Ex-secretário de Néstor Kirchner se entrega após pedido de prisão

Da AP

O ex-secretário dos Transportes durante o governo do presidente argentino Néstor Kirchner, Ricardo Jaime, se entregou neste sábado (2) à política pouco depois de ordenada sua prisão por suspeita de participação em um caso de compra de materiais para ferrovias em mal estado da Espanha e Portugal em 2005.

Jaime, secretário entre 2003 e 2009, ajudou voluntariamente a polícia federal na província de Córdoba, onde se encontrava nesse momento, após saber da ordem de prisão que pesava contrla ele feita pelo juiz Julián Erconlini, informou a agência oficial de notícias Télam.

Erconlini pediu a prisão de Jaime e seu ex-assessor Manuel Vázquez, como parte de uma investigação de compra de material para a ferrovia Belgrano Cargas a preços exorbitantes.

O ex-secretário será interrogado na segunda-feira, momento em que o juíz determinará se ele continua detido ou não. Antes de se entregar, Jaime declarou à imprensa local A24 que a compra foi “um convênio firmado entre países” e que concordou em reparar o material de má qualidade na Argentina em vez de corrigi-lo na Espanha.

“Nunca vou evitar o que dispõe a justiça e vou me por a sua disposição”, disse.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.