Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

“Só os idiotas que não tomam”, diz Hélio dos Anjos ao criticar não vacinados; técnico cita desfalques do Náutico

Jovem atacante Júlio e zagueiro João Paulo, reforço para 2022, não podem atuar no Nordestão e Copa do Brasil por não estarem com ciclo vacinal de Covid-19 completo

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

O Náutico perdeu dois jogadores para a estreia da Copa do Nordeste por não estarem com o ciclo vacinal da Covid-19 completo. O zagueiro João Paulo e o atacante Júlio – que também testou positivo para doença – não cumpriram a imunização e ficaram de fora da partida contra o Campinense, nesta terça-feira – pela nova determinação imposta pela CBF.

O técnico Hélio dos Anjos, que já precisa lidar com outros tipos de desfalques, seja por lesão ou por falta de regularização, criticou o fato de jogadores não tomarem a vacina. Primeiro, chamou de idiotas as pessoas que não se vacinam. Depois, amenizou a crítica aos dois atletas – citados nominalmente -, chamando de “irresponsabilidade” o fato de não terem se vacinado.

“Nós estamos perdendo alguns jogadores por questões que fogem do nosso controle. Eu não posso entender jogadores como o João Paulo e o Júlio não tomaram vacina. Isso foge do meu controle. Eu tomei minhas vacinas. Todo mundo tem que tomar vacina. Só os idiotas que não tomam. Na minha visão é isso. Não estou falando que meu jogador é idiota, mas é uma irresponsabilidade muito grande.”

A partir de agora, os jogadores em questão só poderão entrar em campo pelo Nordestão e Copa do Brasil se comprovarem que tomaram as duas doses. Para o Campeonato Pernambucano, não existe a determinação, por isso os dois atuaram diante do Íbis. Júlio, inclusive, marcou seu primeiro gol como profissional, se emocionou e o dedicou à mãe falecida.

No caso de João Paulo, o jogador só tomou a primeira dose ao chegar no Náutico, no dia 11 de janeiro – a pedido do clube. Precisará, então, cumprir o intervalo exigido para ser imunizado com a segunda dose. O clube ainda não tem a data exata que o zagueiro terá o ciclo vacinal completo. Segundo Hélio dos Anjos, os dois jogadores correm o risco de ficar fora de toda a Copa do Nordeste.

“O Júlio, crescendo (de rendimento), não toma vacina. Está sujeito a não jogar o campeonato. João Paulo a mesma coisa. Isso foge do controle do clube, apesar que eu acho que a gente podia ter uma atenção maior. É uma questão de saúde, não precisa ser orientado pelo clube. É orientado pela vida. E isso nos atrapalhou.”

O Náutico ainda alega que foi pego de surpresa com a determinação da CBF, três dias antes da estreia na Copa do Nordeste, e fará uma consulta ao STJD para confirmar se existe alguma alternativa para não perder os atletas por tanto tempo.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pedro Naressi tem lesão na coxa e passa por avaliação diária no Sport

Volante deve ser desfalque nesta semana; Leão enfrenta o Sete de Setembro, pelo Pernambucano, e entra em campo novamente no sábado, diante do Náutico, pela Copa do Nordeste

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

Pedro Naressi sofreu uma lesão na região anterior da coxa direita. Desfalque no último sábado, pela Copa do Nordeste, o volante iniciou a fisioterapia nesta semana e está sob avaliação diária no clube. Mas deve ser desfalque nas duas próximas partidas do Leão.

A retomada às movimentações dependerá de aval do departamento médico. O Leão estreia no Pernambucano nesta quarta-feira, diante do Sete de Setembro. E volta ao campo no sábado, em clássico com o Náutico, pela segunda rodada do Nordestão.

Naressi chegou ao Sport no primeiro grupo de reforços, no início da reapresentação – ao lado do atacante Ray Vanegas -, e foi regularizado na última sexta-feira, dia 21 de janeiro. Apesar disso, o volante ainda não estreou pela equipe.

