Daniel Neri quer Sport “mais ousado” na volta da Copa do Brasil sub-20

Por GloboEsporte.com

Recife

O Sport foi derrotado, nesta quinta-feira, pelo Atlético-MG por 2 a 0 no jogo de ida nas quartas de final da Copa do Brasil sub-20. Com esse resultado, o Leão vai precisar vencer o Galo na volta por dois gols de diferença. Após o jogo, o técnico rubro-negro Daniel Neri deu méritos ao Galo por aproveitar as oportunidades que teve, e lamentou o fato de sua equipe não ter conseguido marcar gol fora de casa.

– Foi um jogo equilibrado, mas o Atlético foi muito feliz e conseguiu um gol com bola parada. Foi aquele jogo sem muitas oportunidades para nenhum dos times.

Os gols do time mineiro foram marcados no segundo tempo. O primeiro com Thalis, aos 20 minutos, e logo depois, aos 27 minutos, João Figueiredo fez o segundo. De acordo com o treinador, os gols do adversário deixaram a equipe leonina desequilibrada no jogo, travando o ataque, que saiu em branco de campo.

– Eles conseguiram um gol com bola parada e uma falta muito bem batida, um grande gol. Aquele gol mexeu com nosso time, desequilibrou, e logo a seguir fizeram o segundo também. Depois voltamos a encontrarmos no jogo, ainda tentamos fazer o 2 a 1, tentar pelo menos marcar um gol fora, mas não conseguimos, não fomos muito inspirados. O jogo em si não foi um jogo vistoso, no ponto de vista da oportunidade de gol, mas foi um jogo muito bem jogado, pelos dois times. O time do Atlético é muito bem trabalhado, organizado, jogadores com qualidade. Foi um bom jogo.

Sobre a volta do mata-mata, Daniel promete um time ousado, já que precisa vencer em casa para garantir a vaga na semifinal. O técnico ainda não escalou a equipe, mas pretende colocar em campo um time mais agressivo para conseguir o resultado positivo.

– Agora vamos ver se em casa a gente consegue lutar para conseguir. Sabemos que é difícil, mas é possível. É olhar o adversário, o jeito que joga. Vamos ter que ser um pouco mais ousados. Temos que marcar pelo menos dois gols, e não se prender pelos pênaltis. Dai a gente já se coloca como um time mais ofensivo, porque o próprio resultado assim obriga. Organizar um elenco para entrar no jogo muito agressivo, procurando gol. E ao longo do jogo, ver o que o jogo nos traz. Tentando sempre e acreditando até o fim que é possível.

A partida da volta será no dia 2 de novembro, às 16h, na Ilha do Retiro. Os portões serão abertos a partir das 13h, e a entrada é gratuita. O técnico rubro-negro espera a presença da torcida no estádio, para apoiar mais uma vez o time nesta grande decisão.

– Em casa é a grande diferença. É nossa torcida. A torcida têm nos acompanhado. Acompanhou no Pernambucano, quando fomos campeões, e a torcida compareceu quando tivemos o resultado que procurávamos, com o Santa Cruz fora. E a gente sabe que sem a torcida não teríamos conseguido. Por isso a gente espera que a torcida compareça, porque a hora é de se ajudar e conseguir ultrapassar essa parte, porque é um adversário muito forte.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.