Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Quiñonez evolui após cirurgia no Santa Cruz, e Leonan segue sem prazo de retorno

Reforço equatoriano passou por procedimento no dia 20 de março, após diagnóstico de estenose ventricular, e agora está próximo de começar trabalho de academia

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

O reforço equatoriano Jean Quiñonez segue seu processo de recuperação no Santa Cruz, após ter passado por cirurgia no dia 20 de março para tratar uma estenose ventricular, doença genética que causa estreitamento de uma válvula no cérebro. Segundo o departamento médico coral, o atacante – que ainda não estreou pelo clube – mostra evolução.

“Quiñonez segue evoluindo muito bem pós-cirurgia e segue fazendo fisioterapia, iniciando nessa semana trabalho de academia”, afirmou o médico João Paulo Lafayette.

O caso de Quiñonez começou no dia 14 de março, um domingo, quando teve convulsão e foi socorrido por vizinhos para hospital no Recife. Na sequência, foi constatada que uma estenose ventricular causou a convulsão, por causa do aumento da pressão intracraniana. O jogador passou por cirurgia no sábado seguinte, dia 20, e o prazo para retorno aos gramados é de dois meses.

Leonan segue em tratamento

O lateral-esquerdo Leonan segue em recuperação de lesão na coxa esquerda. O jogador ainda não atuou pelo Tricolor na temporada após ter renovado contrato, e não tem prazo de liberação no DM.

– Leonan segue sem previsão de retorno. Fazendo fisioterapia até cicatrização total de lesão na coxa esquerda, na parte anterior, no quadríceps – acrescentou João Paulo Lafayette.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Polícia de SP procura homem que ameaça Lula em vídeo; ele também é investigado por incitação ao crime, calúnia, porte ilegal e disparo de arma

Policiais civis tentam identificá-lo e localizá-lo a partir de gravação divulgada nas redes sociais no sábado (13). Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso. Para petistas, autor é empresário bolsonarista que mora no interior paulista.

Por Kleber Tomaz, G1 SP — São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo procura o homem que aparece num vídeo ameaçando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, com uma arma. As imagens começaram a circular no sábado (13) por meio das redes sociais.

Até a última atualização desta reportagem, policiais ainda tentavam identificar e localizar o homem. Ele aparece na filmagem atirando contra alvos e depois xinga e ameaça Lula, dizendo “você vai ter probrema [sic], hein, cara”, enquanto aponta a mão para a arma.

Na gravação, o homem acusa Lula de supostamente desviar R$ 84 bilhões do fundo de pensão dos trabalhadores e pede a devolução do dinheiro. Além disso, o homem fala que não deixará o ex-presidente transformar o Brasil “numa Venezuela”.

caso é investigado pelo Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) como ameaça, incitação ao crime, calúnia, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e disparo de arma de fogo.

Tanto Lula quanto o PT procuraram o Ministério Público (MP) no domingo (14) para denunciar o caso e pedir providências das autoridades contra o autor, que, segundo, petistas, ameaça matar o ex-presidente no vídeo.

Ao tomar conhecimento das ameaças, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), determinou que a polícia instaurasse um inquérito para identificar o homem e apurar os crimes cometidos por ele contra Lula.

A deputada Gleisi Hoffmann agradeceu a Doria e ao procurador de Justiça por tomarem providências sobre as ameaças que Lula recebeu — Foto: Reprodução/Twitter

A deputada Gleisi Hoffmann agradeceu a Doria e ao procurador de Justiça por tomarem providências sobre as ameaças que Lula recebeu — Foto: Reprodução/Twitter

A deputada federal Gleisi Hoffmann, presidente do Partido dos Trabalhadores, usou seu Twitter para agradecer as respostas de Doria e do procurador-geral de Justiça, Mario Luiz Sarrubbo, coordenador do MP em São Paulo.

“A máquina bolsonarista do ódio tem de ser contida”, escreveu Gleisi na sua rede social sobre a ameaça feita a Lula.

Documentos enviados pelo ex-presidente e pelo PT para o MP identificaram o homem que fez as ameaças no vídeo como sendo um empresário do município de Artur Nogueira, interior paulista. O nome dele também foi encaminhado ao Ministério Público por meio de uma queixa-crime contra o suposto autor.

