Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

Técnico do Náutico não reprime Júlio por provocação em clássico: “Nunca faltou personalidade”

Dado Cavalcanti disse que atuação do prata da casa contra o Santa Cruz foi um “prêmio”; jogador marcou dois gols no empate por 3 a 3

Por Redação do ge — Recife

globo espore

Autor de dois gols no empate do Náutico por 3 a 3 com o Santa Cruz, o atacante Júlio também se tornou um dos principais personagens do clássico por provocar a torcida tricolor após marcar seu primeiro gol, o que resultou em uma confusão entre os jogadores dos dois times. Após ser substituído no segundo tempo, o prata da casa timbu voltou a fazer gestos aos torcedores corais.

Perguntado sobre a atuação do jogador, e também as provocações, o técnico Dado Cavalcanti não reprimiu o atleta, que, segundo o comandante alvirrubro, tem uma “personalidade forte”. O treinador também afirmou que os dois gols marcados no clássico foram um “prêmio” ao atacante.

Após a partida, Júlior teve seu nome gritado pela torcida do Náutico presente ao Arruda,

“Nunca faltou personalidade ao Júlio. A história de vida dele é fantástica. Ele conviveu demais com as dificuldades do cotidiano e eu não tenho dúvidas que isso engrandeceu ele como atleta. Ele é um cara que sempre se dedicou muito e que vinha contribuindo muito, mesmo não fazendo os gols”, iniciou Dado.

Em jogo eletrizante, Santa Cruz e Náutico ficam no empate em 3 x 3

– Ele sempre foi um cara lutador, brigador. Os gols têm muito da cara dele. As comemorações também fazem parte do jogo – completou.

Após subir para o elenco profissional no ano passado (disputou 20 jogos e fez dois gols), Júlio foi titular nas três primeiras partidas do Náutico em 2023. Vale lembrar que a diretoria ainda procura no mercado a contratação de um centroavante.

Cabral Neto analisa atitude de Júlio, do Náutico, em provocação contra Santa Cruz

– O jogo que ele fez foi um prêmio para ele mesmo. Fez um baita jogo, marcou dois gols e foi decisivo. Chegou o momento do protagonismo dele. Todo mundo sai ganhando com isso. Espero que tenha sido apenas um trampolim para que ele consiga ser protagonista em outras partidas também – encerrou o comandante timbu.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Ranielle cita vestiário do Santa abatido após clássico e aponta necessidade de vitória no Estadual

Técnico diz que superioridade frente aos adversários está se tornando “perigosa” em função da ausência de resultados; Tricolor ainda não conseguiu ganhar a primeira no Pernambucano

Por Camila Sousa — Recife

globo esporte

O vestiário do Santa Cruz terminou o Clássico das Emoções abatido após o empate em 3 a 3 com o Náutico, no Arruda, revelou o técnico tricolor, Ranielle Ribeiro. O Tricolor abriu o placar, esteve em vantagem por três vezes – sendo duas delas no primeiro tempo -, mas cedeu gols para o rival.

– Foi um grande jogo. Gosto amargo de não ter conseguido a vitória, não podíamos ter deixado escapar, pela dificuldade de jogo e por tudo que conseguimos construir. O vestiário é reflexo disso, abatimento, mas disse para levantarem a cabeça, parece que perdeu o jogo. Se criou todo o processo para a vitória vir, mas ela infelizmente não veio – disse Ranielle.

O treinador do Santa Cruz também apontou necessidade do time garantir a primeira vitória no Campeonato Pernambucano e admitiu estar sendo “perigoso” a equipe deter superioridade frente ao adversário, mas não concretizá-la ganhando jogos.

– Nós não podemos cair nessa mesma conversa, desculpa, de tivemos maior posse, envolvimento, e não conseguimos reverter. Isso está sendo perigoso. Precisamos reverter esse domínio para que a vitória possa vir. É início do campeonato, claro, mas nós não podemos cair nesse discurso e a vitória não vir. Mas não posso gerar uma instabilidade, onde o nosso comportamento foi muito positivo. O desenvolvimento, a entrega – acrescentou.

