Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

Combate à violência contra a mulher é tema de evento em Noronha

Seminário de Formação da Rede de Enfrentamento da Violência de Gênero contra a Mulher corre entre terça (14) e sexta (17), no auditório da Escola Arquipélago.

Por Ana Clara Marinho, g1/PE

Fernando de Noronha vai sediar o primeiro Seminário de Formação da Rede de Enfrentamento da Violência de Gênero contra a Mulher. O evento começa na terça (14) e segue até sexta (17), no auditório da Escola Arquipélago.

A ideia é combater os casos de agressões contra as mulheres na ilha. O seminário é voltado para a equipe da Coordenadoria da Mulher de Noronha e representantes do Ministério Público, Tribunal de Justiça e Defensoria Pública.

Também devem participar policiais civis e militares, profissionais da assistência social, conselho tutelar e servidores do setor de saúde (agentes comunitários).

Segundo os organizadores, o objetivo é capacitar os técnicos que atuam em Noronha para identificar e encaminhar mulheres em situação de violência doméstica e sexual para a rede de atendimento e proteção. Essa rede de enfrentamento protege as vítimas ou ameaçadas de violência de gênero.

No primeiro dia do seminário, vai ser realizado o lançamento do Programa Acolher e do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM) – Marieta Borges.

O superintendente de Desenvolvimento Social da Administração da Ilha, Vitor Bahia, disse que o governo local vai acolher mulheres vítimas de violência doméstica, em locais seguros para elas e filhos.

“Vamos mostrar, com o Sistema de Justiça e instituições policiais da ilha, que Noronha é tolerância zero com violência contra a mulher”, afirmou.

O CEAM – Marieta Borges vai oferecer a mulheres vítimas de violência de gênero acolhimento e acompanhamentos social, psicológico e jurídico, além do fornecer orientação e informação. O centro faz uma homenagem à historiadora Marieta Borges, que morreu em dezembro de 2019.

“Marieta é uma mulher referência para a história de Fernando de Noronha e representa tanto a paixão pela ilha quanto a paixão pelo conhecimento. Ela representa o que o CEAM busca ser: a paixão pela ilha no cuidado com as mulheres noronhenses e o conhecimento técnico para oferecer o melhor serviço”, informou o superintendente de Desenvolvimento Social.

O objetivo do Programa Acolher é fornecer, de forma provisória, medidas emergenciais de proteção em locais seguros para mulheres vítimas de violência doméstica.

As mulheres podem ser acompanhadas dos filhos menores de idade ou co-dependentes, que tenham alguma condição especial e necessitem dos cuidados da mãe.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.