No vídeo, ele aparece com uma camiseta azul com o nome do Brasil e a bandeira do país enrolada na cintura. O homem usa óculos escuros, abafadores de som nos ouvidos, luvas e segura uma arma.

“Pessoal, Lula, seu filho da puta, quero dar um recado pra você, tá. Hoje é sábado, dia 13 de março, presta atenção no recado que eu quero dar pra você, seu vagabundo. Se você não devolver os R$ 84 bilhões que você roubou do fundo de pensão dos trabalhador [sic], você vai ter probrema [sic], hein, cara, você vai ter probrema [sic]. Outro recado, não tenta transformar o meu país numa Venezuela, eu vou derramar meu sangue, mas eu vou lutar pelo meu país. Não tenta, viu, tá entendendo o recado? Eu tô sendo claro com você? A minha parte eu vou fazer. Não admitirei você transformar o meu país numa Venezuela. Você vai ter probrema [sic], hein, cara. Valeu?!”, diz o homem na gravação.

Para petistas, ele é possivelmente um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). No domingo (15), dia seguinte à gravação, bolsonaristas protestaram em algumas cidades de São Paulo pedindo a prisão de Lula e o fim das medidas restritivas de Doria para controlar a pandemia de coronavírus.

Na representação feita por Lula, seus advogados pedem que o Ministério Público denuncie o homem pelos crimes cometidos e solicite a prisão preventiva dele à Justiça.

Procurada para comentar o assunto, a assessoria de imprensa do MP informou que “a Procuradoria-Geral de Justiça do MPSP recebeu a representação e encaminhou para o DHPP para a instauração de investigação.”

Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que “a Polícia Civil do Estado de São Paulo instaurou inquérito policial para apurar os fatos. O trabalho investigativo requer sigilo nas informações”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Operação da PF investiga suspeita de desvios de verbas do SUS em Timbaúba, PE

Foram emitidos dez mandados de busca e, entre os alvos, estão políticos, empresários, servidores e ex-servidores da prefeitura de Timbaúba, incluindo prefeitos do município entre 2013 e 2016.

Por G1 PE

A Polícia Federal desencadeou, nesta quarta-feira (3), uma operação para investigar a suspeita de desvios de verbas do Sistema Único de Saúde (SUS) em Timbaúba, na Zona da Mata de Pernambuco. Foram emitidos dez mandados de busca e apreensão para endereços na cidade e também no Recife e em Olinda.

Os contratos de fornecimento de medicamentos e material hospitalar, investigados pela PF, foram firmados entre 2013 e 2016 e totalizam R$ 7,9 milhões.

Os alvos da operação são políticos, empresários, servidores e ex-servidores da prefeitura de Timbaúba, incluindo prefeitos do município que se sucederam no período sob investigação, segundo a PF.

.

.

.

.

Publicidades:

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Japão desenvolve satélites de madeira para eliminar lixo espacial

Para combater lixo espacial, empresa florestal japonesa fez parceria com a Universidade de Kyoto em iniciativa inédita no mundo.

Por BBC

Uma empresa japonesa e a Universidade de Kyoto uniram forças para desenvolver o que esperam ser os primeiros satélites do mundo feitos de madeira até 2023.

A Sumitomo Forestry disse que iniciou pesquisas sobre o cultivo de árvores e o uso de materiais de madeira no espaço.

A parceria começará a experimentar diferentes tipos de madeira em ambientes extremos da Terra.

O lixo espacial está se tornando um problema crescente à medida que mais satélites são lançados na atmosfera.

Satélites de madeira queimariam sem deixar resíduos nocivos na atmosfera ou detritos no solo quando voltassem para a Terra.

“Estamos muito preocupados com o fato de que todos os satélites que reentram na atmosfera da Terra queimam e criam minúsculas partículas de alumina (óxido de alumínio) que flutuam na atmosfera superior por muitos anos”, disse Takao Doi, professor da Universidade de Kyoto e astronauta japonês à BBC.

“Eventualmente, isso afetará o meio ambiente da Terra.”

“A próxima etapa será desenvolver o modelo de engenharia do satélite, depois fabricaremos o modelo de voo”, afirmou o professor Doi.

Como astronauta, ele visitou a Estação Espacial Internacional em março de 2008.

