Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Computador Apple-1 de 1976 vendido por US$ 905 mil em leilão

Da AFP

O Apple 1 foi o primeiro computador pessoal pré-montado a ser vendido. / Foto: BonhamsO Apple 1 foi o primeiro computador pessoal pré-montado a ser vendido.Foto: Bonhams

Um dos primeiros computadores da Apple foi vendido em Nova York na quarta-feira (22) por 905 mil dólares e foi declarado pela casa de leilões Bonhams como a relíquia do mundo da informática de maior valor no mundo.

O modelo Apple-1, montado a mão em 1976 por Steve Wozniak na garagem do cofundador da empresa, Steve Jobs, foi vendido por um preço que alcançou quase o dobro do esperado, segundo a Bonhams. O aparelho foi comprado pelo Museu Henry Ford de Dearborn, Michigan.

Cassandra Hatton, especialista na venda de objetos de tecnologia, afirmou que o computador estava em condições excepcionais. “Estamos felizes por bater um recorde mundial com a venda. E estamos ainda mais contentes que vá para um novo lar maravilhoso, o Museu Henry Ford”, disse Hatton.

O Apple 1 foi o primeiro computador pessoal pré-montado a ser vendido. De acordo com a Bonhams, o aparelho leiloado foi um dos 50 fabricados a mão por Wozniak para ser vendidos no ByteShop no verão de 1976.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Inbox: o novo serviço de gerenciamento de emails do Google

(Foto: Reprodução)

Organizar a caixa de entrada dos usuários de uma maneira mais inteligente é a intenção do Google com o anúncio do Inbox, novo serviço de gerenciamento de emails. No comunicado oficial feito nesta quarta, a empresa define como “um tipo completamente diferente de caixa de entrada, feito para se adequar à sua vida”.

Disponível na web exclusivamente pelo navegador Chrome, quem desejar conhecer o serviço poderá também baixar os aplicativos para iOS (versão 7 ou superior) e Android (versão 4.1 ou superior).

Para utilizar o Inbox, no entanto, é preciso receber o convite de um amigo. O Google informou que enviou a primeira leva de convites hoje e que cada pessoa que recebê-lo poderá convidar mais uma. Mas se o aplicativo demorar a chegar até você, basta enviar um email para inbox@google.com e solicitar o convite.

O Google alerta que o Inbox é bem diferente do Gmail, mas completa que este é o propósito de sua criação. “Quando você começar a usar o Inbox, verá rapidamente que ele não se parece com o Gmail, e é essa a intenção”, diz o comunicado.

Recursos do Inbox

Com o novo serviço de gerenciamento do Google será possível agrupar emails sobre assuntos parecidos. Desta forma, emails de promoções podem ser agrupados em um mesmo local, por exemplo. O Gmail já possui uma divisão de mensagens por abas, mas com o Inbox o usuário poderá escolher quais são as categorias.

No serviço, algumas mensagens podem ter um resumo com informações importantes dos e-mails. O Inbox permite a inclusão de lembretes, no modelo do Google Now. Além disso, emails como os de confirmação de uma reserva no restaurante virão com um mapa para chegar ao local. O sistema inclui um botão “soneca” para quando o usuário quiser silenciar o lembrete até que ele seja conveniente.

 

 

MundoBit

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Robô inteligente auxilia no tratamento do autismo e no cuidado de idosos

Robô Nao possui inteligência artificial avançada (Foto: Orlando Neto/G1)

Robô Nao possui inteligência artificial avançada e é capaz de realizar diversas tarefas (Foto: Orlando Neto/G1)

Um robô desenvolvido por uma empresa francesa está ajudando no tratamento do autismo e no cuidado de idosos. O projeto foi uma das inovações apresentadas na Joint Conference on Robotics and Intelligent Systems (JCRIS) 2014 que terminou nesta quarta-feira (22), na Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos. Criado com o intuito de contribuir para o bem estar dos seres humanos, o robô Nao – palavra que significa cérebro em chinês – foi lançado em 2007 e pode ser programado para desempenhar diversas funções como ferramenta educativa e interativa para crianças e adultos.

