Detran abre inscrições para o Programa Carteira de Habilitação Popular

Mais de 1,3 milhão de pessoas já se inscreveu no programa / Foto: Helia Scheppa/ C Imagem

Mais de 1,3 milhão de pessoas já se inscreveu no programaFoto: Helia Scheppa/ C Imagem

O Detran-PE abre novo período para inscrições do Programa Carteira de Habilitação Popular (CNH Popular). As inscrições começam nesta terça-feira (21) e vão até 23 de novembro. Até o final do ano, o Detran pretende convocar 10 mil selecionados para realizar gratuitamente todas as etapas pra a renovação da CNH, adição das categorias A/B ou mudança de categoria da CNH.

O público do programa são pessoas de renda inferior a dois salários mínimos, desempregados, alunos do ensino público e beneficiários de programas assistenciais e egressos ou liberados do sistema penitenciário. A partir deste ano, também serão contemplados os socioeducandos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase).

As pessoas que desejarem aproveitar esta nova chance de participar do CNH popular devem fazer a inscrição exclusivamente no site do órgão. Os selecionados poderão realizar, gratuitamente, todas as etapas para obtenção da carteira de motorista.

Cerca de 15% das vagas serão voltadas para a renovação da CNH, e 20% à adição de categoria. A maior porcentagem, 65%, irá para mudança de categoria da CNH.

Em seis anos da ação, cerca de 1,3 milhão de pessoas já se inscreveram no programa.


Como funciona o CNH Popular:

Ao fazer sua inscrição, o candidato preenche um cadastro informando a qual segmento pertence (o de desempregados, por exemplo). Além dos dados pessoais, devem ser informados o número de dependentes do candidato, valor da renda…

Finalizado o período de inscrições, será disponibilizada e divulgada, no site do Detran/PE, a relação dos selecionados de acordo com a ordem de classificação por segmento.

Os candidatos convocados comparecem ao Detran munidos da documentação exigida para cada segmento beneficiado, tendo em vista comprovar as informações prestadas no ato da inscrição.

Fique atento:

Mudar para categoria C requer que o candidato esteja habilitado na categoria B há, no mínimo, um ano, e não tenha cometido infração grave ou gravíssima nos doze meses anteriores ou ser reincidente em infrações médias no mesmo período.

Para mudar para a categoria D, o candidato deve ser maior de 21 anos e estar habilitado na categoria B há, no mínimo, dois anos ou, na categoria C, um ano. Com relação ao cometimento de infrações, valem as mesmas regras da C.

Para categoria E, é preciso ter mais de 21 anos, estar habilitado no mínimo há um ano na categoria C e não ter praticado as infrações já mencionadas.

 

Do JC Trânsito

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.