Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Google atualiza Gmail no Android para unificar todas as contas do usuário

Foto: Divulgação.

O Google está atualizando seu aplicativo do Gmail para usuários de dispositivos Android, o que vai permitir gerenciar várias contas de e-mail a partir de um único programa.

“A partir de hoje, você será capaz de ver todos os seus e-mails de uma vez, independentemente de qual conta está logada, utilizando a nova opção ‘todas as caixas de entrada’”, anunciou o engenheiro de software da Google Regis Decamps, numa postagem de blog.

“Dessa forma, você pode ler e responder a todas as suas mensagens sem ter que ficar trocando de conta”, explicou. O novo aplicativo irá agregar e-mail de serviços rivais ao Gmail, como Yahoo e Microsoft Outlook, entre outros.

O Gmail já tinha permitido aos usuários acessar várias contas a partir de computadores de mesa, mas o novo aplicativo tem como objetivo integrar perfeitamente os vários serviços de e-mail em uma caixa de entrada unificada com capacidade de pesquisa e visualização. [Via AFP]

 

MundoBit

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Facebook lança Riff, novo aplicativo de vídeos curtos

Foto: Divulgação.

O Facebook lançou mais um novo aplicativo. Batizado de Riff, ele é voltado para facilitar o compartilhamento de vídeos.

Como uma mistura de Vine (que pertence ao Twitter) e Snapchat, o Riff permite ao usuário gravar vídeos de até 20 segundos. Ao postar o vídeo o usuário cria um tópico, o que pode engajar amigos a postarem algum conteúdo como resposta.

Amigos podem adicionar seus próprios vídeos dentro desse tópico. A ideia é criar algo com possibilidade exponencial de viralização. Os posts do Riff podem ser compartilhados na internet.

O app é mais uma criação da divisão Creative Labs da empresa, mesmo grupo que já lançou o Rooms e o Paper. O Riff está disponível para Android e iOS. Baixe pelo site oficial.

MundoBit

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Famosos e empresas correm para registrar sites ‘.porn’

Empresas, famosos, times de futebol e até universidades correm para registrar sites com final '.sex' e '.adult'. (Foto: Divulgação/ICM Registry)
Empresas, famosos, times de futebol e até universidades correm para registrar sites com final ‘.sex’ e ‘.adult’. (Foto: Divulgação/ICM Registry)

Empresas de tecnologia e até celebridades começaram a correr para registrar páginas na internet que possuem final “.porn” e “.adult” no lugar do “.com”. Por isso, a internet logo será capaz de exibir sites como “apple.porn” e “taylorswift.porn”. Páginas terminadas em “.sex” chegam até o fim de 2015. A corrida pelos novos domínios já gerou mais de mil pedidos à empresa que distribui esses domínios.

Não se trata de uma guinada geral rumo à pornografia, capitaneada por um novo serviço de streaming de vídeos pornográficos oferecido pela dona do iPhone ou de um álbum de músicas só sobre experiências sexuais da líder em vendas de CDs nos Estados Unidos.

A busca por páginas na internet terminadas em “.porn” e em “.adult” é um desdobramento de uma ampliação nos nomes de sites, desenhada em 2012 pela Icann (Corporação de Atribuição de Nomes e Números na Internet), mas que só agora começa a tomar forma. Se há quatro anos, eram apenas 22 domínios, agora já são mais de 550.

 Cantora Taylor Swift comparece ao Grammy neste domingo (Foto: Reuters/Danny Moloshok)
Cantora Taylor Swift registrou as páginas ‘taylorswift.porn’ e taylorswift.adult’ (Foto: Reuters/Danny Moloshok)

‘Pornográficas’
Já garantiram suas páginas “pornográficas” as empresas Dell, Facebook, Google, Microsoft, Nike, Twitter, Yahoo, Verizon e até a Universidade de Harvard e o Real Madrid F.C. “O interessante sobre os nomes registrados é que isso é feito por uma variedade de indústrias, de tênis a empresas tecnológicas, universidades a times”, afirmou ao G1 Stuart Lawley, presidente-executivo da ICM Registry, empresa responsável pela distribuição dos domínios “.porn” e “.adult”.

A companhia é a operadora do já conhecido “.xxx”, também relacionado à indústria do sexo – enquanto Reino Unido, Canadá, Alemanha e França são os países que mais requisitam sites com esse domínio, o Brasil é o 21º. A decisão de se manter no ramo do conteúdo adulto foi o que pesou para a ICM pedir ao Icann os dois domínios. “Nosso espaço online promove a livre expressão e acesso responsável a conteúdo adulto enquanto garante as melhores práticas”, afirma Lawley. “Nós sentimos um senso de obrigação de garantir a continuar a prover esse tipo de espaço em quaisquer tipos de domínios voltados aos público adulto.”