Durante a missão, ele se tornou a primeira pessoa a lançar um bumerangue no espaço que havia sido projetado especificamente para uso em microgravidade.

A Sumitomo Forestry, parte do Grupo Sumitomo fundado há mais de 400 anos, disse que trabalharia no desenvolvimento de materiais de madeira altamente resistentes às mudanças de temperatura e à luz solar.

A madeira que está usando é um “segredo de P&D (pesquisa e desenvolvimento)”, disse um porta-voz da empresa à BBC.

Lixo espacial

Especialistas alertaram sobre a crescente ameaça de lixo espacial caindo na Terra, conforme mais espaçonaves e satélites são lançados.

Os satélites são cada vez mais usados ​​para comunicação, televisão, navegação e previsão do tempo. Especialistas e pesquisadores espaciais têm investigado diferentes opções para remover e reduzir o lixo espacial.

Existem cerca de 6 mil satélites circulando a Terra, de acordo com o Fórum Econômico Mundial. Cerca de 60% deles estão extintos (são lixo espacial).

A empresa de pesquisa Euroconsult estima que 990 satélites serão lançados todos os anos nesta década, o que significa que, até 2028, pode haver 15 mil satélites em órbita.

SpaceX de Elon Musk já lançou mais de 900 satélites Starlink e tem planos de implantar outros milhares.

O lixo espacial viaja a uma velocidade incrivelmente rápida, de mais de 22,3 mil m/h (35,8 mil km/h), e pode causar danos consideráveis ​​a qualquer objeto que atingir.

Em 2006, um pequeno pedaço de lixo espacial colidiu com a Estação Espacial Internacional, arrancando uma lasca da janela fortemente reforçada.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Corpo de Mulher é encontrado na ponte velha em Pesqueira

Segundo informações foi encontrado na manhã do Domingo (15), o corpo de uma mulher aparentando ter 25 a 30 anos em cima da Ponte Velha perto do CEFET as margens da BR 232 em Pesqueira Agreste de Pernambuco.

A Vitima aparenta ter perfurações de arma branca e trajava saia nas cores preto e branca.

A polícia ainda não conseguiu identificar de quem se trata o corpo, que aparenta sinais de ter sido queimada e só vai se pronunciar quando tiver uma posição concreta sobre de quem se trata a vítima.

A Polícia Civil está investigando o caso..
Se confirmado esse, será o segundo homicídio do mês e o décimo nono do ano. Aguardamos informações.

Do Psqfoco

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Nasa desenvolve câmera para gravar pouso na Lua diretamente do solo

Intenção da agência é documentar aterrissagem da missão Artemis 3, em 2024; equipamento também deve ajudar a entender a interação da espaçonave com a superfície

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 

Olhar Digital

Nasa está se preparando para levar o homem de volta à Lua pela missão Artemis 3. Programada para ser lançada em 2024, a agência ainda tem alguns anos para se preparar. Nesse período, os engenheiros vão se dedicar não apenas à espaçonave que será usada, mas também no desenvolvimento de uma câmera. Com o equipamento, a Nasa pretende não apenas documentar a aterrissagem, mas também entender como o pouso afeta a superfície lunar.

Para produzir imagens fascinantes, a câmera vai se desprender da espaçonave à medida que se aproxima da Lua, partir para a superfície e gravar as imagens da chegada no satélite natural. Os engenheiros da Nasa já estão trabalhando com a ExoCam, como foi chamada, há cerca de um ano.

Dois testes já foram realizados até agora. No primeiro, a equipe liderada por Jason Mezilis, soltou o equipamento a uma altura de 45 metros. Já no segundo, foram registradas algumas imagens da nuvem de poeira criada por uma espaçonave pairando. O próximo passo é filmar um pouso, assim como fará durante a missão Artemis.

Reprodução

Espaçonave que vai levar o homem à Lua também vai transportar câmera que vai filmar o pouso diretamente da superfície. Foto: Nasa

Desenvolvida inicialmente para ir à Lua, os planos para a ExoCam são maiores, segundo Mezilis. Ele espera que o sistema chegue ainda mais longe, como em Titã, lua de Saturno que pode abrigar vida. Para isso, porém, seriam necessários ainda mais testes, já que a superfície do satélite natural é extremamente delicada.

