Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

Decreto altera regras de combate a incêndio, e Arruda deve ter capacidade ampliada

Uma vistoria do Corpo de Bombeiros acontecerá nesta tarde de quinta no estádio para inspecionar as reformas feitas no anel superior

Por Camila Sousa — Recife

globo esporte

Ingressos para Santa x Tocantinópolis já estão à venda

Em decreto divulgado no Diário Oficial da União na manhã desta quinta-feira, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, alterou as regras do código de incêndio e pânico dos estádios de futebol, flexibilizando as medidas de segurança. A mudança, que entra em vigor em caráter imediato, influencia diretamente o Santa Cruz, que trava uma batalha recente com o Corpo de Bombeiros para liberar as arquibancadas do anel superior.

Decreto publicado pelo Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, flexibilizando as medidas de segurança dos estádios — Foto: Arquivo Pessoal

Decreto publicado pelo Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, flexibilizando as medidas de segurança dos estádios — Foto: Arquivo Pessoal

Uma vistoria do órgão, inclusive, é aguardada pela direção do Santa Cruz na tarde desta quinta-feira. Tendência, portanto, é de que haja a liberação de parte do anel superior e até mesmo um aumento da capacidade disponível da arquibancada inferior.

Internamente, a expectativa da diretoria é muito grande não só pela liberação da “geral”, como também da capacidade total do estádio, que comporta 60.044 torcedores, o triplo da lotação máxima de apenas 20 mil hoje disponíveis.

Funcionários do Santa Cruz trabalharam até tarde da noite da quarta-feira e continuam os serviços no estádio até agora para concluir alguns reparos, como a aplicação dos restantes dos guarda-corpos em todo o perímetro de 430m do anel superior, sinalização de entradas de emergência e corrimãos.

Desde o início de abril, quando obteve ampliação da capacidade máxima para 20 mil torcedores – o que se manteve até então – , o Santa Cruz tem trabalhado para aumentar a lotação do Arruda, principalmente no anel superior. Não teve sucesso até aqui.

Pelo menos duas vistorias recentes foram feitas no estádio, mas o Corpo de Bombeiros manteve, em ambas, a “necessidade de intervenções com o fito de viabilizar a possível liberação da estrutura”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.