrou pela contramão da rua. Eram apenas cinco homens. “Não tinha como fazer muita coisa. Tinha muita gente brigando. Depois, apareceram outros carros e a situação foi contornada”, afirmou.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Sete pessoas são presas por vender lugares em fila de banco em Jaboatão e ameaçar quem não respeitasse marcação feita com pedras

Duas mulheres e cinco homens foram autuados em flagrante por associação criminosa e extorsão.

Por Priscilla Aguiar, g1 PE

Foto mostra a fila de pessoas sendo iniciada após a marcação de vários lugares com pedras — Foto: Reprodução/WhatsApp

Foto mostra a fila de pessoas sendo iniciada após a marcação de vários lugares com pedras — Foto: Reprodução/WhatsApp

Sete pessoas foram presas em flagrante, nesta terça-feira (25), vendendo marcação de lugar em fila da Caixa Econômica Federal de Jaboatão Velho, no centro de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. De acordo com a Polícia Civil, o grupo chegava na unidade bancária na noite do dia anterior ou na madrugada do mesmo dia e colocava pedras para “guardar os lugares” na fila. Quem não respeitasse, era ameaçado e até agredido.

Duas mulheres e cinco homens foram autuados por associação criminosa e extorsão. Todos foram encaminhados para audiência de custódia. As prisões foram feitas pela equipe da Delegacia de Jaboatão, coordenada pelo delegado Ricardo Lima.

De acordo com o delegado, era cobrado entre R$ 15 e R$ 60 por lugares na fila. O modo de operar deles era sempre o mesmo.

“Se eles percebiam que a pessoa não queria respeitar as pedras, iam em bando para cima, três ou quatro, dizendo que tinham que pagar. Eles ameaçavam pessoas, inclusive tinha um com uma faca. Discutiam, agrediam, tinha que respeitar as pedras que eles botavam”, afirmou Ricardo Lima.

O investigador disse que a primeira denúncia contra o grupo foi feita em outubro de 2021. Um homem que chegou a ser agredido por questionar a marcação de lugar com pedras.

Na quarta-feira (19), mais uma pessoa foi vítima e deu mais detalhes para a polícia sobre o modo de agir dos suspeitos.

“Ele foi ameaçado e respeitou a fila. Relata que chegou 5h e já tinha dezenas de pedras. Ele só conseguiu ser atendido 11h. As vítimas em geral são pessoas vulneráveis, aposentadas por invalidez ou por idade e que dificilmente procuram a delegacia”, observou Ricardo Lima.

Dos sete integrantes do grupo, três possuem antecedentes criminais por crimes como tentativa de homicídio, roubo e lesão corporal. “A extorsão existe a partir do momento que eles se valem de violência, coação”, acrescentou o delegado.

Por nota, a Caixa Econômica Federal informou que repudia a venda de lugares em filas e que esse tipo de situação deve ser denunciada às autoridades competentes.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Aumento de casos de Covid e gripe faz Secretaria de Justiça adotar rodízio de servidores em unidades administrativas

Medida foi iniciada nesta terça-feira (25) e vale, a princípio, até o dia 4 de fevereiro. Determinação não atinge as unidades prisionais do estado, segundo o governo.

Por g1 PE

Por causa do aumento no número de casos de Covid-19 e gripe, o governo do estado adotou, a partir desta terça-feira (25), um rodízio de servidores que atuam nas unidades administrativas da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco. Metade do efetivo passou a trabalhar de casa, e a outra parte cumpre o expediente presencialmente.

Um documento sobre essa medida, com data da segunda-feira (24), foi encaminhado aos servidores da secretaria. De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), essa determinação de rodízio de servidores não atinge as unidades prisionais do estado e vale, a princípio, até o dia 4 de fevereiro.

Por meio de nota, a secretaria afirmou que essa decisão foi causada pelos “pedidos de afastamento por parte de servidores dos setores administrativos com relatos de sintomas de Covid-19 e/ou influenza”. Também disse que reavalia a medida nas próximas duas sextas-feiras para definir se vai manter o rodízio por mais tempo.

g1 solicitou à secretaria o número atual de servidores afastados por terem sido diagnosticados com Covid-19 ou influenza, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem. Segundo o governo de Pernambuco, o rodízio não foi adotado em outras secretarias estaduais.

O comunicado apontou que os servidores administrativos da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco devem seguir o seguinte expediente: trabalho das 9h às 16h, com uma hora de almoço. Em cada setor administrativo, deve ficar, ao menos, um trabalhador.

O documento trouxe a explicação de que a “medida é exclusiva para os servidores lotados no expediente das unidades administrativas e operacionais, excetuando-se os servidores lotados nos plantões das unidades prisionais”.