Desenvolvido pela empresa francesa Aldebaran Robotics, Nao tem 57 centímetros de altura e é equipado com câmeras no lugar dos olhos, microfones para responder aos comandos de voz, autofalantes e sensores variados. Além disso, ele possui dois processadores e acesso à rede de internet sem fio. O robô é capaz de ler e-mails e respondê-los por meio de uma conversa com o usuário, por exemplo. Hoje, já existem no mundo mais de 450 instituições que utilizam o Nao, entre elas a USP São Carlos e a Harvard University.

Matheus Mainardi, da Somai Tecnologia e Educação, empresa que representa a Aldebaran no Brasil, explica que a aplicação do robô para auxiliar em casos de autismo teve início de forma espontânea. “Ele foi apresentado em um evento e uma criança autista começou a brincar com ele. Como é um sistema que não possui emoções, a interação fez com que as pessoas que possuem essa disfunção se sentissem mais à vontade para brincar com ele. Assim, depois de alguns estudos, foi constatado que o Nao podia funcionar como um canal direto de comunicação entre um autista e outras pessoas”, declarou. Pensando nisso, a empresa francesa lançou em 2013 o Autism Solution for Kids (ASK) para o Nao, dedicado às necessidades especiais para o ensino dessas pessoas.

Mainardi explicou que o fato de permitir programação específica para realizar funções diferentes faz o robô ter possibilidades infinitas de aplicação. “Estamos apenas no começo. Ele é capaz de mostrar na prática algumas coisas que aprendemos apenas em teoria. Campos como a robótica, a matemática, a ciência da computação e a engenharia são muito melhor trabalhados por meio desse equipamento. Mesmo se contarmos apenas com as funções já conhecidas do Nao, as aplicações são infinitas. Imagine então quando mais pessoas passarem a programar seus próprios códigos e fazer suas próprias demandas ao robô”, pontuou.

Próxima etapa
A Aldebaran já prepara outra versão do Nao, o “irmão mais velho” dele, Romeo. A nova versão está em desenvolvimento desde 2009, mas já foi apresentada. Dessa vez, o alvo foi a população idosa, que poderá contar com a ajuda do robô. Ele tem 1,40 metro e pode ajudar pessoas que perderam sua autonomia auxiliando em atividades como abrir portas, subir escadas e até buscar objetos.

Aplicações e uso
No caso da RoboCup de futebol, que aconteceu durante a JCRIS, um time de Naos foi programado para desempenhar funções em campo como goleiro, zagueiro ou atacante. Assim como nos jogos entre humanos, os robôs eram vítimas de faltas e empurrões, sendo jogados no chão pelos outros em alguns momentos. Mesmo assim, sem nenhum tipo de intervenção humana, o robô se levanta sozinho com o apoio das mãos e volta à partida como se nada tivesse acontecido.

Em 2012, o G1  mostrou um sistema desenvolvido pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos, que fazia com que Nao reproduzisse gestos realizados por humanos. A pesquisa tinha como objetivo auxiliar pacientes em fisioterapia, além de promover a interação com crianças do ensino fundamental.

O humanóide, termo atribuído aos robôs que se assemelham a humanos, pode ser adquirido apenas por empresas ligadas ao ramo da educação ou, em alguns casos, de tratamento de determinadas condições como o autismo. As instituições interessadas em adquirir o Nao devem enviar uma inscrição ao Somai, que vai avaliar e aprovar o pedido caso se encaixe nas categorias requisitadas.

No entanto, Mainardi explica que logo o sistema deve estar aberto ao público. “Ele ainda pode ser considerado um protótipo, mesmo com tantas funções, já que ainda existem muitas outras a serem descobertas. Ele ainda está sendo testado, de certa forma. Quando for julgado que está pronto para atender ao público da melhor forma possível, com certeza deve ser comercializado abertamente”, afirmou.

