OMS obtém autorização para usar vacina experimental contra ebola na República Democrática do Congo

Por Reuters

AOrganização Mundial da Saúde (OMS)obteve autorização das autoridades da República Democrática do Congo para importar e usar uma vacina experimental contra o ebola no país, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, nesta segunda-feira (14).

“Temos o assentimento, o registro, mais a permissão de importação, tudo já aceito formalmente”, disse Tedros.

“Tudo está pronto para ser usado.”

A vacinação pode começar já na próxima segunda-feira, informou.

A vacina, desenvolvida pela Merck em 2016, se mostrou segura e eficaz em testes com humanos, mas ainda é experimental por ainda não ter uma licença. Ela precisa ser mantida entre as temperaturas de – 60ºC a – 80 ºC, o que cria grandes desafios logísticos.

Ebola atinge população da República Democrática do Congo (Foto: Alexandre Mauro/G1)

Ebola atinge população da República Democrática do Congo (Foto: Alexandre Mauro/G1)

Testada na Guiné em 2015, ao final de um grande surto de ebola na África Ocidental, a vacina foi projetada para ser usada com a chamada abordagem da “vacinação em anel”.

Segundo esta abordagem, quando um novo caso de ebola é diagnosticado todas as pessoas com quem os infectados podem ter tido contato recente são rastreadas e vacinadas para se tentar evitar a disseminação da doença.

A OMS disse na manhã desta segunda-feira que a República Democrática do Congo relatou 39 casos suspeitos, prováveis ou confirmados de ebola entre 4 de abril e 13 de maio, entre eles 19 mortes.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

contato@encartenoticias.com
jencartnoticias@gmail.com