Ainda no comunicado, foi informado que os trabalhadores com mais de 60 anos ou que têm doenças pré-existentes (comorbidades) devem adotar o trabalho remoto, até o dia 8 de fevereiro de 2022.

O governo também ressaltou a necessidade de manutenção de medidas de higiene nas unidades administrativas da Seres, como o uso de máscaras e álcool em gel. O estado também afirmou para “cada servidor observar a realização do esquema vacinal completo para a prevenção e combate à Covid-19, inclusive com a dose de reforço”.

Visitas

No dia 21 de janeiro, o governo de Pernambuco anunciou a suspensão das visitas familiares presenciais a detentos em 13 unidades prisionais do estado. A medida, segundo a Seres, ocorre devido à alta de casos de Covid-19 e da Influenza A H3N2.

De acordo com a secretaria, as visitas ficaram suspensas no sábado (22) e no domingo (23) e também não podem ser realizadas nos dia 29 e 30 de janeiro. “Semanalmente, a suspensão deve ser reavaliada, com base no cenário epidemiológico do estado”, afirmou, em nota.

Covid-19 no estado

Nesta terça-feira (25), Pernambuco confirmou mais 2.781 casos da Covid-19 e nove mortes de pacientes com a doença. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), com os novos registros, o estado passou a totalizar 672.585 confirmações da infecção e 20.599 óbitos.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Vídeo mostra dois homens roubando rodas de carro que estava estacionado na Zona Norte do Recife

Ação ocorreu na madrugada desta terça (25) e, de acordo com um morador que viu a cena, durou mais de uma hora.

Por g1 PE

Dois homens foram filmados quando roubavam duas rodas de um carro que estava estacionado na Rua Cândido Lacerda, no Torreão, na Zona Norte do Recife. O caso ocorreu na madrugada desta terça-feira .

Vídeos divulgados nas redes sociais e enviados para o WhatsApp da TV Globo mostram os dois homens retirando os pneus, com as rodas, de um Gol branco, por volta das 2h desta terça (25).

Os ladrões usaram um macaco para levantar o veículo e foram flagrados correndo no meio da rua, cada um com um pneu. O vídeo foi feito por uma pessoa que mora na região, mas preferiu não ser identificada por medo de represálias.

Os ladrões usaram um macaco para levantar o veículo e depois fugiram correndo — Foto: Reprodução/WhatsApp

Os ladrões usaram um macaco para levantar o veículo e depois fugiram correndo — Foto: Reprodução/WhatsApp

Segundo esse morador, o roubo dos pneus durou mais de uma hora, pelo menos. “Ouvi um barulho de alarme de um carro e corri para olhar o que era. Os caras estavam mexendo no veículo estacionado. Não sabemos de quem é o Gol. Pode ser de um morador de um dos prédios ou de uma pessoa que e deixou o carro estacionado”, afirmou.

Ainda segundo a testemunha, o carro estava na rua, até hora do almoço desta terça, do mesmo jeito. Com o macaco embaixo e sem as duas rodas.

O morador disse, ainda, que tudo começou por volta da meia-noite e meia. “O pior é que aqui na esquina tem uma delegacia, a do Espinheiro. Perto, fica a Polícia Científica. Não gritei para não espantar e na esperança de que alguma viatura passasse e pegasse eles em flagrante”, declarou .

A testemunha disse, ainda, que ligou apara o telefone 190, de emergência, da Polícia Militar. “Falei com uma pessoa, perto das 2h, e me disseram que uma viatura chegaria. Esperei até hoje [manhã] e não apareceu ninguém”, afirmou.

O morador que registrou as imagens também disse que os ladrões só demonstraram um pouco de receio no fim da ação. “Eles saíram correndo com os pneus, como se pressentissem que alguém estava chegando”, comentou.

O g1 entrou em contato com a Polícia Civil para saber se tinha sido registrada queixa de roubo de pneus do carro. Até a última atualização desta reportagem, a corporação não havia enviado a resposta

g1 também procurou a PM para saber os motivos pelos quais a central de operações não enviou uma equipe após a denúncia ser feita ao 190. Até a última atualização desta reportagem, a resposta não tinha sido enviada.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pernambuco confirma mais 2.781 casos de Covid-19 e nove mortes

Do total de novos casos, 34 (1%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e os outros 2.747 (99%) são leves.