 

Do G1 São Carlos e Araraquara

 

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Operadoras não poderão cortar internet do usuário, dizem órgãos de defesa

Anatel disse que mudança está dentro das normals. (Foto: AFP).

Anatel disse que mudança está dentro das normals. (Foto: AFP).

A decisão das operadoras em passar a cobrar pela conexão móvel após o fim da franquia repercutiu negativamente entre os usuários. Ôrgãos de defesa do consumidor se posicionaram contra a medida. Mas a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) disse que a medida está dentro das normas.

LEIA MAIS
O fim da “internet ilimitada”

No entanto, a Anatel vai solicitar explicações às operadoras sobre a medida. Como funciona hoje: o cliente contrata uma franquia de dados mensal. Ao término dela, o usuário pode continuar navegando, mas com a velocidade diminuída. É isso o que as operadoras chamam de “internet ilimitada”.

As mudanças, segundo o Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações, da própria Anatel, diz que toda mudança deve ser informada aos consumidores com o mínimo de um mês de antecedência. A prática é comum nos EUA e Europa, mas uma novidade aqui no País.

A primeira a fazer a mudança será a Vivo. A mudança vale a partir do dia 6 de novembro, inicialmente para os clientes do Rio Grande do Sul e de Minas Gerais, mas poderá ser estendida para outras regiões nos próximos meses. A operadora diz que está avisando aos clientes por SMS assim que atingem 80% da framquia. A compra do pacote adicional de 50MB custa R$ 2,99 por sete dias.

O ajuste valerá para clientes pós-pagos e pré-pagos. Segundo a Vivo, “o ajuste será feito para atender as necessidades e expectativas dos 53,1 milhões de clientes pré-pagos, que vem usando cada vez mais os pacotes de dados pelo celular, especialmente para acessar redes sociais.

Claro, Tim e Oi ainda não se pronunciaram sobre a nova taxação, mas dizem que a oferta de pacotes adicionais de internet é uma tendência global, o que mostra um indicativo de que a novidade será implantada.

Consumidores protestam

A medida mexerá no bolso dos consumidores e por isso não foi bem recebida. A ONG Associação de Consumidores Proteste criticou a medida e diz que vai enviar ofício à Anatel sobre a iniciativa. A organização diz que as operadoras não podem modificar um contrato de forma unilateral.

“Os consumidores não são obrigados a aceitar as alterações das condições da prestação de serviço e as empresas são obrigadas a manter o contrato em vigor. O Código de Defesa do Consumidor proíbe a alteração unilateral do contrato”, diz a ONG.

“A estratégia de cortar a conexão se não houver a contratação de novo pacote de dados representa a penalização dos consumidores de menor renda, e o Ministério das Comunicações não poderia fazer vista grossa para o caminho desviado da universalização e modicidade tarifária que a banda larga vem trilhando”, critica Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da associação.

O Instituto de Defesa do Consumidor de Pernambuco disse que irá fazer um estudo jurídico para emitir um posicionamento sobre a questão. “Se a Anatel está favorecendo as empresas de telefonia em detrimento dos usuários precisamos deixar claro que o cliente precisa ter um entendimento claro e objetivo sobre qualquer mudança de contrato”, disse ao NE10 José Rangel, coordenador-geral do Procon no Estado.

“Nosso entendimento inicial é de que essa mudança beneficia as empresas e não os usuários”, disse. Rangel lembrou ainda que o cliente poderá registrar uma denúncia caso se sinta lesado com o início da cobrança adicional.

Falta de controle

O Proteste disse ainda que o consumidor tem dificuldade em fazer contagem de dados. Como os smartphones possuem aplicativos que atualizam automaticamente o cliente acaba consumindo dados sem saber. “a banda larga deveria estar no regime público, pois é um serviço essencial para o desenvolvimento econômico, social e cultural do país. Trata-se de um serviço que não pode está à mercê das variações de mercado. Não poderia estar sujeito ao interesse privado das empresas, sem controle de preços”.