Emprestado pelo Ceará, após disputar 23 partidas e marcar dois gols pelo Vozão, Naressi está no setor mais reforçado do elenco leonino. Isso porque o Sport também conta com os recém-chegados Blas Cáceres e Nicolás Watson.

Os demais nomes da posição são Ronaldo, Pedro, João Igor, Ítalo, Weverson e Alê Santos. Além de Betinho, mas que acionou o clube na Justiça pedindo rescisão indireta.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Vice de futebol do Sport avalia elenco e adota cautela sobre início de ano: “A gente está otimista”

Rubro-negro manteve base da última temporada e contratou dez reforços para 2022, e tem mais um com chegada prevista – caso do chileno Javier Parraguez

Por Camila Alves — Recife

Globo Esporte

A palavra de ordem na Ilha do Retiro tem sido “cautela” e paciência. Em contraponto à derrota na estreia da temporada – para o CRB, pela Copa do Nordeste -, a diretoria do Sport reforça o momento de reestruturação da equipe. Com quatro competições a disputar, o Rubro-negro manteve parte do elenco do ano passado e trouxe 10 reforços para 2022. Processo que tem agradado a diretoria.

– A gente tem um elenco bom, manteve uma espinha dorsal. Temos a expectativa de um bom começo. A gente está otimista – avalia o vice de futebol do clube, Augusto Carreras.

Além dos dez nomes anunciados até o momento, o Leão ainda deve oficializar a chegada do centroavante Javier Parraguez. Ele se despediu do Colo-Colo no último fim de semana e é aguardado no Recife nos próximos dias.

Antes do centroavante chileno, o Sport anunciou contratações para seis posições diferentes:

  • Zagueiro: Fábio Alemão
  • Lateral-direito: Ezequiel
  • Lateral-esquerdo: Lucas Hernández
  • Volantes: Nicolás Watson, Pedro Naressi e Blas Cáceres
  • Meias: Alanzinho e Denner
  • Atacantes: Jáderson e Ray Vanegas

–:–/–:–

Cabral Neto analisa a derrota do Sport e Javier Parraguez, que deve reforçar o Leão

Ao mesmo tempo, o Sport também promoveu parte da base e manteve nomes que foram importantes na última temporada – como o zagueiro Sabino, o meia Gustavo e o centroavante Mikael. Os dois últimos estão no radar do mercado, mas têm contratos válidos com o Leão.

– Temos que ter um elenco grande, mesclado bem com a base. Por isso que a gente fez subir alguns atletas que não foram nem para a Copinha. Fizemos a reposição de peças e manutenção de boa parte. Tentamos preservar o máximo – explica Augusto Carreras.

O meia Gustavo, inclusive, ainda não estreou nesta temporada porque está afastado após testar positivo para Covid-19, caso também de outros quatro atletas do Leão: o goleiro Carlos Eduardo, o lateral-direito Ezequiel, e os zagueiros Fábio Alemão e Chico.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Santa Cruz inicia melhorias no Arruda e espera finalizar readequações até quarta

Clube teve partida contra Afogados adiada por problemas técnicos em laudo de segurança do estádio, constatados pela Polícia Militar; jogo foi remarcado para o dia 3 de fevereiro

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

O Santa Cruz iniciou as adequações no estádio do Arruda para voltar a receber jogos oficiais com público. A primeira partida da equipe no Estadual, contra o Afogados, que seria no último sábado, foi adiada por problemas técnicos constatados em vistoria da Polícia Militar e remarcada pela Federação Pernambucana de Futebol para o dia 3 de fevereiro.

Dentre as restrições apresentadas, o Santa Cruz começou a resolução de duas delas: a sala da Polícia Militar está sendo pintada e decorada com móveis, e a sala de comando, que estava com uma infiltração, está passando por uma reforma. O clube espera entregar os dois locais em condições até a próxima quarta-feira.

Em relação a outros pontos, o Santa tem discordâncias com o que foi apresentado pela Polícia Militar e fará uma reunião com o comando e Governo do Estado para discutir as questões. O clube entende que o número de catracas existentes são suficientes – contrariando a PM – e que tem laudos aprovados com restrições, ao invés do que foi mencionado pela Polícia de que o clube não possuía.

