Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

PF faz operação em SP contra suspeitos de fraudar auxílio emergencial

Investigação aponta prejuízo de cerca de R$ 350 mil do benefício em SP. Mandados de prisão, busca e apreensão também são cumpridos nos estados da Bahia e do Tocantins nesta segunda (9).

Por G1 SP — São Paulo

A Polícia Federal realiza nesta segunda-feira (9) uma operação contra suspeitos de fraudar o auxílio emergencial.

São cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e quatro de prisão temporária nos estados de São Paulo, da Bahia e do Tocantins.

O objetivo da ação é identificar e desarticular a atuação de organizações criminosas que cometeram fraudes para obter ilicitamente valores do benefício concedido pelo Governo Federal aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados durante a pandemia de Covid-19.

De acordo com a investigação, os suspeitos teriam desviado, somente em São Paulo, cerca de R$ 350 mil do auxílio.

Na capital paulista, a polícia cumpre um mandado de prisão, três de busca e apreensão e sequestro de bens. Outros dois alvos são na cidade de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, e em Sorocaba, no interior do estado.

Segundo a Polícia Federal, a partir de cruzamento de informações em bases de dados, os investigadores chegaram em suspeitos de fraudar o recebimento do benefício de forma organizada e estruturada. Os criminosos conseguem os dados pessoais de terceiros para solicitar e receber o dinheiro.

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de estelionato, constituição de organização criminosa e lavagem de dinheiro.

A ação, denominada Primeira Parcela, em alusão ao pagamento das parcelas do auxílio emergencial, é a primeira feita por meio de uma força-tarefa formada pela Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Receita Federal, Controladoria-Geral da União, Caixa Econômica Federal e Tribunal de Contas da União para identificar fraude no auxílio.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Carreta tomba na Av. Brasil e deixa o trânsito congestionado

O motorista e uma mulher tiveram ferimentos leves e foram levados para o hospital. Por volta das 7h30, o congestionamento era longo na via. Equipes trabalham no local mas não há previsão de retirada da carreta.

Por Nathalia Castro, Bom Dia Rio

Carreta tomba na Avenida Brasil, no Rio, e causa congestionamento

Uma carreta tombou na Avenida Brasil no começo da manhã desta segunda-feira (9), na altura da passarela três, no Caju, na Zona Norte do Rio. O veículo ocupa uma faixa da pista central em ambos os sentidos. Por volta das 7h30, os motoristas enfrentavam um longo congestionamento na via.

O motorista e uma mulher tiveram ferimentos leves e foram levados para o Hospital Souza Aguiar. O trânsito na região é lento. Muitos motoristas passam devagar para ver o acidente.

Os bombeiros foram acionados às 4h20 Equipes trabalham no local mas não há previsão de retirada da carreta.

Carreta tomba na Avenida Brasil na manhã desta segunda-feira (9) — Foto: Reprodução / TV Globo

Carreta tomba na Avenida Brasil na manhã desta segunda-feira (9) — Foto: Reprodução / TV Globo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Operação de combate à pornografia infantil cumpre mandados em 10 estados e mais 4 países

Sétima fase da Luz na Infância ocorre também na Argentina, Estados Unidos, Panamá e Paraguai. Força-tarefa apura crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes na internet.

Por Gabriel Palma, TV Globo

Investigadores de Santa Catarina participam da operação de combate à pornografia infantil — Foto: CIJ/Divulgação

Investigadores de Santa Catarina participam da operação de combate à pornografia infantil — Foto: CIJ/Divulgação

O Ministério da Justiça e Segurança Pública e policiais civis de 10 estados deflagraram, na manhã desta sexta-feira (6), a sétima fase da Operação Luz na Infância. O objetivo é combater crimes de abuso e exploração sexual praticados na internet contra crianças e adolescentes.

Estão sendo cumpridos 137 mandados de busca e apreensão no Brasil e em mais quatro países: Argentina, Estados Unidos, Panamá e Paraguai.

