Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

Em defesa dos animais, Justiça mexicana proíbe touradas na maior arena do mundo

Decisão ainda não é definitiva, mas até que haja uma ordem final, a Monumental Praça de Touros da Cidade do México ficará fechada.

Por g1

A maior arena de touradas do mundo, na Cidade do México, foi proibida de receber espetáculos desde a última sexta-feira (10).

O juiz Jonathan Bass deu uma ordem no fim de maio que proíbe os espetáculos no local. A ação havia sido iniciada por uma organização chamada Justiça Justa.

Uma das advogadas da associação, Mariana Ruiz Albarrán, disse, em entrevista do site Infobae, que a decisão ainda não é definitiva.

A Justiça Justa argumentou que as touradas violam o direito “a um meio ambiente saudável”, o que seria uma violação dos direitos humanos —essa relação entre meio ambiente e direitos humanos já foi incorporada pelo Judiciário mexicano.

Fechado até que se decida

De acordo com a ordem do juiz Bass, enquanto não houver uma decisão final, as portas da arena da Monumental Praça de Toros México ficam fechadas.

“A sociedade está interessada no respeito à integridade física e emocional de todos os animais porque são seres vivos que fazem parte dos ecossistemas e, assim, contribuem com os benefícios ambientais que são essenciais para o ser humano”, disse ele

Discussões no México

A Justiça do México discute desde 2019 se proíbe ou permite as touradas.

O argumento a favor do espetáculo é que se trata de uma manifestação cultural. Os que são contrários às touradas dizem que nesses eventos os touros são maltratados até morrer.

No Legislativo também há discussões, e as preocupações são diferentes: teme-se que a proibição vá acabar com empregos.

Bolas gigantes substituem touradas na Espanha

Na Câmara da Cidade do México ainda não houve uma votação final, mas há indicações de que a maioria é favorável à proibição.

Em uma votação inicial em dezembro de 2021, houve maioria para acabar com as touradas no Monumental.

De acordo com o “El País”, tanto grupos contrários como favoráveis às touradas tentam influenciar as discussões políticas, mas a decisão deve ser tomada pela Justiça.

A regra para a Cidade do México deve ser estendida para todo o país.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Colisão frontal entre carro e caminhão deixa homem morto na BR-423, em Garanhuns

O motorista do carro morreu no local, enquanto o condutor do caminhão ficou ferido.

Por g1 Caruaru

Uma colisão frontal entre um carro e um caminhão deixou um homem morto na madrugada deste sábado (11), na BR-423, em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do carro morreu no local, enquanto o condutor do caminhão ficou ferido e foi encaminhado ao Hospital Regional Dom Moura. O estado de saúde dele não foi informado.

Além da PRF, o Instituto de Criminalística esteve no local. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Ucrânia registra 15 mil casos suspeitos de crimes de guerra

A procuradora-geral ucraniana, Iryna Venediktova, afirmou em Haia que entre os suspeitos estão ‘os principais militares, políticos e agentes de propaganda da Rússia’.

Por BBC

Mais dois soldados russos são condenados por crimes de guerra na Ucrânia

Cerca de 15.000 casos suspeitos de crimes de guerra foram registrados na Ucrânia desde o início do conflito com a Rússia, com uma média de 200 a 300 casos reportados diariamente, segundo a procuradora-geral do país.

Cerca de 600 suspeitos foram identificados e 80 já processos começaram, disse Iryna Venediktova a repórteres em Haia, na Holanda.

A lista de suspeitos inclui “os principais militares, políticos e agentes de propaganda da Rússia“, acrescentou a procuradora ucraniana.

Rússia nega envolvimento em crimes de guerra e em mortes de civis.

Dos 15.000 supostos crimes de guerra, Veneditkova disse que muitos foram identificados na região leste de Donbas — cenário de combates ferozes entre tropas russas e ucranianas.

Os crimes de guerra na região a serem investigados incluem a possível transferência forçada de pessoas — tanto adultos quanto crianças — para diferentes partes da Rússia, segundo Venediktova. Há também suspeitas de tortura, de morte de civis e de destruição de infraestrutura civil.

