Diego Souza pode pegar até 33 jogos de suspensão

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

O meia Diego Souza, do Sport, foi denunciado em três artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva por conta da expulsão após o apito final na derrota para o Bahia, no dia 12 de abril. O jogo terminou com vitória dos baianos por 3×2 e eliminou os rubro-negros da Copa do Nordeste. Quando a partida foi encerrada, o camisa 87 dirigiu-se ao árbitro Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro e levou cartão vermelho. O relator do processo é o auditor Ricardo Graiche e a sessão de instrução de julgamento será nesta quarta-feira (22), a partir das 15h. A pauta é da Terceira Comissão Disciplinar.

O jogador está incurso triplamente no artigo 258: Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva. No artigo 250 ele vai responder por praticar ato desleal ou hostil durante a partida, prova ou equivalente. Finalmente, o terceiro artigo, o 254-A: praticar agressão física. A suspensão poderia chegar a 33 partidas, caso ele fosse condenado à pena máxima por cada uma. No entanto, a infração foi do tipo tentada – quando o infrator não consuma o que pretendia por influência de terceiros – e o castigo pode vir pela metade.

Na súmula, Pablo citou: “Após o término da partida o referido atleta se dirigiu à equipe de arbitragem de forma alterada, reclamando ostensivamente, me peitando e chamando-nos de palhaços, chegando a puxar a camisa do assistente número 2, sr. Vinícios Melo de Lima, que tentou o conter. Após a apresentação do cartão vermelho o atleta expulso veio novamente em minha direção ameaçando efetuar um soco, sendo contido somente pela intervenção policial”.

 

 

Blog do Torcedor

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.