Terminal Integrado CDU tem energia cortada por causa de dívida de R$ 79 mil

Por G1 PE

Terminal Integrado CDU, na Zona Oeste do Recife, ficou sem energia na noite da segunda-feira (9) — Foto: Reprodução/WhatsApp

Terminal Integrado CDU, na Zona Oeste do Recife, ficou sem energia na noite da segunda-feira (9) — Foto: Reprodução/WhatsApp

O Terminal Integrado Severino Nunes Pereira, conhecido como TI CDU, na Zona Oeste do Recife, teve a energia cortada, na noite da segunda-feira (9), pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe). O Grande Recife informou, nesta terça (10), que está negociando a dívida das contas de energia, que somam R$ 79.387,76.

Com operação iniciada em setembro de 2018, após quatro anos de atraso, o TI CDU está localizado na Avenida Caxangá, num trecho próximo ao cruzamento com a BR-101. O investimento foi de R$ 12,6 milhões. O terminal tinha previsão para ser inaugurado na Copa do Mundo de 2014.

Passageiros que precisaram pegar ônibus no TI relatam que se sentiram inseguros por causa da escuridão no local na segunda.

“Eu cheguei no terminal às 19h30 e estava tudo escuro, não tinha uma lâmpada acesa. A única luz era dos ônibus que estavam circulando no terminal. Todos os passageiros estavam com medo porque aquele é um lugar muito perigoso e sem segurança”, conta a passageira Elida Soares.

O Grande Recife afirmou, em nota, que o pagamento da conta em aberto deverá ser feito até sexta-feira (13). De acordo com a Celpe, uma equipe seguiu para o local na manhã desta terça (10) para restabelecer o funcionamento elétrico do local.

Atualmente, o TI CDU conta com oito linhas de ônibus e por ele passam, diariamente, cerca de 10 mil pessoas, segundo o Grande Recife.

Por meio de nota, a Polícia Militar (PM) informou que a segurança na área interna do TI CDU é de competência da empresa privada contratada pelo Grande Recife Consórcio de Transporte. Rondas são feitas na área externa do terminal, com viaturas que têm apoio do Grupamento de Apoio Tático Itinerante (Gati).

Em casos pontuais, desde que haja uma solicitação da administração, policiais militares também entram nos terminais “para garantir e apoiar o trabalho dos vigilantes”, de acordo com a PM.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.