Embora as investigações relacionadas a casos na região leste tenham começado, as autoridades ucranianas não têm acesso às áreas controladas pela Rússia, informou a procuradora-geral à agência de notícias AFP. Ela também ressaltou as dificuldades de levar as investigações à frente enquanto os conflitos ainda estão ocorrendo. Autoridades ucranianas, no entanto, estão colhendo depoimentos de pessoas evacuadas e de prisioneiros de guerra.

Estônia, Letônia e Eslováquia também se juntaram aos esforços de investigação, disse Venediktova, algo que a Polônia e a Lituânia já vinham fazendo.

O Tribunal Penal Internacional, sediado em Haia, descreveu a Ucrânia como uma “cena do crime” e enviou a maior equipe de investigadores em sua história para o país. A corte também espera abrir um escritório na capital ucraniana, Kiev.

Enquanto isso, nesta terça-feira (31), dois soldados russos foram condenados à prisão por 11 anos e meio na Ucrânia por bombardear áreas civis. O primeiro soldado russo a ser julgado na Ucrânia, o sargento Vadim Shishimarin, foi condenado à prisão perpétua por matar um civil na semana passada.

A ouvidora de direitos humanos da Ucrânia, Lyudmila Denisova, também foi demitida pelo parlamento ucraniano. Ela foi criticada por não organizar corredores humanitários e por ter falhando em lidar com supostos casos de estupro, de acordo com a mídia local. Denisova disse que vai recorrer da decisão.

Na linha de frente, forças ucranianas e russas lutam pelo controle da cidade de Severdonetsk, na região de Luhansk, ao leste. Diz-se que a cidade está dividida entre os dois lados, mas não igualmente. O governador Serhiy Haidai, ucraniano, disse que “70%-80% da cidade está controlada pelo exército russo”.

Uma explosão também teria atingido um contêiner de ácido nítrico na cidade, que se acredita ter sido causada por um ataque aéreo, disse Haidai. O governador afirmou à BBC que gases tóxicos foram liberados no ar após a explosão, mas apenas em uma pequena área.

Rússia agora ocupa quase toda Luhansk e concentra-se em dominá-la, assim como pretende fazer com a vizinha Donetsk.

Longe dos combates, os líderes da União Européia (EU) chegaram a um acordo para proibir 90% das importações de petróleo da Rússia, excluindo petróleo por oleodutos, ao qual a Hungria se opôs. Mas os membros da UE continuam divididos sobre as exportações de gás da Rússia.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Gabriel Monteiro vira réu por filmar sexo com adolescente

Promotoria de Justiça descreve que o vereador, ‘de forma livre e consciente, filmou através de telefone celular cena de sexo explícito’ com adolescente que, na época, tinha 15 anos.

Por Guilherme Schiavinato e Pedro Figueiredo, RJ2

O vereador Gabriel Monteiro, do PL, vai ter que apresentar testemunhas para o Conselho de Ética da Câmara do Rio e também na Justiça

O vereador Gabriel Monteiro (PL) passou à condição de réu depois que a Justiça, no início do mês, aceitou a denúncia feita em abril pelo Ministério Público (MPRJ) por filmagem feita por ele de relações sexuais com uma adolescente.

Ao receber a acusação, o juiz em exercício Marcelo Almeida de Moraes Marinho, do VII Juizado da Violência Doméstica, afirmou que estão “presentes [na denúncia] pressupostos legais autorizadores do exercício do direito de ação penal”.

Apresentada no dia 8 de abril, a denúncia da Promotoria de Justiça descreve que o vereador, “de forma livre e consciente, filmou através de telefone celular cena de sexo explícito” com uma adolescente que, na época, tinha 15 anos.

Segundo trecho da denúncia oferecida à 28ª Vara Criminal da Capital, a vítima conheceu Gabriel numa academia do condomínio onde o vereador mora.

Polícia investiga vazamento de vídeo íntimo do vereador Gabriel Monteiro e adolescente de 15 anos

O MP narra que os dois trocaram mensagens e que, em determinado momento, Gabriel Monteiro convidou a adolescente para ir na mansão dele, num condomínio de luxo na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Também de acordo com a promotoria, passados cinco meses desde o primeiro encontro, o parlamentar usou o próprio celular para filmar a adolescente enquanto eles tinham relações sexuais.

