Quadrilha que tinha ‘disque droga’ e funcionava 24 horas é presa no Recife, diz polícia

Por G1 PE

Quadrilha suspeita de tráfico de drogas em Afogados foi presa na Zona Oeste do Recife — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Quadrilha suspeita de tráfico de drogas em Afogados foi presa na Zona Oeste do Recife — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Três pessoas foram presas e uma adolescente grávida foi apreendida nesta quarta-feira (12), em Afogados, na Zona Oeste do Recife, por envolvimento no tráfico de drogas na região. Segundo a Polícia Civil, elas são da mesma família e eram responsáveis por um ponto de tráfico que funcionava 24 horas por dia e tinha um serviço de “disque droga” para a entrega dos entorpecentes.

As investigações duraram cerca de oito meses, na comunidade Vila São Miguel. Entre os capturados, estão o líder da quadrilha e a esposa dele, uma adolescente de 16 anos, que também está envolvida no tráfico, de acordo com o delegado Igor Leite. A irmã dele e o namorado dela completam o grupo detido, que morava na mesma casa, local onde ocorria a venda das drogas.

“Um deles era o chefe porque tinha conexão direta com o presidiário, que era quem determinava a entrega e controlava os valores da venda da droga”, explicou o delegado, ao afirmar que os quatro detidos tinham papéis estabelecidos a ponto de haver uma escala de trabalho para cada turno de venda dos entorpecentes.

Com a quadrilha, foram apreendidos 20 quilos de maconha na forma natural, 70 pacotes de maconha pronta para comercialização, oito pedras de crack, balanças de precisão e uma motocicleta que era utilizada para fazer a entrega das drogas. A polícia também encontrou livros escolares recortados, que serviam para embalar os entorpecentes.

“A motocicleta era utilizada no serviço como se fosse um ‘disque droga’. Eles estavam no local há um ano e seis meses e, a partir do momento que você passa muito tempo no tráfico de drogas, fica com certa zona de conforto. […] Eles revezavam os horários e, quando a ‘boca de fumo’ não funcionava em via pública, o usuário podia chamá-los na frente de casa e algum dos familiares entregava”, disse o delegado.

Os adultos presos pela polícia respondem pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. A adolescente grávida foi apreendida por ato infracional equiparado a tráfico e à associação para o tráfico. No local, também moravam duas crianças, filhas da irmã do líder da quadrilha, também presa. Elas foram entregues a um responsável legal.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.