Rede 4G na Lua

Essa não é a única tecnologia que deve chegar à Lua. A Nasa anunciou na última semana que a subsidiária norte-americana da Nokia (Nokia of America Corporation) foi uma das selecionadas em um programa de parcerias para desenvolver tecnologias que abrirão o caminho para operações contínuas do programa Artemis na superfície Lunar até o final desta década.

A empresa vai receber US$ 14,1 milhões (cerca de R$ 79,5 milhões) para implementar o primeiro sistema de telefonia 4G LTE no espaço. O sistema poderá “suportar comunicação na superfície lunar a grandes distâncias, aumentar a velocidade e oferecer mais confiabilidade” que os padrões atualmente em uso. Insira sua referência ao filme E.T. aqui.

Via: Futurism

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Bombeiro se emociona e chora ao salvar criança de 4 anos que se afogava em SP

Registro mostra bombeiro com criança nos braços, enxugando as lágrimas ao salvá-la em Guarujá, no litoral paulista.

Por G1 Santos

Foto registrou momento em que bombeiro enxugava as lágrimas ao se emocionar por conseguir salvar criança em Guarujá, SP — Foto: Divulgação/GBMar

Foto registrou momento em que bombeiro enxugava as lágrimas ao se emocionar por conseguir salvar criança em Guarujá, SP — Foto: Divulgação/GBMar

O bombeiro marítimo Joel Júnior Silva Lemos se emocionou ao salvar uma criança de apenas quatro anos que se afogava em Guarujá, no litoral paulista, no último fim de semana. A foto que mostra o momento em que ele enxuga as lágrimas, com a criança nos braços, foi publicada em uma rede social e acabou viralizando rapidamente.

A imagem foi registrada por outro bombeiro que estava no local, acompanhando a ocorrência. O cabo Lemos relata que estava em serviço, na Praia das Astúrias, quando as vítimas se afogaram e foi necessário dar início ao protocolo de socorro.

“A ocorrência aconteceu aqui no canto dos pescadores e, da posição que estávamos, dava para ver. Estávamos fazendo a manutenção na nossa moto aquática e tinha um guarda-vidas na faixa de areia. Simultaneamente todos vimos que eles estavam se afogando, mas em primeiro momento não sabíamos que se tratavam de crianças”, conta.

Além do menino de quatro anos, estavam se afogando uma menina de 10 anos, um adolescente de 13 e uma jovem de 18. Todos eram da mesma família e turistas, vindos de Jundiaí. Segundo o bombeiro, os pais não viram que eles estavam se afogando. Eles brincavam com objeto flutuante no raso do mar, quando foram arrastados pela corrente de retorno.

Assim que a equipe do Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar) percebeu o que estava acontecendo, Lemos conta que dois guarda-vidas foram a pé até a parte da praia em que as vítimas estavam, e ele e outro bombeiro foram de quadriciclo. Os quatro chegaram rapidamente até a altura do mar em que os turistas se afogavam e surfistas que estavam nas proximidades ajudaram a segurá-los.

Bombeiro relata que chorou de emoção ao salvar criança que estava em processo de afogamento em Guarujá, SP — Foto: Divulgação/GBMar

Bombeiro relata que chorou de emoção ao salvar criança que estava em processo de afogamento em Guarujá, SP — Foto: Divulgação/GBMar

Apenas quando entraram no mar, os bombeiros viram que parte das vítimas eram crianças e Lemos foi o responsável por fazer o salvamento do menino de quatro anos.

“Ele era tão pequeno, magrinho, que não cabia no flutuador. Foi quando falei para ele vir comigo e ele disse que estava com muito medo e me abraçou, exatamente como meu filho fala e faz quando sente medo de algo. Naquela hora eu me lembrei do meu filho e me emocionei muito. Tive que tentar conter a descarga de adrenalina para trazê-lo à faixa de areia. A foto tirada mostra que estou com ele nos braços como se fosse meu filho mesmo, foi muito forte a emoção. Foi tirada bem na hora que eu enxugava minhas lágrimas”.

Após o salvamento, os responsáveis pelas crianças foram orientados sobre os cuidados necessários com as crianças e as vítimas foram liberadas. Segundo Lemos, é muito importante que os responsáveis que estejam com crianças na praia estejam as monitorando durante todo o tempo. “Aonde a criança está, você deve estar também. Não pode ficar distante e deixar a criança na água. Sinto indignação por deixar uma criança a mercê do mar, que é tão perigoso. Graças a Deus chegamos a tempo e o pior não aconteceu”, explica.

