Valdivia do Íbis marca golaço e quer título de gol mais bonito do pior time do mundo; vote

Por Lucas Liausu, Recife

Globo Esporte

Nome de craque, clube famoso e gol histórico. Esse é um breve relato do que aconteceu no último domingo no Estádio Gileno de Carli, no Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco. Longe dos holofotes, o meia Valdivia – não o ex-Palmeiras, nem o ex-Internacional, mas a versão pernambucana – marcou um golaço de falta pelo Íbis e agora quer mais: o posto de autor do gol mais bonito da história do “Pior Time do Mundo”.

– Meu gol dá para concorrer como um dos mais bonitos. Foi um golaço e espero que a torcida me dê essa moral para o meu gol ser o mais bonito da história do Íbis – fala o meia de 23 anos e que está em sua terceira temporada no pior time do mundo.

O tento de Valdivia garantiu o empate do Íbis contra a Cabense e de quebra a invencibilidade da equipe na Série A-2 do Campeonato Pernambucano. O Pássaro Preto lidera o Grupo D empatado com a equipe B do Sport. A importância do gol faz Valdivia ganhar pontos na concorrência com os rivais.

Valdivia, Nininho ou Agostinho? Vote no gol mais bonito da história do Íbis

A história do Íbis não é recheada de belos gols, mas o GloboEsporte.com selecionou outras duas “pinturas” do melhor time do mundo para concorrer com Valdivia. E ele já começou a campanha desbancando os rivais.

Em 2012, Nininho deu uma cavadinha para vencer o goleiro do Jaguar e garantir a vitória do íbis por 3 a 2 no jogo que ficou conhecido como “o pior clássico do mundo”.

– Não foi melhor que o meu, não. Bola rolando é mais fácil. Eu o desafio a fazer um gol de falta. Com certeza o meu vai ganhar.

O outro concorrente é um gol no melhor estilo Barcelona. Com um toque de bola que começou na defesa, o pior time do mundo contou com a precisão do atacante Agostinho lá na frente para fechar a bela jogada. Mas nem ele fez Valdivia ceder.

– Foi um golaço, mas como eu digo, de falta é sempre mais difícil. É competência e concentração. O meu está na frente. Não tem isso de estilo Barcelona. Quero ver na falta.

História do apelido

Valdivia foi batizado com o nome de Wallace Duarte Brandão, mas em 2009, logo que começou a tentar a carreira de jogador, recebeu o apelido fazendo referência ao craque chileno.

– Eu tinha o cabelo grande e o estilo parecia também. Começaram a me chamar assim e eu aceitei. É um jogador que sempre admirei também.

Além do estilo dentro de campo, Valdivia curte também as atitudes do chileno fora dos gramados. Ele ficou conhecido também pelas provocações aos rivais do Palmeiras, clube que defendeu no Brasil de 2006 a 2015.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.