Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Fé e gratidão em cortejo para Nossa Senhora do Carmo

16ffefwfcfcfwcfwcffhfuifhfpifhfpfpfphfhfbfbfbSentimentos de fé, gratidão e devoção levaram milhares de católicos a tomar as ruas do Centro do Recife, no início da noite de ontem. Comandada pelo arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, a procissão de Nossa Senhora do Carmo encerrou a programação religiosa da 318ª edição da festa em homenagem à padroeira da cidade, iniciada no dia 6 de julho, na Basílica do Carmo, no bairro de Santo Antônio.

O cortejo saiu do Pátio do Carmo às 17h30. Coroinhas de várias paróquias formaram um cordão de isolamento para abrir espaço no meio da multidão que se espremia para tocar no andor de Nossa Senhora, que, com seus cinco metros de altura, chegou a esbarrar na fiação elétrica.

Entre os fiéis, o funcionário público Clóvis Araújo, 53 anos. “Há dois anos, exatamente no dia 16 de julho, precisei fazer uma cirurgia no coração e tive a graça de sair vivo. Como pagamento à promessa que fiz, vou acompanhar a festa do dia 16 até o fim da vida. Não é sacrifício, é agradecimento”, afirmou.

Em meio a cânticos, mãos erguidas e gritos de viva à Nossa Senhora – nomeada padroeira do Recife a pedido do povo, em 1909 – a procissão seguiu pelas avenidas Martins de Barros, Guararapes e Dantas Barreto, retornando à Basílica cerca de uma hora e meia depois. Enquanto muitos se voltavam para a festa profana (com shows, barracas de comida e bebida e parque de diversões), na igreja muitos continuaram suas demonstrações de fé, iniciadas às 5h, com missas de hora em hora.

A última foi celebrada por dom Fernando, às 15h40. O arcebispo falou sobre a evolução da província carmelita, destacando seus 270 anos em Pernambuco, criticou o culto ao corpo e aos bens materiais e chamou os fiéis à responsabilidade de pregar a palavra de Deus. “Há muitos católicos pelo batismo, mas na Igreja não são tantos”, ressaltou.

Seguindo os passos da mãe e da avó, Anair Guedes, 25, participou da missa com ela e as três filhas pequenas. “Aos 7 anos fui curada de um forte cansaço e acompanhei a procissão descalça, vestida de amarelo. Minha filha de 6 anos também está curada e minha mãe venceu um câncer há dois anos. Só temos o que agradecer”, disse. Aos 79 anos e batizada com o nome da santa, Maria do Carmo resumiu com alegria: “Minha maior graça é ter os quatro filhos e seis netos bem encaminhados, com saúde e vivendo em paz. É só o que peço. Pra que mais?”.

 

JC Online

Foto: Edmar Melo JC Online

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Famílias entram na Justiça para tratar os filhos com canabidiol na Paraíba

Um grupo de mães e pais paraibanos entrou na Justiça para ter acesso ao medicamento canabidiol, composto químico derivado da maconha, proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O pedido de intervenção judicial no caso foi registrado no dia 1º de julho deste ano, segundo o psicólogo Júlio Américo, um dos pais envolvidos na mobilização.

Segundo Júlio Américo, o medicamento é uma esperança para os filhos do grupo, que têm convulsões e problemas neurológicos. Júlio Américo comentou que o grupo ficou sabendo da existência do medicamento através de uma reportagem exibida na TV Globo, onde foi apresentado o caso de uma garota que teve aumento significativo na sua qualidade de vida e cognição. “A partir desta reportagem surgiu em nós uma esperança e nos perguntamos: por que não podemos buscar também essa substância?”, disse Julio Américo.

O uso da substância é proibida no Brasil. De acordo com a Anvisa, já existe um projeto em tramitação no Congresso Nacional com o objetivo de tirar a substância de uma lista proibida para colocá-la em uma lista permitida e, a partir disto, iniciar um processo de regulamentação de uso no país.

“As leis caminham de forma muito lenta. Naturalmente a Anvisa está se cercando de todos os cuidados e meios, pois ainda não se conhece os efeitos a longo prazo desta droga. Mas acho justo que possa ser usado quando o arsenal terapêutico usado no tratamento das convulsões refratárias torna-se  ineficaz sobre estrito acompanhamento médico”,  explicou o presidente do Conselho Regional de Medicina na Paraíba (CRM-PB), João Medeiros.

Os pais e mães decidiram fazer um abaixo assinado para a Anvisa pedindo que o medicamento seja reclassificado e vendido no país. Eles também enviaram um requerimento para o Ministério Público Federal solicitando uma ação, para que os pacientes tenham acesso à substância.

