Turquia reintegra mais de 1,8 mil funcionários afastados após tentativa de golpe

Por France Presse

O governo turco reintegrou mediante um decreto 1.823 funcionários que haviam sido destituídos após o fracassado golpe de Estado contra o presidente Recep Tayyip Erdogan em julho de 2016, informou nesta sexta-feira (12) a agência de notícias estatal Anadolu.

Os 1.823 funcionários foram afastados de seus cargos depois da tentativa de golpe por terem feito o download de um aplicativo de mensagens cifradas que o governo considerou ter sido a ferramenta de comunicação usada pelos golpistas.

No entanto, no final de dezembro, as autoridades anunciaram que esse aplicativo havia sido baixado por milhares de pessoas sem terem noção disso.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.