Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Polícia prende suspeitos de integrar torcidas organizadas e praticar crimes, no Grande Recife

Justiça determinou extinção de três organizadas em fevereiro deste ano. Grupos são investigados por brigas e danos ao patrimônio em duas operações. Dez mandados de prisão foram cumpridos.

Por G1 PE

Polícia faz operação contra suspeitos de integrar torcidas uniformizadas e praticar crimes

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira (15), suspeitos de integrar torcidas organizadas ilegais e praticar crimes como danos ao patrimônio, corrupção de menores e lesão corporal, no Grande Recife. Até as 8h20, dez dos 11 mandados de prisão foram cumpridos.

Em fevereiro deste ano, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decidiu pela extinção compulsória de três torcidas organizadas do Sport, Santa Cruz e Náutico.

Segundo a Polícia Civil, entre os alvos estão suspeitos de participar de uma briga que interrompeu a festa de aniversário do Santa Cruz, promovida por torcedores, no Centro do Recife, também em fevereiro. Na data, houve tumulto, disparos de balas de borracha pela Polícia Militar e detenções.

Foram emitidos também oito mandados de busca e apreensão pela Justiça para duas operações. As investigações começaram em janeiro de 2020, sob comando do titular da Delegacia de Repressão à Intolerância Esportiva, Paulo Moraes.

Presos e materiais apreendidos em operação contra torcidas organizadas chegam ao Core, no Centro do Recife — Foto: PCPE/Divulgação

Presos e materiais apreendidos em operação contra torcidas organizadas chegam ao Core, no Centro do Recife — Foto: PCPE/Divulgação

Os mandados para as operações Returno e Returno 2 foram para alvos no Recife, em CamaragibeAbreu e Lima e Itamaracá, as três última cidades na Região Metropolitana.

Segundo a polícia, os suspeitos e materiais apreendidos foram levados ao Comando de Operações e Recursos Especiais (Core), localizado no bairro de São José, no Centro do Recife.

Foram escalados para as ações 55 policiais, entre delegados, agentes e escrivães. Segundo a polícia, as operações foram feitas sob a presidência do delegado Paulo Moraes, da Delegacia de Repressão à Intolerância Esportiva (DPRIE).

Policiais chegam ao Comando de Operações e Recursos Especiais (Core), localizado no bairro de São José, no Centro do Recife, nesta terça-feira (15) — Foto: PCPE/Divulgação

Policiais chegam ao Comando de Operações e Recursos Especiais (Core), localizado no bairro de São José, no Centro do Recife, nesta terça-feira (15) — Foto: PCPE/Divulgação

Extinção das organizadas

A decisão de extinguir as torcidas veio após um pedido do governo estadual. A Justiça, então, julgou as ações que pediam o encerramento das atividades das torcidas organizadas da Jovem, Inferno Coral e Fanáutico.

Uma das ações que originou o pedido do governo foi a briga do dia 3 de fevereiro, durante a festa de 106 de fundação do Santa Cruz, no Centro do Recife, e um dos crimes investigados pela operação desta terça . No dia 4 de fevereiro, foi registrada uma briga em uma estação de metrô, antes de uma partida do Sport.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

contato@encartenoticias.com
jencartnoticias@gmail.com