Cantor Batista Lima e esposa sofrem acidente de carro em Sertânia

Por G1 Caruaru

O cantor Batista Lima, ex-vocalista da banda Limão com Mel, e a esposa dele, sofreram um acidente de carro na segunda-feira (17) na BR-232, em Sertânia, no Sertão de Pernambuco. O artista contou através de um vídeo que eles estavam a caminho de Caruaru, no Agreste, e chovia muito quando o acidente aconteceu.

Batista disse ainda que o veículo dele foi atingido na lateral por outro carro. Com o impacto da batida, o automóvel do cantor saiu da pista e bateu em uma cerca.

O cantor e a esposa tiveram ferimentos leves. Eles foram levados para um hospital em Custódia, e já foram liberados.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Operação contra suspeitos de integrar organização criminosa é deflagrada em Alagoas e Pernambuco

Por G1 AL

Policiais se concentram antes de operação realizada em Maceió e Arapiraca — Foto: SSP-AL/Divulgação

Policiais se concentram antes de operação realizada em Maceió e Arapiraca — Foto: SSP-AL/Divulgação

Uma operação conjunta cumpre na manhã desta terça-feira (18) 135 mandados de prisão e de busca e apreensão em municípios de Alagoas e Pernambuco contra suspeitos de integrar uma organização criminosa envolvida com falsificação de documentos, roubos, furtos e adulteração de veículos.

Até as 8h40, 15 pessoas tinham sido presas e outras duas tinham morrido. A operação é realizada pelo Ministério Público e pela Secretaria de Segurança Pública de Alagoas, com apoio das polícias Civil e Militar.

Os mandados foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

Foram expedidos 34 mandados de prisão com todos os alvos em Alagoas. Já os mandados de busca e apreensão totalizam 101, com 85 medidas cautelares sendo cumpridas em quatro cidades alagoanas, e outras 16 em Pernambuco, nos municípios de Águas Belas, Iati e Garanhuns.

Por questão de segurança, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP não quis divulgar os restantes dos municípios onde a operação está sendo feita.

Segundo a 11ª Promotoria de Justiça de Arapiraca, a organização criminosa tinha acesso a algumas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans). Dentro delas conseguiam desviar o papel moeda que serve de base para a confecção dos documentos de carro.

“Então, de posse disso [com o papel moeda], os bandidos cometiam o crime de falsidade ideológica, produzindo o CLRV falso para, depois, vender os veículos furtados ou roubados com um novo documento, só que já falsificado. Nesse mesmo certificado também já constava o número adulterado do chassi”, disse o promotor de justiça Hamílton Carneiro.

A operação foi batizada de Echo porque essa palavra é sinônimo de repetição, fazendo uma alusão ao fato de que os alvos principais já possuem várias passagens na polícia pelo cometimento dos mesmos crimes.

A operação mobilizou cerca de 150 viaturas das forças de segurança de Alagoas e Pernambuco. Foram empregados militares dos Batalhões de Operações Especiais (Bope), Radiopatrulha (BPRp), Rodoviário (BPRv), Batalhão de Guardas (BPDG), 1º, 3º, 4º, 5º, 7º, 8º, 9º e 10º batalhões, além das 1ª, 2ª e 3ª Companhias Independentes de Polícia.

A Polícia Civil alagoana atuou por meio das Delegacias de Repressão ao Narcotráfico (DNARC), da Regional, (4º DP), e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Arapiraca.

101 mandados de busca e apreensão devem ser cumpridos em operação conjunta em Alagoas e Pernambuco — Foto: SSP-AL/Divulgação

101 mandados de busca e apreensão devem ser cumpridos em operação conjunta em Alagoas e Pernambuco — Foto: SSP-AL/Divulgação

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Incêndio atinge subestação da Chesf em Jaboatão dos Guararapes

Por G1 PE

Um incêndio atinge uma subestação da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) localizada no bairro de Vargem Fria, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, nesta terça-feira (18). Segundo a empresa, não houve vítimas.

