Daniel Paulista projeta reforços e Sport mais forte após paralisação de competições

Rubro-negro brigava pela classificação na Copa do Nordeste e no Pernambucano antes de parada por pandemia; equipe tem lacunas nas laterias para disputar Série A

Por GloboEsporte.com — Recife

Quando o Campeonato Pernambucano e a Copa do Nordeste foram suspensos por conta do avanço do novo coronavírus, há mais de uma semana, o Sport vivia um cenário preocupante, já que ainda não havia garantido classificação para a segunda fase. Mesmo sem ter previsão de volta do futebol, o técnico Daniel Paulista visualiza um futuro promissor, com reforços e uma equipe mais forte após a parada.

– Com um tempo preparatório, fazendo algumas contratações de reforços onde entendemos que sejam pontuais, na questão de características de elenco, nas deficiências onde a gente entende que o elenco precise… Eu acredito muito que o Sport possa apresentar um futebol melhor, mais competitivo, principalmente tendo o Brasileiro pela frente, onde vamos ter que ter uma equipe mais forte em todos os aspectos para poder disputar com todos esses times.

Apesar da suspensão das competições, o Sport se movimenta no mercado de transferências. Na última semana, o atacante Ronaldo, que estava disputando o Paulista pelo Santo André, afirmou ter um pré-contrato assinado com o clube para começar a partir de abril.

Ao mesmo tempo, o Leão também mantém esforços pela contratação do lateral-direito Patric, que tem vínculo com o Atlético-MG. Com a indefinição do calendário devido à pandemia, o Galo ainda não sinalizou liberação do atleta.

Além da dupla, o Rubro-negro também procura por opções para a lateral esquerda. No elenco, o técnico Daniel Paulista conta com Sander e o prata da casa Luciano Juba, promovido ao profissional neste ano, para a posição.

No Recife com a esposa e dois filhos, o comandante leonino conta que tem dedicado parte do tempo da quarentena a finalizar o curso da Licença PRO para treinadores, ministrado pela Confederação Brasileira de Futebol.

– Estou assistindo muita TV, séries, filmes. Na parte profissional, a gente procura, na medida do possível, estar sempre atento ao mercado. Procuro estudar. A gente que faz o curso da CBF e, no caso, estou no último estágio da Licença Pro, a gente tem uma tarefa de casa que é entregar muitos trabalhos, e o prazo final é agora no final do mês de março, então acabou coincidindo dessas férias forçadas.

As declarações do técnico foram dadas na primeira edição do programa “Fala, Minha Joia”, com o apresentador do Globo Esporte de Pernambuco, Tiago Medeiros.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.