Risco de erupção de vulcão leva Indonésia a retirar 6 mil de suas casas

As autoridades da Indonésia iniciaram a retirada de cerca de 6 mil pessoas que vivem nas encostas do monte Sinabung, na ilha de Sumatra, após o alerta declarado pelo aumento de sua atividade vulcânica, informou nesta quarta-feira (3) a Agência Nacional para a Gestão de Desastres.

O volume de lava na cratera do vulcão aumentou em mais de 3 milhões de metros cúbicos e é “instável”, segundo o comunicado da agência.

“Existe o risco de avalanche, que pode ser acompanhada de rios de lava e cinzas em um raio de 7 km nas encostas sul e leste” do monte, disse Sutopo Purwo Nugroho, porta-voz do órgão indonésio.

Em fevereiro do ano passado, 16 pessoas morreram por a erupção do Sinabung, que está particularmente ativo desde setembro de 2014 e que em agosto de 2010 despertou pela primeira vez após 400 anos.

Mais de 25 mil pessoas tiveram que ser retiradas de suas casas entre 2013 e 2014 pelas repetidas erupções de lava, rochas e cinzas, das quais cerca de 2 mil ainda permanecem nos acampamentos temporários.

A Indonésia faz parte do chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica, e abriga mais de 400 vulcões, dos quais pelo menos 129 continuam ativos e 65 são considerados perigosos.

 

Da EFE

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

contato@encartenoticias.com
jencartnoticias@gmail.com