Sem futebol, clubes começam a liberar atletas em fim de contrato, e FPF prepara aporte financeiro

Com o Pernambucano paralisado, equipes como Central, Petrolina, Decisão e Vitória-PE, começam a liberar jogadores, e federação projeta ajuda: “Conseguimos um aporte de R$ 100 mil”

Por GloboEsporte.com — Recife

Globo Esporte

Com o Campeonato Pernambucano paralisado, por conta da pandemia do novo Coronavírus, e sem previsão de volta, os clubes que não têm calendário no segundo semestre, como Central, Petrolina, Decisão e Vitória-PE, começam a liberar atletas que estão em término de contrato.

Diante deste cenário, a Federação Pernambucana de Futebol optou por dar uma aporte financeiro, para que os clubes possam custear algumas despesas.

– Conseguimos um aporte de R$ 100 mil, sendo R$ 10 mil para cada clube. Acontece que alguns clubes estão liberando os atletas e estavam sem poder custear as passagens. Com isso, a gente fez esse aporte que é para ajudar nesse sentido – disse o presidente da entidade, Evandro de Carvalho.

Ainda de acordo com Evandro, o fato de os clubes estarem liberando atletas antes do fim da competição, que ainda não tem nova data para acontecer, não prejudicará o torneio. Mesmo que o futebol seja retomando apenas no segundo semestre.

– Não prejudica, porque esses clubes que estão liberando os atletas jogam com a base. São os clubes que estão mais na parte de baixo da tabela e não têm calendário no segundo semestre.

A expectativa da Federação é que a competição seja retomada, no máximo, em agosto, para que possa ser finalizada sem maior prejuízo ao calendário de jogos das equipes que também disputam a Copa do Nordeste e o Brasileiro.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.