Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Corpos de sacerdotes jesuítas mortos no México são localizados

Os sacerdotes de 79 anos e 81 anos foram baleados enquanto tentavam defender um guia turístico que buscava refúgio em sua paróquia.

Por France Presse

Autoridades mexicanas localizaram nesta quarta-feira (22) os corpos de dois sacerdotes jesuítas e um guia turístico mortos na segunda-feira em uma igreja do estado de Chihuahua, no norte do país.

“Conseguimos localizar e recuperar os corpos dos sacerdotes jesuítas Javier Campos, Joaquín Mora e do guia de turistas Pedro Palma”, disse em um vídeo nas redes sociais a governadora de Chihuahua, Maru Campos.

A identidade das vítimas já foi confirmada por especialistas forenses enquanto a promotoria do estado anunciou uma recompensa de cerca de US$ 250 mil por informação que leve à captura do suposto assassino.

O indivíduo foi identificado como José Noriel Portillo, apelidado “El Chueco”, de 30 anos, e que já era procurado pelo homicídio de um turista americano em 2018.

Os sacerdotes Campos, de 79 anos, e Mora, de 81, foram baleados na segunda-feira na localidade de Cerocahui, nas montanhas do estado de Chihuahua, enquanto tentavam defender um guia turístico que buscava refúgio em sua paróquia, segundo a ordem, também conhecida como Companhia de Jesus.

Após assassinar os dois religiosos e o guia turístico, o agressor, juntamente com outros homens armados, levaram os corpos das vítimas. Um religioso que presenciou os crimes suplicou para que os criminosos deixassem os corpos, mas isso não aconteceu.

Papa Francisco

Em sua audiência geral semanal, o Papa Francisco expressou tristeza e consternação pelo crime contra seus colegas de ordem, aos quais chamou de irmãos e que desenvolviam seu trabalho em comunidades indígenas tarahumara.

“Há tantos assassinatos no México. Estou perto, em afeto e oração, da comunidade católica afetada por esta tragédia”, disse.

O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, confirmou nesta quarta-feira que militares estão à procura do assassino, reconhecido por um terceiro sacerdote que estava no templo.

Segundo especialistas, a serra de Chihuahua, com impressionantes cânions que atraem turistas, é palco de disputas entre cartéis do narcotráfico por ser uma importante rota de trânsito de drogas para os Estados Unidos.

Cerca de 30 sacerdotes foram mortos na última década no México, segundo a ONG Centro Católico Multimedial.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.