Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Buscas por corpos e caixas-pretas do avião da AirAsia são retomadas

Helicóptero das equipes de resgate é visto nesta quinta-feira (1º) durante as buscas pelo avião da AirAsia (Foto: AP)

Helicóptero das equipes de resgate é visto nesta quinta-feira (1º) durante as buscas pelo avião da AirAsia (Foto: AP)

 

As equipes de resgate retomaram nesta quinta-feira (1º) a busca de mais vítimas e das caixas-pretas do avião da AirAsia acidentado com 162 pessoas a bordo no domingo(28) no leste da Indonésia, informou a imprensa local.

Na busca, no meio de forte maré e condições atmosféricas adversas, participam vários aviões e navios embarcações da Indonésia, Cingapura, China e Estados Unidos, assim como um submarino não tripulado cingapuriano.

O chefe da Marinha malásia, Abdul Aziz Jaafar, disse que as tarefas de busca se expandiram até um raio de 13.500 milhas náuticas quadradas no mar de Java.

As equipes ainda não acharam a parte principal do Airbus 320-200 do voo QZ8501 da AirAsia, mas recuperaram destroços do aparelho e sete corpos, os de três mulheres e quatro homens.

A Agência Nacional de Busca e Resgate (Basarnas) da Indonésia informou que um navio que participa dos trabalhos de busca localizou com seus equipamentos de sonar o ponto exato onde está a aeronave.

O local indicado pelo navio está a cerca de 30 metros de profundidade e a 100 milhas náuticas (185,2 quilômetros) de Pangkalan Bun, no sul da ilha de Bornéu, embora os mergulhadores ainda não tenham podido descer e confirmar o achado por causa do mau tempo.

 

 

Da EFE

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Artista Tania Bruguera é libertada em Cuba

Artista cubana Tania Bruguera foi detida na última terça-feira e libera no dia seguinte (Foto: Reuters)

Artista cubana Tania Bruguera foi detida na última terça-feira e libera no dia seguinte (Foto: Reuters)

 

A artista cubana Tania Bruguera foi libertada nesta quarta-feira (31), após permanecer detida desde terça em Havana, acusada de “resistência e desordem pública”, informou a imprensa independente, que também falou da liberação de outros dissidentes.

“TaniaBruguera foi libertada, já está em casa, se negou a assinar a acusação de promover desordem pública, exigiu ser liberada só quando os demais detidos fossem postos em liberdade”, informou o portal “Eu também exijo” em comunicado divulgado na rede social Facebook.

Além disso, o portal também noticiou que Bruguera, de 46 anos e que ficou detida em uma delegacia de Polícia de Havana por mais de 24 horas, teve seu passaporte retido e seu celular confiscado.

“Está em boas condições físicas e psicológicas”, acrescentou a fonte.

Por sua vez, a blogueira Yoani Sánchez também informou da libertação de Bruguera na conta de Twitter de seu periódico digital independente “14ymedio”.

A artista cubana, residente nos últimos anos em Nova York, tinha convocado na terça-feira uma “performance” na Praça da Revolução de Havana.

Com essa representação artística, Bruguera pretendia instalar nessa praça uma “tribuna aberta” na qual os cidadãos cubanos poderiam expressar em um microfone suas ideias sobre o futuro do país, diante da nova etapa que se abre com a normalização de relações com os Estados Unidos.

Bruguera ficou detida na estação policial de Acosta, na Avenida 10 de Outubro de Havana, onde na terça-feira também foi detido, durante várias horas, o jornalista independente Reinaldo Escobar, marido de Yoani Sánchez.

O próprio Escobar, editor-chefe da 14ymedio, disse à Agência Efe que foi detido por “tentar participar de uma desordem pública”, segundo a ata policial que o jornalista se negou a assinar.

O porta-voz da opositora Comissão Cubana de Direitos Humanos e Reconciliação Nacional (CCDHR), Elizardo Sánchez, afirmou à Efe que essa organização estima que meia centena de pessoas foi detida na terça, coincidindo com a convocação de Bruguera.

