Mudança no comando geral do Corpo de Bombeiros

Após pouco mais de sete anos, e a cinco meses do término do governo Eduardo Campos/João Lyra, o Corpo de Bombeiros anuncia mudanças no comando geral. Sai o coronel Carlos Eduardo Casanova e assume o também coronel Manoel de Oliveira Cunha Filho.

Casanova, que foi comandante geral durante os últimos 7 anos e 7 meses, deixa a corporação para assumir a presidência do Departamento de Trânsito de Pernambuco (Detran).

O coronel Cunha assume o posto máximo do Corpo de Bombeiros após quatro anos como subcomandante geral. A cerimônia acontecerá na tarde de quinta-feira, no Quartel Geral dos Bombeiros, na Avenida João de Barros, com a presença do governador João Lyra Neto.

A mudança foi bem vista na corporação, mesmo às vesperas do fim do governo Lyra. Durante os 7 anos e 7 meses da gestão Casanova, a Polícia Militar trocou de comando cinco vezes. Existia o sentimento de que o antigo comandante, mesmo com bom conceito entre a corporação, precisava de novos ares. Casanova vai assumir o Detran no lugar de Caio Mello, quadro do PSDB e ligado ao ex-deputado Sérgio Guerra.

Manoel Francisco de Oliveira Cunha Filho, 44, tem 26 anos de Corpo de Bombeiros. Casado e com três filhos, é tido como dinâmico e tem bom trânsito em toda corporação.

Na teoria, Cunha tem apenas cinco meses para desempenhar um bom papel como comandante geral, mas por conta de seu perfil agregador existe a perspectiva de que continue no cargo, independentemente de quem assuma o governo do Estado em 2015. “Minha intenção é continuar o grande trabalho desempenhado pelo coronel Casanova, dando ainda mais foco nos recursos humanos da corporação”, disse Cunha.

 

 

Do JC Online

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.