Punido pela CBF, Sport tem liminar indeferida no TJRJ e segue sem poder inscrever atletas

Por Camila Alves e Elton de Castro — Recife

Globo Esporte

Ainda proibido de inscrever atletas no sistema da Confederação Brasileira de Futebol, oSport havia entrado com uma liminar no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) contra a entidade para tentar derrubar o bloqueio de registros imposto pela Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD). Nesta segunda-feira, no entanto, a liminar foi indeferida pelo desembargador relator Juarez Fernandes Folhes, da 10ª Câmara Cível, e o clube segue impedido de registrar jogadores. Procurado pela reportagem, o Leão preferiu não se posicionar.

A punição ao Rubro-negro pela CNRD, órgão da CBF que tem a competência para desfazer conflitos entre participantes do futebol nacional, acontece por conta de uma dívida de cerca de R$ 650 mil com o chileno Mark González, que passou pela Ilha do Retiro ainda em 2016. O Sport havia oferecido um acordo para quitar a dívida com o meia em 30 parcelas, que seriam pagas a partir de março de 2020. Mas a CNRD não aceitou e impôs a punição ao Leão no dia 17 de dezembro do ano passado.

Segundo a diretoria leonina, no último domingo, o clube chegou a um novo acordo com os representantes do jogador para renegociar a dívida e esperam resolver a situação até a próxima quarta. Vale lembrar que o Sport estreia na temporada no próximo domingo, diante do Náutico, às 16h nos Aflitos, pelo Campeonato Pernambucano.

De acordo com o processo, a CNRD ainda ponderou a possibilidade de acatar um eventual pedido de suspensão de decisão pelo bloqueio no sistema, caso o Sport cumprisse com o parcelamento da dívida com o jogador, requerido pelo próprio clube em julho de 2019. O Rubro-negro, no entanto, não pagou. A Câmara decidiu pela sanção de proibição de registrar novos atletas pelo período de seis meses, mas alerta desde já que pode ampliar o termo de bloqueio de registros ou aplicar novas sanções.

Isso porque, de acordo com o Regulamento da CNRD, além da primeira sanção imposta – com o bloqueio no sistema de inscrição de atletas -, caso o clube deixe de cumprir com a obrigação que lhe cabe dentro do prazo fixado, o órgão pode determinar punições cumulativas entre si e com as anteriores. Se houver insistência em descumprir com o novo prazo estipulado, como medida final, a Câmera pode desfiliar ou desvincular o clube e/ou proibi-lo de atuar em qualquer atividade relacionada ao futebol, seguindo de acordo com os regulamentos da CBF e da FIFA, além da legislação federal.

Contratado pelo Rubro-negro em 2016, Mark González chegou ao clube após uma passagem pelo Universidad Catolica-CHI. Na Ilha do Retiro, teve uma temporada prejudicada por lesões e atuou em apenas 19 partidas, sendo 13 como titular entre Pernambucano, Copa do Nordeste e Série A. Em campo, marcou apenas um gol, contra o América-MG, pela 18ª rodada do Brasileiro.

Liminar do Sport para voltar a inscrever atletas foi indeferida — Foto: Reprodução

Liminar do Sport para voltar a inscrever atletas foi indeferida — Foto: Reprodução

Liminar do Sport para voltar a inscrever atletas foi indeferida — Foto: Reprodução

Liminar do Sport para voltar a inscrever atletas foi indeferida — Foto: Reprodução

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.