Através de imagens do Globocop, é possível ver as chamas e a fumaça preta no local. De acordo com a Chesf, o incêndio foi registrado às 11h17 e foi provocado pela falha em um reator da Subestação Recife II.

Incêndio na subestação da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) — Foto: Reprodução/TV Globo

Incêndio na subestação da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) — Foto: Reprodução/TV Globo

Não houve interrupção do fornecimento de energia elétrica para a população, segundo a companhia. Por volta das 12h30, o incêndio foi controlado, segundo a Chesf.

As providências necessárias foram tomadas, de acordo com a Chesf. O equipamento atingido pelas chamas foi isolado e deve ser substituído pela companhia. O prazo para o serviço não foi informado.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Motoristas que perderam placas do carro em alagamentos têm até 28 de junho para regularizar situação

Por Bruno Grubertt, TV Globo

Os motoristas que perderam a placa dos veículos por causa das chuvas e alagamentos registrados no Grande Recife, na segunda-feira (17), têm até o dia 28 de junho para regularizar a situação, segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Durante esse período, o Detran não vai aplicar multas e sim advertir os condutores sobre a necessidade de recolocar a placa. O motorista que andar sem placa após 28 de junho está sujeito a multa de R$ 293,47 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além de ter o carro apreendido.

Para solicitar uma placa nova, o motorista deve ir até o posto do Detran no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife, ou às lojas de atendimento dos shoppings ou às Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), no interior do estado. Não é preciso agendar atendimento.

Lá, o motorista deve solicitar uma ordem de emplacamento e pagar uma taxa, no valor de R$ 34,07. Com o documento em mãos, pode se dirigir até uma das lojas de placas credenciadas pelo Detran e realizar o emplacamento. O valor do serviço varia de acordo com cada estabelecimento.

Se a placa perdida em questão for a dianteira, não é necessário realizar vistoria no veículo. No entanto, se tratando da placa traseira do veículo, a ordem de emplacamento só é disponibilizada após a inspeção, que custa R$ 50.

O chefe da unidade de segurança do Detran, Domingos Ferreira, orienta os condutores a prenderem as placas com lacres. “O motorista pode colocar um lacre de plástico para dar mais segurança à placa. Se ele perder e encontrar a placa em seguida, ele mesmo pode fazer a instalação”, afirma.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Chuva no Grande Recife alaga ruas, suspende aulas e cancela voos

Por G1 PE e TV Globo

Chuva no Grande Recife alaga ruas, suspende aulas e cancela voos

Pedro Alves/G1

A chuva que atingiu o Grande Recifedesde a manhã do domingo (16) e continuou nesta segunda (17) causou transtornos para a população, como vias alagadas e suspensão de aulas em escolas públicas e colégios particulares, além de provocar alterações ou cancelamentos de 19 voos. Em Olinda, um deslizamento de barreira atingiu uma casa onde mora uma família que saiu do local um dia antes.

De acordo com a prefeitura do Recife, a capital pernambucana registrou um volume de 143 mm de chuvas desde o sábado (15). Somando o número ao acumulado de 230 mm registrados na quinta (13), a cidade chega a 373 mm, volume de chuvas previsto para mais de 29 dias de junho, mês com média histórica de 389,6 mm.

Entre as vias da capital com alagamento, estão a Estrada dos Remédios, a Rua Imperial, a Rua 21 de Abril, a Avenida Sul, a Avenida Norte, a Avenida Doutor José Rufino, a Avenida Blumenau, a Avenida Cruz Cabugá, a Avenida Agamenon Magalhães, a Avenida Antônio de Góes, a Avenida Boa Viagem e a Avenida Domingos Ferreira. No bairro de Coqueiral, a água chegou perto de invadir as casas.

RECIFE, 7h: Avenida Marechal Mascarenhas de Morais, no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

RECIFE, 7h: Avenida Marechal Mascarenhas de Morais, no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Também houve alagamentos em Olinda, como na Avenida Doutor José Augusto Moreira e na Avenida Antônio Costa Azevedo, e em Paulista, como na Rua João Pereira de Oliveira. Segundo a Prefeitura do município, houve desabamentos de muros no Alto da Mina e em Águas Compridas.