“O problema com a catraca não existe. Se o portão abre duas horas antes e cada portão tem cinco catracas, há condições suficientes para receber 3 mil pessoas. O laudo tinha restrições, mas a gente tinha em mãos. E o contrato com os orientadores apresentamos na sexta-feira, então não tem problema”, garantiu o CEO do Santa Cruz, Abdias Venceslau.

A partida ficará marcada pela volta da torcida coral ao Arruda. A carga de ingressos é de 3 mil, o número máximo permitido pelo Governo do Estado para partidas de futebol nos três principais estádios de Pernambuco – Ilha do Retiro, Aflitos e Arruda.

Antes do jogo, no entanto, o Tricolor estreia na temporada contra o Caruaru City, no próximo sábado, dia 29, no estádio Vera Cruz.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Joia do Palmeiras, Alan chega ao Sport em busca de afirmação após ser destaque nas seleções de base

Meia de 21 anos está na Ilha do Retiro por empréstimo e estreou no último sábado, acionado do banco no jogo contra o CRB, pela Copa do Nordeste

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

Alan estreou pelo Sport – no último sábado – antes mesmo de ser apresentado na Ilha do Retiro. Acionado como reserva diante do CRB, pela Copa do Nordeste, o meia de 21 anos chega ao clube em busca de afirmação após despontar na base do Palmeiras e nas seleções brasileiras sub-15 e sub-17.

– Com certeza é um ano de afirmação para a minha carreira. Eu dando o meu melhor, com certeza vai dar muitos frutos a todos – diz o atleta, que chegou por empréstimo do Alviverde.

O meia esteve em alta principalmente em 2015 e 2017, quando disputou o Mundial e Sul-Americano de base pela seleção brasileira. Manteve os bons números e marcou 25 gols pelo Sub-20 do Palmeiras, nas duas temporadas seguintes. Com o desempenho, Alan – então chamado de Alanzinho – subiu ao profissional.

– Logo que subi ao profissional do Palmeiras, eu tive poucas oportunidades de mostrar meu potencial e de como todos viram na base. E infelizmente veio a lesão, que atrapalhou também – explica o meia.

Alan estava emprestado ao Guarani há dois anos, quando sofreu uma fratura na perna. Foi retirado de campo na ambulância e levado direto para um hospital de Belo Horizonte, durante duelo com o América-MG. O problema aconteceu em outubro de 2020, durante a Série B do Brasileiro, e ele só voltou a atuar em janeiro do ano passado.

– Foi uma lesão muito grave, mas eu já me recuperei. Estou 100%. Desde 2020 acho que melhorei, ganhei mais força, massa muscular. O tempo que fiquei parado eu treinei bastante – avalia.

Imagem forte: Alan tenta travar chute de Léo Passos e acaba quebrando a perna

Na Ilha do Retiro, ele chega para a posição que tem Gustavo como principal nome no elenco rubro-negro. Os dois ainda não tiveram a chance de atuar juntos – porque o prata da casa leonino está afastado com Covid-19 -, mas a expectativa de Alan é de forma uma parceria com o companheiro de time.

– Acho que ele é mais ponta, joga mais pela beirada, mas joga por dentro também. Eu também faço as duas funções. Espero eu ajudar a ele e ele me ajudar, para a gente fazer o melhor pelo Sport.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Blas Cáceres e Ezequiel aparecem no BID e estão regularizados pelo Sport

Em meio aos últimos recém-chegados, dupla de reforços está treinando com o elenco no CT do Rubro-negro e foi anunciada pelo clube ao longo das últimas semanas

Por Redação do ge

Globo Esporte

Sport tem mais dois reforços regularizados para 2022. Trata-se do volante Blas Cáceres e do lateral-direito Ezequiel. Ambos apareceram no Boletim Informativo Diário da CBF nesta segunda-feira e estão liberados – no âmbito burocrático – para estrear.