Com o novo empate no Estadual, o Santa Cruz figura na oitava posição na tabela com dois pontos somados. Na quarta, dia 18, visita o Porto, em Caruaru, às 21h. Já nesta segunda, inclusive, a equipe volta a treinar pela manhã, no estádio do Arruda.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

De Deivid a Darwin Nuñez: chance inacreditável perdida por meia do Sport ganha comparações

Matheus Vargas perde um gol daqueles no duelo contra o Petrolina e é lembrado pelos internautas

Por Redação do ge — Recife

globo esporte

Novo reforço do Sport para a temporada, o meia Matheus Vargas deu um cartão de visitas daqueles. Diante de um gol livre, sem goleiro, ele conseguiu perder uma chance incrível – e encheu a internet de memes e comparações. Do inesquecível Deivid ao uruguaio Darwin Nuñez, do Liverpool, foram lembrados.

Matheus Vargas perde gol incrível em jogo entre Sport e Petrolina

O jogador, que estava no Fortaleza e foi uma das contratações do Sport para a temporada, recebeu de imediato o apoio dos companheiros. Entre eles, o do atacante Vágner Love que foi relacionado pela primeira vez na temporada, e fechou a conta na vitória por 2 x 0 ao sair do banco.

Sempre que uma chance inacreditável é perdida, lembra-se dele… Deivid. O lance que marcou época, num Flamengo x Vasco há 10 anos, foi mais uma vez lembrada.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

TJD-PE julga nesta segunda-feira pedido do Náutico para impugnar jogo da abertura do Estadual

Timbu alega erro de arbitragem que teria autorizado entrada de atleta da Central após última parada para substituições; partida, vencida pela Patativa, está com resultado suspenso

Por João de Andrade Neto — Recife

globo esporte

Náutico volta a atuar pelo Campeonato Pernambucano nesta segunda-feira. Mas não em campo e sim no tribunal. Isso porque será julgado nesta segunda-feira, às 18h30, no Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco, o pedido do clube alvirrubro para impugnar a partida de estreia do Estadual contra o Central, em Caruaru, vencida pela Patativa por 2 a 1.

O departamento jurídico do Náutico pede a anulação da partida, que está com o resultado suspenso, por entender que houve um erro de direito após o árbitro Tiago Nascimento autorizar a entrada do lateral-direito Adson após as três paradas permitidas para substituição de jogadores, o que não é permitido.

Antes, o técnico do Central, Betinho, já havia acionado o meia Danilo Pires, aos 40 minutos do primeiro tempo, o zagueiro Áquila e o meia Candinho, aos 19 minutos da etapa final e o atacante Anderson Lessa, aos 37 minutos também do segundo tempo. Adson teria entrado no jogo dois minutos depois.

Central do Apito comenta confusão de substituições do Central contra o Náutico

No despacho, assinado pelo atual presidente do TJD-PE, Renato Rissato Veloso, foi solicitado que o Náutico leve para o julgamento um vídeo da partida com recortes entre os minutos 18 e 20 e entre os 36 a 38 do segundo tempo afim de “facilitar a compreensão dos fatos pelo Tribunal”.

O Central e o árbitro Tiago Nascimento também foram intimados pelo tribunal.

TJD-PE acata pedido do Náutico para impugnar partida contra Central — Foto: Reprodução

TJD-PE acata pedido do Náutico para impugnar partida contra Central — Foto: Reprodução

– Não é achismo ou suposição, mas uma constatação de um erro de direito que não e permitido na legislação esportiva. Diante desse fato, o Náutico acredita que essa partida seja anulada – afirmou o vice-presidente jurídico alvirrubro Luiz Gayão.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Técnico do Náutico espera contar com reforços estrangeiros no clássico contra o Santa Cruz

Volante paraguaio Juan Gauto foi regularizado na quarta-feira, enquanto atacante colombiano Paul Villero ainda aguarda ter seu nome publicado no BID da CBF

Por Redação do ge — Recife

globo esporte

Após vencer a primeira no Campeonato Pernambucano, o Náutico agora se prepara para o primeiro clássico do ano, domingo, contra o Santa Cruz, no Arruda. Para a partida, o treinador alvirrubro Dado Cavalcanti espera poder contar com um elenco mais recheado de opções.