O representante comercial Gabriel Gapa, de 47 anos, enviou um vídeo para o WhatsApp da TV Globo mostrando o alagamento na Rua Nilson Sabino Pinho, no bairro de Jardim Atlântico, em Olinda.

“Moro aqui há nove anos e sempre alaga. Começaram a fazer uma obra no canal que fica perto e não terminaram. Às vezes a água chega a atravessar as casas mais simples de um lado a outro”, conta.

Por meio de nota, a prefeitura de Olinda informou que as obras no Canal do Fragoso são de responsabilidade do governo de Pernambuco e o município tem auxiliado na limpeza. O trabalho chegou ao trecho citado pelo morador na sexta (14), segundo a administração municipal, e deve ter prosseguimento ao longo de junho.

Em Camaragibe, uma escadaria foi parcialmente destruída por um deslizamento de terra ocorrido a cerca de 100 metros do local onde ocorreu, na quinta-feira (13), a tragédia que deixou sete mortos.

Aulas suspensas

Por causa da chuva, a Secretaria de Educação de Pernambuco cancelou as aulas da rede estadual de ensino nesta segunda-feira (17). As aulas na rede municipal de ensino também foram canceladas no Recife, em Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, IgarassuCamaragibeCabo de Santo Agostinho e em Vitória de Santo Antão.

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), a Universidade de Pernambuco (UPE) e a Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) decidiram manter as aulas em todos os turnos, nesta segunda-feira (17). No Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), as aulas foram suspensas no período da manhã.

Voos

A chuva também afetou a operação do Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre, na Imbiribeira, na Zona Sul da cidade. Por causa do mau tempo, foram afetados 19 voos, sendo dois da Gol e 17 da Azul. A Azul informou que as alterações ocorrem, ainda, por limitações nos sistemas de pouso por interferência de rádios clandestinas nos arredores do aeroporto.

Ao todo, oito voos foram cancelados, sendo seis da Azul e dois da Gol. Os outros tiveram o destino alternado para outras cidades. Por meio de nota, a Gol informou que lamenta o ocorrido e que “está prestando toda assistência aos seus clientes e reacomodando-os em outros voos, conforme disponibilidade”.

A Azul, também por meio de nota, afirma que “clientes impactados estão recebendo toda assistência necessária” e que eles “serão reacomodados em outros voos da empresa”. Além de lamentar os casos, afirma que “medidas como essa são necessárias para conferir a segurança de suas operações”.

Voos da Gol cancelados

  • G3 1828 (Recife -Fortaleza) – cancelado
  • G3 1841 (Fortaleza-Recife) – cancelado

Voos da Azul afetados

  • AD5374 (Fortaleza-Recife) – alternou para Maceió
  • AD2488 (Guarulhos-Recife) – alternou para Salvador
  • AD2950 (Rio de Janeiro/Galeão-Recife) – alternou para Maceió
  • AD5077 (João Pessoa-Recife) – alternou para Natal
  • AD5146 (Aracaju-Recife) – alternou para Maceió
  • AD6969 (Natal-Recife) – alternou para Natal
  • AD2949 (São Luis-Recife) – alternou para Maceió
  • AD4071 (Petrolina-Recife) – alternou para Fortaleza
  • AD4234 (Salvador-Recife) – alternou para Aracaju
  • AD6412 (Belém-Recife) – alternou para Natal
  • AD2996 (Teresina-Recife) – alternou para Maceió
  • AD4234 (Recife-Salvador) – cancelado
  • AD4484 (Recife-Campina Grande) – cancelado
  • AD4483 (Recife- João Pessoa) – cancelado
  • AD2644 (Recife-Maceió) – cancelado
  • AD6437 (Recife-Fernando de Noronha) – cancelado
  • AD4234 (Recife-Fortaleza) – cancelado

Queda de árvores

Até as 17h30, a Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) registrou 32 ocorrências envolvendo a queda parcial ou total de árvores no Recife, nesta segunda-feira (17), todas sem deixar vítimas. Nessas situações, a população pode ligar para o número 156.

