Padrasto é preso por suspeita de matar enteada de dois anos

Um homem foi preso, na noite deste sábado, por suspeita de matar a enteada de dois anos de idade. Ele foi preso em flagrante por agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, por suspeita de matar Katielen Camila de Oliveira Santana.

Na delegacia, a mãe da menina disse que nada estranho teria acontecido na residência da família. O que foi confirmado por depoimentos de vizinhos. Como não havia marcas visíveis na criança, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde foram diagnosticadas inúmeras lesões internas na criança, inclusive com fraturas de costelas e hemorragia interna.

Em depoimento, o suspeito acabou confessando a prática do crime, afirmando que matou a criança a socos por se irritar com o choro dela.

Ele foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado (crime hediondo), cuja pena pode alcançar em até 30 anos de reclusão

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.