Na quarta-feira, o volante paraguaio Juan Gauto teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário da CBF e com isso está regularizado para fazer a sua estreia pelo Timbu. Da mesma forma, a diretoria alvirrubra espera que o atacante colombiano Paul Villero também ganhe condições de jogo até a próxima sexta-feira.

Villero, inclusive, foi autor de um belo gol na derrota para o ASA-AL por 2 a 1, nos Aflitos, no primeiro teste do elenco ainda na pré-temporada.

Confira gol do colombiano Paul Villero em jogo-treino contra o ASA

Outro jogador que Dado Cavalcanti espera poder contar é com o atacante Régis Tosatti que foi regularizado na terça-feira e seria utilizado no jogo contra o Caruaru City. No entanto, o atleta tomou uma pancada na coxa durante um treinamento e acabou não sendo relacionado.

Contra o Caruaru City, o técnico também promoveu a estreia do zagueiro Odivan, que entrou nos minutos finais.

– Clássico é sempre um jogo que mexe com todos os aspectos das variáveis de uma partida. E a questão emocional é importantíssima. É um jogo diferente e temos alguns dias para pensar na melhor formação. Espero ter disponíveis outros jogadores para que nós possamos chegar mais fortalecidos no domingo – afirmou Dado Cavalcanti.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Enderson Moreira defende Sport após empate na estreia: “A gente não está feliz, mas é evolução”

Sport estreia com empate por 1 a 1, diante do Maguary, no Pernambucano, e tem próximo duelo diante do Petrolina, no sábado; “É saber que tem uma longa caminhada pela frente”, diz técnico

Por Camila Alves — Recife

globo esporte

A estreia do técnico Enderson Moreira pelo Sport não teve o resultado desejado. O empate por 1 a 1 com o novato Maguary, no Campeonato Pernambucano, teve chances desperdiçadas e deixa a equipe na quinta posição da disputa em que busca pelo título. Não só pontos negativos, contudo, são tirados desta primeira partida na avaliação do treinador.

Enderson Moreira avalia estreia do Sport em 2023, após empate com Maguary

– Acho que início de temporada é coisa normal, o mais importante é a sustentação da parte física e acho que a gente sobrou nesse aspecto no segundo tempo – diz Enderson.

“É saber que tem uma longa caminhada pela frente. A gente não está feliz, mas é evolução. Não adianta imaginar que fossemos jogar tudo que a gente pode. Vai evoluir com os jogos, de maneira natural.”

O Sport estreou com três novatos na escalação titular: o goleiro Renan, o lateral-esquerdo Igor Cariús e o meia Matheus Vargas. Nomes contratados para a temporada de 2023 e que eram esperados para este primeiro duelo, uma vez que chegaram para suprir posições em que o clube teve saídas ao fim do ano passado.

Em campo, contudo, saíram atrás quando o Maguary abriu o placar e desperdiçaram chances, demonstrando dificuldade de aproveitar os espaços criados pelo adversário. No segundo tempo, o empate saiu aos 40 minutos – com gol de Edinho – e tornou-se a etapa que mais agradou o treinador.

– É um trabalho novo, diferente. Se me perguntar como foi, acho que o primeiro tempo não foi de acordo com o que a gente pensava e o segundo foi mais perto do que a gente imagina. Buscou o gol tempo todo e poderíamos ter virado. A gente evoluiu bem no aspecto de posicionamento, de atitude, no segundo tempo.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Ex-Vasco, Jhon Cley recebe proposta do exterior e declina em acerto com o Santa Cruz

Meia havia acertado bases salariais com o clube, mas clube de fora do país chega com oferta mais robusta e negociação declina; Tricolor voltará ao mercado por outro nome

Por Camila Sousa — Recife

globo esporte

Faltava só a assinatura de contrato, a negociação estava encaminhada… Mas declinou: Jhon Cley não vem mais para o Santa Cruz. O meia de 28 anos recebeu uma proposta do futebol do exterior e aceitou a oferta.