Ainda em abril, Gabriel Monteiro foi alvo de uma operação da Polícia Civil para investigar justamente o vazamento de vídeos íntimos com uma adolescente.

Vereador Gabriel Monteiro é alvo de operação da Polícia Civil

O vereador estava em casa e acompanhou a operação. Armas, discos rígidos e outros itens foram apreendidos pelos policiais da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes).

O que diz o vereador

Em nota, a defesa de Gabriel Monteiro afirmou que, “conforme depoimento da suposta vítima, já divulgado pela imprensa, a mesma afirmou à época ao vereador possuir 18 anos de idade”.

A defesa afirmou ainda que vai apresentar todas as provas, cumprindo o ritual de defesa do processo em curso.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Ucrânia divulga vídeo de ataque a navio de patrulha russo

Drones de Kiev teriam sido responsáveis por alvejar barcos “Raptor” perto da Ilha da Cobra.

Por g1

Ucrânia afirmou nesta segunda-feira (2) que seus drones afundaram dois barcos de patrulha russos perto da Ilha da Cobra, no Mar Negro.

“Dois barcos russos Raptor foram destruídos ao amanhecer perto da Ilha da Cobra”, informou o ministério da Defesa da Ucrânia em um comunicado publicado nas redes sociais.

Os barcos de patrulha Raptor podem transportar três tripulantes e 20 pessoas. Geralmente estão equipados com metralhadoras e são usados em operações de reconhecimento ou desembarque.

“Os Bayraktars estão funcionando” disse o comandante das Forças Armadas da Ucrânia, Valeriy Zaluzhniy, citado no comunicado, em referência aos drones militares de fabricação turca.

A pequena Ilha da Cobra se tornou um símbolo da resistência ucraniana depois que um grupo de guardas de fronteira do país rejeitou o ultimato de rendição apresentado pelo navio russo “Moskva”.

‘Vão se f…’, gritaram militares ucranianos a russos antes de serem mortos em ilha

O “Moskva”, navio símbolo da frota russa no Mar Negro, afundou em meados de abril. Kiev afirmou que a embarcação foi atingida por mísseis ucranianos e Moscou informou que o acidente foi provocado por uma explosão a bordo.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Telhado de comércio desaba em Pesqueira

Um Telhado de um ponto comercial desabou na noite do Sábado (15/04/22), no Centro Comercial Rosa em Pesqueira, no Agreste de Pernambuco.

Segundo informações preliminares, algumas pessoas que estavam no local, foram socorridas a UPA24h de Pesqueira, onde foi constatado ferimentos leves, que após atendimento foram liberadas.

Não se tem informações oficiais sobre as causas do desabamento parcial do telhado até o fechamento desta matéria.

O local foi isolado pela Defesa Civil.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Grávida de cinco meses é assassinada a tiros na frente da filha de 3 anos em Olinda, no Grande Recife

Este foi quarto assassinato de mulher registrado entre a segunda (11) e esta quarta (13). Também foi terceiro caso em que vítima morreu na frente dos filhos.

Por Priscilla Aguiar, g1 PE

Mulher estava grávida de cinco meses e já tinha duas filhas de 2 e 3 anos — Foto: Reprodução/Instagram

Mulher estava grávida de cinco meses e já tinha duas filhas de 2 e 3 anos — Foto: Reprodução/Instagram

Uma mulher que estava grávida de cinco meses foi morta a tiros, nesta quarta (13), no bairro de Rio Doce, em Olinda, no Grande Recife. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu na frente de uma das filhas dela, uma menina de 3 anos, em um apartamento de um prédio na Rua Três. Kariny Tavares Vicente da Silva tinha 22 anos e, segundo os familiares, era dona de casa.

Este foi o quarto assassinato de mulher registrado pela Polícia Civil entre a segunda (11) e esta quarta-feira (13) e o terceiro em que a vítima é assassinada na frente dos filhos (veja mais abaixo).

A princípio, para a polícia, não há indícios de que se trate de um crime de feminicídio, configurado quando a mulher é morta por uma questão de gênero.

