Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Aumento de casos de Covid e gripe faz Secretaria de Justiça adotar rodízio de servidores em unidades administrativas

Medida foi iniciada nesta terça-feira (25) e vale, a princípio, até o dia 4 de fevereiro. Determinação não atinge as unidades prisionais do estado, segundo o governo.

Por g1 PE

Por causa do aumento no número de casos de Covid-19 e gripe, o governo do estado adotou, a partir desta terça-feira (25), um rodízio de servidores que atuam nas unidades administrativas da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco. Metade do efetivo passou a trabalhar de casa, e a outra parte cumpre o expediente presencialmente.

Um documento sobre essa medida, com data da segunda-feira (24), foi encaminhado aos servidores da secretaria. De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), essa determinação de rodízio de servidores não atinge as unidades prisionais do estado e vale, a princípio, até o dia 4 de fevereiro.

Por meio de nota, a secretaria afirmou que essa decisão foi causada pelos “pedidos de afastamento por parte de servidores dos setores administrativos com relatos de sintomas de Covid-19 e/ou influenza”. Também disse que reavalia a medida nas próximas duas sextas-feiras para definir se vai manter o rodízio por mais tempo.

g1 solicitou à secretaria o número atual de servidores afastados por terem sido diagnosticados com Covid-19 ou influenza, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem. Segundo o governo de Pernambuco, o rodízio não foi adotado em outras secretarias estaduais.

O comunicado apontou que os servidores administrativos da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco devem seguir o seguinte expediente: trabalho das 9h às 16h, com uma hora de almoço. Em cada setor administrativo, deve ficar, ao menos, um trabalhador.

O documento trouxe a explicação de que a “medida é exclusiva para os servidores lotados no expediente das unidades administrativas e operacionais, excetuando-se os servidores lotados nos plantões das unidades prisionais”.

Ainda no comunicado, foi informado que os trabalhadores com mais de 60 anos ou que têm doenças pré-existentes (comorbidades) devem adotar o trabalho remoto, até o dia 8 de fevereiro de 2022.

O governo também ressaltou a necessidade de manutenção de medidas de higiene nas unidades administrativas da Seres, como o uso de máscaras e álcool em gel. O estado também afirmou para “cada servidor observar a realização do esquema vacinal completo para a prevenção e combate à Covid-19, inclusive com a dose de reforço”.

Visitas

No dia 21 de janeiro, o governo de Pernambuco anunciou a suspensão das visitas familiares presenciais a detentos em 13 unidades prisionais do estado. A medida, segundo a Seres, ocorre devido à alta de casos de Covid-19 e da Influenza A H3N2.

De acordo com a secretaria, as visitas ficaram suspensas no sábado (22) e no domingo (23) e também não podem ser realizadas nos dia 29 e 30 de janeiro. “Semanalmente, a suspensão deve ser reavaliada, com base no cenário epidemiológico do estado”, afirmou, em nota.

Covid-19 no estado

Nesta terça-feira (25), Pernambuco confirmou mais 2.781 casos da Covid-19 e nove mortes de pacientes com a doença. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), com os novos registros, o estado passou a totalizar 672.585 confirmações da infecção e 20.599 óbitos.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.