Segundo Sánchez, pelo menos 20 pessoas continuam hoje sob detenção, o que qualificou como “uma onda de detenções arbitrárias”.

 

Da EFE

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Dezenas morrem pisoteadas em celebração de Ano Novo na China

Parentes de vítimas entram em confronto com seguranças do hospital para onde foram levados feridos após tumulto em celebração de Ano Novo em Xangai, na China (Foto: STR/AFP)

Parentes de vítimas entram em confronto com seguranças do hospital para onde foram levados feridos após tumulto em celebração de Ano Novo em Xangai, na China (Foto: STR/AFP)

 

Ao menos 35 pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas após um tumulto em uma multidão que celebrava o Ano Novo em Xangai, na China. As vítimas foram pisoteadas, de acordo com a agência de notícias chinesa Xinhua.

De acordo com a BBC, que cita informações da agência, a confusão teve início às 23h35 (horário local), na praça Chenyi, no distrito de Huangpu, em uma área conhecida como Bund, e que margeia um rio. As causas ainda não foram determinadas.

Diversos feridos foram levados ao Hospital Geral de Xangai, segundo a Xinhua.

A BBC diz ainda que, pouco antes da confusão, a polícia de Xangai publicou no Twitter mensagens informando que alguns turistas teriam caído do píer, e solicitando que as pessoas deixassem a área tranquilamente.

A agência France Presse diz que as autoridades haviam decidido suspender a contagem regressiva em um telão de laser em 3D por motivo de segurança, e que no ano passado o evento reuniu cerca de 300 mil pessoas, um número muito acima do previsto pelos organizadores.

 Amigos de vítimas aguardam notícias no corredor do Hospital Geral de Xangai, após acidente durante comemoração de Ano Novo (Foto: Reuters/Aly Song)
Amigos de vítimas aguardam notícias no corredor do Hospital Geral de Xangai, após acidente durante comemoração de Ano Novo (Foto: Reuters/Aly Song)
Parentes de uma vítima se abraçam em hospital de Xangai (Foto: Reuters/Aly Song)
Parentes de uma vítima se abraçam em hospital de Xangai (Foto: Reuters/Aly Song)
Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Recém-casado de 95 anos morre após família separá-lo da esposa

 Edith Hill, de 96 anos, e seu marido Eddie Harrison, de 95, posam juntos em sua casa para foto de 5 de agosto (Foto: AP Photo/Matthew Barakat, File)

Edith Hill, de 96 anos, e seu marido Eddie Harrison, de 95, posam juntos em sua casa para foto de 5 de agosto (Foto: AP Photo/Matthew Barakat, File)

 

Um recém-casado de 95 anos de idade morreu na Virginia, nos Estados Unidos, semanas depois que sua esposa, de 96 anos, foi levada por familiares para a Flórida.

Rebecca Wright, que cuidava do casal na casa deles na cidade de Alexandria, diz que Eddie Harrison morreu na terça (30) em um hospital após uma gripe. Wright diz que Harrison estava sofrendo desde que sua esposa e companheira havia longo tempo, Edith Hill, de 96 anos, foi levada embora. Wright é filha de Hill.

O casamento de Harrison e Hill foi contestado este ano em um tribunal. Outra filha de Hill contestou o casamento, dizendo que ele complicaria a eventual distribuição da herança de sua mãe. Um juiz apontou um novo mantenedor para Hill, mas não alterou o casamento.

Wright diz que o mantenedor levou Hill para a casa de sua outra filha na Flórida em 6 de dezembro, com a ajuda da polícia.

 

Da AP

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Brasileiros lideram em número de turistas em Miami

Atualmente há 11 voos diretos e diários entre Miami e o Brasil operados pela American Airlines e pela TAM / Tânia Regô/ Agência Brasil

Atualmente há 11 voos diretos e diários entre Miami e o Brasil operados pela American Airlines e pela TAM

Tânia Regô/ Agência Brasil

“Em 2013, 51% dos turistas que foram a Miami eram brasileiros, nenhuma outra cidade norte-americana pode dizer o mesmo.”