As investigações foram iniciadas pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). De acordo com o delegado Victor Leite, Kariny morava no local com o marido, que é comerciante, e as filhas de 2 e 3 anos . Ele confirmou que ela estava grávida.

“Na hora do crime, estavam apenas ela e a filha de 3 anos. Um homem chegou em uma moto, arrombou a porta e entrou na residência. Já chegou atirando nela. O crime aconteceu por volta de 12h”, detalhou o delegado.

Kariny Tavares Vicente da Silva tinha 22 anos e, segundo os familiares, era dona de casa — Foto: Reprodução/Instagram

Kariny Tavares Vicente da Silva tinha 22 anos e, segundo os familiares, era dona de casa — Foto: Reprodução/Instagram

No local do crime, Victor Leite conversou com familiares da vítima, que disseram que ela não fazia uso de drogas e nem tinha envolvimento com crimes.

“Também não teve nenhuma briga com ninguém e aparentemente não levaram nada do apartamento. Ainda não tem como saber a motivação para esse homicídio”, afirmou.

Uma equipe do Grupo Especializado em Perícias de Homicídio (GEPH) foi enviada ao local. De acordo com o perito criminal Victor Sá Leitão, responsável pela perícia no local do crime, a mulher foi assassinada com três tiros na cabeça.

“Ela estava no apartamento em que morava, no quarto, em cima da cama. A porta estava arrombada”, lembrou.

Nas redes sociais, a última publicação de Kariny foi sobre o bebê que esperava — Foto: Reprodução/Instagram

Nas redes sociais, a última publicação de Kariny foi sobre o bebê que esperava — Foto: Reprodução/Instagram

Nas redes sociais, a última publicação de Kariny foi sobre o bebê que esperava. “Que venha com bastante saúde. Obrigada, meu Deus”, dizia, em um vídeo onde mostrava o teste positivo de gravidez e uma roupinha de bebê.

Crimes recentes

Mulher é morta com mais de dez tiros na frente dos dois filhos no Cabo de Santo Agostinho

Na segunda-feira (11), uma mulher morta a facadas foi encontrada pela polícia em Paulista. O ex-companheiro dela foi preso por feminicídio.

Na manhã terça (12), uma mulher de 40 anos foi assassinada dentro de casa na frente de filha de 5 anos , em Olinda. O companheiro dela foi preso também por feminicídio .

Na tarde da terça, uma mulher de 20 anos foi executada com mais de dez tiros no Cabo de Santo Agostinho. O crime aconteceu na frente dos dois filhos dela, que tem entre 3 e 4 anos.

Apesar de nem todos os casos terem sido registrados como feminicídio, a secretária estadual da Mulher, Ana Elisa Sobreira, disse que o índice deste tipo de crime apresentou um aumento em março de 2022.

Crimes de gênero

Entre janeiro e dezembro de 2021, Pernambuco registrou 86 crimes de feminicídio, segundo dados da Secretaria de Defesa Social (SDS). O índice é 12,79% maior do que o registrado em 2020, quando ocorreram 75 crimes desse tipo.

Como denunciar

Para denúncias e informações sobre a rede de proteção, a Ouvidoria Estadual da Mulher atende gratuitamente pelo telefone 0800-281-8187. Em caso de emergência policial, a orientação é ligar para o 190.

De acordo com a Polícia Civil, os casos de violência podem ser registrados em uma das 11 delegacias especializadas no atendimento à mulher.

As unidades estão localizadas nos bairros de Santo Amaro, no Recife, e Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, além dos municípios de Paulista e Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.

Também existe atendimento especializado em Goiana e Vitória de Santo Antão , na Zona da Mata; em Caruaru, Surubim e Garanhuns, no Agreste; e em Petrolina e Afogados da Ingazeira, no Sertão.

Ainda segundo a polícia, as vítimas também podem procurar a delegacia circunscricional mais próxima para registrar a ocorrência e solicitar a medida protetiva de urgência no momento do registro do boletim de ocorrência.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Moraes diz que Telegram ‘cumpriu parcialmente’ ordens judiciais e dá 24 horas para plataforma atender determinações pendentes

Lista de ‘pendências’ inclui bloqueio de links para inquérito sigiloso do TSE divulgado por Bolsonaro e indicação de representante oficial no Brasil. Post de Bolsonaro foi removido neste sábado.