 

MundoBit

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Aplicativo auxilia na busca de pessoas desaparecidas

Da Agência Brasil

A expectativa é de que até o fim deste ano, 11 estados façam parte do projeto e sejam criadas as versões do aplicativo para IOS e Windows Phone. / Foto: Fotos PúblicasA expectativa é de que até o fim deste ano, 11 estados façam parte do projeto e sejam criadas as versões do aplicativo para IOS e Windows Phone.Foto: Fotos Públicas

O aplicativo Sinesp Cidadão ganhou mais um módulo. Texto divulgado pela assessoria de comunicação do Ministério da Justiça informa que agora a população terá acesso a informações de pessoas desaparecidas.

A nova versão foi disponibilizada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ) e traz dados sobre 4 mil desaparecidos. Segundo o texto da assessoria, a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, acredita que a tecnologia é uma possibilidade de o cidadão, sem correr riscos, ajudar os órgãos de segurança pública e se tornar um parceiro da polícia.

As informações contidas no aplicativo correspondem, inicialmente, aos estados do Espírito Santo, de Santa Catarina e Sergipe, que já integram a cooperação com o governo federal. “Além dos três estados, que já incorporaram o cadastro de desaparecidos ao aplicativo, o Rio de Janeiro está em fase de integração. A Bahia e São Paulo estão definindo a tramitação para assinatura e disponibilização das informações”, acrescenta o texto.

O aplicativo está disponível para o Google Play. A expectativa é de que até o fim deste ano, 11 estados façam parte do projeto e sejam criadas as versões do aplicativo para IOS e Windows Phone.

O Sinesp Cidadão possibilita também que a população verifique informações sobre veículos roubados e mandados de prisão em aberto. Nos dois casos, o cidadão deve entrar em contato com a polícia para fazer a denúncia. Com a ajuda do aplicativo, a polícia já localizou 87 mil veículos roubados e prendeu 4 mil pessoas que estavam foragidas.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Carro sem piloto chega a 220 km/h em pista de corrida na Alemanha

A Audi apresentou ao público no último domingo (19) no encerramento do campeonato alemão de turismo, a DTM, a exibição de um veículo autônomo na pista de Hockenheim. O modelo, um RS 7, guiado sem motorista completou a volta em pouco mais de dois minutos. Como comparação, a volta mais rápida do GP da Alemanha de Fórmula 1 deste ano, realizado no mesmo circuito, foi feita em 1:19:908. Veja o vídeo.

O RS7 foi equipado com uma série de câmeras 3D, e pôde realizar a façanha graças a um programa de computador, capaz de transmitir todas as especificações da pista captados via GPS a comandos de aceleração, frenagem e esterço do volante. O resultado foi uma velocidade de 220 km/h no trecho mais veloz do circuito.

Apesar de toda preparação para ser guiado sem motorista, o Audi RS 7 utilizado na exibição possui conjunto mecânico semelhante aos demais modelos. Ele conta com um V8 4.0 biturbo de 560 cavalos. O câmbio é automático de oito velocidades.

Audi RS 7 autônomo (Foto: Divulgação)
Audi RS 7 autônomo (Foto: Divulgação)
Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Imagens incríveis do cometa Siding Spring passando por Marte

Cometa (na parte inferior esquerda) passando por Marte (na parte superior direita). Foto: Nasa/Divulgação).

O cometa Siding Spring (C/2013 A1, o nome oficial) passou bem perto de Marte nesse domingo (19). Este foi o mais próximo que qualquer cometa passou pela Terra em toda a história. Os cientistas aproveitaram a ocasião para estudar a interação dos dois astros.

Para isso, os dois robôs que a humanidade mantém no Planeta Vermelho, o Curiosity e o Opportunity, trabalham dobrado para registrar o evento. As cinco sondas ativas que orbitam Marte, a MAVEN, MRO e Mars Odyssey da NASA, Mars Express da ESA, e a Mars Orbiter da Índia também enviaram informações.

