Quem veste a 9? Santa Cruz tem semana para preencher lacuna no ataque

Por Daniel Gomes — Recife

Globo Esporte

No jogo contra o Globo-RN, no próximo domingo, o Santa Cruz se vê na obrigação de fazer gol. Afinal, só a vitória interessa para deixar os corais vivos na luta pela classificação. O problema é que existe uma indefinição justamente sobre quem vai vestir a camisa 9 e, em tese, comandar o ataque do time.

Apesar de tentar acelerar o processo de recuperação do artilheiro Pipico e vê-lo em constante evolução (ele já está correndo na esteira), o jogador ainda não tem condições de entrar contra o Globo-RN. O retorno deve ser contra o Náutico, na última rodada.

Sobram, então, as seguintes opções: Guilherme Queiroz, que deve voltar a treinar normalmente após ficar fora do último jogo com cansaço muscular, e Augusto, que jogou de “falso 9” no empate de 1 a 1 contra o Confiança.

O problema é que os últimos jogos dos dois jogadores não agradaram. Guilherme foi titular na vitória de 3 a 2 sobre o Imperatriz. Perdeu uma chance no primeiro tempo e, no segundo, foi substituído porque não estava bem. E apesar de ter marcado contra o time maranhense, contra o Confiança Augusto também perdeu uma chance clara na primeira etapa que poderia ter deixado o Santa na frente.

Esses dois aparecem como principais candidatos à vaga de camisa 9. A não ser que o técnico Milton Mendes faça uma outra mudança – inesperada. Durante a semana, o técnico pode desvendar o segredo.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.