Com o desacerto, o clube pernambucano vai atrás de outro jogador para a posição, revela o técnico Ranielle Ribeiro no Podcast Embolada.

Jhon Cley já havia acertado com o Santa Cruz as bases salariais, como noticiou o ge – e agora com a confirmação do próprio Ranielle. O negócio estava resolvido, mas a investida do futebol de fora do país mudou as cartas do jogo.

“O Jhon organizou tudo, a questão financeira, quase bateu o martelo, mas ele tinha uma proposta para o exterior, essa proposta chegou, e infelizmente ele não vai vir”, conta.

No Figueirense, Jhon Cley foi titular em 24 dos 33 jogos que disputou na temporada 22. O meia balançou as redes quatro vezes e distribuiu duas assistências. No início da carreira, defendeu o Vasco, onde se formou nas categorias de base e atuou por três temporadas no profissional.

Técnico do Santa Cruz explica busca por reforços e fala sobre Jhon Cley e Gedoz

O Santa Cruz por outro lado, segue em negociações com o meia Felipe Gedoz, mas, de acordo com comandante tricolor, não houve ainda o acerto porque o atleta tem mercado em divisões acima e pode estar na espera de propostas mais robustas.

– O Gedoz a gente está sempre se conversando. A divisão pesa. Gedoz estava jogando uma Série B, então, de certa forma ele está numa espera de vir uma proposta melhor. Está se tendo uma conversa com o Gedoz, mas com a desistência do Jhon, a busca por outro meia está sendo pontual – completa Ranielle Ribeiro.Reproduzir vídeoReproduzir00:00/00:00Silenciar somTela cheia

Ranielle Ribeiro mostra seus conhecimentos sobre o Santa Cruz

Além de mais um meia, o Santa Cruz ainda procura um atacante de lado e um segundo goleiro, esta posição sem tanta urgência. Marcelinho, extremo ex-Londrina e Paysandu, negociava, mas não houve acerto financeiro. O ge procurou o empresário do atleta, Fabiano Alves, que confirmou a informação.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Vagner Love destaca conexão com Sport para renovar: “Foram três meses, mas muito intensos”

Aos 38 anos, centroavante está no 15º clube da carreira, coleciona títulos expressivos e disputará novamente a Série B do Brasileiro pelo Sport, além das competições do primeiro semestre

Por Camila Alves — Recife

globo esporte

Vagner Love chegou ao Sport na metade do ano passado para a disputa da Série B do Brasileiro, terminou a temporada como artilheiro do time – com sete gols – e terminou renovando o contrato para 2023. Aos 38 anos e novamente na Segunda Divisão nacional, o centroavante diz que a conexão construída na Ilha do Retiro terminou facilitando a decisão pela permanência.

“Facilitou, com certeza, por tudo que vivi em muito pouco tempo aqui no clube. Foram três meses, mas muito intensos.”

– Foi maravilhoso estar aqui com os jogadores, a comissão técnica, assessoria, diretoria. Fiquei feliz de a diretoria ficar, para eu poder continuar junto com o projeto – afirmou.

Love tinha vínculo com o Rubro-negro até novembro do ano passado e assinou um pré-contrato para permanecer no clube em caso de vitória do presidente Yuri Romão nas eleições de dezembro. O cenário acabou se confirmando e abriu caminho para a renovação do centroavante, oficializada na última sexta-feira.

– Quero agradecer à torcida pelo carinho, por essa espera. Eu também estava querendo muito que pudesse anunciar esse meu retorno, mas tinha algumas coisas que eu tinha que resolver antes de estar aqui – explica.

Como chega Vagner Love? Danny Morais analisa situação do centroavante no Sport

Ao longo deste período, entre dezembro e o início de janeiro, Vagner Love passou as férias com a família e também treinou de forma individual, com um preparador físico particular, na praia e no campo da própria casa. O centroavante se reapresentou no Sport na segunda-feira e ainda não tem data prevista para estreia.

“Me preparei muito. Descansei, estive com minha família, treinei bastante e me preparei bem para poder começar o ano bem e poder dar conta do recado.”

