Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Chuva reduz drama do abastecimento no interior do Estado

As chuvas que têm atingido o Estado desde o último sábado foram suficientes para melhorar a situação do abastecimento de água em pelo menos oito municípios do Sertão. As precipitações regularizaram o nível de açudes dos municípios de Brejinho e Santa Filomena, no Sertão, e Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste. A previsão da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) é de que continue a chover, com menos intensidade, nesta sexta, nas duas regiões, podendo chegar à Zona da Mata e Região Metropolitana do Recife.

Em 16 municípios do Sertão pernambucano, foi registrada precipitação acima da média histórica prevista para o mês. Santa Filomena, distante 631 quilômetros da capital, foi a cidade da região onde mais choveu este mês, acumulando 180 milímetros. “Na previsão feita em janeiro, estávamos esperando que a chuva chegasse até a média em alguns locais. Em fevereiro do ano passado, choveu 80% abaixo da média, no geral, no Sertão, e houve município onde não choveu nada. Esta semana, já tem localidade que atingiu a média prevista para o mês”, explicou o meteorologista da Apac Vinícius Gomes. Já no Agreste, 17 cidades atingiram ou ultrapassaram a média histórica.

Embora a chuva tenha chegado a diversos municípios, alguns ficarão com o abastecimento comprometido porque será necessária readequação dos sistemas de distribuição, que estavam sem uso há muito tempo devido à falta de água. É o caso de Brejinho, no Sertão, que vem enfrentando colapso de abastecimento há oito meses. A barragem de Serraria, que estava seca, conseguiu acumular água suficiente para entrar em operação e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) teve que instalar novo sistema de captação para conseguir levar água para o município. O sistema está em fase de testes e deve entrar em operação nos próximos dias.

Na região do Araripe, a Compesa deve concluir até esta quinta-feira a reativação do sistema que capta água no açude Paulo Coelho, em Santa Filomena, cuja barragem estava em colapso por falta de uso. A cidade recebe água, com calendário rigoroso, do Sistema Adutor do Oeste. Nesta semana, trechos dessa adutora, no ramal que atende o município, foram arrastados pela intensidade das chuvas. A Compesa aguarda melhoria das condições de acesso para realizar o conserto dos trechos que foram danificados.

Em Santa Cruz do Capibaribe, a barragem de Cacimbas conseguiu juntar 50% de sua capacidade e a previsão é também começar a mandar água para o município a partir de amanhã. As chuvas melhoraram, ainda, o nível das barragens Lagoa do Barro, em Araripina, e Lopes II, em Bodocó. Segundo a Compesa, as precipitações ainda não provocaram impacto nos mananciais do Agreste a ponto de mudar a realidade do abastecimento das cidades.

 

 

Do JC Online

Foto: Blog de Custódia

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Eleição para nova diretoria do Sindicato dos Rodoviários será em abril

Confusão, troca de acusações e até tiros marcaram a audiência realizada na tarde desta quarta na Procuradoria Regional do Trabalho 6ª Região, no bairro do Espinheiro, Zona Norte do Recife, para discutir os rumos e as regras da eleição para os novos dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Pernambuco. Após quase cinco horas de reunião, a procuradoria marcou o pleito para os dias 29 e 30 de abril.

Representantes do Sindicato, da Oposição Rodoviária de Verdade e das centrais sindicais Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Força Sindical se reuniram com procuradores, após uma série de protestos e denúncias contra a atual gestão. O sindicato é presidido há 33 anos por Patrício Magalhães e a votação, que aconteceria nos dias 10 e 11 deste mês, acabou não acontecendo porque a oposição reclamou de falhas no edital.

A oposição acusa o atual presidente do sindicato de práticas consideradas “antissindicalistas”. Diz que há perseguição e demissão de trabalhadores que se opõem a ele. Reclamam ainda que Patrício Magalhães trabalhou para que a eleição tivesse chapa única. “Desde 2012 alertamos o Ministério Público do Trabalho para essas práticas. O que queremos é uma eleição mais justa, democrática e transparente, na qual os rodoviários possam escolher seus representantes”, afirmou o líder da oposição, Aldo Lima.