Por Marcos Losekann e Mateus Rodrigues, TV Globo e g1 — Brasília

Moraes dá 24h para Telegram cumprir determinações do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STFAlexandre de Moraes determinou neste sábado (19) que o Telegram cumpra, em até 24 horas, uma lista de determinações judiciais emitidas pelo STF e ainda pendentes.

Segundo Moraes, o cumprimento dessas medidas é pré-requisito para que seja suspensa a decisão divulgada nesta sexta (18) que definiu o bloqueio do Telegram em todo o território nacional.

“O Telegram, até o presente momento, cumpriu parcialmente as determinações judiciais, sendo necessário o cumprimento integral para que seja afastada a decisão de suspensão proferida em 17/3/2022”, diz o despacho.

Até as 18h30 deste sábado, pelo menos uma dessas medidas pendentes já havia sido cumprida: a deleção de uma postagem no canal oficial de Jair Bolsonaro na plataforma (veja detalhes abaixo).

No documento, Alexandre de Moraes cita o pedido de desculpas divulgado em nota pelo fundador do Telegram, o russo Pavel Durov, nesta sexta. Durov apontou “problema relativo ao recebimento das comunicações” motivado por “divergências referentes aos endereços eletrônicos aos quais enviadas as determinações judiciais”.

Moraes afirma que o Telegram também indicou um novo e-mail de contato para o recebimento das comunicações oficiais e detalhou algumas das medidas que foram tomadas para atender a decisões anteriores do ministro. Ainda há, no entanto, determinações que não foram cumpridas.

A lista de pendências, segundo Moraes, inclui:

  • indicar à Justiça um representante oficial do Telegram no Brasil (pessoa física ou jurídica);
  • informar ao STF, “imediata e obrigatoriamente”, as providências adotadas pelo Telegram para “o combate à desinformação e à divulgação de notícias fraudulentas, incluindo os termos de uso e as punições previstas para os usuários que incorrerem nas mencionadas condutas”;
  • excluir imediatamente os links no canal oficial de Jair Bolsonaro, no Telegram, que permitem baixar documentos de um inquérito sigiloso e não concluído da Polícia Federal (veja detalhes abaixo);
  • bloquear o canal “Claudio Lessa”, fornecer os dados cadastrais da conta ao STF e preservar a íntegra do conteúdo veiculado nesse espaço.

“Considerando, porém, o atendimento parcial da decisão e o estabelecimento de comunicação da plataforma Telegram com esta Suprema Corte, verifico a pertinência de intimação da empresa, oportunizando nova possibilidade para efetivar o cumprimento das determinações faltantes”, escreveu o ministro.

De acordo com o gabinete de Moraes, a intimação sobre essa nova decisão foi entregue ao Telegram às 16h44 deste sábado pelo e-mail indicado pela plataforma.

Telegram pede prazo para cumprir determinações da Justiça brasileira

Exclusão em canal de Bolsonaro

Uma das determinações reiteradas por Moraes neste sábado tratava da exclusão de links divulgados no canal oficial de Jair Bolsonaro no Telegram. O post foi tirado do ar pelo Telegram neste sábado.

A publicação indicava links para download de documentos da Polícia Federal e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre uma invasão hacker ao TSE – que, segundo a Corte, não gerou qualquer risco ao sistema eleitoral.

A publicação desse material sigiloso, que compõe um inquérito ainda não concluído pela PF, levou o TSE a apresentar uma notícia-crime contra Bolsonaro no STF – o que levou à abertura de um inquérito específico sobre o tema.

Bolsonaro também foi incluído como investigado no inquérito das fake news.

A publicação feita em 4 de agosto de 2021 ainda podia ser acessada às 17h30 deste sábado – os links indicados, no entanto, estavam fora do ar. Nesse período, segundo o próprio sistema do Telegram, a postagem foi visualizada por 272,3 mil pessoas. Veja abaixo:

Postagem em canal verificado de Jair Bolsonaro no Telegram — Foto: Telegram/Reprodução

Postagem em canal verificado de Jair Bolsonaro no Telegram — Foto: Telegram/Reprodução

Uma hora depois, às 18h30, o post já tinha sido removido. Ao acessar o mesmo link, o g1 se deparou com o seguinte texto em inglês: “Esta mensagem não pode ser exibida porque este bot [sistema automatizado] violou leis locais”.