Agora, o Rubro-negro tem todo o elenco regularizado no BID – considerando os nomes anunciados pelo clube. Isso porque, antes da dupla de reforços, o Leão havia regularizado outros oito contratados ainda na sexta-feira, pouco antes da estreia na temporada, pela Copa do Nordeste.

Blas Cáceres e Ezequiel, no entanto, chegaram ao clube na última semana. Eles estão entre os nomes com menos tempo de preparação no Sport, então devem passar por recondicionamento físico antes de estrearem. O Leão entra em campo novamente na quarta-feira, diante do Sete de Setembro, pelo Pernambucano. A expectativa é de que os dois possam aparecer no decorrer da partida.

Ezequiel tem 28 anos e chega para o setor em que o Sport contava com Ewerthon como titular na temporada passada. Neste ano, no entanto, o prata da casa ainda não estreou – porque não atende a requisitos do novo protocolo médico estabelecido pela CBF. A posição também conta com Elias e Diego.

Blas Cáceres, por sua vez, chega para o setor mais concorrido do elenco. Até porque o Sport perdeu os titulares Zé Welison e Marcão ao fim da última temporada. A posição também tem outros dois recém-contratados: Pedro Naressi e Nicolás Watson.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Gustavo Florentín faz análise positiva de uso da base como alternativa no Sport

Treinador precisou acionar jogadores que atuaram na Copa São Paulo de futebol Júnior em estreia da temporada, contra o CRB, por conta dos desfalques

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

O técnico Gustavo Florentín teve vários desfalques para a estreia do Sport na temporada, a derrota por 1 a 0 para o CRB, no sábado. Com isso, teve que utilizar jogadores da base que integram o elenco profissional sem muitas chances e também outros ainda mais jovens, que atuaram recentemente na Copa São Paulo de futebol júnior.

Entre titulares certos e possíveis titulares, o treinador não pôde contar na partida com o lateral-direito Ezequiel, lateral e ponta Ewerthon, lateral-esquerdo Sander, zagueiros Fábio Alemão e Sabino, volante Ronaldo e o meia Gustavo.

Dessa forma, os talentos da Copinha Diego (lateral-direito) e Paulinho (atacante) ganharam oportunidades – sendo o primeiro entrando de frente. Além deles, o zagueiro Renzo e o volante Alê Santos foram titulares, e o meia Adryan entrou durante a partida – são da base e integram o grupo profissional.

– Sempre tem de ser feita uma análise, por mais que vários jogadores não tenham jogado. Sempre há coisas para melhorar e evoluir, analisando um crescimento global. Tem que ver o bom, que deu oportunidade para vários jogadores da base, como Renzo que teve oportunidade de jogar como titular, teve bom desempenho e mostrou muita qualidade e caráter. Paulinho também e vários jogadores que subiram da Copa SP que terminou recentemente. Isso é um fator positivo desse jogo dentro de todos os problemas que tivemos.

O treinador também fez rápida avaliação dos reforços utilizados. O atacante Ray Vanegas foi titular junto ao meia Denner. O atacante Jáderson entrou no intervalo.

– (Ray) Uma vez que estiver melhor fisicamente e futebolisticamente vai ajudar muito. Jáderson entrou bem na segunda etapa, um jogador polivalente que pode cumprir várias ações táticas, e Denner creio que no segundo tempo também melhorou. É um jogador que tem muita qualidade, muita técnica e teve uma boa combinação com Pedro tanto defensiva como ofensivamente.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Leston Júnior vê montagem do zero do Santa Cruz como dificuldade e prevê melhora gradual

Treinador coral ressalta pouco tempo de preparação para um time totalmente reformulado, apesar de a equipe ter começado os treinamentos no começo de dezembro

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

Apesar de ter sido o treinador a começar mais cedo a preparação para a temporada 2022 entre os comandantes das grandes equipes do futebol pernambucano, o técnico Leston Júnior prevê início de ano de dificuldade e com evolução gradativa para o Santa Cruz. Para ele, a reformulação do time, após a queda para a Série D, pesa mais para o Tricolor.