A foto do salvamento foi postada nas redes sociais e acabou ganhando muita repercussão. “Não imaginei que teria toda essa repercussão, até porque não sou de postar nada. E eu nunca tinha me emocionado antes em um salvamento, mas dessa vez foi inevitável”, finaliza.

Crianças foram salvas por bombeiros em Guarujá, SP — Foto: Divulgação/GBMar

Crianças foram salvas por bombeiros em Guarujá, SP — Foto: Divulgação/GBMar

Afogamentos na Baixada Santista

Em setembro, o número de mortes por afogamento foi alto na Baixada Santista. Durante o feriado prolongado da Independência, chegou a 11 o número de pessoas mortas afogadas nas praias da região. O penúltimo corpo foi encontrado às 20h30 de terça-feira (8), em Itanhaém. As mortes foram registradas nas cidades de Guarujá (3), Mongaguá (4), Bertioga (1), Itanhaém (2) e Ubatuba (1).

Já neste último final de semana, uma turista de 15 anos morreu afogada em Praia Grande no domingo (13). Além disso, um homem segue desaparecido em Guarujá após tentar pegar mariscos e cair no mar na sexta-feira (11).

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Alunos podem baixar aplicativo para aulas online e internet gratuita será liberada na quarta, diz governo

Segundo a Secretaria de Educação de Pernambuco, Conecta Aí já pode ser baixado pelo celular e liberação para uso de internet ocorrerá em 12 de agosto.

Por G1 PE

Alunos podem baixar aplicativo para aula online e governo vai liberar internet na quarta

A Secretaria Estadual de Educação anunciou, nesta terça (11), que está disponível o aplicativo Conecta Aí, que levará aos 500 mil estudantes da rede pública aulas online, durante a pandemia. O governo informou, ainda, que, a partir de quarta (12), estará liberado o acesso gratuito à internet, beneficiando também 30 mil professores e cinco mil alunos carentes da Universidade de Pernambuco (UPE)..

A ideia é que os estudantes tenham acesso gratuito ao material da Plataforma Educa-PE, do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e do Google Classroom, utilizados pelo governo para transmitir aulas de maneira remota. As atividades presenciais estão suspensas desde março.

Nesta terça, o secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amâncio, informou que o Conecta Aí já pode ser baixado por meio do celular, na loja de aplicativos.

“Estamos concluindo o processo de credenciamento das operadoras, a qualquer momento. Os estudantes já poderão ter acesso gratuito à internet já a partir de amanhã [quarta]”, afirmou Amâncio, por meio de vídeo enviado para a TV Globo.

Conecta Aí já está disponível para ser baixado pelo celular, segundo a Secretaria de Educação de Pernambuco — Foto: Reprodução/Internet

Conecta Aí já está disponível para ser baixado pelo celular, segundo a Secretaria de Educação de Pernambuco — Foto: Reprodução/Internet

Para acessar o aplicativo, será necessário utilizar os e-mails educacionais, criados pela Secretaria de Educação e Esportes e enviados aos estudantes e professores da rede.

Em seguida, informou a secretaria, todos deverão informar se estão vinculados à Secretaria de Educação e Esportes ou à UPE.

Na tela seguinte, a pessoa precisa identificar se é estudante ou professor para acesso aos conteúdos. “A tarifa será paga pelo governo”, acrescentou.

Programa

Secretário de Educação tira dúvidas sobre volta às aulas e benefícios concedidos a alunos

A oferta de internet gratuita para esse público foi anunciada no dia 5 de agosto pelo governador Paulo Câmara (PSB). Com o aplicativo, os estudantes e professores também terão auxílio para os projetos que estão sendo desenvolvidos pelas escolas de aulas não presenciais e outras atividades complementares e podcasts.

O Conecta Aí também vai beneficiar os professores que atuam na rede pública estadual na transmissão das aulas pela internet, no acesso às ferramentas virtuais de interação com os estudantes e na participação em diversos cursos, pela plataforma Educa-PE.