Por g1 PE

Paciente faz teste de Covid-19 em Camaragibe, no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Paciente faz teste de Covid-19 em Camaragibe, no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Pernambuco confirmou nesta terça-feira (25) mais 2.781 casos de Covid-19 e nove mortes de pacientes com a doença. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), com os novos registros, o estado passou a totalizar 672.585 confirmações e 20.599 óbitos.

Do total de novos casos, 34 (1%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e os outros 2.747 (99%) são leves, de pessoas que não precisaram ser hospitalizadas ou que foram assintomáticas.

Com isso, o estado passou a totalizar 55.760 casos graves e 616.825 leves, registrados desde março de 2020.

Os casos do novo coronavírus estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Mortes

As mortes registradas nesta terça-feira (25) ocorreram entre o dia 10 de março de 2021, há mais de dez meses, e o domingo (23). O boletim desta terça confirmou também sete mortes de mulheres e duas de homens.

Essas pessoas moravam no Cabo de Santo Agostinho (1), Ipojuca (1), Jaboatão dos Guararapes (2), Recife (3), Santa Maria da Boa Vista (1) e Vitória de Santo Antão (1). Os pacientes tinham entre 45 e 91 anos. As faixas etárias são: 40 a 49 (1), 70 a 79 (3) e 80 e mais (5).

Sete deles tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (3), doença respiratória (2), diabetes (1), AVE (1), etilismo (1), doença de Alzheimer (1) e tabagismo (1). Um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais seguem em investigação.

Vacinação

Desde 18 de janeiro de 2021, Pernambuco aplicou 15.677.946 doses de vacinas contra a Covid. Com relação às primeiras doses, foram 7.387.707 aplicações. A cobertura chegou a 96,04% do público elegível.

Do total, 6.504.458 pessoas, o que equivale a 84,56% do público elegível para a vacinação, completaram seus esquemas vacinais.

Foram 6.331.357 pessoas vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outras 173.101 contempladas com vacina aplicada em dose única.

Em relação às doses de reforço, foram aplicadas 1.785.781 unidades. A cobertura chegou a 27,04% do público elegível.

Leitos

Nesta terça, a taxa global de leitos para pacientes com Covid na rede pública de Pernambuco era de 79%, de um total de 1.940 vagas abertas. Nas UTIs, eram 1.005 leitos oferecidos e 81% deles estavam ocupados.

Nas enfermarias, eram 935 unidades disponíveis e 76% desses leitos tinham doentes com Covid. Na rede particular, a taxa global de ocupação de leitos para Covid ficou em 56%, de um total de 300 vagas abertas.

Nas UTIs, havia 183 leitos e 74% deles estavam com pacientes. Nas enfermarias privadas, havia 117 vagas disponíveis e 28% delas estavam ocupadas.

Testes

Desde março de 2020, qundo começou a pandemia em Pernambuco, o estado realizou 3.051.016 testes para detectar a Covid.

Influenza

Nesta terça, o estado informou que, desde que os dados sobre gripe começaram a ser computados, em 2021, foram confirmados 9.711 casos de influenza A pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

Desse total, 9.500 são casos do subtipo H3N2 e 211 não subtipados. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, esse número não representa a totalidade de casos, uma vez que a “vigilância da influenza não é universal”.

Do total de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) computados no estado, que pode ocorrer por outros vírus respiratórios, 1.185 são de influenza A, sendo 1.152 do subtipo H3N2 e 33 casos não subtipados.

Dos casos de Srag registrados, 203 evoluíram para óbito. De acordo com as investigações epidemiológicas e análises laboratoriais, 76 destas mortes foram causadas por agravamento do quadro da Influenza A, sendo 75 do subtipo H3N2 e 1 não subtipado.

Os outros 123 óbitos com resultado laboratorial detectável para influenza A estão em investigação para a causa da morte. Um paciente infectado com o vírus influenza pode morrer de outras causas que não sejam o próprio vírus, de acordo com o governo.

Os 76 pacientes que morreram de influenza A eram moravam em Abreu e Lima (1), Aliança (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Camaragibe (3), Catende (1), Condado (1), Escada (3), Ferreiros (1), Garanhuns (1), Goiana (1), Gravatá (1), Ilha de Itamaracá (1), Ipojuca (2), Jaboatão dos Guararapes (8), Jaqueira (1), Joaquim Nabuco (1), Lagoa de Itaenga (1), Limoeiro (1), Macaparana (1), Olinda (7), Palmares (6), Paudalho (2), Paulista (4), Recife (16), São Caitano (1), São Joaquim do Monte (1), São Lourenço da Mata (4), São Vicente Férrer (1), Sirinhaém (1), Timbaúba (1), Vicência (1).