– Que pese a gente ter iniciado os treinamentos na primeira semana de dezembro, mas a maioria desses jogadores chegou, alguns, no mês de dezembro, outros no início de janeiro. Esse é um ponto que nós sabemos que enfrentaríamos de dificuldade em função de todo o cenário que o clube ainda vive. Uma dificuldade muito grande quando você tem que remontar do zero um elenco.

Leston lembra que apenas o meio-campista Tarcísio é remanescente do time que disputou os últimos jogos da Série C.

– A nossa pré-temporada vai continuar aí mais umas duas, três semanas. E, infelizmente, jogando jogos oficiais – disse o treinador. A estreia coral, que seria neste domingo, acabou adiada, ainda sem data para acontecer. O próximo jogo está marcado para o sábado, contra o Caruaru City.

Embora tenha apenas o Estadual neste início de ano, consequentemente jogando menos e treinando mais que os principais adversários, o treinador ressalta a falta de conjunto e dificuldades no aspecto físico dos atletas.

– A gente vai precisar ainda condicionar muita gente, ainda melhorar individualmente muita gente e principalmente o aspecto coletivo. São trinta caras basicamente que nunca se viram e a gente tá tentando cada vez mais rápido, obviamente, fazer com que esses trinta caras virem uma equipe extremamente competitiva.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Hélio dos Anjos elogia estreantes na vitória do Náutico e projeta evolução

Treinador fez ressalvas, mas gostou das atuações de Lucas Perri e Ewandro contra o Íbis, marcada por triunfo por 3 a 0 nos Aflitos

Por Carlyle Paes Barreto — Recife

Globo Esporte

Com ressalvas, pelo pouco tempo de trabalho, o técnico Hélio dos Anjos aprovou a performance dos estreantes, na vitória do Náutico sobre o Íbis, sábado, na abertura do Campeonato Pernambucano. O treinador ainda projetou evolução dos novatos.

– Achei muito boa. Tivemos o processo de 27 treinos para a estreia. Como eu vou querer que o Ewandro, por exemplo, estivesse solto? Não dá. Mas ele tem boa qualidade, iniciativa. Lucas (Perri), a única bola que foi no gol, ele fez bem feito e tenho certeza que ele vai desenvolver bem – destacou o comandante timbu.

Hélio dos Anjos falou também do trabalho específico ao goleiro Lucas Perri, novo dono da camisa 1 alvirrubra.

– Trouxemos um preparador de goleiros (Marcos Leme) que forma muito bem o jogador. Trabalhou comigo na Arábia. Mas eu não julgo ninguém por um jogo e não quero que ninguém julgue. Vamos seguir o trabalho com dedicação para buscar os resultados.

No ano passado, o Náutico teve problemas na posição de goleiro, estabilizando-se apenas no decorrer da Série B, com a chegada de Anderson. O clube, no entanto, não conseguiu a renovação do empréstimo do arqueiro. Apostando agora em Lucas Perri.

Depois da vitória na estreia, o Timbu já se prepara para o primeiro jogo na Copa do Nordeste. Nesta terça-feira, o time recebe o Campinense, nos Aflitos.

A equipe se apresentou na manhã deste domingo, no CT Wilson Campos. A comissão técnica aguarda as regularizações dos novatos Leandro Carvalho, Eduardo e Franco.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Nove volantes, oito atacantes: funções foram as mais contratadas por Náutico, Santa Cruz e Sport

Até o momento, Trio de Ferro – termo em referência aos três times da capital pernambucana – oficializou a contratação de 34 reforços; e número deve aumentar nos próximos dias

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

Se os critérios analisados por Náutico, Santa Cruz e Sport na hora de contratar os reforços foram mesmo rigorosos – como eles dizem -, o torcedor pode ficar tranquilo que marcação no meio de campo e gols não vão faltar. Metade dos atletas que chegaram ao Trio de Ferro para a temporada 2022 são de volantes e atacantes. E o número pode aumentar.

Considerando apenas as contratações oficializadas pelo trio, foram 34 jogadores até o momento. Nove são volantes, oito são atacantes. A soma (17) representa 50% do total de atletas recém-chegados a Pernambuco.

