Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Perícia afirma que causa de morte de jornalista no Recife foi asfixia

O perito criminal Antônio Neto confirmou, na manhã desta quinta-feira (25), que foi asfixia a causa da morte do jornalista Marco Aurélio Alcântara, de 77 anos. O corpo dele foi encontrado em casa, na Rua Manuel Caetano no bairro do Derby, na quarta-feira (24).

A perícia também indicou que o assassino pode ser alguém próximo da vítima. “Tudo indica que alguém entrou com o consentimento da vítima”, afirmou o perito Antônio Neto. O corpo de Marco Aurélio estava no corredor, com mãos e pés amarrados e um cordão de nailon em volta do pescoço. “Ele foi assassinado através de asfixia por estrangulamento. Alguém, usando a força muscular, levou ele a óbito por esse meio”, disse o perito.

Quem chamou a polícia foi a empregada, que chegou para trabalhar e encontrou a grade aberta e as chaves, no chão. O jornalista morava sozinho e tinha vendido a casa dele por cerca de R$ 800 mil. Na terça-feira, tinha agendado um saque de R$ 60 mil.

Marco Aurélio foi colunista de economia do Diario de Pernambuco e assessor da Confederação Nacional da Indústria (CNI).  O delegado responsável pelas investigações é Bruno Magalhães.

 

 

Do G1 PE

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.