É, segundo a secretaria, um “programa de formação continuada com foco no uso de novas tecnologias e desenvolvimento de competências”.

Os estudantes e professores poderão acessar os conteúdos por meio de todas as operadoras de telefonia que atuam em Pernambuco.

A iniciativa, informou o governo, representa um investimento de R$ 23 milhões para o ano letivo de 2020, que foi diretamente afetado pela pandemia da Covid-19,

Letalidade

Pernambuco chegou, nesta terça-feira (11), a 7.008 mortes confirmadas por Covid-19. Em um cenário de 105.982 pessoas infectadas no estado, esses óbitos representam 6,61% do total. Esse percentual é conhecido como taxa de letalidade da doença, e a de Pernambuco é a segunda maior do Brasil.

Covid-19 em Pernambuco

Pernambuco ultrapassa os 7 mil registros de mortes de pacientes com Covid-19

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), nesta terça, foram confirmados 38 óbitos. Também houve registro de mais 601 casos, aumentando para 105.982 o total de confirmações da Covid-19

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Polícia Civil de SP faz operação para desarticular quadrilha especializada em crimes de extorsão pela internet

Empresários e empresas são vítimas. São cumpridos 11 mandados de busca e apreensão.

Por Robinson Cerântula, TV Globo e G1 SP — São Paulo


Centenas de chips de celular apreendidos durante operação contra extorsão em SP — Foto: Divulgação Polícia Civil

Centenas de chips de celular apreendidos durante operação contra extorsão em SP — Foto: Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil de São Paulo realiza na manhã desta quarta-feira (15) uma operação contra uma organização criminosa especializadas em crimes de extorsão pela internet.

A operação Peregrino cumpre 11 mandados de busca e apreensão na cidade de São Paulo para identificar os integrantes da quadrilha.

De acordo com a polícia, as vítimas são empresários e grandes empresas que têm seus e-mail pessoais e funcionais hackeados. Entre as vítimas, está grande escritório de advocacia.

Nesta terça (14), os criminosos chegaram a acessar 60 vezes um banco. Centenas de chips foram apreendidos.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Imunidade ao coronavírus dura apenas seis meses, diz estudo

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 

Olhar Digital

Pesquisadores holandeses afirmam que a perspectiva de atingir a chamada ‘imunidade de rebanho funcional’ parece muito improvável

Desde que o novo coronavírus se espalhou, uma das esperanças para contê-lo é a chamada “imunidade de rebanho”, quando uma parcela tão grande da população tem contato com o vírus, ficando imune, e protegendo inclusive quem não possui a proteção.

Porém, um novo estudo realizado por pesquisadores holandeses e disponibilizado no site Medrxiv, que divulga artigos ainda não publicados sobre ciências da saúde, afirma que a imunidade ao coronavírus dura apenas seis meses.

“Vimos reinfecções frequentes 12 meses após a infecção e redução substancial nos níveis de anticorpos seis meses após a infecção”, escreveram os autores. Para chegar a essa conclusão, foram monitoradas 10 pessoas que se contaminaram com pelo menos um das quatro espécies sazonais de coronavírus.

Uma das medidas pensadas para relaxar o isolamento social em diversos locais foi dar aos que já se recuperaram da Covid-19 um “passaporte de imunidade”. Esse documento atestaria que a pessoa possui anticorpos para a doença e, por conta disso, pode andar livremente pela cidade. “No entanto, como a imunidade protetora pode ser perdida seis meses após a infecção, a perspectiva de atingir a imunidade de rebanho funcional parece muito improvável”, destacou a pesquisa.

Vacinação sazonal

Além disso, a descoberta levanta a possibilidade de uma vacinação sazonal para o coronavírus, assim como acontece anualmente para a gripe. Oren Kobiler, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Tel Aviv, afirma que outra questão a ser levantada é a possibilidade de uma imunidade não estéril. Nesse caso, o paciente infectado por uma segunda vez não desenvolve sintomas graves. “Mas não temos certeza de que isso realmente aconteça com esse coronavírus”, concluiu.

Dessa forma, a luta para conter o coronavírus deve passar principalmente pelo isolamento social. Até o momento, não há remédios ou vacinas comprovadamente eficazes contra a Covid-19, o que faz extremamente necessário o controle de sua disseminação.

Via: The Jerusalem Post

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.