‘.Sex’
Lawley espera ver em breve sites como “comida.porn” ou “sapato.porn”. “Nós esperamos que isso signifique que elas decidam usá-los [os domínios] de forma interessante e criativa.” Mas não é o que empresas e personalidades sinalizam. O intuito delas é adquirir páginas desse tipo para se proteger contra futuras surpresas, como páginas que associem suas marca a indústria pornô. Por isso, apesar da possibilidade, ver ativos sites como “Apple.porn”. Ainda assim, Lawley diz que esses endereços têm maior chance de serem visitados, pois palavras relacionadas à indústria do sexo são bastante buscadas.

Essas terminações só começam a ser vendidas ao público geral a partir de 1º de junho. Empresas e celebridades que possuam marcas registradas, no entanto, podem adquirir um endereço na internet desse tipo desde o começo de março. Para continuar a tradição, a ICM Registry vai abrir em setembro os registros para páginas “.sex”. A expectativa da empresa é que até o fim do ano, a internet já tenha páginas assim.

 

Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Campus Party Recife já tem data definida

Festa terá quarta edição no Recife. (Foto: Igo Bione/JC Imagem)

Uma equipe da organização da Campus Party se reuniu nesta quarta (1º) para conversar com o Governo do Estado sobre a nova edição recifense do evento. A secretária de Ciência e Tecnologia e Inovação do Estado, Lúcia Melo, recebeu no final da manhã de hoje o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia. No encontro foram definidas as datas para a quarta edição da festa na capital pernambucana: 22 a 26 de julho no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

Uma das novidades deste ano será a realização, em paralelo ao evento, do Congresso Brasileiro de Ciência da Computação. Serão anunciados em breve detalhes sobre investimentos, estrutura e convidados.

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectec) ficará responsável por coordenar as atividades das demais secretarias de Estado a serem executadas no espaço destinado ao Governo na feira. Também foi confirmado o espaço conhecido como Startups & Makers, voltado para empreendedores de TI, economia criativa e negócios sociais.

O comitê da Campus Party se reuniu ainda com o prefeito em exercício do Recife, Luciano Siqueira. No ano passado, a Campus Party reuniu 2 mil pessoas.

A secretária Lucia Melo com presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia (Foto: Divulgação).

 

MundoBit

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Obama aprova retaliação a ataques cibernéticos estrangeiros nos EUA

Da Folhapress

Empresas e órgãos públicos dos Estados Unidos sofreram ataques cibernéticos recentemente. O país é acusado de realizar um esquema de espionagem virtual em diversos países do mundo / Foto: Reprodução
Empresas e órgãos públicos dos Estados Unidos sofreram ataques cibernéticos recentemente. O país é acusado de realizar um esquema de espionagem virtual em diversos países do mundoFoto: Reprodução

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou nesta quarta-feira (1º) uma ordem executiva que dá ao governo americano o poder de retaliar os responsáveis por ataques cibernéticos estrangeiros no país.

Indivíduos ou instituições envolvidas em crimes cibernéticos que representem “uma ameaça significativa para a segurança nacional, política exterior ou para a estabilidade financeira e a saúde econômica dos EUA” poderão sofrer sanções financeiras e de viagens, determinadas pelo Departamento do Tesouro.

Em fevereiro, Obama já havia anunciado sanções similares contra oficiais do governo da Coreia do Norte, após acusar o país de ser o responsável por um ataque hacker à Sony Pictures, que causou prejuízos e constrangimentos à companhia. A nova ordem expande suas opções futuras.

“As ameaças cibernéticas representam um dos mais sérios desafios econômicos e de segurança nacional para os Estados Unidos, e minha administração está buscando uma ampla estratégia para combatê-las”, afirmou Obama em nota divulgada nesta quarta.

“Como vimos nos meses recentes, essas ameaças podem surgir de uma variedade de fontes e terem como alvo nossa infraestrutura, nossas empresas e nossos cidadãos.”

Nos últimos meses, além da Sony, as redes de varejo Target e Home Depot e a seguradora de saúde Anthem sofreram invasões de hackers que roubaram informações de milhares de norte-americanos. O Twitter do Comando Central dos EUA também foi atacado.

