Ex-marido é acusado de matar mulher a facadas e ferir o filho em São Paulo

O comerciante José Aparecido Tau, de 40 anos, é acusado de matar a facadas sua ex-mulher Maria Ângela Rugolo Tau, de 42, e ferir o filho Sérgio Luis, de 12, na madrugada deste domingo (30), em Laranjal Paulista, a 154 km de São Paulo. O crime aconteceu na casa de uma vizinha, no bairro Jardim Europa, onde a vítima se refugiara após ser ameaçada pelo ex-marido.

A mulher havia se separado do comerciante por sofrer agressões – ele chegou a ser preso duas vezes com base na Lei Maria da Penha mas foi solto por ordem judicial. Deveria, no entanto, manter uma distância mínima de 300 metros da ex-esposa, dos três filhos do casal e da residência da família.

Sob o pretexto de desejar aos filhos um feliz ano novo, o homem foi à casa no início da madrugada e passou a ameaçar a mulher. Armado com uma faca, ele tentou atingi-la, mas o filho de 12 anos interveio e foi ferido no braço. A mulher saiu de casa e o agressor foi ao seu encalço. Tau invadiu a casa da vizinha e golpeou a mulher com facadas no abdômen e no pescoço. Ela foi levada ao pronto-socorro da Santa Casa de Laranjal Paulista e, dali, transferida para o Hospital das Clínicas de Botucatu, mas não resistiu e morreu quatro horas após a internação.

Integrantes da Guarda Civil Municipal de Laranjal Paulista localizaram o agressor em fuga pela rodovia Marechal Rondon, em direção a Jumirim, cidade vizinha. Preso, disse que estava arrependido e pretendia tirar a própria vida. O acusado foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, lesões corporais e desobediência à ordem judicial. Ele foi levado para a Cadeia Pública de Botucatu.

 

 

 

Fonte: Agência Estado

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

[email protected]
[email protected]