Até a última atualização desta reportagem, 16 pessoas haviam sido presas em flagrante, em seis estados (veja balanço abaixo). Os suspeitos podem ser detidos caso os policiais encontrem material pornográfico nos endereços.

Policiais cumprem mandados em Buenos Aires, na Argentina, em operação de combate à pornografia infantil — Foto: CIJ/Divulgação

Policiais cumprem mandados em Buenos Aires, na Argentina, em operação de combate à pornografia infantil — Foto: CIJ/Divulgação

Os mandados judiciais ocorrem nos seguintes estados:

  • Alagoas (1 preso)
  • Ceará
  • Goiás
  • Mato Grosso
  • Pará (3)
  • Paraná (2)
  • Rio de Janeiro (1)
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina (6)
  • São Paulo (3)

As penas para os crimes investigados variam de 1 a 8 anos de prisão. Quem armazena material de pornografia infantil pode cumprir pena de 1 a 4 anos de reclusão. Já para quem compartilha, a pena prevista é de 3 a 6 anos. A punição para quem produz esse tipo de material é de 4 a 8 anos de prisão.

De acordo com o Ministério da Justiça, a operação tem colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.

Operação contra pornografia infantil prende 106 suspeitos em todo o Brasil

Outras fases

Veja os balanços das fases anteriores da Operação Luz na Infância:

  • Luz na Infância 1: Realizada em 20 de outubro de 2017, cumpriu 157 mandados de busca e apreensão. Foram presas 108 pessoas.
  • Luz na Infância 2: Realizada em 17 de maio de 2018, cumpriu 579 mandados de busca e apreensão. Foram presas 251 pessoas.
  • Luz na Infância 3: Realizada em 22 de novembro de 2018, cumpriu 110 mandados de busca e apreensão no Brasil e na Argentina. Foram presas 46 pessoas pela Polícia Civil.
  • Luz na Infância 4: Realizada em 28 de março de 2019, cumpriu 266 mandados de busca e apreensão. Foram presas 141 pessoas.
  • Luz na Infância 5: Realizada em 04 de setembro de 2019, cumpriu 105 mandados de busca e apreensão. Foram presas 51 pessoas. Além do Brasil, a operação foi realizada nos Estados Unidos, Equador, El Salvador, Panamá, Paraguai e Chile.
  • Luz na Infância 6: Realizada em 18 de fevereiro de 2020, cumpriu 112 mandados de busca e apreensão e prendeu em flagrante 43 pessoas no Brasil e quatro no exterior.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Dólar fecha cotado a R$ 5,54, com perspectiva de vitória de Biden

Moeda norte-americana registrou recuo de 1,92% e foi cotada a R$ 5,5459 na quinta-feira (5). O resultado é o menor desde 9 de outubro.

Por G1

O dólar fechou em queda de 1,92%, cotado a R$ 5,5459, na quinta-feira (4), com a reação positiva dos mercados diante dos resultados da eleição nos Estados Unidos, com o democrata Joe Biden se aproximando da vitória. O resultado é o menor desde 9 de outubro.

Com o recuo, o dólar passou a acumular queda de 3,35% no mês, embora ainda tenha alta de 38,31% no ano. Veja mais cotações.

Já o Ibovespa avançou 2,95% e voltou a alcançar os 100 mil pontos.

O Banco Central realizou nesta quinta-feira leilão de swap tradicional de até 12 mil contratos com vencimento em abril e agosto de 2021, disse a Reuters.

Mercado financeiro responde positivamente à ascensão de Biden

Cenário externo e local

As atenções dos investidores seguem voltadas para a definição do resultado das eleições nos Estados Unidos. Se vencer em Nevada, o candidato democrata Joe Biden terá votos suficientes no Colégio Eleitoral para ser eleito o 46º presidente dos EUA. Para o republicano Donald Trump, o caminho é mais difícil: é necessário vencer na Geórgia, na Carolina do Norte e na Pensilvânia e virar o resultado em Nevada.

Lá fora, as bolsas europeias operavam em alta. Já os preços do petróleo tinham leve queda.