Entre as ações que podem gerar retaliações sob a nova ordem estão ataques cibernéticos que tenham como alvo a infraestrutura essencial do país, que roubem dinheiro, comercializem segredos ou informações pessoais ou que aqueles responsáveis pelos chamados ataques de “Negação Distribuída de Serviço”, em que os hackers direcionam um alto volume de acessos simultâneos para sobrecarregar os servidores de um site.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

A partir desta quarta, empregador terá de pedir seguro-desemprego pela internet

Da Agência Brasil

Empresas deverão preencher os requerimentos apenas por meio do aplicativo Empregado Web, disponível no Portal Mais Emprego, do ministério / Foto: Agência BrasilEmpresas deverão preencher os requerimentos apenas por meio do aplicativo Empregado Web, disponível no Portal Mais Emprego, do ministérioFoto: Agência Brasil

A partir desta quarta-feira (1º), os empregadores só poderão preencher o requerimento do seguro-desemprego e de comunicação de dispensa de trabalhadores por meio da internet. A medida pretende tornar mais rápido o atendimento e dar maior segurança às informações sobre os empregados, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Antes, a documentação era preenchida pela empresa (em guias verde e marrom) e entregue pelo trabalhador na hora de requerer o benefício. Esses formulários impressos não serão mais aceitos.

Com a resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador, as empresas deverão preencher os requerimentos apenas por meio do aplicativo Empregado Web, disponível no Portal Mais Emprego, do ministério. O dispositivo online já era utilizado, mas passou a ser obrigatório.

De acordo com o MTE, o sistema dará mais velocidade à entrega do pedido, além de garantir a autenticidade dos dados e possibilitar o cruzamento de informações sobre os trabalhadores em diversos órgãos, facilitando consultas necessárias para a liberação do benefício.

Segundo o ministro do Trabalho, Manoel Dias, todos os serviços prestados aos empregadores e trabalhadores já estão informatizados. “Estamos incluindo a biometria no recebimento do fundo de garantia, para garantir que não haja fraudes. São 12 programas que desenvolvemos, culminando até o final do ano com um cartão eletrônico. A carteira de trabalho passaria a ser, então, um cartão eletrônico”, adiantou o ministro.

Em uma agência de atendimento ao trabalhador em Brasília, a medida não era conhecida por todos e dividiu opiniões. Apesar de trabalhar no departamento de recursos humanos de uma empresa, Camila Moura ainda não sabia das mudanças. Ela acredita que a resolução vai acelerar o processo de requerimento do seguro-desemprego.

“Não tem nenhum cartaz com o aviso, nenhum atendente informou que iria ter essa mudança e as empresas não receberam um comunicado sobre isso. Mas eu acho positivo, porque tem gente passa muito tempo na fila e vai ficar mais rápido”, disse Camila.

O lavrador Evandro de Castro, que estava solicitando o seguro-desemprego, já sabia das mudanças. “É uma facilidade a mais para o trabalhador e para a empresa, mas não poderia ser obrigatoriamente pela internet, porque algumas pessoas não têm e não sabem usar”, afirmou.

No final de fevereiro, novas regras de concessão do seguro-desemprego entraram em vigor. A Medida Provisória (MP) 665 estabeleceu que tem direito ao seguro-desemprego o trabalhador dispensado que comprove ter recebido salário há pelo menos 18 meses nos últimos 24 meses imediatamente anteriores à data do desligamento, na primeira solicitação. Pela legislação anterior, esse prazo era seis meses. Na segunda solicitação, a exigência cai para um ano e a partir da terceira vez, não há alteração.

A MP 665 também alterou regras para o seguro-desemprego de pescador artesanal e do abono salarial. Já a MP 664 alterou regras sobre os benefícios de auxílio-doença e pensão por morte. As medidas ainda precisam ser votadas pelo Congresso Nacional.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Empresa do Japão cria cebola que não faz chorar

Uma cebola grande é suficiente para o prato (Foto: Emily Costa/G1)
Cebolas possuem enzimas que produzem compostos que fazem chorar quem a corta. A empresa japonesa desenvolveu uma variedade que evita esse choro (Foto: Emily Costa/G1)

Uma empresa japonesa criou uma cebola que ao ser cortada não faz chorar, anunciou nesta terça-feira (31) a empresa House Foods Group.

De acordo com a companhia, a variedade antilágrimas bloqueia enzimas que produzem os compostos que fazem chorar os cozinheiros.

A empresa não indicou quando começará a comercializar essa cebola.

Em 2013, os cientistas da House Foods Group venceram o “Prêmio Ig Nobel” da Universidade de Harvard pela descoberta do processo bioquímico responsável por fazer uma pessoa chorar ao cortar uma cebola.

A House Foods se concentrou nas enzimas da cebola por se tratar de um ingrediente muito utilizado na cozinha japonesa.