A constatação é de William D. Talbert 3°, presidente e presidente-executivo há 15 anos do Greater Miami Convention and Visitors Bureau (GMC&VB) –órgão oficial de fomento turístico que engloba Miami Beach, Miami City, Coral Gables e as demais miniprefeituras que formam a Grande Miami, maior aglomerado urbano do sul da Flórida (EUA).

Os números totais de visitação relativos a 2014 ainda não estão fechados, mas, a julgar pelas previsões, mesmo com a alta do dólar, essa percentagem deve até crescer, já que, no primeiro semestre, 424.065 brasileiros foram a Miami -aumento de 6% em relação a igual período de 2013, quando a Grande Miami recebeu, no ano, 756 mil turistas vindos do Brasil.

Segundo Bill Talbert, que capitaneou recentemente a vinda de uma delegação de representantes do setor de turismo de Miami a São Paulo, em 2013, turistas brasileiros, além de terem sido os mais numerosos, também foram os que mais gastaram.

Pela ordem, no primeiro semestre de 2014, os dez principais países que enviaram turistas para esse mercado foram Brasil, Canadá, Argentina, Colômbia, Alemanha, Venezuela, Inglaterra, Bahamas, França e Costa Rica, o que não difere muito do ranking apurado em 2013, quando, ao todo, a Grande Miami recebeu cerca de 3,6 milhões de visitantes estrangeiros.

Para efeito de comparação, o Brasil, de acordo com dados do Ministério do Turismo, ao todo recebeu um total de 5,7 milhões de turistas estrangeiros em 2013.

E, em 2014, ajudado pelo “efeito Copa do Mundo”, esse número deve chegar perto de totalizar a marca de 7 milhões de turistas internacionais, apenas duas vezes mais que a região de Miami.

TOP FIVE

Segundo Bill Talbert, “o Brasil tem estado entre os cinco primeiros mercados emissivos de turistas para a região de Miami ao longo de uma década. Isso se deve ao crescimento de sua economia e, também, ao crescente volume de negócios e de investimentos brasileiros na Grande Miami.”

Para o presidente e presidente-executivo do GMC&VB, a conexão entre os brasileiros e Miami deve continuar a crescer em razão dos atrativos do destino. “Desde 2011, o Brasil se tornou o primeiro mercado para nós e, em 2013, os viajantes brasileiros, em média, dormiram 7,8 noites em quartos de hotéis em suas estadas na região.”

Ainda de acordo com Talbert, em 2013, o aeroporto internacional de Miami recebeu ao todo 40 milhões de passageiros, entre turistas americanos e estrangeiros, o que faz dele a segunda maior porta de entrada dos EUA.

Hoje, há 11 voos diretos e diários entre Miami e o Brasil operados pela American Airlines e pela TAM.

As cidades servidas por eles são São Paulo -os aeroportos de Guarulhos e de Viracopos (Campinas), este último, da American Airlines, recém-lançado- e também Rio, Brasília, Belo Horizonte, Manaus, Belém, Salvador, Recife, Fortaleza, Curitiba e Porto Alegre, num total de 112 voos semanais (uma oferta de cerca de 26.797 assentos por semana).

O porto de Miami também é considerado um dos mais movimentados e tem sido chamado de “capital dos cruzeiros do mundo”, ao embarcar anualmente 4 milhões de passageiros de cruzeiros marítimos.

Mas, de acordo com as estatísticas oficiais, apenas 1,2% dos brasileiros que visitaram a Grande Miami em 2013 fizeram a partir de lá viagens de navio.

 

 

Folhapress

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Cientistas encontram indícios do fim dos maias no ‘Grande Buraco Azul’

Grande Buraco Azul em Belize (Foto: U.S. Geological Survey)

Grande Buraco Azul em Belize: sedimentos corroboram teoria de que fim da civilização maia está relacionado a uma seca severa (Foto: U.S. Geological Survey)

Novas análises feitas em minerais retirados da caverna submersa conhecida como o Grande Buraco Azul, em Belize, na América Central, dão pistas sobre os motivos que levaram ao fim da civilização maia.