“A possibilidade de Trump judicializar as regras de voto pelo correio ou pedir recontagem de votos em algumas regiões do país já está assimilado no mercado financeiro, que segue em evolução. A expectativa é que o Senado siga liderado pelos republicanos e a Câmara com os democratas. De qualquer forma, cresce a expectativa do novo programa de estímulo [nos Estados Unidos]”, destacou a a equipe da Mirae Asset.

Já Comissão Europeia avaliou que a segunda onda da pandemia de coronavírus destruiu as esperanças de uma rápida recuperação econômica na zona do euro. Segundo as novas previsões da Comissão, o Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro cairá 7,8% este ano e a recuperação em 2021 será menos expressiva que o esperado: 4,2%, contra 6,1% da estimativa de julho.

Por aqui, permaneceram as preocupações em torno da trajetória da dívida pública e capacidade do governo de encaminhar um plano crível de recuperação das contas públicas.

As dúvidas sobre como o governo financiaria um programa de assistência social sem furar o teto de gastos têm concentrado as atenções dos investidores locais, que também seguem descontentes com o caminhar da agenda de reformas estruturais. Esse cenário, somado ao patamar extremamente baixo da taxa Selic e a um crescimento econômico fraco, ajudam a explicar a alta acumulada de mais de 40% do dólar no ano ante o real.

Entre os investidores, há uma forte percepção de que as políticas de Biden colaborariam para um dólar globalmente mais fraco, principalmente com a expectativa de aprovação de novas medidas de auxílio fiscal na maior economia do mundo, o que pode dar apoio a divisas de países emergentes.

Para o Roberto Indech, estrategista-chefe da Clear Corretora, embora o dólar possa perder força nos mercados, a tendência é que a volatilidade permaneça por aqui. “Como estamos com um déficit fiscal, podemos sentir de forma diferente a queda da moeda ou nem sentir. A nossa situação fiscal está contribuindo para a alta do dólar e a moeda está extremamente alta, devido ao nosso cenário fiscal bastante preocupante”, avalia.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Vídeo mostra professor sendo assaltado durante aula online em SP; alunos percebem ação e acionam polícia

Educador dava aula virtual de contabilidade para 20 alunos quando foi rendido por seis assaltantes. Criminosos tentaram fugir, mas foram detidos.

Por Carolina Ianelli, Bom Dia SP e G1 SP — São Paulo

Professor é assaltado durante aula online

Um professor teve a casa invadida enquanto dava aula online na noite desta quarta-feira (5), na Zona Norte de São Paulo. Seis assaltantes participaram da ação. Os alunos que acompanham a aula virtual perceberam o ocorrido e chamaram a polícia.

Professor de contabilidade de uma universidade particular, Mário Cândido Santos, conta que estava dando aula para 20 estudantes quando “sentiu uma gravata”.

“Era um assaltante e junto eu ouvi as vozes: ‘fica quieto, isso aqui é um assalto. A gente vai limpar sua casa, onde está sua filha, onde está o dinheiro e onde está as outras coisas?'”, narra.

A filha do professor, que está grávida de oito meses, também foi feita refém.

Professor tem casa invadida durante aula online em SP e alunos acionam a polícia

“E aí virou uma noite de terror, porque foram buscar minha filha e trouxeram minha filha para ficar perto de mim, ficavam o tempo inteiro [falando]: ‘ou você dá dinheiro ou eu vou fazer mal para sua filha’.”

A ação dos assaltantes foi transmitida pela câmera do notebook que continuou ligada. Com isso, os alunos chamaram a polícia.

Jonatan Araújo, cabo da Polícia Militar, afirma que um suspeito se rendeu e outros cinco tentaram fugir, mas os seis foram detidos.

Outro caso

No Butantã, na Zona Oeste, também houve um registro de invasão à residência. Um jovem chegava em sua casa por volta das 23h, quando foi abordado por dois homens. A vítima é cadeirante e foi amarrada e trancada no banheiro, enquanto a dupla roubava a casa.

Os suspeitos chegaram a fugir, mas viaturas do Batalhão de Ações Especiais da Polícia (Baep) alcançaram o carro. A dupla foi presa.