A primeira imagem foi divulgada ainda neste domingo e foi feita a partir da Terra. O cometa tem cerca de 1,6 quilômetros de diâmetro e percorre o espaço a uma velocidade de 56 Km/segundo. Ele provavelmente se originou em um local conhecido como Nuvem de Oort e demorou 1 milhão de anos para se aproximar de Marte. [Via Nasa]

Mais uma foto, desta vez feita pelo robô Opportunity, de Marte. (Divulgação).

Mais uma foto, desta vez feita pelo robô Opportunity, de Marte. (Divulgação).

 

 

MundoBit

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Robô de telepresença é sucesso na Semana de Ciência e Tecnologia

Agência Brasil

Robô teve seu nome inspirado no R2D2, personagem do filme Star Wars / Foto: Agência BrasilRobô teve seu nome inspirado no R2D2, personagem do filme Star WarsFoto: Agência Brasil

O robô de telepresença R1T1 não consegue passar despercebido pelo Pavilhão de Exposição da 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em Brasília. Guiado por controle remoto, ele atrai as crianças por sua autonomia e pelas interações por meio de câmera e tela acopladas ao “pescoço”.

Revestido de fibra de vidro e com, aproximadamente, 1,6 metro de altura, o robô teve seu nome inspirado no R2D2, personagem do filme Star Wars. Assim como seu colega do cinema, o R1T1 pode interagir com aqueles ao seu redor. Conforme o engenheiro Antônio Henrique Dianin, coordenador do Project Robot, da startup brasileira DMS Company, e idealizador do robô, o principal foco é a área hospitalar.

A primeira instituição a receber o projeto foi o Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM). Com estrutura arredondada, o R1T1não acumula resíduos e é fácil de ser esterilizado. Por isso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária permite que ele circule em todas as alas do hospital, inclusive nas UTIs.

“Também pensamos nas pessoas que ficam muito tempo em um hospital. Nas pediatrias, as crianças adoram. O robô consegue tirá-las desse ambiente. Elas podem se conectar e passear em exposições como essa ou visitar outras salas de aula. O melhor é que o robô pode substituir as famílias nos casos de dificuldades de contato com os pacientes”, ressaltou o engenheiro.

Segundo Dianin, o R1T1 também pode se conectar ao sistema do hospital, permitindo ao médico consultar dados do paciente. A próxima etapa será instalar equipamentos de ultrassom no robô. “Estamos idealizando uma cirurgia odontológica, com a utilização de câmeras na boca do paciente. O procedimento será feito pela tela do robô”, adiantou.

Lançado em 2013, após um ano de desenvolvimento, esta é a terceira versão do R1T1. A primeira custou R$ 100 mil ao grupo. “Consideramos o HUM nosso grande parceiro. Eles aceitaram o projeto na fase inicial, quando ainda era um protótipo bem rústico, cheio de fios e placas aparentes”, assinalou.

Para o idealizador, o R1T1 é o primeiro robô de telepresença da América Latina e um dos mais avançados do mundo, pois tem autonomia (a bateria funciona 24 horas) e movimentação. O projeto já ganhou prêmios e tem parcerias com universidades nacionais e internacionais. “É muito difícil desenvolver um projeto desse no Brasil. Além da burocracia, a visão e a cultura é muito diferente do exterior. Infelizmente, o apoio para pesquisa é maior fora do nosso país”, lamentou o técncico.

Antônio Dianin acredita que os robôs farão parte do dia a dia da sociedade em futuro bem próximo.  “Ano que vem, lançaremos um robô de limpeza. Todos precisarão de um em casa. O custo ainda será alto, mas tende a baratear. Teremos robôs na educação, marketing e em games. Vislumbramos um horizonte que o cinema muitas vezes apresenta em estágio avançado. Inicialmente, eles auxiliarão nas pequenas atividades”, explicou.