 

 

Jornal do Commercio

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Saúde pública de Noronha sofre com falta de médicos e remédios

O Arquipélago de Fernando de Noronha é um paraíso natural que atrai muitos turistas todos os anos, porém a saúde na ilha não vai muito bem. De acordo com denúncias feitas por um funcionário do Hospital São Lucas, que preferiu não se identificar, os médicos estão com os salários atrasados e ainda há falta de medicamentos básicos, como antibióticos. A direção de saúde da ilha culpabiliza o não pagamento dos salários a um atraso no setor financeiro e desconhece a falta de medicamentos no hospital, o único de Fernando de Noronha.

O mesmo funcionário também relatou problema de atendimento no Posto de Saúde da Família (PSF) Unidade Dois Irmãos, que está há seis meses sem a visita de especialistas em oftalmologia e ortopedia. A coordenadora de saúde, Fátima Souza, afirma que população não precisa se preocupar com as faltas de especialistas, pois o programa será retomado ainda neste semestre.

 

 

NE10

Foto: Especial para NE10

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Restrição da OAB-PE a entrevistas de advogados pode cair segunda-feira

Os conselheiros da Ordem dos Advogados do Brasil de Pernambuco (OAB-PE) vão se reunir na próxima segunda-feira (24), no primeiro encontro do ano, para decidir se aceitam ou não rever a resolução de número 08/2013, aprovada no final de 2013. O trecho polêmico da norma diz que qualquer advogado só pode conceder uma entrevista por mês à imprensa. Caso contrário, poderá ser acionado no Tribunal de Ética e Disciplina da entidade. A punição vai de pagamento de multa no valor da anuidade, R$ 650, até expulsão dos quadros da Ordem. A norma só abre exceção para os profissionais que foram indicados aos veículos de comunicação pela entidade.

A norma vigora desde o começo do mês, sem alarde. E só se tornou publica na edição do Jornal do Commercio de domingo. Dois dias depois, a Folha de S. Paulo abordou o assunto. Juristas e o presidente nacional da OAB, Marcos Vinicius Furtado Coêlho, criticaram a medida. As seccionais não possuem o poder para regulamentar a atuação do advogado, atribuição que cabe apenas ao conselho federal da entidade. A OAB-PE tem competência apenas para aplicar o Código de Ética.

Depois da pressão, o presidente da OAB-PE, Pedro Henrique Alves, recuou e admitiu a possibilidade de rever a norma. E voltar a defender a tese de impor limite ao número de entrevistas concedidas apenas na reunião de março do Conselho Federal, fórum onde a medida não deverá ter a mesma adesão.

Segue abaixo o comentário da coluna JC nas Ruas do último domingo:

O “Frankenstein” da OAB

Sem alarde, começou a vigorar desde o começo do mês em Pernambuco uma norma da Ordem dos Advogados do Brasil que mais parece um Frankenstein, o monstro de laboratório. Estranho e nascido da junção de partes diferentes. Algumas incompatíveis, mas costuradas num só corpo. A norma é a de número 08/2013, criada para regular a publicidade na advocacia. 

Os primeiros artigos apenas repetem o provimento da OAB nacional. Do artigo 7º em diante, surge o lado horrendo da medida. A pretexto de evitar abusos na publicidade, a OAB entra em outro terreno e acaba impondo restrições à aparição de advogados em veículos de comunicação. Determina até quantas vezes cada um pode se manifestar por mês. Uma vez e a depender do assunto, nos casos de jornais, revistas e programas de rádio e televisão. Quem desrespeitar pode ser acionado no Tribunal de Ética e Disciplina. 

Graças ao Frankenstein, a entidade cuja maior missão é defender a liberdade de pensamento e as garantias do advogado desliza e se mostra arbitrária. O engraçado é que a norma não vale para quem for indicado à imprensa pela Ordem. “As entrevistas ou participações de advogado no exercício de representação ou designação da OAB não se sujeitam à restrição”, diz a resolução. Neste caso, como diria Garrincha, faltou combinar com os russos. 

Quando um advogado “aparece” na imprensa, o faz por diversos motivos. Há escritórios que mantêm assessorias para trabalhar sua imagem e sugerir pautas. Mas a sugestão é acatada só quando a outra parte, o jornalista, achar que deve, guiado por vários critérios. Objetivos e subjetivos. 