As faixas etárias são: 0 a 5 (2), 10 a 19 (4), 20 a 29 (1), 30 a 39 (4), 40 a 49 (4), 50 a 59 (4) e 60 e mais (57). Os pacientes apresentavam comorbidades e possuíam fatores de risco para complicação por influenza, como diabetes, doença cardiovascular, doença renal crônica, hipertensão arterial e sobrepeso.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Polícia investiga desaparecimento de mulher que saiu de casa dizendo que faria exames, em Olinda

Viviane de Santa Cruz Guerra mora no Bairro Novo e, segundo investigação, deixou residência na manhã da segunda (24). Parentes dizem que ela não foi ao laboratório onde disse que iria.

Por g1 PE

Uma mulher de 41 anos desapareceu depois de dizer que iria fazer exames médicos, em Olinda, na segunda-feira (24). A Polícia Civil informou, nesta terça-feira (25), que começou a investigar o caso. Viviane de Santa Cruz Guerra mora no Bairro Novo e, segundo a polícia, teria saído pela manhã, mas não voltou para casa.

O primo dela, o advogado Antônio Augusto Santa Cruz, disse que, dias antes do desaparecimento, Viviane teve Influenza. Este teria sido o motivo pelo qual, na segunda-feira, ela iria a um laboratório fazer exames.

“Ela saiu de casa vestindo uma calça jeans e uma camisa florida. Ela teve influenza há dez dias, sentiu muita dor e agora, na fase final, foi fazer esses exames. Sabemos que ela nem chegou lá. Não há registro da entrada dela nesse local”, afirmou o advogado.

Viviane Santa Cruz trabalha em casa, fazendo bolos, doces e salgados. Tem dois filhos e, segundo a família, a convivência com os parentes sempre foi tranquila. Ela não tem histórico de outros desaparecimentos.

“A câmera do prédio filmou ela saindo e sabemos que, sete minutos depois, ela fez saques no caixa do Big Bompreço de Casa Caiada, sete minutos depois de sair de casa. Fomos em hospitais, no [Instituto de Medicina Legal] IML, e não tem nenhum registro da entrada dela”, declarou.

A Polícia Civil informou que registrou o caso através da Delegacia do Varadouro. “As investigações foram iniciadas e seguem até esclarecimento do fato”, disse a corporação.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pernambuco autoriza início da vacinação de crianças de 6 a 11 anos com CoronaVac

Os municípios pernambucanos têm juntos, em estoque, 360 mil doses da CoronaVac, para primeiras e segundas doses.

Por g1 PE

Governo de Pernambuco autoriza vacinação de crianças de 6 a 11 anos com CoronaVac

O governo de Pernambuco autorizou, nesta segunda-feira (24), a vacinação de crianças de 6 a 11 anos com a vacina CoronaVac/Butantan. O imunizante foi liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e incorporado pelo Ministério da Saúde (MS) no Plano Nacional de Operacionalização (PNO). A decisão, segundo o governo, foi pactuada com os gestores municipais em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

De acordo com dados do Programa Estadual de Imunização (PEI), os municípios pernambucanos têm, em estoque, 360 mil doses da CoronaVac, tanto para primeiras doses como para segundas doses.

A vacina CoronaVac é a mesma tanto para os adultos como para as crianças, e o intervalo de aplicação recomendado entre a primeira e a segunda dose é de 28 dias.

A superintendente de Imunizações de Pernambuco, Ana Catarina de Melo, afirmou que os municípios que possuem estoque do imunizante já podem iniciar a vacinação das crianças nessa faixa etária, enquanto o estado aguarda envio de novas doses pelo Ministério da Saúde.

Poderão receber a vacina da Coronavac as crianças de 6 a 11 anos, exceto as imunossuprimidas. Os municípios podem avançar na vacinação por faixa etária nesse grupo, como também utilizar a vacina da Pfizer pediátrica para crianças de 5 a 11 anos.

“É importante reforçar que, para crianças com 5 anos de idade e crianças imunosuprimidas, a vacina que deve ser utilizada é a da Pfizer, conforme recomendação do Ministério da Saúde e recomendação da Anvisa”, destacou Ana Catarina.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que já enviou para os municípios nota técnica com todas as informações de manuseio e aplicação do imunizante no público infantil.

A SES lembrou que a vacina contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos exige um intervalo de 15 dias (antes ou depois) entre as demais do calendário de imunização do público infantil.

Pernambuco autoriza a vacinação de crianças com Corovanac

Pedido de urgência

Na quinta-feira, o Consórcio Nordeste, chefiado pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), enviou um ofício ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, cobrando urgência na compra de vacinas CoronaVac ao Instituo Butantan.