Ezequiel Ramalho da Silva, primeiro tenente da Polícia Militar, afirma que os suspeitos não respeitaram a ordem de parada da PM. Com eles, foi encontrado uma pistola falsa, um revólver calibre 38 com munição e um soco inglês.

“No veículo, a gente conseguiu localizar apenas os dois celulares da vítima, os documentos pessoais e cartões bancários. Os eletroeletrônicos, provavelmente, eles dispensaram em algum outro local, que eles não quiseram informar”, afirmou o primeiro tenente.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Estudante baiana que conseguiu R$ 40 mil com vaquinha online para custear doutorado embarca para Portugal: ‘Sou muito grata’

Joelma dos Santos é de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador. Ela foi selecionada para doutorado em estudos africanos no Instituto Universitário de Lisboa.

Por TV Subaé

Jovem consegue R$ 40 mil reais em vaquinha online para custear doutorado em Portugal

Joelma dos Santos, a estudante de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, selecionada para o doutorado em estudos africanos no Instituto Universitário de Lisboa, embarcou para o país europeu na quarta-feira (4). Ela conseguiu arrecadar os R$ 40 mil que precisava para arcar com os custos dos estudos em uma vaquinha online.

A caminho do avião, ela gravou um vídeo onde agradeceu por todo apoio.

“Eu estou embarcando, enfim, estou indo para Portugal para fazer meu doutorado. Para dar uma satisfação, então eu vim para agradecer a todos vocês pela ajuda e por terem acreditado em mim. Eu sou muito grata. Muita obrigada”, contou.

Estudante baiana que conseguiu R$ 40 mil com vaquinha online para custear doutorado embarca para Portugal: 'Sou muito grata' — Foto: Reprodução / TV Subaé

Estudante baiana que conseguiu R$ 40 mil com vaquinha online para custear doutorado embarca para Portugal: ‘Sou muito grata’ — Foto: Reprodução / TV Subaé

A feirense é graduada em História pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e mestre pela Universidade Estadual da Bahia (Uneb).

Após a aprovação na seleção, Joelma resolveu pedir ajuda por meio da internet porque não tinha condições financeiras de arcar com os custos do doutorado em outro país e nem bolsa de estudos. Ela criou a campanha na internet e arrecadou a quantia que precisava.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Atleta mirim do Rio faz e vende doces para disputar campeonato nacional de ginástica artística

Jeanne Baptista Barbosa tem 10 anos e tomou a iniciativa de vender os doces para pagar a viagem ao Campeonato Brasileiro de Ginástica Artística de 2021.

Por Alexandre Henderson, Bom Dia Rio

Ginasta de 10 anos faz e vende doces para participar de campeonato nacional

Ginasta de 10 anos faz e vende doces para participar de campeonato nacional

Uma ginasta mirim do Rio de Janeiro faz doces em casa para vender e custear o seu sonho de disputar o Campeonato Brasileiro de Ginástica Artística de 2021.

A iniciativa de Jeanne Baptista Barbosa, de 10 anos, de vender os doces a R$ 2 tem ajudado ainda a complementar a renda da família.

A mãe de Jeanne, Estela Baptista Borges, decidiu parar de trabalhar para acompanhar a filha. O pai da atleta é caminhoneiro.

“No início, a gente não esperava essa repercussão. A ideia era vender aqui no prédio para os vizinhos, porque todo mundo conhece a Jeanne, só que começaram a surgir muitas encomendas, de pessoas querendo caixa fechada com cem, duzentos doces”, disse Estela.

Jeanne está no quarto ano do ensino fundamental e treina há um ano e meio na Vila Olímpica da Penha, na Zona Norte do Rio. No ano passado, ela ficou em primeiro lugar no campeonato estadual. Para a atleta não parar de treinar durante a pandemia, os pais quiseram estimular a filha e adaptaram um espaço da casa para os treinos de ginástica.

“Ela é extremamente determinada. Treina três vezes na semana no ginásio e nos outros dias ela treina em casa. E é rigoroso, aquele horário dela é sagrado”, afirmou a mãe da atleta.