Veja na imagem:

Telegram informa em mensagem que post do canal oficial de Jair Bolsonaro violou leis locais — Foto: Telegram/Reprodução

Telegram informa em mensagem que post do canal oficial de Jair Bolsonaro violou leis locais — Foto: Telegram/Reprodução

Em investigação sobre o tema, a Polícia Federal afirmou ao STF ter reunido elementos “da atuação direta, voluntária e consciente” do presidente Jair Bolsonaro no vazamento dos dados sigilosos.

Bolsonaro, no entanto, ainda não foi denunciado formalmente pelo caso.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Entenda como a crise envolvendo a Ucrânia e a Rússia pode afetar o Brasil

O impacto mais significativo seria maior pressão sobre a inflação, especialmente por causa dos preços dos combustíveis. Os principais produtos que o Brasil importa da Rússia são ligados à agricultura, especialmente fertilizantes.

Por Felipe Gutierrez, g1

Se a Rússia de fato enviar tropas para a Ucrânia após a autorização de Vladimir Putin para a entrada de militares no país, haverá consequências indiretas para países que não estão envolvidos no conflito, mas que têm parcerias comerciais com os russos ou os ucranianos, apontam especialistas. O Brasil seria afetado principalmente por causa da economia, e o impacto mais significativo seria maior pressão sobre a inflação.

Na segunda-feira (22), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, autorizou o envio de militares russos para “manter a paz” nas regiões separatistas da Ucrânia de Donetsk e Luhansk.

O Brasil é secundário na disputa, diz Fernanda Magnotta, senior fellow do núcleo EUA do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri).

“No entanto, todos os países se afetam de alguma forma. E, de cara, há efeitos econômicos derivados de um conflito: o abastecimento de gás e uma alta de preço de combustíveis, por exemplo, que afetariam de forma muito significativa países como o nosso, onde o preço de combustíveis já tem sido, nos últimos meses, o responsável por pressão inflacionária”, aponta a especialista.

Em entrevista à GloboNews, José Márcio Camargo, economista chefe da Opus Investimentos, afirma que no ano passado o petróleo já teve um aumento de mais de 40%, e que, além disso, haveria um choque nos preços de alimentos.

Os principais produtos que o Brasil importa da Rússia são ligados à agricultura, especialmente fertilizantes. Na tabela abaixo, estão os cinco itens que o país mais comprou dos russos em 2021, em valores. Apenas um, hulha betuminosa (um tipo de carvão mineral), não é usado no solo para preparação para o plantio.

Produtos que o Brasil mais importa da Rússia*

Outros cloretos de potássio1,35 bilhão
Diidrogeno-ortofosfato de amônio (fosfato monoamônico ou monoamoniacal), mesmo misturado com hidrogeno-ortofosfato de diamônio (fosfato diamônico ou diamoniacal)862 milhões
Ureia, mesmo em solução aquosa, com teor de nitrogênio (azoto) superior a 45 %, em peso, calculado sobre o produto anidro no estado seco508 milhões
Hulha betuminosa, não aglomerada411 milhões
Nitrato de amônio, mesmo em solução aquosa377 milhões
*Dados de 2021, em dólares

Fonte: Comex

Magnotta afirma que o Brasil é muito dependente da Rússia em relação a esses insumos, e uma operação militar na Europa teria efeito direto em relação ao abastecimento de adubo e fertilizantes. “Já há algum desabastecimento em geral na economia por causa da pandemia, e no contexto de guerra isso seria agravado”, aponta.

Produtos mais exportados do Brasil para a Rússia*

Soja, mesmo triturada, exceto para semeadura343.286.654,00
Pedaços e miudezas, comestíveis de galos/galinhas, congelados167.164.904,00
Café não torrado, não descafeinado, em grão132.723.847,00
Amendoins descascados, mesmo triturados129.731.662,00
Outros açúcares de cana124.262.859,00
*Dados de 2021, em dólares

Fonte: Comex

Consequências de política externa

O Brasil pleiteou o apoio dos Estados Unidos para se tornar um membro extra-regional da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). No conflito, o governo russo pede o fim da política expansionista da Otan e que a organização se comprometa a não instalar armas de ataque perto de suas fronteiras.

