Dois são mortos a tiros perto de sinagoga na Alemanha

Por G1

Duas pessoas foram mortas em um tiroteio na cidade de Halle, no leste da Alemanha, nesta quarta-feira (9). Um suspeito foi preso.

Uma imagem da pessoa que teria cometido o crime, vestido em roupa de combate –inclusive com um capacete– foram transmitidas pelas TVs do país.

Os tiros foram dados perto e uma sinagoga, de acordo com a mídia local. Uma granada foi jogada em um cemitério judaico, segundo o jornal “Bild”.

Uma testemunha afirmou que também foram disparados tiros em um restaurante que vende kebabs, um prato típico do Oriente Médio.

A violência acontece durante o Yom Kippur, o feriado mais sagrado do ano para os judeus, quando eles fazem jejum durante 25 horas.

A TV local MDR mostrou um homem em roupa de combate disparando tiros em uma rua, atrás de um carro.

“Nossas forças detiveram uma pessoa”, disse a polícia local em uma rede social. “Por favor, no entanto, permaneçam vigilantes”, diz o texto.

Tiros também foram ouvidos em um subúrbio da cidade de Halle.

 — Foto: Rodrigo Sanches/G1

— Foto: Rodrigo Sanches/G1

A polícia não confirmou imediatamente a associação entre os tiros, a granada a alvos judeus.

Antissemitismo é um tema sensível na Alemanha, que, na Segunda Guerra, foi responsável pelo genocídio de 6 milhões de judeus durante o holocausto nazista.

Apesar de uma des-nazistização no pós-guerra, o medo de uma ressurgência do antissemitismo nunca desapareceu –há ameaças de neo-nazistas de extrema direita ou de imigrantes muçulmanos.

Ataques ocasionais no passado foram desde grafites da suástica nazista em túmulos a ataques com bombas caseiras em sinagogas e até mesmo assassinatos.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.