Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Pais de jovem de 14 anos abusada por professor americano são indiciados por abandono de incapaz

Por Marina Meireles, G1 PE

professor americano de inglês preso por abusar sexualmente de duas garotas de 11 e 14 anos na Zona Sul do Recife foi indiciado por estupro de vulnerável e favorecimento à prostituição de adolescente. Os pais da garota mais velha também foram indiciados por abandono de incapaz, por saberem que ela recebia dinheiro de um “amigo gringo”.

“Ela teve relações sexuais seis vezes com o professor. Quando ela chegava em casa com o dinheiro, dizia que tinha ganho de um ‘amigo gringo’ e os pais não procuraram saber de onde vinha”, disse o delegado Ramon Teixeira em entrevista coletiva na terça-feira (8).

Segundo o policial, ela era paga “com algumas centenas de reais” a cada vez que praticava relações sexuais com o educador. O pai da adolescente de 14 anos chegou a prestar depoimento na Polícia Civil. A mãe da jovem, no entanto, não compareceu à delegacia. Ainda assim, ambos foram indiciados por abandono de incapaz.

Paul Steven Perron, de 55 anos, estava há dois anos no Recife e, segundo a Polícia, o americano havia estudado a legislação brasileira no que diz respeito à exploração sexual. “Ele achava que a idade de 14 anos era o salvo conduto para praticar relações sexuais”, afirmou o delegado.

Ainda segundo a Polícia Civil, não há registro de que a criança e a adolescente abusadas sexualmente sejam alunas dele.

“A escola em que ele ensina é de alto padrão e as meninas abusadas têm família de origem humilde. Ainda não sabemos como foi feito esse primeiro contato entre ele e a garota mais velha e nem temos registro de alunas abusadas por ele”, pontua Teixeira.

Paul Perron, preso no dia 21 de dezembro, segue no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

contato@encartenoticias.com
jencartnoticias@gmail.com