Houve casos na Avenida Domingos Ferreira e nas ruas Heiji Gemba e Dona Magina Pontual, em Boa Viagem, Zona Sul da cidade. Árvores também caíram na Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti, na Jaqueira, na Zona Norte; e na Avenida Maurício de Nassau, na Iputinga, na Zona Oeste.

Também houve quedas de árvores no Parque 13 de Maio e Palácio do Campo das Princesas, no Centro do Recife; na Avenida Luiz Antônio de Araújo, no Sítio dos Pintos; Rua Padre Severino, no Vasco da Gama; na 1ª Travessa Garanhuns, no Jordão Alto; na Rua Custódia, em Coqueiral; na Rua Cruzeiro do Forte, no Canal do Cavouco e na Avenida Rio Verde, na Cohab.

Árvore caiu na Praça do Cruzeiro Nossa Senhora do Carmo, em Goiana, no Grande Recife — Foto: Prefeitura de Goiana/Divulgação

Árvore caiu na Praça do Cruzeiro Nossa Senhora do Carmo, em Goiana, no Grande Recife — Foto: Prefeitura de Goiana/Divulgação

Em Goiana, no Grande Recife, uma árvore caiu na Praça do Cruzeiro Nossa Senhora do Carmo, mas ninguém ficou ferido. A árvore tombou, ficou encalhada em outra árvore e danificou as grades de proteção da praça. De acordo com a prefeitura, a limpeza da área foi feita algumas horas após o ocorrido.

Segundo a prefeitura de Goiana, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros foram na praça para fazer a poda e viram que a raiz da árvore estava podre. A prefeitura diz, ainda, que uma equipe da Secretaria de Serviços Públicos deve fazer uma levantamento para reforma da grade na terça (18).

Monitoramento

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um alerta para chuvas moderadas e ocasionalmente fortes na região e na Zona da Mata. Segundo a Apac, Jaboatão dos Guararapes foi o município com maior quantidade de chuva, acumulando 125,64 milímetros em 24 horas, desde a manhã do domingo (16). Em seguida, o Recife acumulou 112,80 milímetros no mesmo período.

A probabilidade de que essa chuva seja semelhante a que atingiu a Região Metropolitana do Recife na quinta-feira (13) é pequena, segundo o meteorologista da Apac, Roni Guedes. “Dessa vez, a intensidade da chuva é menor, embora mantenha uma constância desde o dia anterior”, explica.

OLINDA, 6h30: Rua Nilson Sabino Pinho, no bairro de Jardim Atlântico, em Olinda, está alagada desde domingo (16) — Foto: Reprodução/TV Globo

OLINDA, 6h30: Rua Nilson Sabino Pinho, no bairro de Jardim Atlântico, em Olinda, está alagada desde domingo (16) — Foto: Reprodução/TV Globo

Ainda de acordo com ele, os moradores de áreas de risco precisam ter atenção redobrada. “As áreas estão muito úmidas e, por isso, pode acontecer deslizamento”, afirma. Na quinta-feira (13), sete pessoas morreram em um deslizamento de barreira em Camaragibe, no Grande Recife.

Orientações da Defesa Civil

O coronel Cássio Sinomar, secretário da Defesa Civil do Recife, diz que, desde sábado (15), mais de 31 mil pessoas receberam alerta sobre a probabilidade de chuvas e necessidade de mudança de lugar no período chuvoso.

“Mandamos o aviso por meio de mensagem de texto no celular e orientamos que procurem lugar na casa de um amigo, parente, vizinho ou solicite o abrigo da prefeitura”, afirma.

A Defesa Civil do Recife mantém um plantão permanente e pode ser acionada pelo telefone 0800.081.3400. A ligação é gratuita e o atendimento é 24 horas.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pessoas resgatadas durante chuvas no Grande Recife contam como se salvaram com a ajuda de desconhecidos

Por Mônica Silveira, TV Globo

Amor ao próximo e solidariedade ajudam a salvar vítimas das chuvas no Grande Recife

Amor ao próximo e solidariedade ajudam a salvar vítimas das chuvas no Grande Recife

A forte chuva da quinta-feira (13), que deixou ao menos nove pessoas mortas, causou alagamentos e outros transtornos em várias localidades do Grande Recife. Em meio ao caos, muitos foram salvos a partir da solidariedade e do amor ao próximo.