“Primeiramente estamos em busca de comprovações que este medicamento realmente é eficaz. Em seguida, pensamos em ter juntamente com a Anvisa, a liberação para este grupo e para todas as pessoas que precisaram”, disse o procurador da república, José Godoy Bezerra de Souza.

 

 

 

Do G1 PB com TV Cabo Branco

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Idosa de 87 anos desaparecida volta para casa após reportagem da TV Jornal

16ffffwcffkfrvkifuifhffuifbfibffbfbfbfvfvfv
A idosa que estava morando há cinco dias em um banheiro desativado de uma lanchonete de um posto de gasolina em Olinda, no Grande Recife, voltou para casa na manhã desta quarta-feira (16), após reportagem exibida na TV Jornal. Pessoas ligadas a Alaíde Joaquim Castro, 87 anos, foi entraram em contato com a produção assim que viram a matéria e receberam a visita da equipe de reportagem para mostrar a felicidade do reencontro.

Com problemas de esquecimento, Alaíde disse que morava no Cordeiro, embora atualmente viva em Afogados com uma amiga que cuida dela há dez anos, por falta de parentes. Ninguém sabe como a idosa saiu de casa. Ela estava na frente de casa e desapareceu no último sábado (12). A amiga chegou a procurá-la em hospitais e no Instituto de Medicina Legal(IML), sem sucesso.

Da TV Jornal

Imagem: TV Jornal

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Estado de saúde dos internos da Funase é grave

Os quatro adolescentes que ficaram feridos após um tumulto na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, nesta terça-feira (15) estão internado em estado grave na emergência do Hospital da Restauração (HR), na área Central do Recife.

De acordo com a unidade de saúde todos os feridos sofreram lesões pulmonares causadas pela inalação da fumaça produzida com a queima dos colchões e ferimentos no corpo. As queimaduras foram nas costas, braços e rosto. Um jovem de 17 anos teve 15% do corpo queimado. Outros dois internos, de 17 e 19 anos, tiveram 30% do corpo atingido.

Um deles, em estado mais grave, de 18 anos, está com 35% do corpo queimado e respira com a ajuda de aparelhos. Os jovens serão tratados com hidratação, oxigenação e nebulização. Não há previsão de alta.

Nesta quarta-feira (16), os quatro devem passar por procedimento cirúrgico para retirar o tecido atingido pelo fogo.

ABREU E LIMA – O interno da Funase de Abreu e Lima, no Grande Recife, que também se envolveu em um tumulto na unidade foI transferido No fim da tarde desta terça, para o HR. Ele estava com as costas e um dos braços queimados.

 

 

 

Do JC nline

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Mudança no comando geral do Corpo de Bombeiros

Após pouco mais de sete anos, e a cinco meses do término do governo Eduardo Campos/João Lyra, o Corpo de Bombeiros anuncia mudanças no comando geral. Sai o coronel Carlos Eduardo Casanova e assume o também coronel Manoel de Oliveira Cunha Filho.

Casanova, que foi comandante geral durante os últimos 7 anos e 7 meses, deixa a corporação para assumir a presidência do Departamento de Trânsito de Pernambuco (Detran).

O coronel Cunha assume o posto máximo do Corpo de Bombeiros após quatro anos como subcomandante geral. A cerimônia acontecerá na tarde de quinta-feira, no Quartel Geral dos Bombeiros, na Avenida João de Barros, com a presença do governador João Lyra Neto.

A mudança foi bem vista na corporação, mesmo às vesperas do fim do governo Lyra. Durante os 7 anos e 7 meses da gestão Casanova, a Polícia Militar trocou de comando cinco vezes. Existia o sentimento de que o antigo comandante, mesmo com bom conceito entre a corporação, precisava de novos ares. Casanova vai assumir o Detran no lugar de Caio Mello, quadro do PSDB e ligado ao ex-deputado Sérgio Guerra.

Manoel Francisco de Oliveira Cunha Filho, 44, tem 26 anos de Corpo de Bombeiros. Casado e com três filhos, é tido como dinâmico e tem bom trânsito em toda corporação.

Na teoria, Cunha tem apenas cinco meses para desempenhar um bom papel como comandante geral, mas por conta de seu perfil agregador existe a perspectiva de que continue no cargo, independentemente de quem assuma o governo do Estado em 2015. “Minha intenção é continuar o grande trabalho desempenhado pelo coronel Casanova, dando ainda mais foco nos recursos humanos da corporação”, disse Cunha.