Noutros casos, o advogado é procurado por causa da confiança e respeito construídos ao longo dos anos, pela capacidade de explicar fatos complexos de forma simples, no caso específico de rádio e TV. Aí, meu camarada, à OAB não cabe qualquer tipo de controle. E a entidade, apesar do respeito que merece, perdeu uma oportunidade de ficar quieta.

 

 

Jornal do Commercio

Foto: Dayvson Nunes/JC Imagem

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Explosão em lanchonete do Imip deixa uma mulher ferida

Uma explosão de pequenas proporções na lanchonete do Imip, na Rua dos Coelhos, no Bairro da Boa Vista, área Cental do Recife, deixou uma pessoa ferida por volta das 9h desta quarta-feira (19). De acordo com assessoria do hospital, acidente teria sido provocado por vazamento de gás de cozinha. O vazamento ocasionou uma pequena explosão e as chamas atingiram a gerente do estabelecimento. Ela teve queimaduras leves nas mãos, mas passa bem.

O Corpo de Bombeiros (CB) foi acionado para a ocorrência, mas quando chegou ao local o fogo já havia sido controlado. Os funcionários usaram extintores de incêndio para apagar as chamas.

Em nota a assoria do Imip, o fogo não danificou a estrutura do estabelecimento e não houve danos materiais.

CONFIRA A NOTA DIVULDA PELO IMIP – A Assessoria de Comunicação do IMIP informa que na manhã desta quarta-feira (19), por volta das 10h, um vazamento de gás causou uma explosão seguida por incêndio de pequenas proporções na cozinha da lanchonete que funciona nas dependências da unidade de saúde. Havia extintores no local e o fogo foi controlado antes mesmo da chegada dos bombeiros. A gerente do estabelecimento sofreu queimaduras leves nos braços e foi encaminhada para o atendimento médico. Não houve danos ao patrimônio, mas, como medida de segurança, o local foi isolado.  

 

 

JC Online

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Vaias, aplausos e até “farinhaço” na reabertura da Câmara de Olinda

A primeira sessão plenária deste ano da Câmara de Vereadores de Olinda, nesta terça-feira (18), foi encerrada antes de iniciar o debate sobre o principal ponto de pauta – a discussão sobre a instalação da CPI das obras inacabadas – devido a um princípio de tumulto.

O prefeito Renildo Calheiros (PCdoB) resolveu ir pessoalmente passar a mensagem do Executivo para o Legislativo, acompanhado de secretários, diretores e funcionários com cargos comissionados, gerando insatisfação de grupos de oposição. Após uma mistura de vaias, aplausos e “farinhaço”, o chefe do Executivo deixou o Legislativa com ajuda das Polícias Militar e Civil.

A galeria da Casa e o plenário estavam lotadas quando o prefeito Renildo Calheiros iniciou o seu discurso. Interrompido por vaias, o chefe do Executivo disse que as manifestações não lhe causavam desconforto. Os vereadores de oposição Arlindo Siqueira (PSL) e Jorge Federal (Solidariedade) se retiraram do plenário e um boneco judas produzido por integrantes do movimento Acorda Olinda, com o rosto do vereador Joabe Teodoro (PRP) – que retirou seu nome do pedido da CPI – foi apreendido pela Guarda Municipal.

De acordo com Arlindo Siqueira, os vereadores da base do governo “não queriam liberar o livro dos oradores”.

O presidente da Câmara, Marcelo Soares, disse que participaram da sessão “meia dúzia de gatos pingados da oposição, que são minoria na cidade”. Ele afirmou que encerrou a sessão respaldado pelo regimento interno e motivado pelo comportamento inadequado dos que ocupavam a galeria. Além de Renildo, apenas o líder do governo, Marcelo Santa Cruz (PT), teve o direito à fala garantido.

De acordo com secretário do Governo, Luciano Moura, das 14 obras listadas no requerimento da CPI, apenas duas estão paralisadas. “Nós temos muito o que fazer. O prefeito e os secretários não podem ficar batendo boca com movimento que só quer desqualificar a gestão e não apresenta alternativas”.

Moura ainda destacou que a atual gestão é responsável por atrair aproximadamente R$ 1 bilhão em recursos e que está empenhada em concluir as obras que irão “revolucionar a estrutura da cidade”.

