Incêndio atinge casa de imigrantes venezuelanos e deixa um ferido no Recife

Segundo bombeiros, houve vazamento de gás na residência, na área central da cidade, nesta quinta (21). Cáritas Internacional disse que homem teve queimadura nas pernas.

Por G1 PE

Incêndio atinge abrigo de imigrantes venezuelanos e deixa um ferido

Um incêndio atingiu uma casa, na área central do Recife, onde vivem imigrantes venezuelanos, nesta quinta-feira (21), de acordo com o Corpo de Bombeiros. A Cáritas Brasileira Regional Nordeste 2, confederação católica que acolheu as famílias, informou que um dos moradores ficou ferido e teve as pernas queimadas. Na ocasião, houve um vazamento de gás, que ocasionou o acidente.

O incêndio ocorreu na Rua dos Prazeres, no bairro de São José. A residência atingida, segundo a Cáritas, foi a Casa Acolhimento nº 190, em que moram indígenas da tripo Waraos. O venezuelano foi levado para o Hospital da Restauração (HR), no Derby, na área central, e passa bem, segundo a unidade.

A confederação informou que houve uma explosão seguida de um incêndio, mas os bombeiros só confirmaram a informação de ocorrência de fogo.

A Cáritas disse que “ao tomar ciência do ocorrido acionou a equipe de emergência do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para o atendimento a vítima”. Uma pessoa que mora perto ao local, que preferiu não ser identificadas, disse que moram, no local, dezenas de pessoas.

“Era uma tragédia anunciada. Podia ter morrido muita gente, porque tem muitas pessoas morando no local. Foi uma coisa muito séria. Eles vivem em uma situação precária”, disse.

Quando os bombeiros chegaram ao local, não havia mais fogo. Uma viatura foi enviada e os militares sentiram um forte cheiro de gás. Por causa disso, eles retiraram o botijão da casa e colocaram no quintal, abriram portas e janelas. Havia dois colchões e um fogão queimados.

Casa em que moram venezuelanos teve incêndio, no Recife — Foto: Reprodução/WhatsApp

Casa em que moram venezuelanos teve incêndio, no Recife — Foto: Reprodução/WhatsApp

“Também é do nosso conhecimento que a Secretária de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude do Estado está ciente do ocorrido, e tomando as medidas cabíveis. Também realizamos contato com o corretor do imóvel, que nos informou que a residência foi interditada pelo Corpo de Bombeiros, assim como houve a suspensão de energia elétrica realizada pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe)”, disse a Cáritas, por meio de nota.

A Cáritas informou, ainda, que apesar da solicitação do Corpo de Bombeiros para as famílias aguardarem fora da casa a avaliação do imóvel pela prefeitura do Recife e órgãos competentes, “alguns indígenas retornaram e ocuparam a residência”.

Por fim, a confederação informou que realizará “uma visita técnica respeitando as orientações de distanciamento social, para apoiar os Waraos em alguma necessidade pessoal, além de orientações sobre os números de emergência para eventuais acidentes, e identificar eventuais conflitos junto à comunidade”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.