Organizada do Santa Cruz invade Arruda e faz protesto violento por fase do time

Por Lucas Liausu, Recife

Cenas de terror marcaram a tarde desta quarta-feira, no Estádio do Arruda. Cerca de 50 integrantes de uma organizada do clube invadiram o local com barras de ferro para protestar contra o momento da equipe na Série B do Campeonato Brasileiro. O clube já havia sido alertado sobre o protesto e reforçou a segurança, mas ainda assim não conseguiram conter os torcedores – alguns dos seguranças foram agredidos.

No momento da invasão, os jogadores estavam fazendo um trabalho físico nos vestiários. Apenas os goleiros estavam no campo e tiveram contato com os membros da organizada, mas logo se retiraram do local. Os invasores tentaram entrar nos vestiários, mas não obtiveram sucesso.

Sem acesso aos vestiários, eles se dirigiram ao portão que dá acesso ao departamento de futebol, mas também não conseguiram entrar, já que a segurança do clube havia fechado o local com cadeado. O portão foi forçado, mas não cedeu.

Entre os principais gritos dos membros da organizada, estavam palavras de ordem contra o presidente, Alírio Moraes, o vice-presidente, Constantino Júnior, e o gerente de futebol, Ataíde Macêdo. Pedidos para o pagamento de salários também foram ouvidos (já são quase três meses de atrasos).

A Polícia Militar de Pernambuco chegou no Arruda cerca de 10 minutos depois e rapidamente conteve o protesto. Depois da saída, os jogadores foram liberados do treino da tarde e a coletiva foi cancelada.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.