Turistas são detidos no Camboja por posarem nus em parque arqueológico

Três turistas foram presos e podem ser deportados do Camboja depois que foram flagrados posando nus para fotografias em um dos templos do parque arqueológico de Angkor, no terceiro caso deste tipo este ano, informou nesta terça-feira (12) a imprensa local.

Os turistas – um italiano, um argentino e uma holandesa – foram surpreendidos por um agente turístico no templo Ta Phrom, que foi popularizado pelo filme e game “Tomb Raider”, quando posavam nus para fotografias.

“Eles estão no tribunal à espera de julgamento”, disse Long Kosal, porta-voz da autoridade Apsara, que administra o complexo declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, ao jornal “Phnom Penh Post”.

Em janeiro, três franceses foram detidos e deportados quando posavam nus para fotografias no templo de Banteay Kdei. Um mês depois, o mesmo ocorreu com duas irmãs americanas que posavam sem roupas no templo de Preah Khan.

Após esses casos, a Apsara anunciou que reforçaria a segurança no complexo para prevenir comportamentos considerados como ofensivos para com a cultura cambojana.

“Os templos cambojanos foram construídos em homenagem a deus e aos ancestrais, que são crenças religiosas muito respeitadas. Os turistas não podem tirar a roupa”, disse Kosal.

 

Da EFE

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.