Os resultados do estudo, feito por pesquisadores da Universidade de Rice, no Texas, corroboram uma teoria já existente: a de que uma grande seca teria levado ao desaparecimento da sociedade maia.

A equipe de pesquisadores perfurou e coletou amostras de sedimentos encontrados no Grande Buraco Azul e nos recifes de coral dispostos ao redor da caverna. A composição dessas amostras foi analisada, principalmente em relação à quantidade de titânio e alumínio.

Grande Buraco Azul em Belize visto pela Nasa (Foto: Nasa/Divulgação)

Grande Buraco Azul em Belize visto pela Nasa (Foto: Nasa/Divulgação)

Em entrevista ao site americano “LiveScience”, o geólogo Andre Droxler, da Universidade de Rice, explicou que a chuva corrói as rochas vulcâncias da região, que contém titânio, que é então transportado até o oceano. Por esse motivo, quantidades menores desse elemento nos sedimentos correspondem a períodos de menos chuva.

O que a análise dos sedimentos e dos corais demonstrou foi que houve um período de seca extrema entre 800 d.C e 900 d.C, que coincide com o momento em que a civilização maia começou a se desintegrar. A partir dessa época, eles entraram em declínio econômico e cultural, e perderam influência com a ascensão de outros povos, como os toltecas. Acabaram dominados pelos espanhóis.

Grande Buraco Azul
O grande círculo azul escuro no meio do mar turqueza do Caribe costuma atrair mergulhadores e turistas do mundo todo. Localizado no Atol de Recifes Lighthouse, a cerca de 50 milhas a leste da cidade de Belize, o buraco é um círculo quase perfeito, de cerca de 300 metros de diâmetro e 125 metros de profundidade. É visível inclusive do espaço – foi captado por um satélite da Nasa em março de 2009.

No início dos anos 1970, o famoso oceanógrafo Jacques Cousteau explorou seus túneis e estalactites. O Buraco Azul é parte da Reserva de Barreiras de Recifes de Belize, considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Civilização Maia
A civilização maia dominou a península de Yucatán e o norte da América Central, onde atualmente ficam o sul do México, Belize, Guatemala e partes de Honduras e El Salvador. O auge desse povo foi entre os anos 800 e 1000 d.C.. A partir daí, eles entraram em declínio econômico e cultural, e perderam influência com a ascensão de outros povos, como os toltecas. Acabaram dominados pelos espanhóis, e ainda vivem na mesma região.

Pirâmide maia de Chichen Itza, no sul do México (Foto: Dennis Barbosa/G1)
Pirâmide maia de Chichen Itza, no sul do México (Foto: Dennis Barbosa/G1)
Muro de pedra produzido pela civilização maia, em Belize (Foto: Divulgação/Douglas Kennett/"Science")
Muro de pedra produzido pela civilização maia, em Belize (Foto: Divulgação/Douglas Kennett/”Science”)
Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Cientistas encontram indícios do fim dos maias no ‘Grande Buraco Azul’

Angela Merkel durante seu discurso de fim de ano na Alemanha (Foto: MAURIZIO GAMBARINI/POOL/AFP)

Angela Merkel durante seu discurso de fim de ano na Alemanha (Foto: MAURIZIO GAMBARINI/POOL/AFP

 

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou que a Europa não permitirá à Rússia ‘ignorar o direito internacional’ na crise ucraniana, e atacou os que fomentam o ódio contra o Islã, durante seu discurso de final de ano.

“Está claro que desejamos estabelecer nossa segurança na Europa com a Rússia e não contra a Rússia, mas também está claro que a Europa não pode aceitar que o mais forte ignore o direito internacional”.

Na crise ucraniana, “a Europa decidiu não se dividir, pelo contrário, atuou de forma unida para defender sua ordem de paz e seus valores”, afirmou a líder alemã.

“A unidade da Europa não é um fim em si mesmo, mas a chave para superar a crise na Ucrânia e impor a força do direito”.

Merkel também conclamou os alemães a rejeitar as manifestações contra o Islã, que são organizadas por gente com ‘o coração cheio de preconceito e ódio’. “Digo a todos que vão a estas manifestações: não sigam estas pessoas porque, frequentemente, seus corações estão repletos de preconceito, indiferença e ódio”.