 

 

Do JC Online

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Família da mulher que morreu esperando leito especial vai entrar na justiça contra o estado

16gggggg42v2b4ttb-b3-b5by-nyhn-uhmu-m-umA dona de casa Tânia Maria da União, de 54 anos, estava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Descoberta, Zona Norte da capital, quando faleceu em decorrência de problemas respiratórios. O corpo dela será sepultado nesta terça-feira (15), no Cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife.

Os parentes explicam que, por conta do quadro clínico, a paciente necessitava de um leito com disponibilização de gás oxigênio. Tânia Maria da União apresentava problemas respiratórios depois de ter perdido um dos pulmões após uma pneumonia.

Os familiares garantem que a Secretaria Estadual de Saúde informou que neste período não surgiu uma vaga sequer. Abalado com a perda recente, Benone Ramos disse nessa segunda-feira que é inadmissível o poder público ficar de braços cruzados.

A Secretaria Estadual de Saúde diz que a paciente deu entrada na upa em estado grave, mas que todos os esforços foram feitos.

Da Rádio Jornal

Imagem: TV Jornal

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Balanço do São João: 94% do público pretende voltar as festas em Pernambuco

A Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur- PE), através da Empetur, divulgou nesta segunda-feira (14) o balanço do São João 2014 realizado nas cidades de Carpina, Gravatá, Petrolina, Pesqueira, Arcoverde e Caruaru. Foram 400 mil visitantes durante o mês junino no Estado e uma movimentação financeira de R$ 500 milhões.

A pesquisa teve como objetivo conhecer melhor o perfil socioeconômico dos visitantes durante o São João, a fim de melhorar o planejamento para os eventos juninos futuros.

A satisfação do público, formado por 54% de homens e 46% de mulheres, em relação a infraestrutura foi bem avaliada. Em primeiro lugar ficou a hospitalidade do povo, com 93% de avaliação positiva, depois vieram os atrativos turísticos (82%); serviços de alimentação (81%) e informações turísticas (75%).

O balanço também apontou que 94% do público do São João em Pernambuco manifestaram interesse em participar novamente do evento e 93% recomendariam a festa para amigos e parentes.

 

 

NE10

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Mais de 40 papagaios e animais silvestres são soltos em Exu, PE

16gggg3224vrtv4r-vb3bv3tb5b35bt-tb5bnbnynCerca de 40 papagaios e mais de 20 outros animais silvestres serão soltos nesta terça-feira (15) em uma área do Sítio Mangueiras, na Zona Rural de Exu, Sertão pernambucano. Os animais foram apreendidos pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e são resultados do comércio ilegal. Eles vão ganhar a liberdade após passarem 40 dias de reabilitação em um criadouro local.

Além dos papagaios, serão soltos cinco galos de campina, três patativas, duas cascavéis, três jandaias maracanã, quatro jandaias vaqueira, uma craúna, dois bigodes, quatro jabutis e três pássaros trinca-ferro.

A soltura acontece através do projeto ‘Papagaios da Caatinga’ que atua há mais de um ano na região. De acordo com o biólogo e coordenador do projeto, Yuri Valença, o período de adaptação é feito para que os papagaios e demais espécies reconheçam o local e não fujam da área. “A gente precisa alimentar esses animais por um período, porque senão eles fogem e acabam morrendo. Com esse método, o índice de mortalidade melhorou variando de 10 a 12%”, relata.

O biólogo revela ainda que após a soltura é iniciada uma etapa de monitoramento. “Vamos observar se os animais estão conseguindo se defender e encontrar alimento. Caso algum não consiga se adaptar e se ferir ou quebrar um membro, eles vão ser retornados e reabilitados novamente”, explica.

Em um ano de projeto, o balanço das ações é bastante positivo. “Os animais estão bem adaptados, formando casais e ninhos. Percebemos que estão desenvolvendo comportamento de fuga, já seguem para área distante e voltam, ou seja, estão desenvolvendo o processo natural da biologia da espécie”, garante.

O projeto envolve a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), o Ministério Público de Pernambuco (MPT), o Ibama, a Polícia Militar e a Prefeitura de Exu.

 

 

Do G1 Petrolina

Foto: Reprodução/TV Grande Rio

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Acidente na Zona Sul complica o trânsito em Boa Viagem

16iiiiiiiiiiiiii2v2vg24rv4trvv0v2-v2vvfv-fvf

Um acidente na manhã desta segunda-feira (14) complica o trânsito na Zona Sul do Recife. A colisão seguida de capotamento aconteceu na Rua Visconde de Jequitinhonha, uma das vias auxiliares que liga Boa Viagem à Piedade, envolveu três carros e não deixou vítimas.