A ginasta mirim ainda não tem patrocínio, mas se depender dela, não é isso que vai impedi-la de ir atrás dos objetivos. “O meu sonho é ir para as Olimpíadas, fazer parte da seleção brasileira. Eu dou tudo de mim. Tudo o que eu posso fazer, eu faço pela ginástica, porque se eu não correr atrás do meu sonho, ninguém vai correr por mim”, disse a pequena atleta.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Terceiro dia de apagão no AP tem filas em postos de gasolina e procura por água potável

Estado está sem o fornecimento regular desde a noite de terça-feira (3). Gabinete de crise do Ministério de Minas e Energia foi montado e ministro Bento Albuquerque foi para o estado.

Por John Pacheco, G1 AP — Macapá

O Amapá chega nesta quinta-feira (5) ao terceiro dia de apagão, com falta de energia em 14 dos 16 municípios do estado. O problema já impacta o atendimento de serviços básicos como comércios, telecomunicações e bancos. Não há previsão para o serviço ser restabelecido.

Desde as primeiras horas desta manhã, estabelecimentos que têm gerador de energia, como postos de combustível e supermercados, estão com grandes filas, algumas com mais de um quilômetro. As pessoas também tentam estocar água potável e lotam locais que vendem água mineral.

A falha afeta o funcionamento das redes de telefonia fixo, móvel e de internet, que funcionam de maneira limitadaHospitais funcionam por meio de geradores.

O Ministério de Minas e Energia (MME) criou na quarta-feira (4) um gabinete de crise e enviou uma comitiva ao Amapá para supervisionar as medidas adotadas para o restabelecimento de energia elétrica no estado. O ministro Bento Albuquerque está no Macapá e vai dar uma entrevista coletiva nesta manhã sobre o assunto.

A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) informou que “um problema na linha de transmissão do Sistema Interligado Nacional causou a interrupção do fornecimento de energia no estado” e que o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) investiga as causas do problema.

Na tarde desta quarta-feira, o ONS afirmou em nota que houve um desligamento automático das linhas de transmissão Laranjal/Macapá C1 e C2 e das usinas hidrelétricas Coaracy Nunes e Ferreira Gomes.

“Foi iniciada a recomposição parcial das cargas da usina hidrelétrica Coaracy Nunes. O ONS está coordenando os agentes envolvidos e acompanhando a situação para que haja o mais rápido restabelecimento possível do fornecimento de energia na região”, informou.

Além da falta de energia, uma chuva intensa ocorreu durante horas no estado e também houve muitos raios. O Centro Integrado de Operações em Defesa Social (Ciodes) informou que recebeu registros de duas pessoas atingidas pelas descargas elétricas.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Serra se torna réu por suspeita de caixa 2, corrupção e lavagem de dinheiro no dia da prescrição do caso

Três empresários também se tornaram réus. Investigação estava no Supremo Tribunal Federal porque, para o ministro Gilmar Mendes, fatos alcançavam mandato do parlamentar, que tem foro privilegiado.

Por Julia Affonso, GloboNews e G1 SP — São Paulo

José Serra, do PSDB, se torna réu por suspeita de caixa 2, corrupção e lavagem de dinheiro

O juiz Marco Antonio Martin Vargas, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, aceitou denúncia contra o senador José Serra (PSDB) e os empresários José Seripieri Filho, da Qualicorp, Mino Mattos Mazzamati e Arthur Azevedo Filho nesta quarta-feira (4) e os quatro se tornaram réus. Eles são acusados de caixa dois, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A decisão ocorre no dia em que o caso prescreveria.

Na decisão, o juiz apontou “indícios suficientemente seguros, idôneos e aptos a indicar, neste momento processual, a plausibilidade da tese acusatória erigida no sentido de que o acusado José Chirico Serra tenha, em tese, recebido doações eleitorais não contabilizadas no valor total de R$ 5 milhões, durante a campanha eleitoral de 2014, de modo a demonstrar, por ora, a viabilidade da acusação e a presença de justa causa para dar início a persecução penal”.