Renildo deixou o Legislativo escoltado. Integrantes do movimento Acorda Olinda acompanharam a sessão e jogaram farinha no carro do prefeito, protestando com o mote: “é tudo farinha do mesmo saco”. Segundo Marcelo Santa Cruz, o movimento foi orquestrado por apoiadores da ex-prefeita de Olinda Jacilda Urquisa (PMDB).

A bancada de oposição pretende retomar o debate sobre a CPI das obras inacabadas na próxima sessão, que será realizada na quinta (20). Até o fechamento desta edição, os vereadores Arlindo Siqueira, Jorge Federal, Jesuíno Araújo (PSDB), Graça Fonseca (PR) e Riquinho (PROS) mantiveram suas assinaturas no requerimento de abertura da CPI. Para que a tramitação seja iniciada é necessário que, no mínimo, seis vereadores assinem o documento.

 

 

 

Jornal do Comercio

Divulgação

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Metroviários decidem parar no dia do Galo da Madrugada

O metrô deverá paralisar as atividades por 24h na próxima sexta-feira e no sábado do desfile do Galo da Madrugada, dia 1º de março. Os metroviários decidiram pela suspensão dos serviços durante assembleia na noite desta terça-feira na Estação Central do Recife. A categoria acusa a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) de não cumprir três itens do acordo assinado nas negociações do ano passado.

De acordo com o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro), as duas paralisações são de advertência para pressionar a empresa a revisar o Plano de Empregos e Salários, ampliar a assistência médico-odontológica e aumentar a segurança nas dependências das estações e trens. “Temos relatos de depredações, agressões a funcionários e assaltos”, detalhou o presidente do Sindmetro, Diogo Morais, acrescentando que os serviços de manutenção, administração e operação de trens deverão parar. Segundo o sindicato, a CBTU sinalizou reforçar a segurança para os dias de Carnaval, mas nada foi oficializado.

Nesta quinta-feira, haverá rodada de negociação na sede da CBTU no Rio de Janeiro, que pode alterar a decisão e evitar a paralisação de advertência. Nesta quarta, os terceirizados da bilheteria prometem cruzar os braços. Os bilheteiros aguardam posicionamento da empresa Dínamo Serviços em relação aos atrasos salariais e na entrega de ticket alimentação e vale transporte.

 

Do JC Online

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Resolução da OAB-PE limita entrevistas de advogados à imprensa

Uma resolução da seccional Pernambuco da Ordem dos Advogados do Brasil limita a quantidade de entrevistas que um filiado à entidade pode conceder a veículos de imprensa do estado. De acordo com o documento, o advogado só pode dar entrevistas uma vez por mês em jornais, revistas e emissoras de rádio e televisão. No caso de portais de notícias na internet, a aparição é permitida uma vez por semana. A resolução 08/2013 foi publicada em novembro de 2013 e entrou em vigor no último dia 4 de fevereiro.

“O advogado deve se abster de fazer autopromoção, de oferecer contatos e se insinuar para a captação de clientela por meio da imprensa. Da mesma forma, ele não pode comentar casos em que não está constituído no processo”, explicou, nesta terça-feira (18), o presidente da OABPernambuco, Pedro Henrique Alves. Para ele, o desvirtuamento das relações entre os advogados e meios de comunicação pode gerar uma competição desigual.

Além das aparições na imprensa, a resolução também busca coibir práticas de publicidade e propaganda consideradas abusivas. Os profissionais não podem, por exemplo, ocupar espaço superior a meia página de um jornal ou revista com anúncio publicitário. Colocação de outdoors e distribuição de panfletos também são passíveis de notificação.

“Assim como a medicina, a advocacia é uma atividade que não pode ser mercantilizada, sob pena de termos um retrocesso em valores humanos. Você não pode admitir, por exemplo, que um cirurgião plástico bata nas portas oferecendo seu serviço. Embora exercido de forma privada, a advocacia é um serviço público”, afirma Alves.