De acordo com informações da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), dois dos três carros envolvidos no acidente já haviam sido retirados do local às 9h30, ainda assim, o carro capotado continuava na via, dificultando o tráfego dos veículos na área.

 

 Do JC Trânsito

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Esqueceram o pedestre. DE NOVO!

Esquecidos mais uma vez. Novamente, os pedestres não foram lembrados em projetos viários do Recife. Agora, na Via Mangue, corredor expresso recentemente inaugurado, quem anda a pé no entorno do Pina está passando sufoco para se locomover. Especialmente quem utiliza a Ponte Paulo Guerra, principal acesso à Zona Sul. A ponte estaiada, que marca o início da Via Mangue, foi construída sem qualquer opção de travessia para os pedestres que precisam chegar à Avenida Herculano Bandeira ou ao bairro da Cabanga. Uma omissão alarmante para um Estado que somou três mil atropelamentos em 2013 e quase cinco mil em 2012.

A falta de cuidado com o pedestre é apenas mais um equívoco de concepção da Via Mangue, que custou, até agora, R$ 431 milhões e, devido a erros de projeto, virou uma via deformada, que teve seu propósito viário descaracterizado. Agora, é a via que vai mais não volta porque será mão única em metade dos cinco quilômetros que possui, quando deveria ter sentido duplo na ligação do Centro com Boa Viagem. A Via Mangue, de fato, não previa semáforos ou cruzamentos, exatamente pelo caráter expresso. Mas ao dividir a Ponte Paulo Guerra em duas, o novo corredor interrompeu o acesso dos pedestres à Avenida Herculano Bandeira e, consequentemente, a Boa Viagem, maior destino dos que passam por ali.

HS250614163

“O trajeto já era ruim, inseguro. Mas agora ficou muito pior. A prefeitura não podia ter esquecido as pessoas que precisam passar por aqui todos os dias. Eu mesmo trabalho como vigilante na Herculano Bandeira e preciso chegar a Cabanga a pé. De ônibus não funciona. Deveriam ter pensado numa passarela para facilitar a passagem da ponte nova para a Herculano Bandeira”, reclama Luciano da Silva, um dos pedestres flagrados pela reportagem atravessando no trecho.

Sem solução por enquanto, resta à população se arriscar na travessia, extremamente perigosa. Em pouco tempo é possível presenciar diversas pessoas, tanto a pé como de bicicleta, fazendo o movimento. O perigo não é apenas para quem está a pé. Alguns motoristas reduzem e fazem pequenos alertas ao ver as pessoas se arriscando. Mas, de fato, o poder público deixou os pedestres sem opção. Para evitar a travessia na ponte estaiada, as pessoas precisam andar mais de 500 metros para acessar uma passarela de pedestres construída sobre a Avenida República Árabe Unida, nas imediações do RioMar Shopping, e retornar à Avenida Herculano Bandeira. E, mesmo assim, sem muita segurança porque não há faixas de pedestres suficientes no entorno.

HS250614076

“Ninguém vai descer e andar toda essa distância para voltar à avenida. É perda de tempo acreditar nisso. E, caso não encontrem uma solução rapidamente teremos mortes em breve por aqui. Principalmente à noite, porque o perigo é muito maior. Muitas luminárias estão apagadas”, alerta José Carlos, que passa no trecho todos os dias.

A atual gestão da Prefeitura do Recife garante ter identificado o problema e já estar tentando encontrar uma solução. “A empresa responsável por gerir a obra, a JBR, já realizou estudos do volume de pedestres e o destino mais procurado por eles. Identificou que é a Avenida Herculano Bandeira para, posteriormente, chegar a Boa Viagem. Temos um projeto de uma passagem sob a ponte estaiada, por meio de uma rampa em espiral, mas também estudamos a possibilidade de uma passarela na própria ponte. Estamos estudando uma solução e em breve ela será apresentada. Sabemos do perigo que há na travessia e que precisamos inibir esse movimento no local”, garantiu a diretora de planejamento e projetos da Empresa de Urbanização do Recife (URB), Norah Neves.

PERIGO A PÉ
4.865 pessoas foram atropeladas em Pernambuco em 2012
780 estavam no Recife
404 morreram
62 óbitos aconteceram na capital
2.916 vítimas de atropelamento foram registradas em 2013, o equivalente a 8,9% dos acidentes de trânsito no Estado
30% dos óbitos por acidentes de trânsito no Brasil são de pedestres

HS250614148

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Do Jornal do Commercio

Fotos: Hélia Scheppa/JC Imagem

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.