O magistrado ainda decretou sigilo dos autos “a fim de evitar interferências indevidas no processo eleitoral municipal de 2020, tendo em vista sua proximidade”. O sigilo termina “ao final do segundo turno do pleito eleitoral (28 de novembro de 2020)”.

Na decisão dessa quarta (4), o juiz eleitoral também determinou o arquivamento do inquérito em relação a Rosa Maria Garcia, Roberto Coutinho Nogueira e Fernando Coutinho Nogueira e extinguiu a punibilidade em relação a Luiz Roberto Coutinho Nogueira (falecimento). O magistrado concedeu 10 dias para os acusados responderem à acusação e arrolarem testemunhas.

Procurado, o empresário José Seripieri Filho, da Qualicorp, disse por meio de nota que “o Ministério Público Eleitoral apresentou uma denúncia repleta de ilegalidades”, onde “permanece ainda o ambiente de excessos, apesar das correções já feitas pelo Supremo Tribunal Federal”.

“Ao apurarem uma doação eleitoral, os denunciantes conseguiram transmutar essa ação em crime típico de funcionário público, mas atribuído a uma pessoa de atividade privada, o que é vedado pela lei. E, ao que parece, levou a contradições inerentes à própria delação colhida anteriormente, que pode ter sido ou esquecida ou confundida. Difícil saber pela peça do MPE. Diante de tão frágil alegação e do pouco nexo probatório, a denúncia deve ter vida breve nos tribunais. Sim”, disse a nota de Seripieri Filho.

G1 também procurou a defesa do senador José Serra, que afirmou que não tomou conhecimento da íntegra da denúncia feita pelo Ministério Público Eleitoral e, por isso, não há como nos manifestar além do que já foi dito mais cedo, na ocasião da divulgação da informação de que o ministro Gilmar Mendes, do STF, havia liberado o processo para a Justiça Eleitoral de SP.

Na nota divulgada mais cedo, os advogados de Serra, Flávia Rahal e Sepúlveda Pertence, disseram que “o inquérito que remanesce e que volta à Justiça Eleitoral de Primeira Instância é vazio e não pode ter outro destino que não o arquivo”.

“José Serra continua acreditando no discernimento da Justiça e aguarda com serenidade o reconhecimento das demais ilegalidades e das inverdades das acusações que lhe foram feitas”, afirmaram os advogados (veja abaixo).

Devolução

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, devolveu para a Justiça Eleitoral de São Paulo o inquérito que investiga suposta prática de caixa dois (recursos de campanha não contabilizados) pelo senador José Serra (PSDB-SP).

O envio foi feito na última quinta-feira (29), data próxima da prescrição do caso, ou seja, quando se encerra o prazo máximo para punição pela irregularidade.

Em setembro, Mendes determinou que a investigação por suposto caixa 2 contra fosse remetida ao STF — em julho, Serra foi alvo de uma operação da Justiça Federal de São Paulo, com participação do Ministério Público Eleitoral, que investiga o suposto caixa dois de R$ 5 milhões na campanha ao Senado em 2014.

Naquela decisão, o ministro considerou que o caso deveria ter andamento no Supremo em razão da prerrogativa de foro do senador no STF. Isso porque, para Mendes, os fatos ultrapassam a campanha de Serra ao Senado em 2014 e alcançam o mandato no Senado.

A Procuradoria-Geral da República defendeu que a investigação deveria ter continuidade na Justiça Eleitoral de São Paulo.

O parecer, assinado pela subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, pediu ao Supremo para arquivar a apuração que faz referência a fatos posteriores a 2014 – ano em que Serra foi eleito senador e, com isso, passou a ter foro privilegiado.

Ministro Gilmar Mendes reconhece foro privilegiado do senador José Serra

Defesa

Segundo os advogados Flávia Rahal e Sepúlveda Pertence, “o Supremo e o próprio Ministério Público Federal reconheceram a nulidade da absurda busca e apreensão ordenada pela Justiça Eleitoral nos endereços de José Serra, com a determinação de desentranhamento de tudo aquilo que foi originado a partir das medidas invasivas e ilegais determinadas contra o senador”.