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Classificação à Copa do Nordeste abre caixa, e Santa Cruz mira contratações mais “pesadas”

Meias Jhon Cley, ex-Figueirense, e Felipe Gedoz, que estava no Brasiliense, estão em estágio avançado de negociação; clube ainda fará outras contratações

Por Camila Sousa — Recife

globo esporte

O alívio financeiro do Santa Cruz, conquistado após a classificação à fase de grupos da Copa do Nordeste diante do Botafogo-PB, também trará impacto no perfil de contratações do clube a partir de agora. De bolso mais cheio, o Tricolor mira reforços mais caros, pesados, para qualificar o elenco. É o que disse o técnico Ranielle Ribeiro.

– A diretoria deu respaldo até para contratações um pouquinho mais pesadas, com um valor um pouquinho até mais alto, e o mercado não estava ‘muito positivo’ no momento. Mas agora vai ficar, porque nós temos uma grande competição para disputar. Uma competição que chama atleta, se sabe bem da visibilidade que ela dá, que é a Copa do Nordeste. Então, o Santa Cruz está voltando ao cenário que ele não deveria ter saído – destacou.

As movimentações de mercado em busca dessas peças, inclusive, começaram antes mesmo do jogo contra o Botafogo-PB, no domingo. O clube procurou os meias Jhon Cley, ex-Figueirense, e Felipe Gedoz, ex-Brasiliense, para negociar. A situação de ambos está avançada.

Outros atletas, de goleiro, zagueiros e ponta, também virão. O Santa Cruz está em fase final de conclusão do negócio com Gabriel Yanno, por exemplo, prata da casa do Belo.

Procura, agora, mais intensa, que se justifica. Só por participar da fase de grupos da Copa do Nordeste, o clube pernambucano terá direito a R$ 1,9 milhão de cota – o valor sofrerá dedução, mas, no bruto, representa seis vezes mais a folha salarial do elenco.

Santa Cruz se classifica para fase de grupos da Copa do Nordeste

– Com essa perspectiva de jogar a Copa do Nordeste, com certeza vai ser mais uma forma mais atrativa de trazer esses jogadores que queremos – completa Ranielle Ribeiro.

Depois da folga na segunda, o Santa Cruz volta aos treinos nesta terça-feira à tarde, com o elenco dividido. Os titulares fazem regenerativo no Arruda, às 15h30; quem atuou por 45 minutos ou menos, ou nem jogou, trabalha no CT Ninho das Cobras.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Promessa do Fluminense comemora chance profissional no Náutico: “Grande camisa”

Volante Nathan, de 20 anos, estava treinando com elenco do tricolor carioca para disputar a Copa São Paulo de Juniores, mas resolveu aceitar convite para jogar no Alvirrubro pernambucano

Por Redação do ge — Recife

globo esporte

Um dos destaques das categorias de base do Fluminense, o volante Nathan foi apresentado oficialmente como um dos 13 reforços do Náutico para o início da temporada 2023. O jogador, de 20 anos, terá a sua primeira experiência como profissional no Timbu.

Inclusive, antes de acertar a sua vinda para o Alvirrubro, o jogador estava treinando junto ao elenco do Fluminense que está disputando a Copa São Paulo de Juniores. Porém, a mudança de rumo foi algo que agradou o volante.

“Estava me preparando para ir disputar a Copa São Paulo e veio o convite do Náutico. Me motivei bastante por ser o primeiro desafio como profissional e logo em um time muito tradicional no Nordeste e no Brasil, e de uma grande camisa. Não pensei duas vezes”,- destacou Nathan.

Danny Morais analisa elenco e estreia do Náutico em 2023

– O Fluminense tem uma das melhores bases do Brasil e eu já tinha disputado duas Copas São Paulo. Por isso achei melhor para a minha carreira ter esse primeiro desafio profissional. Estou muito motivado e não vejo a hora de estar em campo para mostrar meu potencial e ajudar o Náutico.

Recuperado de uma lesão no ombro e devidamente regularizado, Nathan já esteve no banco de reservas na derrota para o Central, no último sábado, na abertura do Campeonato Pernambucano. Mas não foi acionado pelo técnico Dado Cavalcanti.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.