Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Biden diz que ataques cibernéticos podem provocar uma “guerra real”

Gabriela Bulhões  

Olhar Digital

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, alertou para os impactos dos ataques de hackers a agências governamentais e empresas do país. De acordo com ele, esse tipo de ação pode levar a uma “guerra de tiros real”. A declaração aconteceu após uma série de invasões que resultaram em paralisações em importantes operações de petróleo e frigoríficos nos EUA.

O discurso de Joe Biden foi feito durante uma sessão no Gabinete do Diretor de Inteligência Nacional. Segundo o presidente norte-americano, as ameaças hackers “são cada vez mais capazes de causar danos e interrupções no mundo real”, sendo assim, uma “verdadeira guerra” poderia ser “consequência de uma violação cibernética”.DE

Em março deste ano, o governo norte-americano alegou que Vladimir Putin estava coordenando uma ação para apoiar a candidatura de Trump à reeleição por meio de desinformação nas redes sociais. Ademais, ainda houve o acuso de que a China estaria por trás de alguns dos ataques contra os sistemas dos EUA.

Isso porque os supostos ataques da Rússia contra os Estados Unidos não foram apenas feitos por hackers com o objetivo de atingir negócios específicos, mas também teriam sido organizados pelo governo russo para desestruturar o sistema eleitoral do país rival.

Sobre Putin, Biden afirmou: “É uma violação pura de nossa soberania. O Sr. Putin tem um problema real. Ele está sentado no topo de uma economia que tem armas nucleares e poços de petróleo, e nada mais. Nada mais. Ele sabe que está realmente encrencado, o que o torna ainda mais perigoso”

Além disso, o presidente norte-americano já havia dito sobre a importância de uma resposta caso as ameaças russas continuassem. Porém, com os ataques virtuais sendo uma parte das constantes tentativas de atingir o governo, Biden pontuou que haveria maior desenvolvimento na próxima década do que nos últimos 50 anos: “Realmente, vai ficar mais difícil.”

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.