Donald Trump diz que se for eleito enviará refugiados de volta à Síria

O pré-candidato à Presidência dos Estados Unidos Donald Trump declarou nesta quarta-feira (30) que, se for eleito, enviará os refugiados sírios que foram aceitos no país de volta à Síria. A declaração foi feita durante um evento com eleitores na cidade de Keene, em New Hampshire.

“Estou avisando as pessoas que estão chegando aqui da Síria como parte desta migração em massa que, se eu ganhar, eles voltarão”, afirmou o pré-candidato pelo Partido Republicano.

De acordo com a pesquisa Washington Post/ABC divulgada no último dia 14, Donald Trump lidera, junto com Ben Carson, a disputa pela candidatura do Partido Republicano à presidência do país. Ambos têm mais da metade do apoio dos potenciais eleitores do partido em conjunto.

Não é a primeira vez que Trump faz uma declaração polêmica sobre imigrantes. No lançamento de sua campanha eleitoral, disse que imigrantes mexicanos levam drogas e crime aos Estados Unidos.

“O México não é nosso amigo”, insistiu perante os presentes, a grande maioria jovens. “Quando o México nos envia sua gente não está nos enviando os melhores. Estão enviando pessoas que têm muitos problemas e os estão trazendo com eles. Trazem drogas, crime, são estupradores”, opinou.

Trump defende a deportação de mais de 11 milhões de imigrantes ilegais e a construção de um muro na fronteira com o México.

Além disso, ameaçou embargar remessas “derivadas de salários ilegais” enviadas pelos imigrantes, classificou os mexicanos como criminosos, e fez comentários depreciativos sobre os chamados “bebês ancora”, filhos de mulheres que vivem ilegalmente em território americano e recebem cidadania automática ao nascer.

 

Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.