Uma pessoa é presa e duas são procuradas em ação contra fraudes em licitações de alimentos em PE

Por G1 PE

Uma pessoa foi presa e duas são procuradas pela Polícia Civil em uma ação contra quadrilhas envolvidas em crimes em licitações para compra de alimentos para prefeituras em Pernambuco. A Operação Castelo de Farinha, deflagrada nesta quinta-feira (11), tem como alvos empresários e funcionários de empresas que podem ter participação em fraudes.

A Justiça expediu três mandados de prisão temporária e sete de busca e apreensão domiciliar, em Ipojuca, no Grande Recife.

“Prendemos uma pessoa e outras duas não foram localizadas. Estamos em diligências ainda”, informou o delegado Cláudio Nogueira, que apresentou um balanço parcial da operação, nesta quinta de manhã.

De acordo com a polícia, a investigação contra as quadrilhas começou em julho deste ano. A ação, comandada pela delegada Patrícia Domingos, conta com a participação de 60 policiais, entre delegados, agentes e escrivães.

“Em julho, prendemos em flagrante pessoas que tentaram evitar uma licitação em Ipojuca, prejudicando uma concorrente. Essa operação tem como objetivo aprodundar as investigações e estabelecer os vínculos dessas pessoas com as empresas envolvidas em crimes em outras prefeituras”, disse Nogueira.

Esta é a 53ª operação de repressão qualificada desencadeada este ano pela Polícia Civil. A ação conta com a participação de integrantes do departamento de inteligência da corporação e do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE).

A pessoa presa, que não teve a identidade revelada pela polícia, e os materiais apreendidos foram levados para a sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no Cordeiro, na Zona Oeste do Recife.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

contato@encartenoticias.com
jencartnoticias@gmail.com