A imigração é um ‘benefício para todos’ e é algo ‘natural acolher (na Alemanha) os que buscam refúgio’.

Em meados de dezembro, Merkel condenou o movimento anti-islâmico, considerando que não há lugar na Alemanha para os que ‘incitam ao ódio e à calúnia’.

As manifestações organizadas pelo grupo ‘Europeus Patriotas contra a Islamização do Ocidente’ (PEGIDA) reuniram milhares de pessoas em Dresden nas últimas semanas.

 

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

EUA transferem cinco prisioneiros de Guantánamo para o Cazaquistão

Os Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira (31) a transferência de cinco prisioneiros de Guantánamo para o Cazaquistão. De acordo com o Pentágono, a base norte-americana em Cuba agora tem 127 presos, acusados de envolvimento com práticas terroristas.

Os detentos são três homens do Iêmen e dois da Tunísia que foram capturados no Paquistão como supostos membos do Al Qaeda e que estavam na prisão há mais de uma década, desde quando a prisão foi criada como medida de combate ao terrorismo após os ataques às torres gêmeas em 2001.

As últimas transferências de detentos de Guantánamo, contra quem nenhuma acusação foi arquivada, neste mês de dezembro foram realizadas com a volta de quatro presos afegãos ao seu país e um grupo de seis detidos recebidos como refugiados no Uruguai.

Este ano, os Estados Unidos transferiram cerca de 30 presos como parte da promessa do presidente Barack Obama de fechar a prisão de Guantánamo.

 

Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Cuba prende dissidentes para impedir manifestação

As autoridades cubanas detiveram ou colocaram sob prisão domiciliar nesta terça-feira (30) vários dissidentes para impedir a realização de uma manifestação pública convocada pela artista Tania Bruguera na emblemática Praça da Revolução de Havana.

Ativistas denunciaram que ao menos 12 dissidentes foram detidos ou postos sob prisão domiciliar para impedir a manifestação artística no coração político de Cuba, mas não souberam informar o destino de Bruguera, que não apareceu na Praça no horário previsto, às 15h local (18h no horário de Brasília).

“Dizem que ela foi detida, mas não temos como verificar isto”, revelou à AFP o dissidente Elizardo Sánchez, líder da tolerada Comissão Cubana de Direitos Humanos.

“Há muitos detidos e outros em prisão domiciliar” para impedir sua participação no protesto, afirmou Sánchez, acrescentando que há ‘dez nomes verificados’ na prisão.

Nos últimos anos, dissidentes detidos nesta situação foram libertados poucas horas depois.

Bruguera, 46 anos, convocou os cubanos para se expressar livremente sobre o futuro da Ilha.

Segundo o portal de notícias 14ymedio, da blogueira opositora Yoani Sánchez, a artista estaria em prisão domiciliar e seu marido, Reinaldo Escobar, teria sido preso com o dissidente Eliecer Avila.

Bruguera – que mora alternativamente em Cuba, Estados Unidos e França – promoveu sua atividade através das redes sociais.

 

Da France Presse

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Criança de dois anos mata a mãe com tiro acidental nos EUA

Um menino de 2 anos matou nesta terça-feira (30) sua mãe ao disparar acidentalmente a arma que ela carregava na bolsa. O porta-voz do xerife do condado de Kootenai, Stu Miller, confirmou à agência Associated Press que a mulher era a mãe da criança.

O incidente aconteceu em um supermercado da rede Walmart na localidade de Hayden, Idaho, informou Miller em sua conta no Twitter.

“As investigações preliminares mostram que o tiro foi acidental. A vítima é uma mulher de 20 a 30 anos”, publicou o policial.

De acordo com a agência AFP, a mulher estava com várias crianças nos fundos da loja quando o menor pegou a arma que estava em sua bolsa e a acionou acidentalmente.

Fontes oficiais citadas pela TV local KREM 2 afirmaram que a mulher, que passava as festas de fim de ano em Hayden, tinha permissão para portar armas.

 

Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.