A nota da defesa aponta ainda que “a própria PGR afirmou, em sua manifestação, que “tampouco há indícios acerca da prática de crimes durante e relacionados ao mandato de Senador da República”.

Para os advogados, “com isso, houve o arquivamento de toda a parte do inquérito posterior a 2014, comprovando o objetivo que sempre se teve com essa investigação: desmoralizar a imagem e reputação do senador”.

Rahal e Pertence afirmam que José Serra “continua acreditando no discernimento da Justiça e aguarda com serenidade o reconhecimento das demais ilegalidades e das inverdades das acusações que lhe foram feitas”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Noiva deve ser indenizada por falta de energia elétrica no casamento: ‘Estávamos tristes’

Justiça determinou, em segunda instância, pagamento de R$ 22 mil pela Cemig. Cabe recurso.

Por Ana Tereza Almeida, G1 Minas — Belo Horizonte

Casal é indenizado por falta de energia durante casamento — Foto: Arquivo pessoal/Hillary Silva

Casal é indenizado por falta de energia durante casamento — Foto: Arquivo pessoal/Hillary Silva

Foram dois anos e meio de namoro e um ano organizando a festa de casamento. A história de Hillary Monteiro Silva, de 23 anos, e de Gabriel dos Santos Silva, de 27, tem o começo parecido com o de muitos casais, mas o momento tão sonhado da chegada da noiva na cerimônia não saiu como planejado.

“Fui me arrumar e, ao voltar para a cerimônia, fiquei sabendo que a falta de energia atrapalhou a realização do meu sonho. Não tinha bebida gelada, a banda composta por familiares, outro desejo que eu tinha, não poderia tocar e a comida estava passando do ponto ideal para o consumo”, lembra Hillary.

A Justiça decidiu, nesta terça-feira (3), que a Cemig deve indenizar o casal em R$ 22 mil pela falta de luz durante o casamento, que foi realizado no dia 10 de março de 2018 na cidade de Governador Valadares. Cabe recurso.

O casamento foi realizado em uma chácara, às 16h. A noiva passou a noite anterior no local junto com familiares. Acordou e viu que faltava energia, mas achou que voltaria rápido. Segundo ela, a família ligou para a Cemig, que respondeu que tudo estaria normalizado antes das 14h.

“Não gosto de lembrar deste dia, me dá um sentimento ruim. Houve má prestação de serviço pela companhia, pois nenhuma notificação prévia de falta da energia foi enviada. Ficamos desnorteados. Não tem nem uma foto boa do meu casamento. Estávamos tristes. A comida era feijoada. As pessoas passaram o dia procurando folhas para a carne não passar do ponto e comprando gelo”, lembrou a estudante.

Festa de casamento em Governador Valadares fica sem energia elétrica — Foto: Arquivo Pessoal/Hillary Silva

Festa de casamento em Governador Valadares fica sem energia elétrica — Foto: Arquivo Pessoal/Hillary Silva

Em primeira instância, o juiz Amaury Silva determinou o pagamento de indenização no valor de R$ 2,6 mil por danos materiais e de R$ 20 mil por danos morais. Em segunda instância, a 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) manteve a sentença da Comarca de Governador Valadares.

O que diz a Cemig

A Cemig informou que tomou conhecimento do resultado do julgamento e está avaliando se recorrerá da decisão. E diz ainda:

“A empresa salienta que, apesar de atuar fortemente na manutenção preventiva e modernização de seu sistema elétrico, eventualmente podem ocorrer episódios isolados de interrupção, que não estão sob seu pleno domínio, como casos de acidentes, tempestades, abalroamentos, árvores caídas, dentre outras intempéries e eventos da natureza. A empresa lamenta casos como o citado na matéria, e reforça que em casos de falta de energia, atua para que o restabelecimento seja sempre o mais breve possível, além de investir continuamente para que haja um fornecimento de energia contínuo e de qualidade para todos os seus clientes”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.