Caso houvesse um conflito militar, o país seria cobrado pelas potências em relação ao seu posicionamento —ou seja, seria forçado a assumir um lado.

“Isso implica tomar decisões em relação a quem desagradar: de um lado o Brasil é parte da aliança ocidental e há a tentativa de se chegar a um acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia já há uma longa data, e do outro, a China tem sinalizado uma aproximação com a Rússia“, afirma Magnotta.

Viagem de Bolsonaro

Ainda que não haja um agravamento da situação na Rússia, no Brasil já há algumas consequências políticas, segundo Magnotta. Recentemente, o presidente Jair Bolsonaro (PL) viajou à Rússia e encontrou-se com Putin no dia 16 de fevereiro.

Na ocasião, o governo russo dizia que estava retirando suas tropas. Rapidamente, aliados do presidente brasileiro divulgaram a retirada das tropas como se o brasileiro tivesse alguma relação com isso. “A base governista vai se apropriando de fatos que não têm relação nenhuma com o Brasil para falar que o Bolsonaro pode ter papéis em coisas nas quais ele não está inserido”, afirma ela.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Paulinha Abelha apresenta quadro neurológico grave, diz boletim médico

A cantora, da banda Calcinha Preta, permanece internada na UTI de um hospital particular em Aracaju.

Por g1 SE

Paulinha Abelha — Foto: Reprodução Instagram

Paulinha Abelha — Foto: Reprodução Instagram

A cantora Paulinha Abelha, da banda Calcinha Preta, apresenta quadro neurológico grave, é o que diz o último boletim médico divulgado no final da manhã deste domingo (20) pelo hospital particular onde ela está internada em Aracaju.

Paulinha permanece internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). De acordo com o boletim, o quadro clinico é estável e sem necessidade de drogas para manutenção da vida. Ela também permanece em coma e intubada.

Integrantes da banda, familiares e fãs fizeram mais uma vigília de oração pela restauração da saúde da artista na noite desse sábado (19).

No fim da manhã deste sábado foi divulgado que após a investigação com exames complementares, foi afastada a possibilidade da cantora estar com “doenças infecciosas de interesse epidemiológico para a comunidade”. O documento não trouxe mais detalhes sobre quais doenças seriam essas.

O que diz o novo boletim médico deste sábado sobre estado de saúde de Paulinha Abelha

Entenda o caso

Quem é Paulinha Abelha, vocalista da Calcinha Preta

Paulinha Abelha foi hospitalizada em 11 de fevereiro em Aracaju depois de chegar de uma turnê com a banda Calcinha Preta em São Paulo. A internação foi para tratar de problemas renais, mas a causa não foi divulgada.

No dia 14, o quadro da cantora se agravou e ela foi transferida para a UTI, além de passar a fazer diálise.

No boletim médico divulgado na tarde da quinta (17), foi anunciado que Paulinha estava em coma, e por causa da instabilidade neurológica, não tinha condições clínicas suficientes para a transferência, mas no fim da noite a situação mudou, e por volta das 23, ela foi transferida para o Hospital Primavera, na Zona Sul de Aracaju, para fazer novos exames renais.

No início da tarde desta sexta-feira (18), o boletim médico informou que a cantora permanecia em coma, clinicamente estável, com quadro de infecção controlado e respirando com o suporte de aparelho. A assessoria da cantora informou ainda que está descartada a possibilidade de morte cerebral, e que nesta tarde ela passa por mais uma sessão de hemodiálise. Informou também que ela está sendo submetida a um novo tratamento, que só deve apresentar resposta em 72 horas. Com relação à transferência de Paulinha Abelha para hospital de outro estado, a assessoria informou que não há previsão de quando isso pode acontecer.

Na noite desta sexta-feira (18), segundo o boletim , Paulinha continuava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em coma, mas em estabilidade clínica, sem necessidade de drogas para manutenção da vida, recebendo terapia renal substitutiva sem intercorrências.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.