De acordo com o engenheiro, haverá uma migração de áreas de especialidade. “Os seres humanos precisarão estar cada vez mais preparados, com mais estudo, de modo que transitem de atividade corriqueiras para as de desenvolvimento. Para fazer tecnologia avançada, é preciso pessoas preparadas e isso requer muito estudo. Os robôs forçarão essa migração, ao mesmo tempo que engrandecerão o ser humano”, observou.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia será encerrada amanhã (19) em todo país. Em Brasília, as exposições, palestras e oficinas ocorrem no Pavilhão de Exposição do Parque da Cidade.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Google planeja oferecer banda larga ultrarrápida para usuários

Foto: AFP.

O Google anunciou que está preparando uma nova tecnologia de internet sem fio que vai permitir conexões ultravelozes. Um relatório público enviado à Comissão Federal de Comunicações (FCC, em inglês) pediu aval da agência para administrar testes em diferentes frequências de onda.

Uma das frequências inclui uma faixa raramente utilizada para transmissão de dados. O Google não revela detalhes da empreitada, mas a empresa já admitiu que planeja popularizar um serviço que leva banda larga ultrarrápida para residências. Uma versão de testes foi iniciada em algumas poucas cidades dos EUA no ano passado.

O Google Fiber já funciona em modo beta. (Divulgação).

Cabos submarinos

Nessa semana, o Google deu uma coletiva durante a Futurecom, em São Paulo, onde falou dos seus planos com a instalação dos cabos submarinos no litoral brasileiro. A gigante de internet vai investir 250 milhões de dólares. Outras três empresas fazem parte do empreendimento, a Angola Cables, Algar Telecom e Antel. Ao todo o investimento chega a US$ 500 milhões.

A estrutura vai permitir uma largura de banda de 64 Tbps. Os cabos ligarão Santos, em São Paulo, Fortaleza, no Ceará e Miami, nos EUA. [Via Reuters]

 

 

 

MundoBit

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Apple lança iPad Air 2 com leitor de digitais e processador 40% mais veloz

Foto: AFP.

A Apple anunciou nesta quinta (16) os novos iPads. O CEO da empresa Tim Cook apresentou em um evento em São Francisco nos EUA o que chamou do “tablet mais fino do mundo”. Ele tem 6.1 milímetros de espessura.

O primeiro modelo, o iPad Air 2 tem leitor de impressões digitais, o Touch ID, já presente em iPhones, sensor biométrico, barômetro, um novo chip A8X 64 bit. Isso dá um processamento 40% mais rápido. Em relação ao primeiro iPad, o crescimento em performance foi de 180x.

Ele ainda tem a mesma autonomia de bateria do modelo anterior, de 10 horas, mas agora com um processamento bem maior.

A câmera é de 8 megapixels, com iSight. Ela faz vídeos em HD com 1080 pixels de resolução. Como aconteceu nos novos iPhones 6, a câmera chega cheia de recursos, como melhoria na detecção de rostos, vídeos em HDR, timelapse e slow motion.

Tim Cook segura o novo iPad Air 2. (Foto: AFP).

iPad Mini 3

A Apple também anunciou o novo iPad Mini 3. Ele também tem leitor de impressões digitais Touch ID, tela de 7,9 polegadas e câmera de 5MP iSight.

O novo iPad Air 2 começa em 499 dólares na versão Wi-Fi. Já o Mini 3 sai por 529 dólares. Com isso os modelos antigos caem de preço. O iPad Mini básico vai sair por 249. A pré-venda começa nesta sexta (17) nos EUA e a chegada às lojas está prevista para semana que vem.

A empresa tirou onda com os recentes vazamentos que saíram na empresa, fazendo menção com humor a um suposto time de segurança para segredos, o que levantou risadas do público.

A Apple vendeu 225 milhões de iPads até hoje e, segundo Tim Cook, tem um índice de satisfação do consumidor de 100%.

Os preços dos novos iPads. (AFP).

ipad-

MundoBit

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

contato@encartenoticias.com
jencartnoticias@gmail.com