Um dos casos ocorreu na comunidade Beira-Rio, no bairro de Peixinhos, em Olinda, e foi registrado em vídeo. O que parecia um canal era, na verdade, uma rua. As imagens enviadas ao WhatsApp da TV Globomostram o resgate de um bebê na área inundada. Os bombeiros resgataram 36 pessoas da mesma comunidade. Entre elas, 11 crianças.

O bebê que aparece no vídeo é Josuel, de 9 meses, que tem oito irmãos. Todos saíram para um lugar seguro, com a ajuda dos bombeiros. Para Josuel, sobrou apenas uma gripe do dia caótico que viveu. Irmão do bebê, o estudante Abraão Vasconcelos diz ter vivido momentos de muito medo.

“Eles chegaram, tiraram a gente. Tava tudo alagado. A água estava quase me cobrindo. Nós não sabíamos como escapar, seguimos os bombeiros”, diz o estudante.

Família do bebê Josuel foi salva de inundação em Olinda — Foto: Reprodução/TV Globo

Família do bebê Josuel foi salva de inundação em Olinda — Foto: Reprodução/TV Globo

O pedreiro Washington Pereira, que mora na localidade, ajudou no resgate de algumas pessoas. Segundo ele, os alagamentos são constantes na área.

“Quando começa a encher, eu boto uma corda de um lado até o outro, de uns 300 metros, para que a gente possa entrar e sair acompanhando a corda como guia. Sem a corda, a gente não consegue salvar ninguém”, afirma o pedreiro.

Outra situação em que a solidariedade salvou vidas foi a vivenciada pelo professor de artes marciais Divalmir Nogueira. Ele caiu em um canal, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, ao perder o controle da direção do carro durante a chuva, e foi salvo após acenar com uma bíblia. O resgate também foi registrado em vídeo.

Motorista cai em canal e é resgatado depois de sinalizar com uma Bíblia

Motorista cai em canal e é resgatado depois de sinalizar com uma Bíblia

“As pessoas se deitaram e conseguiram pegar no meu punho, no braço que estava esticado, e botaram a bíblia para cima. Foi um livramento grande que Deus me deu e eu agradeço de coração”, declara.

Divalmir não trabalha há três anos, desde que sofreu um acidente de trabalho. A solidariedade que recebeu é a mesma que ele direciona aos vizinhos do Conjunto Habitacional Via Mangue 3, onde mora, ao ensinar artes marciais voluntariamente às pessoas da comunidade, localizada em Boa Viagem.

Carro de Divalmir ficou destruído após cair em canal durante a chuva no Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Carro de Divalmir ficou destruído após cair em canal durante a chuva no Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Após cair no canal, o carro de Divalmir ficou muito danificado. Os dois pneus estragaram e, dentro do veículo, não há nenhuma parte que não tenha sido atingida pela lama. Apesar disso, a perda material fica pequena comparada ao fato de ter sido salvo.

“Eu tô sem palavras e fico sem saber como me salvei, mas eu tenho Jesus dentro de mim e tenho certeza de que foi ele quem não me deixou ir embora”, diz.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Chuva causa alagamentos na Região Metropolitana do Recife

Por G1 PE

Alagamento é registrado na Avenida Mascarenhas de Morais, na Zona Sul do Recife, neste domingo (16) — Foto: Reprodução/TV Globo

Alagamento é registrado na Avenida Mascarenhas de Morais, na Zona Sul do Recife, neste domingo (16) — Foto: Reprodução/TV Globo

Dois dias após o temporal que deixou ao menos nove mortos no Grande Recife, a chuva voltou a provocar transtornos na capital e Região Metropolitana neste domingo (16). Vias ficaram alagadas devido à chuva, que foi anunciada pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) no fim da tarde do sábado (15).