Inicialmente, a fiscalização das normas contidas na resolução será feita de forma educativa e pedagógica. Para auxiliar a diretoria da OAB-PE na fiscalização e cumprimento do texto, foi instituída a Comissão de Combate à Publicidade e Propaganda Irregulares da Advocacia (CCPPIA), composta por seis membros e presidida pelo conselheiro estadual da Ordem, Marcus André Lins.

De acordo com o presidente da CCPPIA, a comissão já recebeu cerca de 20 notificações desde a data em que a resolução 08/2013 entrou em vigor. “A grande maioria das notificações dessa primeira leva é referente à panfletagem, mas também há casos que dizem respeito à frequência de aparição de advogados na mídia”, descreve Lins. Ele explicou que os infratores serão chamados para uma conversa visando ao ajustamento da conduta.

Além da comissão, a ouvidoria e a gerência de comunicação da OAB-PE também vão atuar de forma conjunta no que diz respeito à fiscalização das normas contidas na resolução. O próprio presidente Pedro Henrique Alves afirmou já ter recebido três telefonemas, somente nesta terça (18), com queixas de advogados sobre a participação de colegas em programas de rádio.

‘Posição equivocada’
A presidente do Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco, Cláudia Eloi, explicou que a assessoria jurídica de entidade foi acionada e vai entrar em contato com a OAB-PE para tentar revogar a resolução. “A gente considera que é uma posição equivocada e que eles estão cerceando o direito dos jornalistas de escolher as suas fontes”, afirma.

Em nota, a Associação dos Advogados Criminalistas do Estado de São Paulo (Acrimesp) repudiou a posição da OAB de Pernambuco e disse que a aplicação da resolução é “abominável”. “Ela mascara o pretexto de punir o estrelismo e o vedetismo de alguns, impondo, na vigência de um regime democrático que reclama a transparência, o manto do segredo”, critica o presidente do conselho do órgão, Ademar Gomes.

O advogado que descumprir a resolução pode ser julgado pelo Tribunal de Ética e Disciplina (TED) e sofrer um processo ético-disciplinar, podendo levar uma multa no valor de uma anuidade profissional da OAB-PE. Às punições, cabem recurso junto ao Conselho Seccional do órgão dentro do prazo de 15 dias.

 

 

 

Do G1 PE

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Policiais são os maiores infratores da Lei Seca, diz coordenador das operações

O médico João Veiga, coordenador da Lei Seca na Secretaria de Saúde, ficou indignado com a denúncia do Sindicato dos Servidores do Detran, nas redes sociais e no Blog de Jamildo, dando conta que ‘chegados’ do governo estariam tendo acesso privilegiado aos horários e locais das operações, no Recife.

“Isto é um absurdo”, reagiu.

Buscando dar exemplo de que a blitz vale para todos, o médico contou como exemplo que até a filha do governador foi parada, ao voltar de um evento no Litoral Sul, em Tamandaré, mas como não havia bebido e estava com a documentação em dia foi liberada sem problemas.

“Até o carro do secretário estadual de Saúde, Antônio Figueira, foi fiscalizado recentemente. O motorista fez o teste do bafômetro e foi liberado”, contou.

“Nesta semana que passou, Waldemar Borges (líder do governo) foi parado duas vezes em um mesmo dia. Fez o teste duas vezes e foi liberado”.

Ao conceder entrevista ao Blog de Jamildo sobre a operação, o médico João Veiga fez uma revelação impactante.

“Você sabe quem são os maiores infratores pegos na operação Lei Seca? Quem são as pessoas mais multadas e presas (por alcoolismo)? Os policiais”, revelou.

No ano passado, um policial chegou a matar uma ciclista com seu veículo, ao voltar de uma festa. Depois de seis horas, fez o teste de alcoolemia e não deu nada. No entanto, responde a processo na Justiça.

“Na semana passada, tivemos três casos de três oficiais bêbados e eles foram presos. Recebemos pressão de todos os lados. Todo dia eu recebo ligação, mas não adianta nada”, garante.

João Veiga conta ainda que tem um orgulho pessoal. “Já contamos com mais de 360 mil abordagens e não se fala em extorsão”, observa, numa referência indireta ao tempo em que as equipes não eram formadas por três equipes (Detran, PM e Saúde, dificultando achaques aos cidadãos)

A operação vai além da questão da educação para o trânsito. “Já pegamos dez sequestros em andamento, já pegamos vários fugitivos da Justiça”, revela.

