Mãe tenta livrar o filho da morte e é baleada em comunidade da Capital; jovem morreu atingido por 23 tiros

Jovem morreu na frente de casa

O servente de pedreiro Jatielson Nascimento Pereira, 22 anos de idade, foi assassinado com 23 disparos de arma de fogo, após ter a casa invadida por oito homens armados. O crime na manhã deste domingo (6), ocorreu na comunidade Beira da Linha, no Bairro Ilha do Bispo, em João Pessoa. A mãe da vítima tentou livrar o filho da morte e foi baleada na perna direita.

De acordo com informações da Polícia Civil, o jovem estava em casa na companhia da esposa e da mãe, quando os assassinos arrombaram a porta traseira da casa.

Quando Jatielson percebeu a presença dos bandidos dentro da casa, tentou correr pela porta da frente, mas dois homens estavam à espera dele. Jatielson Nascimento foi morto com vários tiros.

Uma unidade do Samu esteve no local, tentou reanimar o jovem, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu. A mulher baleada foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa e não corre risco de morte.

Moradores disseram que a vítima não tinha envolvimento com drogas. Porém, a Polícia Civil informou que o jovem era integrante da gangue do Jardel, andava armado e quando de menor teve passagem pela polícia. Ele foi executado com 23 tiros, sendo que a maior parte atingiu a cabeça da vítima.

Outro homicídio

Anderson Diego de Farias, 24 anos, foi executado com um tiro quando conversava com amigos na Praça São Gonçalo, no Bairro da Torre em João Pessoa. O homicídio foi registrado na noite deste sábado (5). Segundo testemunhas, o acusado chegou a pé e efetuou um disparo em Anderson que morreu no local. A Polícia Civil informou que a vítima tinha envolvimento com drogas e já tinha sofrido uma tentativa de homicídio no ano passado.

 

 

 

Portal Correio

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.