Avenida Dr. José Rufino, no Recife, ficou alagada neste domingo (16) — Foto: Reprodução/TV Globo

Avenida Dr. José Rufino, no Recife, ficou alagada neste domingo (16) — Foto: Reprodução/TV Globo

De acordo com a Apac, das 4h às 16h deste domingo (16), choveu 71,5 milímetros em Olinda, localidade com o maior volume de chuvas do estado nessas 12 horas. Nesse mesmo período, foram registrados 66 milímetros de chuva em Paulista, na Região Metropolitana, e 60 milímetros no Recife.

Imagens enviadas ao WhatsApp da TV Globo mostram ruas tomadas pela água. Uma delas é a Avenida Costa Azul, em Paulista, onde o nível da água era alto o suficiente para jovens conseguirem utilizar um bote na via alagada.

De acordo com a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), os principais pontos de alagamento na cidade foram registrados na Avenida Mascarenhas de Morais e na Rua Imperial, ambas na Zona Sul da cidade; e na Avenida Dr. José Rufino, na altura da Estância, na Zona Oeste da capital.

Segundo a CTTU, a Rua Imperial foi um dos principais pontos de alagamento no Recife neste domingo (16) — Foto: Reprodução/TV Globo

Segundo a CTTU, a Rua Imperial foi um dos principais pontos de alagamento no Recife neste domingo (16) — Foto: Reprodução/TV Globo

A Defesa Civil do Recife orientou os moradores de locais de risco a procurar abrigos seguros. O órgão mantém um plantão permanente e pode ser acionado pelo telefone 0800.081.3400. A ligação é gratuita e o atendimento é realizado 24 horas.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Sobe para nove o número de mortos por conta das chuvas no Grande Recife

Por G1 PE

Após mais de 50 horas de buscas, os corpos de dois irmãos que estavam soterrados no local onde uma barreira deslizou, na quinta-feira (13), sobre três casas em Camaragibe, no Grande Recife, foram localizados pelos bombeiros. Com isso, subiu para nove o número de mortes provocadas pelas chuvas na Região Metropolitana.

Estavam desaparecidos Ítalo Wengel de Souza, de 13 anos, e Lucas Ricardo da Silva, de 6 anos. O corpo da criança foi localizado na noite do sábado (15), por volta das 19h30, e o do adolescente foi encontrado na madrugada deste domingo (16), por volta de 1h30. Ao todo, 20 bombeiros trabalharam na retirada dos dois corpos.

Corpos de dois irmãos que estavam soterrados em Camaragibe foram encontrados pelos bombeiros — Foto: Reprodução/TV Globo

Corpos de dois irmãos que estavam soterrados em Camaragibe foram encontrados pelos bombeiros — Foto: Reprodução/TV Globo

O velório de Ítalo e Lucas ocorre às 16h no Cemitério de Camaragibe. Os dois irmãos são filhos de Edilene da Conceição, de 30 anos, que também morreu após o deslizamento ocorrido na Segunda Travessa Bom Jesus, no Bairro dos Estados.

A queda da barreira causou, ainda, a morte de outros três filhos dela: Cauã Ricardo da Silva, de 8 anos; Bianca Maria Conceição de Albuquerque, de 3 anos; e Beatriz Maria Conceição de Albuquerque, de 11 meses. Os quatro corpos foram encontrados na sexta-feira (14).

Mulher e quatro filhos estavam dentro de uma das casas atingidas pelo deslizamento de barreira em Camaragibe — Foto: Reprodução/TV Globo

Mulher e quatro filhos estavam dentro de uma das casas atingidas pelo deslizamento de barreira em Camaragibe — Foto: Reprodução/TV Globo

Edvaldo Ferreira da Silva Filho, de 23 anos, também morreu soterrado nesse deslizamento de barreira em Camaragibe. O corpo dele foi encontrado ainda na quinta-feira (13), mesmo dia em que a esposa dele, identificada como Larissa Lafayete Ribeiro, de 20 anos, foi resgatada com vida.