A tendência é que o percentual aumente, uma vez que não está contabilizada, ainda, a contratação dos atacantes Robinho, do Náutico – atleta e clube acertaram, falta o anúncio oficial -; e do chileno Javier Parraguez, que está na mira do Sport.As contratações do Trio de Ferro – por posiçãoGoleiros: 3Zagueiros: 5Laterais: 4Volantes: 9Meias: 5Atacantes: 8

A maior contribuição para o elevado número foi do Santa Cruz. A reformulação integral do elenco gerou 18 contratações – e ainda há a expectativa pela chegada de mais um zagueiro no Arruda. As duas funções mais reforçadas foram justamente de volante (5) e atacantes (4). Metade, portanto, das contratações até o momento.

As contratações do Santa para 2022

  • 2 goleiros (Jefferson e Kléver)
  • 2 zagueiros (Lucão e Alex Alves)
  • 3 laterais (Marcos Martins, Dudu Mandai e Ítalo)
  • 5 volantes (Elyeser, João Erick, Gilberto, Rodrigo Yuri e Matheus Lira)
  • 2 meias (Esquerdinha e João Henrique)
  • 4 atacantes (Mateus Anderson, Walter, Matheuzinho e Rafael Furtado)

Leston Júnior começa a montagem do Santa Cruz para 2022

Os rivais não ficaram atrás. No Sport, aliás, a proporção de volantes e atacantes contratados em relação ao total de reforços supera o percentual tricolor. Dos nove atletas anunciados pelo Rubro-negro, três são volantes e dois são atacantes – 55,5%, portanto.

Com reforços, Sport quer melhorar desempenho no início da temporada

A procura por volantes pode ser explicada, no caso rubro-negro, pela perda de dois atletas considerados titulares no setor: Marcão e Zé Welison. Além disso, a oficialização dos reforços engatilhados deve reduzir o percentual – há um lateral (Lucas Hernández ) praticamente fechado, e um atacante (Javier Parraguez) com negociação encaminhada.

As contratações do Sport para 2022

  • 1 zagueiro (Fábio Alemão)
  • 1 lateral (Ezequiel)
  • 3 volantes (Nicolás Watson, Pedro Naressi e Blas Cáceres)
  • 2 meias (Denner e Alan)
  • 2 atacantes (Jáderson e Ray Vanegas)

Atual campeão Pernambucano, o Náutico não investiu tanto em volantes como os rivais. Contratou apenas um, o paraguaio Richard Franco. O ataque, contudo, deve encerrar o primeiro ciclo de contratações como o setor que mais recebeu peças. Além dos dois oficializados – Ewandro e Leandro Carvalho -, o Timbu acertou a contratação de Robinho e deve anunciá-lo em breve.

As contratações do Náutico para 2022

  • 1 goleiro (Lucas Perri)
  • 2 zagueiros (Wellington e João Paulo)
  • 1 volante (Richard Franco)
  • 1 meia (Eduardo Teixeira)
  • 2 atacantes (Ewandro e Leandro Carvalho)

Trauma?

Pode ser coincidência, mas o “alto” investimento em atacantes acontece após uma temporada em que os três times sofreram com o desempenho ofensivo. Dos 18 jogos que disputou na Série C, por exemplo, o Santa Cruz não marcou gols em dez.

Época de vender o peixe: jogadores fazem autopropaganda antes da estreia

O Sport viveu situação semelhante na temporada. Dos 38 jogos na Série A, o Leão passou em branco em 20. Desses, oito foram seguidos, maior jejum do clube no Campeonato Brasileiro.

O Náutico também teve um jejum para chamar de seu na Série B. Bem menor, quatro jogos seguidos, mas que ocorreu num período que comprometeu a campanha alvirrubra na Segundona. A seca de gols coincidiu com a perda de Kieza, lesionado, e está inserida numa sequência de seis jogos sem vitória que tirou o time do G-4 e fez o técnico Hélio dos Anjos deixar o cargo – reassumiu o time na reta final do Campeonato.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.