Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Polícia apreende carga de crack que daria para produzir 56 mil pedras e prende suspeito de tráfico

Segundo a Polícia Civil, a droga apreendida está avaliada em R$ 700 mil. A prisão ocorreu em casa usada como depósito, em Paulista. Quadrilha atuava em Abreu e Lima.

Por G1 PE

Segundo a polícia, com os 14 quilos de crack puro apreendidos no Grande Recife, seria possível produzir 56 mil pedras da droga — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Segundo a polícia, com os 14 quilos de crack puro apreendidos no Grande Recife, seria possível produzir 56 mil pedras da droga — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma operação realizada pela Polícia Civil no Grande Recife aprendeu 14 quilos de crack puro, que daria para produzir 56 mil pedras da droga. Na ação, um homem foi preso em flagrante por suspeita de tráfico. A carga de entorpecentes está avaliada em R$ 700 mil, de acordo com a corporação.

Em entrevista coletiva concedida, nesta segunda (11), no Centro do Recife, a delegada Natália Araújo informou que a operação foi realizada para desarticular uma organização responsável pelo abastecimento de drogas em Abreu e Lima, na Região Metropolitana.

“É uma das maiores ações contra o tráfico realizadas em investigações iniciadas em 2020”, declarou a delegada. A apreensão ocorreu na quinta-feira (7). “Fizemos uma campana é realizamos uma apreensão de grande importância pelo volume de pedras”, disse.

Ela informou, ainda, que o homem, de 24 anos, atuava como “funcionário” do esquema de tráfico de drogas. A prisão ocorreu em uma casa usada como depósito do crack, no bairro de Conceição, em Paulista, na mesma região.

A investigação contra a quadrilha começou há três meses, segundo a delegada. “O homem preso não deu detalhes sobre a operação de tráfico realizada pela organização. Ele era apenas um funcionário do esquema e ficou com muito medo de repassar informações”, disse Natália Araújo.

A prisão foi realizada pela equipe da delegacia de Abreu e Lima, com apoio do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) da Polícia Militar.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.