Ela foi levada para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, no Centro do Recife. Segundo a unidade de saúde, a paciente tem quadro clínico estável após passar por cirurgias no fêmur e no quadril.

Edvaldo Ferreira da Silva Filho, de 23 anos, morreu após barreira deslizar em Camaragibe — Foto: Reprodução/TV Globo

Edvaldo Ferreira da Silva Filho, de 23 anos, morreu após barreira deslizar em Camaragibe — Foto: Reprodução/TV Globo

Após a tragédia, a prefeitura de Camaragibe decretou situação de emergência, na sexta-feira (14). Os primeiros cinco corpos encontrados no local do deslizamento de terra foram enterrados no cemitério municipal no sábado (15).

Outras mortes

No bairro do Pina, na Zona Sul do Recife, uma mulher de 34 anos morreu depois que o carro em que ela estava entrou no Túnel Josué de Castro, que foi inundado pela chuva, e afundou, por volta das 20h30 da quinta (13). Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima foi identificada como Mirelle Paula da Silva.

Vídeo mostra carro entrando em túnel alagado no Recife onde mulher morreu

Vídeo mostra carro entrando em túnel alagado no Recife onde mulher morreu

Ela e duas mulheres estavam em um veículo, mas as outras duas ocupantes conseguiram sair do carro. Mirelle não sabia nadar e morreu no local, segundo o Corpo de Bombeiros, que enviou uma equipe de resgate para a área. Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o carro entra no túnel, que teve o tráfego liberado na madrugada do sábado (15). (Veja vídeo acima)

Em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, uma adolescente de 17 anos morreu e quatro pessoas da mesma família ficaram feridas após um deslizamento de barreira, na quinta-feira (13), no bairro de Jardim Monteverde. A jovem foi identificada como Maria Gabriela de Souza.

Segundo a prefeitura de Jaboatão, a barreira atingiu a casa onde estavam uma mulher e quatro filhos. Maria Gabriela foi socorrida por moradores da área e chegou sem vida a uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). A mãe da jovem que morreu no deslizamento afirmou à TV Globoque alugou a casa sem saber que o imóvel estava interditado pela Defesa Civil da cidade desde 2016.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Sobe para sete o número de mortos após chuvas no Grande Recife

Por Mônica Silveira, TV Globo

Aumentou para sete o número de mortos após as chuvas no Grande Recife na quinta-feira (13). Cinco corpos foram retirados do local onde uma barreira deslizou sobre quatro casas em Camaragibe. As outras duas mortes foram de uma mulher que estava em um carro que afundou em um túnel inundado no Pina, na Zona Sul da capital, e de uma adolescente após a queda de uma barreira em Jaboatão dos Guararapes(

As chuvas também causaram transtornos como alagamentos de vias em várias cidades da Região Metropolitana do Recife, que deixaram ilhados moradores da Zona Sul do Recife, além de quedas de árvores e transbordamentos de canais na capital, desvios e cancelamentos de voos no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre.

Mortes em Camaragibe

Por volta das 11h da quinta (13), uma barreira caiu na Segunda Travessa Bom Jesus, em Camaragibe, sobre casas, que ficaram totalmente destruídas. De acordo com a prefeitura, uma delas estava em fase de construção e outras duas moradias ficaram danificadas.

Após o corpo de um homem ter sido retirado do local na tarde da quinta-feira, bombeiros retiraram os corpos de uma mulher, uma criança e um bebê na madrugada e o corpo de um garoto foi encontrado na manhã desta sexta (14). Um adolescente e uma criança estão desaparecidos, segundo a corporação.

Veja quem são os mortos

  • Edvaldo Ferreira da Silva Filho, de 23 anos
  • Edilene da Conceição, de 30 anos
  • Cauã Ricardo da Silva, de 8 anos
  • Bebê de 11 meses de nome não divulgado
  • Criança de 3 anos de nome não divulgado

Veja quem está desaparecido

  • Ítalo Wengel de Souza, de 13 anos
  • Lucas Ricardo da Silva, de 6 anos

Uma mulher foi resgatada com vida na quinta (13). Larissa Lafayete Ribeiro, de 20 anos, foi levada para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, no Centro do Recife. Segundo a unidade de saúde, a paciente tem quadro clínico estável e deve passar por cirurgias no fêmur e no quadril.