No mesmo dia em que a Anvisa aprovou o uso da CoronaVac, o governo de São Paulo iniciou a aplicação nos menores de idade e começou a distribuir doses da vacina para municípios do estado.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Com mais 1.234 casos da Covid-19 e quatro óbitos, Pernambuco totaliza 669.804 infectados e 20.590 mortos

Entre março de 2020 e esta segunda-feira (24), estado contabilizou 55.726 casos graves e 614.078 formas leves da doença

Por g1 PE

Pernambuco confirmou, nesta segunda-feira (24), 1.234 casos conhecidos da Covid-19 e quatro mortes provocadas pela doença. Com isso, o estado passou a totalizar 669.804 registros da infecção causada pelo coronavírus e 20.590 óbitos, números que começaram a ser contabilizados no início da pandemia, em março de 2020.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), os novos casos conhecidos da Covid-19 incluem 16 (1%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 1.218 (99%) quadros leves da infecção. Ao todo, Pernambuco registrou 55.726 casos graves e 614.078 formas leves da doença.

Mortes

Com relação às quatro mortes, elas aconteceram entre o dia 26 de novembro e a sexta-feira (21). As vítimas foram duas mulheres e dois homens residentes do município de Bom Jardim (1) e Recife (3).

Os pacientes tinham entre 46 e 82 anos. As faixas etárias são: 40 a 49 (1), 70 a 79 (1) e 80 e mais (2). Um tinha doenças preexistentes: doença cardiovascular (1), hipertensão (1) e tabagismo (1). Um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Um não tinha comorbidades e dois seguem em investigação.

Vacinação

Desde janeiro de 2021 até esta segunda (24), Pernambuco aplicou 15.637.537 doses de vacinas contra a Covid-19. Foram aplicadas 7.377.202 primeiras doses, com cobertura equivalente a 95,90% das pessoas que vivem no estado.

Desse total, 6.495.455 pessoas completaram os esquemas vacinais, o que equivale a 84,44% da população. Ao todo, o 6.322.354 pessoas foram vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outras 173.101 com vacina aplicada em dose única.

Também foram aplicadas 1.764.880 terceiras doses, de reforço, o que equivale a 26,72% da população elegível.

Testes

Desde março de 2020 até este domingo (23), Pernambuco realizou 3.027.876 testes para detectar a Covid-19. Destes, 6.396 foram feitos nas últimas 24 horas.

Ocupação de leitos

Nesta segunda (24), a taxa global de ocupação de leitos na rede pública estadual era de 78%. Eram oferecidas 1.935 vagas. Nas UTIs, a taxa de ocupação de leitos era de 80%. Os hospitais públicos ofertavam 1.002 vagas desse tipo. Também havia doentes em 76% dos leitos de enfermaria públicos. Eram ofertadas 933 vagas.

Na rede privada, a taxa global de ocupação de leitos de Covid-19 era de 52%. Eram oferecidas 273 vagas, ao todo. Nas UTIs particulares, a taxa de ocupação de leitos era de 70%. Eram 158 vagas desse tipo. A taxa de ocupação nos leitos de enfermaria privados era de 27%. Eram 116 unidades.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Jovem é morto a tiros em praça de Palmares, na Mata Sul

Jônatas Rafael Batista da Silva, de 21 anos, não resistiu aos ferimentos.

Por g1 Caruaru

Um jovem foi assassinado a tiros na praça do bairro Santa Luzia, em Palmares, na Mata Sul de Pernambuco, na sexta-feira (21).

Segundo a Polícia Civil, Jônatas Rafael Batista da Silva, de 21 anos, estava jogando bola com amigos quando foi abordado por um homem que já chegou atirando nele.

Até a publicação desta matéria, não se sabe a motivação e autoria do crime. Após os procedimentos necessários, o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife.200 vídeos

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Funcionário de casa lotérica é sequestrado e obrigado a abrir estabelecimento em Brejo da Madre de Deus

Três bandidos roubaram dinheiro do local e depois fugiram.

Por g1 Caruaru

Um funcionário de uma casa lotérica foi sequestrado e obrigado a abrir o estabelecimento em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco. O caso aconteceu durante o fim de semana, mas só foi confirmado pela polícia nesta segunda-feira (24).

De acordo com a Polícia Civil, três suspeitos foram até a casa do funcionário, obrigaram ele a entrar no carro, ir até a casa lotérica e abrir o local. Os bandidos roubaram uma quantia em dinheiro, liberaram a vítima e fugiram.

Até o momento desta publicação, não foram encontrados. A vítima não ficou ferida e realizou um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil, onde o caso está sendo investigado.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.