 

 

Da France Presse

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Clássico ‘Pac-Man’ agora pode ser jogado em ruas do Google Maps

Ruas de São Paulo viram labirintos de 'Pac-Man' dentro do Google Maps (Foto: Reprodução/Google)
Ruas de São Paulo viram labirintos de ‘Pac-Man’ dentro do Google Maps (Foto: Reprodução/Google)

O clássico “Pac-Man” agora pode ser jogado em qualquer rua do planeta dentro do Google Maps. A brincadeira usa os mapas do serviço como labirintos e o objetivo do game, como sempre, é comer as bolinhas e fugir dos fantasmas.

Essa não é a primeira vez que o Google faz uma piadinha envolvendo games, Maps e a véspera do dia 1º de abril. No ano passado, a empresa transformou seu serviço de localização em um grande “Pokémon” da vida real.

Para jogar “Pac-Man” no Google Maps, basta abrir o site do serviço, escolher uma região e clicar no ícone do game no canto inferior esquerdo.

 

Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Estudante brasileiro viajará ao Espaço para testar experimento

Foto: Divulgação.

O estudante de engenharia elétrica Pedro Nehme, da Universidade de Brasília (UnB), está prestes a viajar para o espaço. Lá, vai conduzir um experimento criado por estudantes de escolas públicas, que será selecionado pela Agência Espacial Brasileira (AEB) por meio de uma chamada pública.

O quinto Anúncio de Oportunidade do Programa Microgravidade abriu prazo para cadastro de propostas na última terça-feira (24/3) e vai até 27 de abril. Estudantes de educação básica brasileira são desafiados a desenvolver um dispositivo eletrônico compacto, capaz de avaliar os aspectos fisiológicos relacionados à exposição do corpo humano ao ambiente de microgravidade e hipergravidade. O edital prevê a parceria com instituições de ensino superior. A divulgação do resultado será em 2 de maio.

Pedro Nehme será o segundo brasileiro a ir para o espaço, sendo o primeiro civil. Em 2006, o militar da Força Aérea Brasileira (FAB) Marcos Pontes embarcou em um voo orbital para a Estação Espacial Internacional. No caso de Pedro, o veículo espacial não entrará em órbita e a viagem terá duração total de uma hora. Serão entre cinco e seis minutos em microgravidade. “Estou ansioso para essa missão”, afirma.

Pelo Ciência sem Fronteiras, Pedro estudou na Catholic University of America em Washington (EUA) no ano de 2012. Três meses depois de sua chegada ao país norte-americano, foi selecionado junto com outros seis bolsistas do CsF para o estágio na Nasa, no Goddard Space Flight Center, onde permaneceu por nove meses. Lá, trabalhou na divisão de astrofísica, com balões de grande altitude ��” capazes de levar instrumentos de pesquisa para a estratosfera.

Foi exatamente esse conhecimento que ajudou Pedro a ganhar o concurso da empresa aérea que vai levá-lo ao espaço. A tarefa consistia em acertar o local onde um balão lançado do Deserto de Nevada (EUA) cairia. Os participantes teriam que marcar a altitude em que o objeto estouraria, além da latitude e longitude. O estudante acertou a altitude exata e seu palpite foi o que mais se aproximou da localidade certa no mapa.

Logo que voltou do CsF, Pedro foi selecionado para estagiar na AEB. Agora, é bolsista na agência. “Todo mundo que participa do Ciência sem Fronteiras tem algo a contribuir quando volta”, ressalta. Para o futuro, o estudante ��” que se forma no final deste ano ��” vislumbra seguir no ramo aeroespacial. “Gostaria muito de contribuir para o programa espacial brasileiro.”

O veículo espacial que levará Pedro está sendo finalizado e entrará em testes. Enquanto isso, o rapaz participa de treinamentos promovidos pela AEB. No início de março, esteve nos Estados Unidos para treino em uma centrífuga. Em abril, irá à Rússia para testes de gravidade zero. Até a viagem para o espaço, será acompanhado pelo centro de medicina aeroespacial da FAB no Rio de Janeiro, onde fará, também, simulações de falta de oxigênio, ejeção e desorientação espacial. [Do Portal Brasil via AEB]

 

MundoBit

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Spotify chega aos usuários do PS3 e PS4

Foto: Divulgação.

O Spotify, um dos mais populares serviços de streaming de música, anunciou uma parceria com a Sony para levar seu acervo para o PlayStation 3 e PlayStation 4.

O chamado “PlayStation Music” traz as 30 milhões de músicas e 1,5 milhão de playlist do Spotify para usuários do PlayStation Network. Não será necessário criar um novo usuário.

A iniciativa chega após o fim do serviço próprio da Sony, o Music Unlimited, que não suportou a concorrência pesada nesse setor. O Spotify anunciou que a parceria com a Sony é exclusiva e que o serviço não será disponibilizado em outros consoles.

 

 

MundoBit

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.