Moradores ajudam na limpeza do local onde barreira deslizou em Camaragibe — Foto: Reprodução/TV Globo

Moradores ajudam na limpeza do local onde barreira deslizou em Camaragibe — Foto: Reprodução/TV Globo

O comandante Cunha, do Corpo de Bombeiros, conta como tem sido feito o trabalho no local do deslizamento. “É um trabalho delicado. Se começar uma nova chuva, temos que parar. É uma escavação lenta, com cuidado, preservando as pessoas que podem estar ali. Somos 22 homens operando nesse momento, além de cães farejadores”, afirma.

Além dos bombeiros e da Defesa Civil, participaram das operações a Guarda Municipal e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Por causa de risco de novos acidentes, a área foi isolada.

Por meio de nota, a prefeitura de Camaragibe informou que o fato ocorreu em uma área de risco, que já era acompanhada pelas equipes da Defesa Civil. O órgão segue de prontidão nos telefones (81) 2129-9564 e 98723-1025 (WhatsApp) para atendimento de emergências.

Morte no Recife

Uma mulher de 34 anos morreu depois que o carro em que ela estava entrou em um túnel inundado pela chuva e afundou no bairro do Pina, na noite da quinta (13). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima foi identificada como Mirelle Paula da Silva.

Ainda de acordo com os bombeiros, a morte no túnel localizado no fim da Via Mangue, no Pina, ocorreu por volta das 20h30. A corporação informou que Mirelle e duas mulheres não identificadas estavam em um veículo que entrou no túnel inundado.

A corporação disse, ainda, que duas ocupantes conseguiram sair do carro, mas Mirelle não sabia nadar e morreu. Uma equipe de resgate foi acionada e chegou ao local às 20h59.

Morte em Jaboatão

Uma adolescente de 17 anos morreu e quatro pessoas da mesma família ficaram feridas após um deslizamento de barreira, na quinta-feira (13), em Jardim Monteverde, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. A jovem foi identificada como Maria Gabriela de Souza. (Veja vídeo acima)

Segundo a prefeitura de Jaboatão, a barreira atingiu a casa onde estavam uma mulher e quatro filhos. Maria Gabriela foi socorrida por moradores da área e chegou sem vida à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). Os nomes da mãe dela e dos irmãos não foram divulgados.

A unidade de saúde informou que a mãe de Maria Gabriela, que quebrou uma perna, e dois irmãos, de 7 e 13 anos, estão em observação. O outro garoto, de 12 anos, seguiu para o Hospital da Restauração para avaliação com neurologista.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Barco de carga naufraga a caminho de Fernando de Noronha; nove são resgatados e um está desaparecido

Por Ana Clara Marinho, G1 PE

barco de carga Navegantes, que partiu do Recife na quarta-feira (12) e tinha previsão de chegada emFernando de Noronha nesta sexta-feira (14), naufragou. Das dez pessoas que estavam a bordo, nove foram resgatadas e um homem está desaparecido.

Por meio de nota, a Marinha do Brasil afirma que a embarcação naufragou a uma distância de 80 milhas náuticas, o equivalente a 148 quilômetros, de João Pessoa. Ainda no texto, informa que o navio-patrulha Guaíba resgatou, na noite da quinta-feira (13), nove náufragos da embarcação de carga e que o navio-patrulha Macau faz buscas para tentar encontrar o tripulante desaparecido.

As nove pessoas resgatadas foram atendidas pelo oficial médico que estava no navio-patrulha e apresentam estado de saúde considerado bom.

Segundo o dono do barco, Nicanor Oliveira, a embarcação transportava, entre outros produtos, materiais para a reforma da BR-363. O Navegantes era o navio mais recente no serviço de carga para abastecer a ilha.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.