Sobre as denúncias de vazamento feitas pelo Sindicato dos Servidores do Detran, o médico acredita que pode ter havido dolo eventualmente. “Sempre existe a possibilidade de alguém pegar e mandar para outro”, disse.

Na nota do sindicato, a categoria critica o programa Waze. Contudo, o coordenador das blitz na Saúde vê como positivo o efeito causado aplicativo. “É bom. Muita gente fica com medo e não bebe. Outro dia, eles estavam apontando 14 pontos de fiscalização e a gente estava apenas com seis”.

“Temos nove equipes e seis pontos fixos. Todo mundo sabe, pois a intenção não é emboscar o cidadão, mas sim educar”.

Tragédia em Petrolina – Quando atendeu a reportagem do Blog de Jamildo, João Veiga estava em Petrolina, onde uma blitz foi montada neste final de semana. A cidade é conhecida por sua tolerância com a bebida e a direção. “Foi uma tragédia. Em menos de duas horas, tivemos que suspender a operação porque já não havia mais espaço para apreensões. Mais de 40 carros e motos foram pegos. No meio, havia até vereadores da cidade”.

Mais rigor no Carnaval – João Veiga adianta que, no Carnaval, o rigor será maior ainda, especialmente em Olinda. A Operação Lei Seca vai colocar blitze na entrada e nas duas saídas da cidade. Indo e voltando da cidade patrimônio. “Eu recomendo as pessoas que vão brincar que aluguem táxi ou vans. Só assim para não cair na Lei Seca.”

 

 

Blog do Jamildo

Foto: reprodução Facebook

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Carteira de estudante 2014 já pode ser solicitada

Desde esta segunda-feira (17/2), já podem ser solicitadas as novas carteiras de estudante 2014 da Região Metropolitana do Recife. O processo está mais moderno, segundo o Grande Recife Consórcio de Transporte, e por isso o documento está sendo chamado de carteira de estudante mais prática. As carteiras podem ser pedidas pela internet, no link que está disponível no site do órgão (www.granderecife.pe.gov.br).

Entre as novidades da versão 2014 está a inclusão de mais um banco para o pagamento do boleto, o Santander, além dos já existentes: Banco do Brasil e Caixa Econômica. Outra melhoria que merece destaque é que nesse novo sistema o estudante poderá acompanhar passo a passo a confecção do documento. Outro benefício é que agora a 2ª via do documento poderá ser solicitada através do site. Até 2014, era necessário ir pessoalmente à sede da gerência comercial do Grande Recife Consórcio, responsável pela emissão das carteiras.

A solicitação poderá ser feita pelos mais de 700 mil estudantes do ensino infantil, fundamental, médio, técnico e de cursinhos pré-vestibulares. Esses alunos precisam estar matriculados em instituições de ensino localizadas na Região Metropolitana do Recife e em curso regular com duração mínima de um ano, além de frequentar a escola regularmente.

Para solicitar o documento, é necessário o preenchimento correto dos dados do estudante no sistema com informações sem abreviações e de acordo com a certidão de nascimento ou carteira de identidade. Também deve ser anexada uma foto 3×4, igual à utilizada para emissão de RG, Carteira de Trabalho ou Passaporte.

O pagamento do boleto poderá ser realizado nos bancos do Brasil (nas seguintes redes de atendimento: agências bancárias, Internet, Autoatendimento, Correspondente MaisBB, Banco Postal nas agências dos Correios); Caixa Econômica Federal (nas redes de atendimento: Agências lotéricas, Internet, Autoatendimento, Correspondente Caixa Aqui) ou Santander (Agência bancária, Internet, Caixas Eletrônicos, Central de Atendimento).

O documento é confeccionado em até 30 dias corridos, após o pagamento. A taxa para aquisição da carteira é de R$ 9,00. Outro dado importante é que as solicitações poderão ser efetuadas até o dia 31 de dezembro desse ano, portanto todos os boletos deverão ser pagos, impreterivelmente, até esta data. A CIE 2013 tem validade até o dia 30 de abril de 2014.

 

Jornal do Commercio

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

contato@encartenoticias.com
jencartnoticias@gmail.com